of 28 /28
identifica esta foto? consulte a página 22 AGENDA CULTURAL Município de Proença-a-Nova JUNHO 2014

Agenda cultural de junho de 2014

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Agenda Cultural do Município de Proença-a-Nova

Text of Agenda cultural de junho de 2014

  • identifica esta foto?

    consulte a pgina 22

    AGENDA CULTURALMunicpio de Proena-a-Nova

    JUNHO 2014

  • edioMunicpio de Proena-a-Novacoordenao editorial, recolha de informao e redaoGabinete de Comunicao e Promoo Tursticae Colaboradores da Autarquiagrafismo e produoGabinete de Comunicao e Promoo TursticapaginaoCarine Pires - RVJ EditoresfotografiasBanco de imagens da Cmara Municipal de Proena-a-NovaimpressoRVJ Editores Av. Brasil, 4 r/c, 6000 909 Castelo Brancotiragem2100 exemplaresdistribuio gratuita

    A Cmara Municipal agradece a todas as pessoas e instituies que contriburam para o contedo da agenda deste ms.A programao divulgada nesta edio pode sofrer alteraes por motivos imprevistos.Mais informaes em www.cm-proencanova.pt

    Sugestes ou pedidos de assinatura da agenda atravs do e-mail:[email protected]

    Esta agenda foi escrita de acordo com a nova ortografia

    agenda culturaleditorialcalendrioiniciativasmemrias e tradiesexposiesespetculosdesportocentro cincia vivabibliotecainformaopatrimniocontactos teisroteiro

  • 3Editorial

    Em junho no preciso abrir as pginas da agenda para saber que o destaque da programao a Festa do Municpio, para a qual convergem associaes, artesos, produtores locais, residentes e visitantes que a cada ano confirmam o quanto em Proena sabemos receber bem. Fazer festa celebrar o melhor que temos para oferecer e projetar a vontade de construir cada vez mais e melhor.

    O queijo este ano o tema escolhido e no recinto haver uma nova rea expositiva que agrupa, a par deste produto, outros sabores locais. A gastronomia um elemento central na cultura de uma comunidade e os produtos genunos, feitos com tradio sem descurar o que novos conhecimentos e tendncias podem trazer de enriquecedor, nunca deixaro de ter espao.

    Durante a festa sero lanadas algumas novidades no que diz respeito ao turismo, porque acreditamos que este um sector estratgico para o desenvolvimento local. Temos paisagens naturais, histria, tradio e um nvel de atividades que permite chegar a pessoas de todas as idades. O maior desafio de todos acreditarmos em ns, sem medo de sonhar e de arriscar diariamente novos passos e conquistas.

    Joo Paulo Catarino(Presidente da Cmara Municipal)

  • 4Cal

    end

    rio

    | C

    rono

    gra

    ma

    12

    2 3 4 6 7

    9 11 13 14 1516 17 18 19 20 21 22

    26 27 28

    1seg ter qua qui sex sb dom

    nova

    crescente

    cheia

    minguante

    8

    Junho 2014

    161718192021222324252627282930

    info

    rma

    oce

    ntro

    cin

    cia v

    iva

    bibl

    iote

    cade

    spor

    to

    expo

    sie

    ses

    pet

    culo

    s

    inici

    ativ

    as

    info

    rma

    oce

    ntro

    cin

    cia v

    iva

    bibl

    iote

    cade

    spor

    to

    expo

    sie

    ses

    pet

    culo

    s

    inici

    ativ

    as

    123456789

    101112131415

    5

    25

    F

    2923 2430

  • 5iniciativas

    Domingo 1 9h00

    ASSOCIAO DE DIVULGAO CULTURAL DE SOBREIRA FORMOSAINSCRIES AT 27 DE MAIO NO POSTO DE TURISMO E TELEFONE 938885038CUSTO: 20CONCENTRAO NO CENTRO CINCIA VIVA DA FLORESTA

    A aldeia do Xisto de Figueira, Portas do Almouro, Montes da Senhora e praia fluvial de Fria so alguns dos pontos de passagem do passeio, que inclui tambm uma prova na adega que produz o vinho Alvelus, na Quinta de So Jorge. Depois do almoo, que ser servio na Sobreira Formosa, os participantes iro conhecer o Espao Ribeiro Farinha e o Museu Isilda Martins.

    c

    I PASSEIO DE CARROS ANTIGOS DO CONCELHO DE PROENA-A-NOVA

    Feir

    a do

    Liv

    ro

    Tera 10 14h30 s 18h30

    PARQUE URBANOSECO DE PIONEIROS DO AGRUPAMENTO 157 DO CNE

    A feira convida a aproveitar o feriado para encontrar livros usados mas em bom estado e a preos acessveis. H um pouco de cada gnero, desde os mais antigos que faro lembrar a infncia dos mais velhos aos mais recentes do dia-a-dia. A iniciativa visa a recolha de fundos para uma atividade dos Pioneiros do agrupamento local de escuteiros, a realizar em breve.

    c

    FEIRA DO LIVRO

  • 6Fest

    as d

    o M

    uni

    cp

    io

  • Fest

    as d

    o M

    uni

    cp

    io

    7

  • 8Feir

    a da

    s can

    deias

    Mem

    rias memrias E

    tradies

    QUEIJO QUE NO ESQUECE, ONTEM E HOJEA curva dos nmeros tem vindo a descer ao longo dos anos, mas a liderana mantm-se: com cerca

    de cinco mil caprinos adultos distribudos por mais de 400 proprietrios, Proena-a-Nova o concelho do Pinhal Interior Sul que contabiliza o maior efetivo. J contou com mais de 50 mil cabras, exploradas por 1500 proprietrios, mas a diminuio acompanhou a tendncia registada a nvel nacional. A caprinicultura tem vindo a tornar-se mais intensiva e as raas autctones so gradualmente substitudas por raas exticas, indiscutivelmente mais produtivas e adaptadas intensificao.

