4ª Edição Destino Mantiqueira

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Destino Mantiqueira em sua 4 Edio, com muitas informaes sobre as aes do CVB - Campos do Jordo e Circuito Mantiqueira.

Text of 4ª Edição Destino Mantiqueira

  • Circuito MantiqueiraO projeto de regionalizao de turismo sustentvel realizou o cina de reestruturao e alinhamento das aes, para o horizonte 2012-2014. Saiba mais. pg.07

    Ace

    rvo

    CV

    B -

    Gil

    Ren

    n

    Agenda & EventosCon ra a agenda de Capacita-o preparada especialmente para os empresrios de Hos-pedagem, Alimentao fora do Lar e Atrativos Tursticos. pg.08

    Esporte ao Ar LivreNo dia 16 de Outubro Campos do Jordo rece-be a primeira edio da Corrida Sport Life Trail Running 2011 em meio s suas exclusivas paisa-gens naturais. Pg.04

    Reunio com Secretrio Mrcio FranaPresidentes de 18 CVBX se renem com o Secre-trio de Turismo do Estado para tratar de assuntos e necessidades do setor. pg.06

    Convention Bureau e o Turismo InternacionalA entidade trouxe uma palestra sobre como receber o turista estrangeiro sem que ele se sinta um estranho.Saiba mais. pg.07

    Con ra a EntrevistaToni Sando, superintendente do So Paulo Convention para a Htelier News sobre a importncia e atuao dos Convention Bureaux. Saiba mais. pg.03

    Ace

    rvo

    CV

    B -

    Gil

    Ren

    n

  • INDISPONVEL

    E D I T O R I A LA p r o v e i t e N o s s o C l i m a p a r a C r i a r o S e uO S e u C i r c u i t o d e I n f o r m a e s

    2 Campos do Jordo e Regio Convention & Visitors Bureau

    D E S T I N O M A N T I Q U E I R A

    MEDIDA99mm X 66mm

    Campos do Jordo - Vocao na realizao de eventos corporati vos

    Boa Leitura!

    - Vocao na realizao de eventos corporati vos

    PUBLICAO DO CAMPOS DO JORDO E REGIO CONVENTION & VISITORS BUREAUPresidente: Silvio da Matta 2010/2013Conselho: Vera Lcia Duarte, Hans Otto Taube, Graziela F. Zanin, Luiz Padovan, Eduardo Simes, Marta Eisenlohr, Manoel Young, Ricardo Lenz, Alberto Lenz, Jos Carlos Pires, Paulo Csar da Costa, Luis Fernando Peretti, Marina Jacintho, Renata Carneiro, Mariana Claro e Ademir Oliveira.Gestora Executiva: Roselaine Dantas - rose.dantas@visitecamposdojordao.org.brEquipe: Eliana Ferreira e Janyara Dubieux Redao e Edio: Patrcia Gonalves - comunicacao@visitecamposdojordao.org.brJornalista Responsvel: Patrcia GonalvesCriao e Diagramao: Fbio Gonalves - contato@aquariusconsulting.com.brDistribuio: Gratuita e Dirigida | Periodicidade: MensalGr ca: Resoluo | Tiragem: 2.000 exemplaresEndereo: Av. Frei Orestes Girardi, Estao Grande Hotel, s/n, Campos do Jordo/SPCEP 12460-000 - Fone (12) 3664-4422Site: www.visitecamposdojordao.org.brRedes Sociais:www.facebook.com/camposdojordaoeregiaotwitter.com/#!/CVBCamposJordao

    O Destino Mantiquei-ra tem como um de seus principais obje-tivos mostrar como Campos do Jordo tem se preparado para receber os mais variados tipos de eventos cient cos, corporativos, re-unies, ao ar livre, e

    uma diversidade de outros. A cidade mais alta do Brasil tem ampla infraestrutura gastronmica, excelentes meios de hospedagem que vo do luxo ao confortvel passando

    De acordo com estimativas do mercado, 95% das 100 maiores empresas do Brasil investem nas atividades de Promoes e Eventos, superando at mesmo o ndice de 90% de investimento em publicidade. Esse mercado j representa mais de 20 bilhes/ano, ou seja, mais de 50% do total dos investimentos em comunicao e marketing, conforme levantamentos realizados pela AMPRO (Associao de Marketing Promocional). Essa realidade signi ca maturidade, vigor e muitas oportunidades de trabalho neste mercado. Ao mesmo tempo, os pro ssionais envolvidos na rea de Eventos tm sido pressionados por mais resultados com cada vez menos recursos e por isso, devem sempre conhecer as melhores solues em contedo, tecnologia e opes de

    Renata CarneiroEmpresria e Conselheira

    Campos do Jordo e Regio Convention & Visitors Bureau

    espaos diferenciados.A vocao de Campos do Jordo na realizao de eventos corporativos pode garantir uma vantagem competitiva aos organizadores. Em contato com players de toda a cadeia produtiva incluindo turismo receptivo, gastronomia, meios de hospedagem, traslado, fornecedores e outros parceiros o Convention Bureau de Campos do Jordo pode colaborar e ajudar na viabilizao desta importante ferramenta: a realizao do seu evento.O CVB pode apresentar aos responsveis pela realizao de eventos uma soluo estratgica adequada ao seu oramento. Com a variedade de espaos de eventos disponveis por seus associados, destacam-se diferentes opes em ambientes internos

    ou externos em contato com a natureza, conciliando atividades de aventura que tambm estimulam trabalho de equipe e liderana. Alm disso, importante lembrar que planejar eventos na baixa temporada em Campos do Jordo pode trazer benefcios como tarifas melhores, servios hospitaleiros alm de logstica mais adequada. O Convention Bureau o parceiro ideal para seu Evento nas montanhas.

