Spa Lótus Branco

Embed Size (px)

Text of Spa Lótus Branco

  • 1

    LTUS BRANCO SPA

    Curso: 345033 - Tcnico/a de Apoio Gesto

    Mdulo: UFCD 7851 Aprovisionamento, logstica e gesto de stocks

    Formador: Jorge Silva

    Formandas: Laura Matos &Ndia Martins

    Data: 03/04/2017

  • 2

    NDICE

    Introduo .......................................................................................................... 3

    A empresa .......................................................................................................... 4

    Produtos e fornecedores .................................................................................... 5

    Critrios tidos em conta ...................................................................................... 7

    ndice de qualidade dos fornecedores ................................................................ 8

    Corrupo......................................................................................................... 10

    Mtodo de armazenagem ................................................................................ 11

    Concluso ........................................................................................................ 12

  • 3

    INTRODUO

    No mbito da formao de Tcnico de Apoio Gesto, nomeadamente

    no decorrer do mdulo de Aprovisionamento, logstica e gesto de stocks, foi-

    nos pedido para realizar um trabalho que consiste na criao de uma empresa

    e na identificao de dois dos produtos utilizados e dois possveis fornecedores

    para cada um.

    O presente trabalho resume-se a algumas tarefas que elabormos a

    partir destes dados:

    construo de uma tabela onde avalimos os fornecedores,

    mencionando os critrios que valorizmos na atribuio do peso (%);

    clculo do ndice de Qualidade de dois dos possveis

    fornecedores, utilizando o mtodo de valorao 1;

    deteo de algumas das formas de corrupo provveis no

    negcio, referindo maneiras de a diminuir;

    escolha do melhor mtodo de armazenamento de stock de

    produtos adequado ao negcio.

    Julgamos que o objetivo deste trabalho condensar conhecimentos

    relativamente aos passos seguidos no mundo dos fornecedores, desde a

    negociao ao armazenamento e gesto de stocks.

  • 4

    A EMPRESA

    Atividade empresarial

    Ltus Branco Spa.

    Logtipo

    Localizao

    Peniche

    Objeto social

    O dia-a-dia atarefado e stressante da sociedade atual causa imensos

    danos, e no apenas fsicos. Baseado na pureza de corpo, mente e esprito

    repesentada pela Flor de Ltus Branca, o nosso Spa conta com terapeutas e

    massagistas com bastante experincia para proporcionar aos nossos clientes

    tratamentos personalizados relaxantes.

  • 5

    PRODUTOS E FORNECEDORES

    Produtos necessrios atividade

    leos de massagem;

    Pedras quentes.

    Fornecedores para cada produto

    Belexpress (Bastos Viegas) e

    Continente (SONAE) leos de

    massagem;

    Skpro e Quirumed pedras quentes.

    Avaliao de fornecedores

    Para escolher um fornecedor, deve-se ter em conta a qualidade do

    mesmo. Faz-se por isso uma anlise.

    Essa anlise, chamada de Processo de Avaliao de Fornecedores,

    um controlo a que os fornecedores so submetidos pela empresa-cliente, pelos

    departamentos de Compras, Engenharia e Qualidade, que focam nas

    condies contratuais, no estudo e classificao do produto e na qualidade,

    respetivamente.

    Critrios

    Peso

    Belexpress Continente

    Absoluta

    Ponderada

    Absoluta

    Ponderada

    Estrutura e condies organizativas

    10 % 6 0,6 4 0,4

    Condies contratuais 10% 6 0,6 4 0,4

    Rendimento do fornecimento

    30% 3 0,9 7 2,1

    Capacidade tcnica e tecnolgica

    50% 8 4 4 2

    6,1 4,9

    Atravs da tabela acima, podemos constatar que a empresa-fornecedora

    que mais se enquadra nos critrios de avaliao da empresa-cliente a

  • 6

    Belexpress. Com valor abaixo de 5, o Continente um fornecedor que no se

    ir considerar.

    Critrios

    Peso

    Skpro Quirumed

    Absoluta

    Ponderada

    Absoluta

    Ponderada

    Estrutura e condies organizativas

    10% 5 0,5 5 0,5

    Condies contratuais 10% 5 0,5 6 0,6

    Rendimento do fornecimento

    40% 7 2,8 5 2

    Capacidade tcnica e tecnolgica

    40% 6 2,4 8 3,2

    6,2 6,3

    Verifica-se que os valores totais da ponderada so quase iguais, mas

    que a empresa-fornecedora Quirumed lidera na avaliao por uma dcima.

  • 7

    CRITRIOS TIDOS EM CONTA

    A prestao global de uma empresa-fornecedora avaliada em

    quatro reas, j referidas nas tabelas acima.

    Dentro destas quatro reas, a empresa-cliente (os seus

    departamentos de Compras, Engenharia e Qualidade) valoriza

    determinados critrios, os quais influenciam o peso a ter em conta no

    controlo/avaliao das mesmas.