    As caractersticas geogrficas e climatricas do concelho, com pastagens distintas nas zonas nordeste e sul, explicam a existncia de algumas diferenas nas tradies de explorao e no prprio sabor do leite e do queijo. Mais quentes e planas, as reas do Peral e So Pedro do Esteval tm j um cheiro a Alentejo. H registos documentais da primeira metade do sculo XX em que o queijo de So Pedro considerado um dos melhores do pas.

    At dcada de 80, o leite de cabra fazia parte da dieta alimentar da maioria das famlias do

  • 9Mem

    rias

    concelho. Ainda hoje a caprinicultura predomina nas regies mais pobres do interior, sendo a cabra considera a vaca do pobre. A utilizao do leite como produto alimentar, contudo, apenas se generalizou no sculo XVIII. At meados deste sculo, o consumo de leite encontrava-se sobretudo associado a teraputicas medicamentosas, tanto em Portugal como na Europa.

    A pequena propriedade e disperso dos rebanhos motivou diferentes regimes de organizao comunitria, durante o ltimo sculo. Nalgumas localidades era contratado um pastor, em condies que variavam mas quase sempre incluam, alm do pagamento, um sistema rotativo de fornecimento da alimentao e lavagem da roupa. Outras aldeias organizavam rebanhos coletivos, que eram guardados alternadamente por cada um dos proprietrios.

    A simplicidade dos utenslios necessrios para a confeo de queijo no exigiu grandes mudanas ao longo dos anos: um acincho quanto basta para dar forma coalhada, libertando o soro que antigamente era tambm utilizado na alimentao. As francelas mesas inclinadas para elaborao e escorrimento do queijo que mudaram na constituio, deixando de ser feitas em madeira e cortia.

    A coagulao, em contrapartida, sofreu maiores alteraes. O tradicional cardo deu origem a coalhos de origem animal (animais lactentes) e microbiana. Tambm a conservao se modificou e hoje menos frequente a colocao do queijo em azeite. Alm de assegurar a conservao num tempo em que no havia frigorficos nem congelao, este mtodo acentuava o paladar e contribua para que um queijo desse para mais pores uma preocupao constante para uma grande percentagem da populao, castigada por baixos recursos econmicos.

  • 10

    exposies

    ECOS DE PROENAFOTOGRAFIAS E DOCUMENTOS GALERIA MUNICIPAL COMENDADOR JOO MARTINSPATENTE AT 30 DE JUNHO

    H objetos que, olhados distncia, encerram memrias e histrias que importa preservar. Uma simples fatura de compras de meados do sculo XX diz muito sobre os produtos da moda, da mesma maneira que registos relacionados com a explorao de resina transportam para uma atividade que foi dominante no concelho. Rebuscando bas e pedaos de papel esquecidos, fotografias com dcadas e testemunhos de vida, o projeto Ecos de Proena procura dar a conhecer o caminho percorrido no ltimo sculo.

    C

    FOTOGRAFIAAUDITRIO MUNICIPALPATENTE DE 9 A 30 DE JUNHO

    A caminho de completar 20 anos, a biblioteca recorda momentos que marcaram a atividade e imagens que ilustram os seus diversos espaos e iniciativas ao servio da cultura. Um olhar que percorre duas dcadas em que muito mudou nas tecnologias e acesso informao, mas se mantm o papel da biblioteca na misso de abrir janelas aos seus utilizadores.

    C

    UM OLHAR SOBRE A BIBLIOTECA

    Exp

    osi

    es

    EXPOSIO DE TRABALHOS DOS ALUNOS DO 3 ANO AUDITRIO MUNICIPALPATENTE AT 6 DE JUNHO

    Das histrias s ilustraes, passando pelas capas e escolha de ttulos, os alunos do 3 ano do 1 ciclo criaram livros personalizados que vo estar expostos na fase final do ano letivo. Um convite leitura e um sinal de que preciso pouco para criar um livro: basta imaginar e deitar mos obra. So tambm apresentados trabalhos realizados a partir da reutilizao de materiais.

