ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

  • View
    95

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Trabalho para faculdade, assunto analisando as demosntres financeira.

Transcript

ANLISE DAS DEMONSTRAES FINANCEIRAS

No contexto atual, em que a concorrncia cada vez mais forte entre as sociedades e a busca pela competitividade uma necessidade constante at mesmo para a continuidade do negcio, a anlise das informaes econmicas e financeiras torna-se fundamental para sobrevivncia da sociedade. Em face desta gama de dados fornecidos pela contabilidade ao administrador financeiro, se torna fundamental interpretar a sua nomenclatura de maneira segura, a fim de que tais dados sejam entendidos por usurios internos e externos da sociedade.

Portanto, diante da complexidade e do volume dessas informaes, se faz necessrio escolha de um sistema de controle que viabilize o acompanhamento da movimentao dos recursos financeiros, para proporcionar aos gestores, condies de avaliarem o desempenho da sociedade. As ferramentas de controle e anlise da situao econmica e financeira em uma sociedade so imprescindveis para acompanhar a sua evoluo, mensurar seu desempenho e tambm alinhar estratgias adotadas situao atual a fim de proporcionar dados concretos para auxiliar na tomada de deciso. Nesse sentido, a fim de favorecer a interpretao dos dados contbeis e gesto dos recursos ser utilizado a anlise dos aspectos financeiros da sociedade por meio de indicadores financeiros.

Os ndices financeiros so elaborados com base nos dados extrados das demonstraes contbeis divulgadas pelas sociedades em geral, como exemplo, os balanos patrimoniais e os demonstrativos de resultados do exerccio. A anlise de balanos, como instrumento de anlise econmica e financeira da sociedade, possibilita atravs do estudo de suas demonstraes, obterem informaes aprofundadas sobre os aspectos estruturais, econmicos e financeiros em determinados perodos, tendo como objetivo fornecer informaes para agregar valores necessrios ao processo de gesto. As informaes contbeis possuem infinitas aplicaes no mbito da sociedade, dentre as mais importantes encontra-se a anlise do desempenho, da evoluo, e das tendncias. Alm dos usurios internos, tais anlises so tambm teis para indivduos e organizaes externas

sociedade, incluindo acionistas, governo, clientes, fornecedores, credores e investidores em potencial.

A presente anlise tem como objetivo apresentar estudos sobre situao econmico-financeira da Natura Cosmticos S/A, nos exerccios de 2010 e 2011 evidenciando, a partir de informaes extradas de seus demonstrativos contbeis, os riscos no que diz em respeito evoluo da estrutura de capital, da liquidez e da solvncia da sociedade. A complexidade da tomada de deciso com relao aos aspectos financeiros obriga o gestor a conhecer profundamente todas as variveis referentes capacidade de pagamento, liquidez e solvncia da sociedade.Conforme Zdanowicz (1998, p. 68), "a solvncia geral uma medida de avaliao da capacidade financeira da empresa a longo prazo para satisfazer os compromissos assumidos perante terceiros a qualquer prazo ".

O conhecimento e a compreenso destas variaes favorecem a gesto da sociedade e o entendimento em relao ao risco e retorno das operaes, que so os requisitos fundamentais para as decises eficazes. A anlise dos demonstrativos contbeis, que aqui se apresenta permitir a avaliao do desempenho da sociedade, visando inferir sobre a variao da capacidade de pagamento e liquidez a partir da anlise da administrao do ciclo financeiro e das decises estratgicas de investimento e financiamento. Permitir tambm conhecer as propores relativas de dvidas a curto, mdio e longo prazo e mapear as participaes e aplicaes dos recursos, bem como a capacidade de solvncia ou previso do processo de falncia e outras descontinuidades. Com base nos resultados obtidos, ser possvel estabelecer um diagnstico acerca da situao financeira da sociedade. A anlise ser feita atravs do Balano Patrimonial e Demonstrao do resultado do Exerccio.Segundo Ross (2008, p. 44), "o objetivo da administrao financeira maximizar o valor de mercado do patrimnio lquido existente dos proprietrios ".

Baseando-se em Brigham & Houston (2006, p. 7), podemos resumir as atribuies da rea financeira em quatro atividades:

Trabalho com os mercados financeiros: Os acontecimentos no mercado financeiro tm forte influncia no andamento do negcio. essencial que o administrador financeiro atue no gerenciamento dos seus ativos a fim de aumentar o valor da empresa. Decises de investimento e financiamento: Toda e qualquer empresa tem que investir em materiais, equipamentos, instalaes, cabe aos gestores financeiros auxiliar na aquisio desse ativos, assim como na tomada de deciso de financiamento dos mesmos. Coordenao e controle: A equipe de finanas deve estar ciente das decises das demais equipes da organizao, j que uma alterao no processo produtivo, por exemplo, pode gerar a necessidade de novos investimentos que devem ser acompanhados pela rea financeira. Planejamento: de suma importncia para a empresa, pois ele delineia o futuro do negcio. Projees como o fluxo de caixa, ajudam a prever a situao futura do empreendimento e que aes devem ser tomadas no presente para que o planejamento ocorra.

