1.1 Haroldo Peon EMPREENDEDORISMO. 1.2 Haroldo Peon

  • View
    112

  • Download
    9

Embed Size (px)

Transcript

  • Slide 1
  • 1.1 Haroldo Peon EMPREENDEDORISMO
  • Slide 2
  • 1.2 Haroldo Peon
  • Slide 3
  • 1.3 Haroldo Peon
  • Slide 4
  • 1.4 Haroldo Peon
  • Slide 5
  • 1.5 Haroldo Peon
  • Slide 6
  • 1.6 Haroldo Peon
  • Slide 7
  • 1.7 Haroldo Peon
  • Slide 8
  • 1.8 Haroldo Peon
  • Slide 9
  • 1.9 Haroldo Peon
  • Slide 10
  • 1.10 Haroldo Peon
  • Slide 11
  • 1.11 Haroldo Peon
  • Slide 12
  • 1.12 Haroldo Peon
  • Slide 13
  • 1.13 Haroldo Peon
  • Slide 14
  • 1.14 Haroldo Peon E se eu no for EMPREENDEDOR
  • Slide 15
  • 1.15 Haroldo Peon O jovem empresrio do terceiro milnio tem que ser empreendedor
  • Slide 16
  • 1.16 Haroldo Peon Perfil do emprego no 3 milnio Fim da supervalorizao das indstrias; Novos tipos de empregos, muitos desconhecidos. Evoluo da informtica.
  • Slide 17
  • 1.17 Haroldo Peon O que ser empreendedor?
  • Slide 18
  • 1.18 Haroldo Peon muito mais que ter a vontade de chegar ao topo da montanha! conhecer a montanha; planejar cada detalhe da subida; ser persistente em encontrar a melhor trilha; calcular os riscos; preparar-se; acreditar na sua capacidade e REALIZAR
  • Slide 19
  • 1.19 Haroldo Peon O brasileiro empreendedor, mas tem que se preparar melhor! O brasileiro empreendedor, mas tem que se preparar melhor!
  • Slide 20
  • 1.20 Haroldo Peon Pesquisa internacional sobre empreendedorismo 8 por 1 10 por 1 12 por 1 43 mil entrevistados em 21 pases, ano 2000 Brasil EUA Austrlia (8 brasileiros por 1 empreendedor)
  • Slide 21
  • 1.21 Haroldo Peon Nova ordem mundial: At 1980, foco nas empresas com mais de 100 funcionrios; nas ltimas dcadas do sculo XX, as empresas comearam a diminuir seus custos e o nmero de empregados
  • Slide 22
  • 1.22 Haroldo Peon Neste perodo comeou a valorizao da pequena e mdia empresa; processo de terceirizao.
  • Slide 23
  • 1.23 Haroldo Peon O mundo est menor!
  • Slide 24
  • 1.24 Haroldo Peon A evoluo tecnolgica encurtou distncias e facilitou o acesso informao. Hoje pequenas empresas brasileiras podem fornecer para qualquer grande empresa em qualquer lugar do mundo.
  • Slide 25
  • 1.25 Haroldo Peon Novos postos de trabalho. No ano de 2000, quase um milho de novos postos de trabalho. Dados do Sebrae. Conseqncia do controle da inflao e do ajuste econmico.
  • Slide 26
  • 1.26 Haroldo Peon Pequenas empresas brasileiras De cada 100, 98 so micro ou pequenas empresas; empregam quase 40 milhes, mais da metade de toda a mo-de-obra do pas.
  • Slide 27
  • 1.27 Haroldo Peon A hora de se aproveitar as oportunidades AGORA!
  • Slide 28
  • 1.28 Haroldo Peon necessrio COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR
  • Slide 29
  • 1.29 Haroldo Peon Para o objetivo se transformar em uma meta, preciso saber aonde quer chegar e definir como e quando chegar. Para se estabelecer e cumprir metas, indispensvel ver claramente o que se deseja. As metas podem ser imediatas ou de mdio e longo prazos. 1 Estabelecer metas.
  • Slide 30
  • 1.30 Haroldo Peon Busca de informaes Um empreendedor est sempre somando novas informaes. So as informaes que se consegue junto ao mercado que definem o futuro de seu negcio. 2
  • Slide 31
  • 1.31 Haroldo Peon Exigncia de qualidade e eficincia Qualidade no mais diferencial de mercado, condio sine qua non 3
  • Slide 32
  • 1.32 Haroldo Peon Planejamento e monitoramento sistemtico Alm de se planejar, preciso acompanhar os resultados. Fazer monitoramento (dividir tarefas, definir prazos, verificar os resultados) 4
  • Slide 33
  • 1.33 Haroldo Peon Comprometimento Estar comprometido estar envolvido. Exige capacidade de fazer sacrifcios pessoais para garantir o crescimento. 5
  • Slide 34
  • 1.34 Haroldo Peon Persistncia Todo negcio tem seus momentos difceis. Ser persistente enfrentar as dificuldades. 6
  • Slide 35
  • 1.35 Haroldo Peon Correr riscos calculados Ser ousado importante, mas fundamental calcular os riscos. Aprender a correr riscos calculados significa avaliar as alternativas, reduzir os riscos e controlar os resultados 7
  • Slide 36
  • 1.36 Haroldo Peon Persuaso e rede de contatos Sempre se deve manter contato com as pessoas que podem se tornar fonte de informaes e/ou solues. 8