    C

    APRENDER, EXPLORAR, CRIAR

  • 11

    espetculos

    AUDITRIO MUNICIPALORGANIZAO GRUPO CORAL DE PROENA-A-NOVA

    A fechar o ms, o Grupo Coral organiza mais um festival de vozes, com um cartaz ainda sujeito a confirmao. O programa inclui uma visita a lugares de interesse cultural e turstico.

    c

    FESTIVAL DE VOZESSbado 28 18h00

    Tea

    tro

    TEATRO/AUDITRIO MUNICIPALENTRADA GRATUITA LIMITADA CAPACIDADE DA SALAPELO GRUPO DE TEATRO DO GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DE SEIA

    As eleies europeias foram a 25 de maio, mas este candidato chega um pouco atrasado. Ou talvez adiantado, dado que candidato a uma autarquia. O nosso presidente que se cuide, pois segundo as ltimas notcias das ms-lnguas, tambm se vai candidatar em Proena-a-Nova e tomar o poder.

    c

    O CANDIDATOSbado 14 21h30

    AUDITRIO MUNICIPALBILHETES: ADULTO 10 / CRIANA 5

    No dia da Criana, a proposta de um espetculo para toda a famlia, numa iniciativa da responsabilidade do Circo Cardinali.

    c

    SHOW CARDINALIDomingo 1 16h30

  • 12

    Volt

    a ao

    Val

    e Ser

    ro

    desporto

    PISCINA MUNICIPAL

    Depois de mais um ano de atividades, feito o habitual encerramento das aulas de natao, com pequenas competies e jogos ldicos. Realiza-se tambm o segundo meeting do ano, dando continuidade ao calendrio de provas que procuram estimular o ritmo competitivo, num ambiente de convvio entre as diferentes turmas.

    Sbado 21 10h00IV MEETING DE NATAOENCERRAMENTO DAS ATIVIDADES

    CLUBE OS PNVSDUAS CLASSES DE BICICLETAS (ESTRADA E BTT)TRS ESCALES (AT 9 ANOS; 10 A 14; MAIORES DE 15)

    A mtica Volta ao Vale Serro, que durante as dcadas de 50 e 60 animou e despertou em tantos jovens o gosto de pedalar, novamente reeditada pelo clube Os Pnvs, que recordam o percurso iniciado na Devesa, com destino ao extinto mercado do gado, cruzamento da Martim Soares, Vale Serro, Fonte de Meio Alqueire e regresso pelo Vale Porco. A abertura do secretariado ser pelas 8h00, com incio do percurso uma hora depois.

    Tera 10 8h00VOLTA AO VALE SERRO

  • 13

    10

    6

    PP

    OLEIROS, PROENA E MAOCAMPEONATOS NACIONAIS DE TODO-O-TERRENO

    Pelo quarto ano consecutivo, a Baja TT volta aos trilhos do Pinhal, numa prova que este ano se estreia tambm no concelho de Mao. Com um percurso total de cerca de 300 Km, a prova integrada nos campeonatos nacionais auto, quads, motos e buggys contempla ainda uma super-especial, sendo os pormenores dos traados revelados apenas nos dias que antecedem a iniciativa. A Escuderia de Castelo Branco cria todos os anos zonas espetculo com condies de segurana para o pblico, divulgadas previamente.

    Sbado 27 e domingo 28BAJA TT

    INCIO E FIM: CHO DO GALEGOPERCURSO: CIRCULAR COM CERCA DE 7 KMGRAU DE DIFICULDADE: MDIOPONTO DE ENCONTRO: BIBLIOTECA MUNICIPALINSCRIES NO POSTO DE TURISMO

    Depois de alguns anos a acordar o sol, este ano vamos adormec-lo, no alto da Serra das Talhadas. A subida ir fazer-se ao entardecer, a tempo de se assistir ao pr-do-sol. Feita a pausa para contemplar a paisagem que se obtm do miradouro, a descida ir fazer-se j em ambiente noturno, terminando no recinto de festas de Cho do Galego.

    Sbado 21 18h45106 PASSEIO PEDESTRE ADORMECER O SOL

  • 14

    Taa

    do M

    uni

    cp

    io

    VIII EDIO

    Nove equipas disputam mais uma edio da Taa do Municpio, que depois das ltimas jornadas ter os jogos finais inseridos na Festa do Municpio, nos dias 14 e 15.

    Dia 619h00 Bombeiros ADCPN 19h45 Sarzedinha Estevs20h00 Pvoa Lameira d'Ordem20h30 Atalaias Ncleo de Juventude

    Dia 718h30 Estevs Atalaias Lameira d'Ordem Casais ADCPN Sarzedinha Bombeiros Pvoa

    TAA DO MUNICPIO

    AF CASTELO BRANCOCAMPO DESPORTIVO SENHORA DAS NEVES

    Com a poca a terminar, o primeiro dia do ms reserva o ltimo jogo em casa das equipas da Associao Desportiva e Cultural de Proena-a-Nova.

    Dia 111h00 ADCPN / Vilarregense (Iniciados)

    JOGOS DA LIGA

  • 15

    centro cinciaviva da floresta

    Para assinalar o Dia da Criana, foi preparada uma atividade muito divertida em que ser possvel ficar a saber mais sobre pssaros. Qual ser? Nada como ir at ao Centro Cincia Viva descobrir

    DIA DA CRIANADomingo 1 11h00 s 12h00 e 15h00 s 19h00

    FORMADOR : ANTNIO DIAS RIBEIROINSCRIES: 4CUSTO: 35 (MATERIAIS+2 ALMOOS)INSCRIES AT 24 DE JUNHO www.floresta.cienciaviva.pt

    Nesta oficina, conduzida pelo artista plstico Antnio Dias Ribeiro e fcil de seguir por principiantes, sero demonstradas as tcnicas, ferramentas e materiais que permitem a criao de um mosaico de pequeno formato. Ser usado material cermico de caractersticas diversas numa vasta gama de cores e baseado no mtodo indireto, permitindo uma boa reproduo do desenho/motivo. O perodo da manh dedicado discusso e demonstrao prtica, com o desenvolvimento do trabalho a partir das 17 horas. tambm dada a opo de participar das 17h30 s 19h30, para quem no estiver disponvel s 14 horas.