    Aproveite nosso clima e crie o seu.

    Renata CarneiroEmpresria e Conselheira

    Campos do Jordo e Regio Convention & Visitors Bureau

    por todas as variaes, de gosto espaos e localizao. Tem ainda atrativos tursticos totalmente integrados com a natureza e um dos climas mais agradveis do Brasil. Alm disso, o destino se quali ca a cada dia, em busca de excelncia em causar boas experincias.A Primavera a estao das ores, e quando a cidade sozinha se enfeita para bem receber. No deixe de visitar.

    A negcios ou a lazer, nosso prazer bem receber.

    Visite Campos do Jordo nas Quatro Estaes.

    SEJA BEM VINDO!

    Patr

    cia

    Gon

    alv

    es

  • D E S T I N O M A N T I Q U E I R A E N T R E V I S TAA p r o v e i t e N o s s o C l i m a p a r a C r i a r o S e u O S e u C i r c u i t o d e I n f o r m a e s

    3Campos do Jordo e Regio Convention & Visitors Bureau

    DISPONVEL

    Confira alguns trechos da e n t r e v i s t a concedida por Toni Sando, superintendente do So Paulo C o n v e n t i o n para a Htelier News sobre

    a importncia e atuao dos Convention Bureaux:

    Voc tem ideia de como se iniciou a histria do Convention?Claro, tudo comeou aqui. So Paulo foi o primeiro no Brasil, criado em 1983. J o primeiro Convention do mundo nasceu em Detroit. Eles comearam a identificar muitos visitantes nas cidades e contratar recepcionistas para atend-los. Depois, nasceu um em Londres e outro em Nova York. E a ideia foi se disseminando, sempre com o objetivo de ter a iniciativa privada frente de aes da cidade, criando um conceito de vender o destino. No Brasil isso foi muito legal. O Rio de Janeiro estava se organizando para ter um Convention quando So Paulo entrou em sintonia e acabou fundando a instituio at mais rpido. Tanto que a

    O Museu Felcia Leirner o passeio ideal para toda a famlia. Com esculturas de bronze e granito em meio natureza no h quem no se encante com tanta beleza. Funciona de tera a domingo das 9 s 18h e o agendamento de grupos e excurses podem ser feitas pelo (12) 3663-2334, de tera a domingo.

    ATRATIVOS

    O Conventi on a iniciati va privada pela iniciati va privada. a melhor forma de caminhar com as prprias mos sem

    depender do Estado, deixando que eles cuidem de problemas de infraestrutura, que

    o que todos precisam.

    inaugurao oficial do Rio foi em 1984. E depois comearam a nascer em outras cidades.

    Esse boom dos outros Conventions recente?Isso aconteceu nos ltimos dez anos. At porque, o que era o Convention naquela poca? Eles davam muito mais apoio captao. Hoje, aqui em So Paulo, por exemplo, com uma equipe de 30 pessoas, ns trabalhamos no mercado corporativo, no mercado setorial, temos uma rea s de relacionamentos com grupos, uma rea de relacionamento com o mercado, que vai procurar apoio e parcerias em outras empresas de setores distintos.Hoje o olhar sobre o Convention mudou. Se ns fossemos resumir, eu diria que existem as entidades de classe, como a ABIH [Associao Brasileira da Indstria de Hotis], que defende o interesse dos hotis, ou a Abeoc [Associao Brasileira de Empresas de Eventos], que defende os organizadores de eventos, mas no Convention ns no defendemos os interesses dos empresrios, uma entidade mercadolgica, ela defende o interesse do

    um dos poucos museus de esculturas ao ar livre do pas, criado em 1978, e abriga em meio aos bosques alamedas e jardins com vista para a Pedra do Ba, 84 esculturas semi-abstratas.

    Em todas as estaes do ano. As esculturas de bronze e cimento branco espalhadas em perfeita harmonia com a natureza proporcionam sensao de paz aliadas a cultura e uma vista belssima.

    Partindo da Vila Abernssia, o acesso se d pela Av. Dr. Adhemar de Barros em direo ao Bairro Alto da Boa Vista. O museu ca nas dependncias do Auditrio Cludio Santoro, na Rua Lus Arrobas Martins, 1800.

    Museu Felicia Leirner

    COMO IR?

    QUANDO IR?IR?

    POR QUE IR?

    Campos do Jordo - SP

    Colecione

    Destino Mantiqueira - 4 Edio

    faz srio.Alm da conscientizao, existe alguma outra soluo para a arrecadao do room tax?Ns estamos olhando o Convention Bureau agora como um portal de mdia, comeamos a perceber que pode ser uma grande oportunidade de anunciar. Fazer banners na sacola, anunciar no mapa. Estamos terminando de montar um mdia kit para oferecer no s s empresas associadas, mas tambm para o mercado. J vimos que h interesse de vrias empresas.

    Existem Conventions que trabalham na questo da infraestrutura tambm?Sim, mas com propores totalmente diferentes. Eu estive no Convention de Nova York e fiquei impressionado, a verba deles de US$ 60 milhes. A prefeitura viabiliza US$ 30 milhes e o restante eles conseguem com explorao do turismo local. Outro exemplo o de Atlanta. A Coca-Cola banca o Convention, por ter l uma das sedes da empresa. Aqui o faturamento anual no chega a R$ 5 milhes, muito pouco. Esse valor, quando citado, muito perto dos outros Conventions do Brasil. Mas pouqus