De acordo com Marion (2009, p. 7 ), s teremos condies de conhecer a situao econmica financeira de uma empresa por meio de trs pontos fundamentais de anlise: liquidez (situao financeira ), rentabilidade (situao econmicas ) e endividamento (estrutura de capital ).

Fonte: Anlise das Demonstrao Contbeis. Contabilidade Empresarial. Marion, 2009.

NDICES DE LIQUIDEZ

Esse ndice usado para analisar a capacidade que a empresa tem em honrar com suas obrigaes tanto de curto e longo prazo.

NDICES DE RENTABILIDADE

Os ndices de rentabilidade analisam a situao econmica da organizao, pois avaliam a capacidade da empresa em gerar resultados. Consideramos retorno o lucro adquirido pela empresa e investimento todas as aplicaes presentes no Ativo.

NDICES DE ENDIVIDAMENTO

Os ndices de endividamento apuram o nvel de endividamento da empresa, atravs desses indicadores tambm podemos avaliar quanto do Ativo est sendo financiado por capital prprio e quanto por capital de terceiros, e se os recursos de terceiros esto vencendo mais a curto prazo do que no longo prazo. muito importante analisar o resultado desses ndices, pois uma empresa com um nvel de endividamento muito alto, principalmente com a maior parte de exigibilidades de curto prazo, fica suscetvel a qualquer mudana no mercado. Por outro lado, um endividamento alto devido a investimentos que traro retornos futuros positivos empresa totalmente aceitvel, se analisar a viabilidade do projeto e utilizando-se recursos de longo prazo para o financiamentos. Em resumo, o endividamento de curto prazo deve ser utilizado para financiar o ativo Circulante da empresa, assim como dvidas de longo prazo para financiar investimentos no Ativo Permanente.

BALANO PATRIMONIAL

Demonstrativo contbil no qual apresenta a posio financeira e patrimonial da empresa em determinado momento, normalmente em um perodo prdeterminado, suas contas subdivide-se em:

Ativo: bens e direitos da empresa que, mensurveis em dinheiro e que representem um benefcio presente ou futuro para organizao.

Passivo: toda obrigao ou dvida que a empresa tem com terceiros em geral.

Patrimnio lquido: obrigaes para com terceiro em especial ou os prprios proprietrios da empresa.

Fato que de acordo com os componentes deste demonstrativo, possibilita sua definio como conjunto de bens, direitos e obrigaes da organizao.

Balano patrimonial da empresa Natura dos anos de 2010 e 2011( valores em milhares de reais).

Fonte: http://natura.infoinvest.com.br/ptb/3912/Demonstra%E7%F5es_Financeiras_IFRS_portugu%EAs_ingl %EAs.pdf

A empresa obteve um aumento de 17,82% no ativo circulante, gerado pelo crescimento da maioria das contas dessa classe (demonstrando um crescimento na aplicao de recursos de curto prazo), mesmo com a diminuio de 7,97% do caixa e equivalente, resultado propriamente pela maior aplicao dos recursos em curto prazo. No ativo no circulante, a empresa obteve um aumento de 17,58%, graas ao crescimento da maioria das contas( mesmo com a diminuio de 12,29% dos depsitos judiciais e 33,41% de outros ativos no circulantes, pois seus valores no so to expressivos), principalmente pelo aumento de 42,80% em imobilizado e 35,55% em intangvel, fruto do maior investimento da Natura realizado em 2011. No passivo circulante, a empresa obteve um crescimento razovel de 8,2%, explicado pela reduo de aproximadamente 20% de emprstimos e financiamentos, salrios e participaes nos resultados e encargos sociais e outras obrigaes. Porm houve aumento de 33,42% em fornecedores e outras contas a pagar, e 22,7% em obrigaes tributrias. Pode-se afirmar que houve um equilbrio de custos, diminuindo o financiamento e emprstimos de curto prazo e salrios, e aumento de compromissos para com fornecedores. No passivo no circulante, a empresa obteve aumento de 61,24%, devido a aplicao do maior investimento feito em toda a histria da Natura, destinando R$ 350 milhes em tecnologia, logstica e projetos de produo, a prova disso o aumento de 118,81% em emprstimos e financiamentos de longo prazo. No patrimnio lquido, houve aumento de 17,72%, podendo-se afirmar que foi gerada pelo crescimento normal da entidade de acordo com seu histrico de sucesso como empresa exemplar; com uma reduo de 24,14% em outros resultados abrangentes e 0,59 % no total do patrimnio lquido dos acionistas controladores. Isso mostra que a empresa conseguiu se manter sem grandes consequncias em relao ao seu ambicioso investimento, mantendo custos de curto prazo e patrimnio dos acionistas sem muitas alteraes e aumento das aplicaes dos recursos em curto prazo.

DEMONSTRAO DO RESULTADO DO EXERCCIO

A demonstrao do resultado do exerccio um demonstrativo contbil composto pela despesas e receitas de um det