    OFICINA INTENSIVA DE MOSAICOQuarta 25 e Quinta 26 9h00 s 17h00

    Dia d

    a Crian

    a

  • 16

    Ofi

    cin

    as

    FORMADORA: PROF DR FERNANDA DELGADO (ESCOLA SUPERIOR AGRRIA DE CASTELO BRANCO)PARTICIPANTES: MX 10CUSTO: 10 INSCRIES AT 26 DE JUNHO www.floresta.cienciaviva.pt

    Nesta oficina terico-prtica, os participantes vo conhecer diferentes espcies de ervas aromticas, medicinais e condimentares, espontneas e cultivadas, bem como as suas propriedades e utilizaes. No final, cada participante vai preparar e plantar um vaso de aromticas para levar para casa.

    OFICINA ERVAS AROMTICASSbado 28 14h00 s 18h00

    FORMADOR : ENG PAULO VARELAINSCRIES: MN 15 MX 20CUSTO: 25 (ALMOO LIVRE)INSCRIES AT 26 DE JUNHO www.floresta.cienciaviva.pt Nesta oficina sero abordados conceitos sobre o comportamento e a vida das abelhas, assim como tcnicas para a sua manuteno. Pretende-se ensinar a interpretar as necessidades delas de forma autnoma e fornecer os conhecimentos essenciais para cuidar das suas prprias colmeias.

    OFICINA DE INICIAO APICULTURASbado 28 e Domingo 29 9h30 s 17h30

  • 17

    GRANDES FRIAS COM ARTE, CINCIA E DESPORTOOCUPAO DE TEMPOS LIVRESIDADES 6 A 12 ANOSPARTICIPAES MN. 10 MX. 40HORRIO: 9H00 A 17H30CUSTO: 25 POR PROGRAMA (INSCRIO DIRIA 5)MAIS INFORMAES www.floresta.cienciaviva.pt

    Com um programa diversificado que circula entre espaos ao ar livre, o Centro Cincia Viva da Floresta e a Biblioteca Municipal, as atividades de frias convidam a fazer desporto, estimular a criatividade e aprender cincia de forma divertida. O valor inclui almoo, transporte, seguro e atividades e as inscries tm de ser feitas, no Centro Cincia Viva da Floresta, at quinta-feira anterior ao incio do respetivo programa incluindo as inscries dirias. Ser assegurado transporte nas localidades de Moitas, Pedra do Altar, Proena-a-Nova e Sobreira Formosa, desde que com um nmero mnimo de quatro crianas. Esto previstos descontos de 20% na inscrio do 2 filho e de 25% no 3, mas apenas para um programa completo.

    Programas: 1 - 16 a 20 de junho2 23 a 27 de junho3 30 de junho a 4 de julho4 7 a 11 de julho5 14 a 18 de julho6 21 a 25 de julho7 - 28 de julho a 1 de agosto 8 - 1 a 5 de setembro9 - 8 a 12 de setembro

    Frias

  • 18

    SUGESTO DO MS

    QUANDO EU NASCI

    GENES E ADN,

    de Isabel Minhs Martins e Madalena Matoso, Planeta Tangerina.Quando eu nasci era tudo novo. Tudo por estrear

    Enciclopdia da Cincia, Porto Editora.Uma introduo fascinante a um tpico excitante e controverso. Espantosas imagens tridimensionais levam-te numa viagem ao interior de uma clula, para veres onde se encontram os genes.

    9

    13,55

    CINCIA LA CARTESEM INSCRIO PRVIA 10 ATIVIDADES ESCOLHAATIVIDADE NOVA: GELADO INSTANTNEO1 POR PARTICIPANTE / ATIVIDADE DURAO 30 MINMAIS INFORMAES www.floresta.cienciaviva.pt

    O tempo quente convida a gelado fresquinho acabado de fazer. Vem experimentar!

    Ci

    ncia

    la

    Car

    te

  • 19

    biblioteca

    MILITARDESTINATRIOS: ALUNOS DO ENSINO PR-ESCOLAR

    O servio militar deixou de ser obrigatrio e longe vo os tempos em que as Foras Armadas tinham de fazer face a conflitos. Quais so hoje as misses de um militar? Esta a pergunta que vai ter resposta em mais um Aprender Fazendo, que todas as terceiras quintas-feiras do ms d a conhecer um mundo de profisses e atividades.

