Apresentacao Rdc-divulgacao e Rdc-siasg - 10092012

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Como apresentar a estrutura de um RDC - com todas as tcnicas e situaes possiveis para analise e avaliao prvia e mais precisa da situao do contrato, para se saber a situao, andamento e lucro do projeto.

Transcript

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAES

    MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    Susana FilgueirasBraslia, 10 de setembro de 2012

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    LEGISLAO APLICVEL

    Lei n12.462, de 5 de agosto de 2011. Decreto n 7.581, de 11 de outubro de 2011.Lei n 12.688, de 18 de julho de 2012 art. 28.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO1. NOESTrata-se de um novo regime licitatrio, que tem por objetivo tornar as licitaes do Poder Pblico mais eficientes/cleres, sem afastar a transparncia e o acompanhamento pelos rgos de controle.

    O RDC foi inspirado nas regras de contratao da Unio Europia, dos EUA e nas diretrizes da Organizao para a Cooperao e Desenvolvimento Econmico OCDE, como tambm pela legislao que disciplina no Brasil as contraes por meio do Prego.

    A informatizao dos procedimentos e fases do RDC permitem um acompanhamento em tempo real das contrataes e o acesso mais fcil a todos os detalhes do processo por parte desses rgos. No regime do RDC assegurado o acesso total e irrestrito dos rgos de controle (TCU, CGU, etc.) s informaes relativas contratao.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    2. HISTRICO

    O RDC foi aprovado pelo Senado por meio do Projeto de Lei de Converso n 17/2011, originrio da Medida Provisria n 527-B/2011.

    O projeto original previa a aplicao do RDC exclusivamente s

    licitaes e contratos referentes s Olimpadas e aos aeroportos da Copa do Mundo. O projeto foi emendado para estender sua aplicao a todas as licitaes e contratos da Copa do Mundo e a todos os aeroportos das capitais distantes em at 350 km das cidades-sede.

    Lei n 12.462, de 5 de agosto de 2011

    Decreto n 7.581, de 11 de outubro de 2011

    Lei n 12.688, de 18 de julho de 2012 art. 28.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    Aplicao: exclusivamente ao rol de licitaes e contratos relativos aos Jogos Olmpicos e Paraolmpicos de 2016, a Copa das Confederaes da Federao Internacional de Futebol Associao FIFA 2013 e da Copa do Mundo FIFA 2014, constantes da Carteira de Projetos Olmpicos e da Matriz de Responsabilidade da Copa acordada entre Municpios, Estados e a Unio.

    Atualmente: extenso as obras do PAC, por meio da Lei n 12.688, de 18 de julho de 2012 art. 28.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    ASPECTOS INOVADORES DO RDC:

    a) Oferecer a Administrao Pblica uma modalidade de contratao mais clere, reduzindo os riscos quanto qualidade e aos custos do objeto contratado e que eleva a capacidade de acompanhamento dos rgos de controle interno e externo.

    Nesse novo regime os riscos sero compartilhados com o contratado.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    b) Criao do Regime de Contrao Integrada:

    - Vencedor da licitao elabora o PB ( Projeto Bsico ) e o PE (Projeto Executivo) a partir de um anteprojeto de engenharia que ser fornecido pela Administrao Pblica.

    - O contratado assume a execuo de todas as etapas da obra, bem como todos os riscos.

    - A obra dever ser entregue Administrao, no prazo e pelo preo contratados, em condies de operao imediata.

    - Vedao de aditivo ao contrato por falhas na etapa, pois assume a responsabilidade pelos PB e PE, salvo em caso de recomposio do equilbrio econmico financeiro ou alteraes por necessidade da administrao.

    Julgamento: tcnica e preo

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    c) Utilizao da Remunerao Varivel vinculada ao desempenho da contratada, com base em metas e padres de qualidade, critrios de sustentabilidade ambiental e prazo de entrega definidos no instrumento convocatrio e no contrato.

    d) Possibilidade de Inverso da ordem das fases do procedimento licitatrio habilitao anteceder ao julgamento, ou a apresentao das propostas ou lances - mediante ato motivado, desde que previsto no instrumento convocatrio, diminuindo a burocracia e reduzindo o custo para os participantes.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTOe) As licitaes podero adotar os modos ABERTO e FECHADO, sendo

    possvel a combinao desses modos sempre que vantajoso para a Administrao Pblica.