  • Slide 37
  • 1.37 Haroldo Peon O empreendedor sempre autodeterminado, sabe tomar decises com segurana. Acredita em si e na capacidade de realizar sonhos e projetos. 9 Autoconfiana
  • Slide 38
  • 1.38 Haroldo Peon Busca de oportunidades e iniciativa O empreendedor identifica uma boa oportunidade e faz acontecer. O mercado muda o tempo todo. Situao do pas e do mundo. 10
  • Slide 39
  • 1.39 Haroldo Peon Associativismo Outro conceito de desenvolvimento em que o empresrio do 3 milnio deve ter sobre o Associativismo. Quebrar paradigma e unir as concorrncias em prol do crescimento de um setor (fortalecimento e exportao) 11
  • Slide 40
  • 1.40 Haroldo Peon O papel do Empreendedor no 3 milnio
  • Slide 41
  • 1.41 Haroldo Peon Ouse, mas seja moderado; no tenha medo de errar; transmita credibilidade, tica; tenha suas prprias alternativas e seja persistente; seja crtico e analtico; tenha objetivos e seja objetivo
  • Slide 42
  • 1.42 Haroldo Peon
  • Slide 43
  • 1.43 Haroldo Peon
  • Slide 44
  • 1.44 Haroldo Peon ( 1 ) A. Tento melhorar as coisas e, para isso, tomo muito como base as expe- rincias passadas. Para mim, o futu- ro a melhor reproduo do passado e do presente. B. Gosto de pensar no futuro como um lugar onde tudo possvel, indepen- dentemente dos obstculos do pre- sente.
  • Slide 45
  • 1.45 Haroldo Peon ( 2 ) A. Acredito que a presso do dia-a-dia geradora de boas idias. O homem s cria quando em situao de escassez e de sobrevivncia. B. Acredito que as boas idias advm de uma viso ampla do ambiente e de no colocar limites no exerccio de imaginar.
  • Slide 46
  • 1.46 Haroldo Peon ( 3 ) A. O mundo est progredindo. As pes- soas querem fazer o melhor e se esfor- am para isso. B. Acho que as coisas seriam melhores se todos colaborassem. Muitas vezes sou ctico em relao s pessoas e ao mundo.
  • Slide 47
  • 1.47 Haroldo Peon ( 4 ) A. Em time que est ganhando no se mexe. B. Em time que est ganhando tambm se mexe.
  • Slide 48
  • 1.48 Haroldo Peon ( 5 ) A. Apesar de meus resultados geral- mente ficarem aqum, ainda assim continuo insistindo em minhas expectativas. B. Fico feliz quando vejo que os resul- tados excedem as expectativas.
  • Slide 49
  • 1.49 Haroldo Peon ( 6 ) A. Para mim, o que interessa saber porque e o qu, antes do como. B. Sou prtico e gosto de saber logo como fazer para atingir os objetivos.
  • Slide 50
  • 1.50 Haroldo Peon ( 7 ) A. melhor um passarinho na mo do que dois voando. B. melhor dois passarinhos voando do que um na mo.
  • Slide 51
  • 1.51 Haroldo Peon ( 8 ) A. Gosto muito do meu trabalho, mas acho que seria menos extressante se no houvesse tantos problemas. B. Gosto muito de resolver os proble- mas e aprender com eles. No vejo muita diferena entre problemas e oportunidades.
  • Slide 52
  • 1.52 Haroldo Peon ( 9 ) A. Sempre que penso em aumentar os resultados, lembro logo da equa- o receita despesas = lucro. B. Sempre que penso em aumentar os resultados, lembro logo das necessidades dos clientes e da melhor forma em super-las.
  • Slide 53
  • 1.53 Haroldo Peon ( 10 ) A. Prefiro pedir desculpas a permisso. B. Prefiro pedir permisso a desculpas.
  • Slide 54
  • 1.54 Haroldo Peon ( 11 ) A. Acredito que uma empresa exista para gerar lucros. B. Acredito que uma empresa exista para atender a alguma demanda do mercado.
  • Slide 55
  • 1.55 Haroldo Peon ( 12 ) A. Acho fundamental estar atento s aes da concorrncia. B. Gosto de pensar no futuro como um lugar onde tudo possvel, indepen- dentemente dos obstculos do pre- sente.
  • Slide 56
  • 1.56 Haroldo Peon ( 13 ) A. Tenho dificuldades de antever as principais barreiras e dificuldades quando implemento uma nova idia. B. Sou capaz de antever com uma certa preciso as barreiras e as dificuldades que irei enfrentar para implementar uma nova idia.
  • Slide 57
  • 1.57 Haroldo Peon ( 14 ) A. Costumo transmitir uma forte dose de autoconfiana ao apresentar as minhas idias e estratgias a outra pessoas. B. Nem sempre consigo convencer as pessoas sobre as minhas idias e estratgias.
  • Slide 58
  • 1.58 Haroldo Peon ( 15 ) A. Tenho facilidade de agregar e aglutinar pessoas em torno de uma idia comum e mant-las motivadas. B. Percebo que nem sempre consigo agregar e aglutinar pessoas em torno de uma idia comum.
  • Slide 59