    C

    APRENDER FAZENDOQuinta 19 11h00

    Hora

    do C

    ont

    o

    DESTINATRIOS: CRIANAS DE 6 A 10 ANOSINSCRIO: 2,5 POR CRIANAMX. 15 PARTICIPANTES

    Todas as crianas gostam de ouvir histrias antes de dormir. Melhor ainda se alm de histrias o sero for preenchido com outras atividades, como observar a lua, participar numa sesso de karaoke e saborear um lanche lunar, num ambiente de festa que convida a libertar a imaginao. De uma coisa os participantes no se podem esquecer: obrigatrio levar pijama e almofada.

    C

    HISTRIAS LUASexta 20 20h30 s 22h00

    DESTINATRIOS: ALUNOS DO ENSINO PR-ESCOLAR

    Um dia o urso percebe que o seu chapu vermelho e pontiagudo desapareceu. Paciente e educadamente, o urso pergunta a cada animal que encontra: Viste o meu chapu?, mas ningum viu. E se o urso nunca mais encontrar o chapu? E se ningum o descobrir? O mistrio parece adensar-se mas no fim percebemos que afinal alguns animais so menos honestos do que outros

    C

    HORA DO CONTOQuero o meu chapu, Jon Klassen

    Quinta 24

  • 20

    Bib

    liote

    ca

    com v

    ida

    CINEMAAUDITRIO MUNICIPALENTRADA GRATUITA LIMITADA CAPACIDADE DA SALA

    Dia 04 12 anos escravo M/12 Dia 11 Ao encontro de Mr. Banks M/12Dia 18 Jack Ryan: Agente sombra M/12Dia 25 A rapariga que roubava livros M/12

    C

    Quartas 14h30TARDES DE CINEMA

    SALA INFANTO-JUVENIL DA BIBLIOTECA MUNICIPALENTRADA LIVRE

    Nas tardes de sbado, a sala infanto-juvenil reservada a atividades para os mais novos e famlias, com filmes infantis e sesses de karaoke em que todos podem testar os dotes vocais.Dia 7: KaraokeDia 14: Filme Chovem almndegas 2Dia 21: KaraokeDia 28: Filme Coelho Kung Fu

    C

    BIBLIOTECA COM VIDASbados 15h00

  • 21

    Uma fico sobre a histria do brilhante vigarista Irving Rosenfeld, que em conjunto com a igualmente astuta e sedutora Sydney Prosser se v forado a trabalhar para Richie DiMaso, um alucinado agente do FBI. DiMaso empurra-os para o mundo vigarista e mafioso de Jersey, que tem tanto de perigoso quanto de aliciante.

    DVDGOLPADA AMERICANA/ M 12

    DVDGRAVIDADE/ M 12

    Ryan Stone uma brilhante engenheira na sua primeira misso espacial, com o astronauta veterano Matt Kowalsky, no comando do seu ltimo voo antes de se reformar. Mas numa caminhada espacial de rotina acontece um desastre. A nave destruda, deixando Stone e Kowalsky sozinhos, amarrados apenas um ao outro e caindo em espiral pela escurido.

    O corao de Penelope Featherington sofre por Colin Bridgerton h No pode ser!?? Mais de dez anos? Sim, essa a triste verdade. Dez anos de uma vida enfadonha, animada apenas por devaneios apaixonados. Dez ingnuos anos em que julga conhecer Colin na perfeio. Mal ela sabe que ele muito (mesmo muito) mais do que aparenta. Cansado de ser visto como um mulherengo ftil, Colin regressa a Londres aps uma temporada no estrangeiro decidido a mudar as coisas.

    LivrosA GRANDE REVELAODe Julia Quinn

    Pressionadas por um sem-fim de teorias que no conseguem adaptar sua realidade por fadiga, inadequao ou falta de tempo, as mes dos nossos dias vem-se a braos com a olmpica misso de cumprir a perfeio em todas as reas da sua vida. Num tom confessional e genuno, a psicloga Marta Gautier pretende alertar para certos vcios e equvocos que se instalam nas relaes familiares. Com a ajuda deste livro, as mulheres percebero, com alvio, que no h nem pode haver famlias perfeitas.

    LivrosNO H FAMLIAS PERFEITAS, MULHERES, MES E DESABAFOSDe Marta Gautier

    Novi

    dade

    s

  • 22

    Div

    erso

    s informao

    CONCURSO DE CAPASabe o que so ptegas? Cogumelos comestveis de cor amarela. Mas ao contrrio daquela que foi a resposta mais enviada pelos leitores, no era uma ptega a imagem da capa de maio. Tratava-se de um girassol, como identificaram Anabela Ribeiro, Hermnia Clemente e Jos Carlos Loureno. Sabe identificar a imagem de capa deste ms? As respostas devero ser enviadas a partir do dia 5 de junho, para o e-mail [email protected] As trs primeiras respostas corretas recebero um brinde.