    Estrutura e condies organizativas:

    Nmero de clientes do fornecedor o n. de clientes proporcional

    fiabilidade;

    Entregas mais rpidas.

    Condies contratuais:

    Descontos e promoes.

    Rendimento do fornecimento:

    Relao custo/lucro o produto mais barato.

    Capacidade tcnica e tecnolgica:

    Produtos de qualidade - por uma questo de identidade da empresa.

  • 8

    NDICE DE QUALIDADE DOS FORNECEDORES

    No que toca ao ndice de Qualidade de um fornecedor, a forma mais

    comum de o determinar atravs da utilizao de trs categorias para

    classificar lotes defeituosos vindos dos fornecedores. Cada categoria tem um

    fator de ponderao especfico, usado no clculo do IQ.

    No caso especfico do Ltus Branco Spa, considerando os leos de

    massagem, temos:

    Categoria 0 (fator 1) lote sem anomalias;

    Categoria 1(fator 5) lote com anomalias secundrias (ex. embalagens

    amolgadas);

    Categoria 2 (fator 30) - lote que serve somente para uso no Spa, no

    apropriado para exposio (ex. selo de garantia quebrado);

    Categoria 3 (fator 100) lote para devoluo (inutilizvel).

    Belexpress Continente

    10 lotes categoria 0 5 lotes categoria 0

    4 lotes categoria 1 2 lotes categoria 1

    1 lote categoria 2 1 lote categoria 2

    1 lote categoria 3 3 lotes categoria 3

    Depois de verificados os lotes, faz-se o clculo do ndice de Qualidade,

    atravs do Mtodo de valorao 1, que abrange a totalidade dos mesmos.

    Mtodo 1

    Belexpress

  • 9

    Tendo um IQ de 91, a Belexpress um fornecedor classe B, com

    qualidade Varivel.

    Continente

    O Continente tem um IQ de 69,6 portanto considerado um fornecedor

    classe C, com qualidade Deficiente.

  • 10

    CORRUPO

    Os fornecedores tm de obeder a uma Poltica de Compras a

    Fornecedores, que consiste basicamente nas regras a que os mesmos tm de

    cumprir. Tal pressupe um sincronismo de ideias entre tica, Pessoal e

    Fornecedores.

    H, contudo, fornecedores que recorrem a meios no lcitos para terem

    uma vantagem sobre os outros. Isto corrupo.

    Reunimos na tabela abaixo alguns exemplos de corrupo que so

    capazes de surgir no mbito do fornecimento do Ltus Branco Spa e aes que

    podem ajudar a diminuir a mesma.

    Problema Ao

    Produtos recebidos em armazm ou o seu valor diferem do que est na nota de encomenda

    - Verificao da nota de encomenda/factura.

    Desaparecimento de stock do armazm

    - Inventrios peridicos; - Restringir acesso ao armazm; - Criar um posto de trabalho para um responsvel de armazm, para maior controlo.

    Desaparecimento de produtos no Spa

    - Inventrios peridicos; - Sistema de vigilncia interna.

  • 11

    MTODO DE ARMAZENAGEM

    O stock de produtos do Ltus Branco Spa ser guardado no armazm. O

    objetivo de qualquer armazm fazer o melhor uso possvel do espao disponvel e reduzir o trajeto dos produtos a armazenar, mantendo a qualidade dos mesmos.

    Relativamente ao sistema de arrumao escolhido, ser o posicionamento fixo, at porque convm que os stocks sejam pequenos e porque os espaos so definidos para determinados produtos, tanto pela facilidade em encontrar determinada mercadoria, como pela segurana no misturar produtos.

    Existem vrios mtodos de recolha de encomendas. No caso do

    armazm do Spa, as estantes ajustveis para paletes (Rack) so a melhor

    opo.

    Assim consideramos porque, apesar da utilizao do espao ser muito

    baixa e de um corredor de passagem s permitir o acesso a duas linhas de

    estantes:

    Permite o acesso direto a todas as paletes;

    Stock pequeno de cada linha de artigos;

    Custo relativamente baixo;

    Prateleiras podem ser ajustveis ao tamanho das paletes;

    Facilita a localizao dos produtos.

  • 12

    CONCLUSO

    Para quem nunca teve contacto direto com as reas de

    Aprovisionamento, Logstica e Gesto de Stocks, estas parecem primeira

    vista ser um tanto ou quanto simples e carecer de regras que as guiem.

    Todas as tarefas realizadas para este trabalho demonstram uma

    pequena parte da complexidade que lidar com estas reas. Desde a deciso

    do fornecedor adequado, escolha do melhor mtodo de armazenagem, tudo

    tem de ser bastante bem ponderado.

    A execuo deste trabalho , ao fim e ao cabo, um apanhado dos

    aspetos mais importantes a ter em conta.

    Terminamos com o desejo de que este trabalho corresponda s

    expetativas do f