    ABERTO os licitantes apresentaro suas ofertas por meio de lances pblicos e sucessivos, crescente ou decrescente, conforme o critrio de julgamento adotado.

    FECHADO as propostas apresentadas pelos licitantes sero sigilosas at a data e hora designadas para que sejam divulgadas.

    COMBINADO aberto/fechado (somente eletrnico); fechado/aberto (eletrnico e presencial).

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    f) O oramento previamente estimado para contratao ser tornado pblico apenas e imediatamente aps a adjudicao do objeto, buscando com isso evitar conluios e outras prticas anti-concorrenciais.

    Possuir carter sigiloso se no vier previsto no instrumento convocatrio que a informao do oramento estimado ser tornado pblico apenas e imediatamente aps o encerramento da licitao, mas ser disponibilizada estrita e permanentemente aos rgos de controle.

    Art. 9o O oramento previamente estimado para a contratao ser tornado pblico apenas e imediatamente aps a adjudicao do objeto, sem prejuzo da divulgao no instrumento convocatrio do detalhamento dos quantitativos e das demais informaes necessrias para a elaborao das propostas.

    1o O oramento previamente estimado estar disponvel permanentemente aos rgos de controle externo e interno.

    2o O instrumento convocatrio dever conter: I - o oramento previamente estimado, quando adotado o critrio de julgamento por maior

    desconto;

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    g) Instituio da Pr-qualificao permanente: - procedimento anterior licitao. - destina-se a identificar fornecedores que renam condies de habilitao

    exigidas para o fornecimento de bem ou a execuo de servio ou obra nos prazos, locais e condies previamente estabelecidos, e bens que atendam s exigncias tcnicas e de qualidade da Administrao Pblica.

    - ficar permanentemente aberto para a inscrio de eventuais interessados. - a Administrao Pblica poder realizar licitao restrita aos pr-qualificados.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    h) Instituio de 2 fases de inteno de recurso na habilitao e julgamento de proposta.

    i) Instituio de fase recursal nica, evitando com isso o uso de recursos, por parte dos participantes, apenas com carter protelatrio. Sero analisados os recursos referentes ao julgamento das propostas ou lances e habilitao do vencedor.

    j) Prev 5 (cinco) regimes de execuo para obras e servios de engenharia:1- Empreitada por preo unitrio2- Empreitada por preo global3- Contratao por tarefa4- Empreitada integral5- Contratao integrada

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    k) Critrios de julgamento pelo RDC:= Menor preo ou maior desconto=Tcnica e preo=Melhor tcnica ou contedo artstico (concurso)=Maior oferta de preo=Maior retorno econmico

    l) Inova no critrio de Desempate ao admitir a possibilidade, em caso de empate entre duas ou mais propostas, do desempate baseado na:

    = disputa final, onde os licitantes empatados podero apresentar nova proposta fechada em ato contnuo classificao,

    = avaliao de desempenho contratual prvio dos licitantes

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    m) Possibilidade de contratao de mais de uma empresa ou instituio para executar o mesmo servio, desde que no implique em perda de economia de escala e mediante justificativa expressa, quando:

    = o objeto da contratao puder ser executado de forma concorrente e simultnea por mais de um contratado; ou

    = a mltipla execuo for conveniente para atender a Administrao Pblica.

    Obs: visa evitar o risco de descontinuidade em servios essenciais no caso de interrupo de um dos contratos.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

    n) Existncia de Procedimentos Auxiliares das licitaes no mbito do RDC:=Pr-qualificao permanente=Cadastramento=Sistema de Registro de Preos=Catlogo Eletrnico de Padronizao

    o) Os contratos administrativos reger-se-o pelas regras da Lei n 8666/93, com algumas excees:

    = convocao do segundo colocado para celebrao do contrato nas condies ofertadas pelo licitante vencedor ou pelo valor por ele ofertado, desde que o respectivo valor seja igual ou inferior ao oramento estimado para a contratao.

    = possibilidade dos contratos celebrados terem sua vigncia estabelecida at a extino da Autoridade Pblica Olmpica APO (2018) evitando descontinuidade do servio.

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTOVISUALIZAR TODOS OS DADOS DA LICITAO - RDC

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MINISTRIO DO PLANEJAMENTO

  • MI