    FESTAS NAS NOSSAS ALDEIASCom a entrada no vero chegam em fora as festas populares. Siga o roteiro para este ms.Dias 6 a 8 de junho Pedra do Altar e povos vizinhos Dias 20 a 22 Festa da Cereja, no Cho do Galego, com a presena do artista Ruizinho de Penacova (dia 21)Dias 20 a 22 - Festas de Santo Antnio (Sobreira Formosa)

    MANUTENO DOS PARQUES INFANTISO Municpio , nos termos da lei, a entidade responsvel pelo regular funcionamento dos parques infantis. Embora sejam efetuadas vistorias, a qualquer momento podem registar-se falhas decorrentes do uso dos equipamentos ou de atos de vandalismo, no sendo possvel ter conhecimento imediato de todas as deficincias. Para que seja possvel manter os espaos em boas condies, apelamos ao envolvimento de todos. Sempre que detetar alguma anomalia, pode comunicar atravs do site ou na Cmara, atravs de uma folha de registo de ocorrncia. Essa colaborao essencial para facilitar a interveno dos servios.

    ABERTURA DA POCA BALNEARA poca balnear decorre entre 15 de junho e 31 de agosto e esto previstas mostras de artesanato e atividades de animao nas praias fluviais. Para sua segurana respeite as normas de utilizao, disponveis em www.cm-proencanova.pt. O Municpio solicita a todos os utilizadores colaborao na manuteno do espao, alertando os servios municipais sempre que seja detetada alguma falha nos equipamentos ou espao pblico.

  • 23

    patrimnio

    ABC DAS LOCALIDADESCatraia Cimeira

    Cat

    raia C

    imei

    ra

    Em outubro de 1762, a invaso franco-espanhola tentava entrar no concelho, atravessando a Serra das Talhadas na nica passagem que a muralha rochosa oferece, na ribeira do Alvito. No Vale das Talhadas, Catraia Cimeira, d-se o confronto violento com as foras que defendiam a Beira Baixa, cujo relato perdurou ao longo dos anos. Diz-se que o sangue escorria de tal forma que chegava aos machinhos dos cavalos.

    Em 1807, o percurso voltava a ser cruzado pela primeira invaso francesa. No Forte das Batarias, situado no alto do monte, a defesa controlava facilmente o avano das tropas, com uma viso de vrios quilmetros a partir da ribeira do Alvito, e s por razes polticas os soldados enfraquecidos e castigados pelo inverno no foram travados naquele local.

    Dois sculos depois, o forte mantm-se destacado na paisagem e testemunha os principais episdios histricos da Catraia. Recentes escavaes revelaram balas, moedas e outros objetos que confirmam a ocupao do espao desde as guerras peninsulares, no sculo XVIII. A chamada linha defensiva das serras das Talhadas e Muradal era formada por um conjunto de fortes e baterias que tem vindo a ser estudado e recuperado, em colaborao entre o Municpio de Proena-a-Nova e a Associao de Estudos do Alto Tejo.

  • 24

    A memria popular tambm marcada pela existncia de uma antiga estalagem na Catraia Fundeira, pequeno aglomerado de cinco habitaes abandonado h algumas dcadas. A sua histria perde-se no tempo e presume-se que j existiria na altura das invases, sendo ponto de paragem das carruagens que faziam a ligao entre o concelho e Castelo Branco. Havia uma rea destinada alimentao e acolhimento do gado, a par das instalaes para estadia dos clientes.

    De acordo com os censos de 1911, as Catraias tinham nesse ano 95 habitantes. O nmero no varia muito um sculo depois: 101 habitantes em 2011, apenas na Catraia Cimeira. Da antiga estalagem s sobram paredes quase cobertas pelas silvas, mas a poucos quilmetros prepara-se a abertura de uma nova unidade, propriedade da famlia de Jos Rodrigues, empresrio com destacada atividade agrcola.

    beira da estrada, as Alminhas existentes h cerca de um sculo testemunham a devoo popular, tambm manifestada com a construo da capela, dedicada a Santa Luzia. A festa em honra da padroeira comemorada no primeiro fim de semana de setembro.

    Tradies como o Vit' Maio, em que as crianas iam de porta em porta enfeitadas de flores, caram em desuso e equipamentos comunitrios, como o forno a lenha, mantm-se apenas como recordao de outros tempos. Tempos em que se formavam filas para cozer o po, sendo necessrio um sistema de marcaes com ramos de pinho e pedras.

    Histrias, lendas, tradies nicas e outros aspetos que marcam a identidade de cada povoao: o ABC das aldeias pretende percorrer aquilo que as distingue, contribuindo para valorizar e tornar acessvel a todos um patrimnio imaterial nem sempre conhecido.

    Cat

    raia C

    imei

    ra

  • 25

    Cont

    acto

    s te

    is

    Municpio de Proena-a-NovaAv. do Colgio 6150 401 Proena-a-Nova Instituto S.Tiago (Coop. de Ensino C.R.L.) 274822488segunda a sexta 9h00 -13h00 / 14h00 -18h00 Telefone Geral 274 670 000 Fax 274 672 697 Montes da Senhora 274 833 099www.cm-proencanova.pt Web: www.montesdasenhora.ptBalco nico de Atendimento e Tesouraria E-mail: [email protected] a sexta 9h00-17h00 | Aberto hora de almoo Proena-a-Nova e Peral 274 671 780Posto de turismo 93 962 32 69 E-mail: [email protected] a Sexta 9h00-13h00/14h00-18h00 S. Pedro do Esteval 274 855 236Fins de semana: atendimento no espao Internet E-mail: [email protected]

    Sobreira Formosa e Alvito 274 822 [email protected] Web: [email protected] E-mail: [email protected]@[email protected] Centro de sade de Proena-a-Nova 274 670 [email protected] Extenso de Alvito da Beira 274 833 [email protected] Extenso de Montes da Senhora 274 833 [email protected] Extenso de Peral 274 844 [email protected] Extenso de S. Pedro do Esteval 274 855 [email protected] (Balco nico) Extenso de Sobreira Formosa 274 820 [email protected]@cm-proencanova.pt (Apoio ao Empresrio e Agricultor) Farmcia Roda, Proena-a-Nova 274 672 593

    Farmcia Daniel de Matos, Sobreira Formosa 274 822 159/168Biblioteca de Proena-a-Nova 274 670 007segunda a sbado 9h00-12h30 / 14h00 - 18h30 Proena-a-Nova 274 672 650Polo de Atalaias 274 822 096 Sobreira Formosa 274 822 468Polo da Biblioteca e Museu Sobreira Formosa 274 822 389Aberto todos os dias Centro de Dia de Alvito da Beira 274 833 236

    Centro de Dia de Montes da Senhora 274 833 027Piscina/Pavilho Municipal 274 670 008 Centro de Dia do Peral 274 844 485segunda a sexta 10h00-21h00 Centro de Dia de S. Pedro do Esteval 274 855 436sbado 10h00-12h30/14h00-17h00 Fundao Joaquim Loureno, Carregais 274 833 130Espao Internet | Aberto todos os diasEspao Ribeiro Farinha (Sobreira Formosa) - 939 623 269 Bombeiros 274 671 555Domingo das 14 s 18 horas G.N.R. 274 672 667Academia de Msica 966 631 599 Parquia de Proena-a-Nova 274 671 191

    Parquia de Sobreira Formosa 274 822 165Moitas, 6150-345 Proena-a-Nova - Sada n. 39 no Ic8 Comisso de Proteo de Crianas e Jovens C.P.C.J Tel. (+351) 274 670 220 | Fax (+351) 274 670 228 Telm. 939 274 247 | E-mail: [email protected]: www.floresta.cienciaviva.pt E-mail: [email protected] Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes: Tera a Domingo 10h00-18h00 | (encerra Segunda-feira) 274 673 103 | [email protected]

    e www.espacoamigo.comCentro Educativo E.B.1+ Jardim de Infncia 274 671 740 Finanas. 274 670 090Escola E.B.1 de Sobreira Formosa 274 822 013 Escola Bsica e Secundria Pedro da Fonseca 274 670 080Site: www.aeproencaanova.pt

    ESCOLA

    JUNTAS DE FREGUESIA

    E-MAILS

    SADE

    FARMCIAS

    BIBLIOTECASSANTA CASA DA MISERICRDIA

    CENTROS DE DIA

    DESPORTO E CULTURA

    CONTACTOS TEIS

    CENTRO CINCIA VIVA

    AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PROENA-A-NOVA

    Julgado de Paz. 274 673 254 | [email protected]

  • 26

    Rote

    iro

    ALOJAMENTO

    R. Comendador Assis Roda, 256150-557 Proena-a-NovaTel. 274 670 210 Fax 274 670 219Email: [email protected]: www.hoteldasamoras.pt

    Parque de Campismo Rural7 bungalows (6 pessoas cada) com 2 quartos (um deles com cama de casal e beliche), casa de banho, kitchnet equipada, sala de estar e alpendre. Tel. 274 670 000 Fax 274 672 697E-mail: [email protected]

    Rua Vila Melhorada, 135, 6150-554 Proena-a-NovaCimadas Cimeiras, Proena-a-Nova Tel: 968 576 017Tlm. 91 996 75 57 Site: www.casasdepedra.com Encerra ao sbadoEmail: [email protected] Especialidades: Grelhados

    Prximo da praia fluvial de Fria 5 casas de xisto

    Figueira, 6150-718 Sobreira FormosaTlm. 96 340 75 47 Tlm. 96 323 50 77Tel. 274 822 134 / 965099711Site: [email protected] | www.casatiaugusta.comE-mail: [email protected] (Custdio Tom)Aberto de 6 a domingo, restantes dias mediante marcaoE-mail: [email protected] (Maria Jos)Especialidades: Afogado da boda, cabrito assado, maranho, plangaio e naco de cabra em massa folhada

    EN241 Pedra do Altar, 6150.213 PeralTel. 96 539 66 84 Aberto todos os dias da semanaEspecialidades: Cozido Portuguesa (5. Feira);Bacalhau Lagareiro e Chanfana (2. Feira)

    Tel. 274 822 134 / 965 099 711

    Largo da Devesa, 6150-737 Sobreira FormosaTel. 274 822 956 Encerra tera-feiraEspecialidades: Pizzas, Maranhos e Tigelada

    CASAS RURAIS DE XISTO - MALHADAL

    HOTEL DAS AMORAS / CAFETARIA

    PRAIA FLUVIAL DE ALDEIA RUIVA

    RESTAURAO

    A ROTUNDACASAS DE PEDRA

    CASA DAV CU

    ALOJAMENTO LOCAL - ALDEIA DE OLIVEIRAS

    CASA TI AUGUSTA

    CLIA

    DEVESA - PIZZARIA

    SNACK-BAR DAS BOMBAS

    Casais Fundeiros, 6150-321 Proena-a-NovaTel. 965818365 Email. [email protected]

    Pedra do Altar 6150-213 PeralTel. 274 844 238

    Figueira, 6150-718 Sobreira Formosa

    Sobral Fernando 6150-716 Sobreira FormosaTel. 274 822 186 Telm. E-mail: [email protected]

    QUINTA DA EIRA

    BOA VIAGEM

    ALOJAMENTO LOCAL - MANUEL DIAS CARDOSO

    ALOJAMENTO LOCAL - CASA TIAUGUSTA

    CASA DE CAMPO - A CASA DA LENA

    EventurLoja: Rua de Santa Cruz, N 2 e 4Telf: 968632236Email: [email protected]: www.eventur.pt | www.grupocasacosta.com

    Oliveiras | 6150 - 724 Sobreira FormosaTelm: 933 875 653Email:[email protected]

    Rua da Sert 6150-419 Proena-a-NovaEncerra ao domingoEspecialidades: Grelhados, bacalhau assado e chocos fritos

    [email protected] | www.casatiaugusta.com

    965 762 025

    Ex.EN 233Catraia CimeiraTelefone: 274 833 318Aberto todos os dias das 7h00 s 23h00

  • 27

    Rote

    iroFONTE VELHA

    GOSTINHO DA AURORA

    GRUTA

    HOTEL DAS AMORAS / CAFETARIA MUNICIPAL

    MILITA

    NOITE E DIA

    O 29

    Largo Cho dOrdem, 6150 Proena-a-NovaTel. 274 672 032 Encerra segunda-feiraEspecialidades: Cabrito Assado; Tigelada da Cortiada

    R. Jlio Grilo 6150-421, Proena-a-NovaTel. 274 672 113 Encerra ao sbadoEspecialidade: Bacalhau da Aurora

    Rua das Pereiras, Proena-a-NovaTel. 274 671 497 Encerra ao sbadoEspecialidade: frango no churrasco e outros grelhados

    6150 Proena-a-NovaTel. Fax 274 670 219 Horrio: 13h-15h/19:30-22hAberto todos os dias ao pblico em [email protected] | Site: www.hoteldasamoras.ptHotel tem como especialidade: O Bacalhau na Broa, Cabrito (assado, estonado, cataplana), NovilhoCafetaria Municipal: Bitoque de Maranho, Francesinha moda de Proena-a-Nova, Bitoque com molho de mostarda

    Zona Industrial, 6150-516 Proena-a-NovaTel. 960456677 | E-mail. [email protected]: www.restaurantemilita.ptEncerra aos domingos aos jantares Especialidades: Maranhos, Cabrito Assado com arroz de midos

    Vale da Mua | Aberto todos os dias Tel. 274 844 145Especialidades: Cozido Portuguesa; Migas de Peixe e Peixe do rio frito.

    Estr. Nacional, 90, 6150-737 Sobreira FormosaTel. 274 822 792 Aberto todos os dias da semanaEspecialidades: Cozido com maranho (Todos os domingos e teras-feiras); Frango no churrasco (tera-feira)

    274 673 373

    Rua de Sta Cruz, 139, 6150-424 Proena-a-Nova

    O CASAROPedra do Altar 6150-213 PeralTel. 274 844 012 | Aberto todos os dias, das 6 s 24 horasEspecialidades: Cozido portuguesa (4 feira), gro com bacalhau, cabrito assado e grelhados

    O TI Z - PIZZARIA

    OS AMIGOS

    ROSA

    SOBREIRENSE - CHURRASQUEIRA

    TSC

    DIVERSO/CULTURA

    CAF E SALO DE JOGOS VERDE PINHO

    TERRA CACAU GALERIA

    GALERIA MUNICIPAL / CAFETARIA

    TNIS BAR

    R. de Santa Cruz, 6150-424 Proena-a-Nova Tel. 274 671 517Durante o vero est aberto todos os dias, no inverno encerra ao DomingoEspecialidades: Pizzas e Grelhados

    Estr. Nacional 241, Pedra do Altar | 6150-213 Peral PNVTel. 274 844 238 Encerra ao sbado tardeEspecialidades: Migas de peixe e Bacalhau Lagareiro

    Zona Industrial 6150-516, Proena-a-NovaTel. 274 671 733 Encerra ao domingoEspecialidade: Bacalhau moda da Rosa

    Estr. Nacional, 6150-737 sobreira formosaTem. 968494739 Aberto todos os dias Especialidade: frango no churrasco e outros grelhados, pratos regionais: Maranhos e Bucho

    Rua das Caldeiras n1, Proena-a-NovaTem. [email protected]/tascapanEspecialidades: Sandes & Petiscos Regionais

    Rua de Santa Cruz, 17 e 21 6150-000 Proena-a-Nova

    Parque urbano comendador Joo MartinsTel. 274 673 373 e-mail: [email protected]

    Rua de Santa Cruz, n 866150-424 Proena-a-Nova | Tel. 274 673 086

    Rua de Santa Margarida, n 26-BAberto todos os dias. Tel. 962455601Especialidades: Moelas, coraes, pica-pau

  • ?