Arquivologia 2.0

  • View
    73

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

Universidade Federal daBahia UFBAInstituto da Cincia da Informao - ICIDisciplina : ICI -A13 Tecnologia da Informao Docente: Maria Carolina Souza Discentes:Daniele Menezes, Derian Santos, Maique Oliveira, Patrcia Reis e Osvaldo OliveiraJr.

Arquivologia 2.0

Novembro 2011

Agenda1. 2.

3.

4.

5.

Apresentao do Objetivo ........................... Patrcia Introduo................................................. Patrcia Web 2.0 .................................................... Patrcia Gesto do Conhecimento e Arquivologia ..... Patrcia Arquivologia 2.0: Aplicao Prtica ............. Osvaldo1. 2. 3.

Gesto da Informao Disseminao da Informao Arquitetura da Informao

6.

Taxonomia - Conceito ................................ Daniele

Agenda1. 2.

3.

4.

5.

6.

7.

Folksonomia .............................................. Daniele Folksonomia e Mdias Sociais .................... Daniele Folksonomia - Benefcios .......................... Daniele Portais corporativos - Conceitos.................. Derian Portais corporativos - Caractersticas .......... Derian Portais corporativos - Problemas ................ Derian Novo perfil do arquivista ............................. Derian

Objetivo1.Apresentar

conceitos em torno da temtica Arquivologia 2.0, afim de ampliar a viso do arquivo para alm do papel e da caixa de papelo.

IntroduoA Arquivologia vem passando por um processo lento de evoluo. Porm, recentes conceitos como de documentos digitais e informao arquivstica trouxeram nova vida para a rea e para identificao dos arquivos como instrumento de apoio tomada de deciso nas atividades da instituio, bem como fonte de informao para o planejamento corporativo. Entretanto, ainda h quem defenda a viso do arquivo como resultado do ciclo vital e o arquivista como o profissional que atua nos arquivos permanentes, ignorando seu papel essencial no cotidiano institucional.

Web 2.0"... a mudana para uma internet como plataforma, e um entendimento das regras para obter sucesso nesta nova plataforma... a regra mais importante desenvolver aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores quanto mais so usados pela pessoas, aproveitando a inteligncia competitiva." (Tim O`Reilly - Precursor do uso do termo)

Web 2.01.Caracterizada

pela colaborao para: 1.Construo de contedo - Ex.: Wikipdia. 2.Troca de informaes para desenvolvimento de softwares livres - Ex.: Linux 3.Utilizao da tecnologia para aumentar a customizao do dilogo e experincias virtuais Ex.: Blogs corporativos, Second Life 4.Propagao de informaes escritas ou virtuais. Ex.: Flicker e Youtube.

Gesto do Conhecimento e a Arquivologia1.Hoje,

o conhecimento a principal forma de capital. O capital intelectual passa a ser um diferencial competitivo. As empresas que tratam este conhecimento so mais valorizadas. O advento dos portais e intranets possibilitaram o registro, disseminao, classificao e mensurao do conhecimento.

Gesto do Conhecimento e a Arquivologia1."Gesto

do conhecimento um processo sistemtico, articuladoe intencional, apoiado na gerao, codificao, disseminao e apropriao de conhecimentos, com o propsito de atingir a excelncia organizacional". (Escola de Administrao da FGV)

Arquivologia 2.0 - Aplicao Prtica

Arquivologia 2.0 - Aplicao Prtica1.Gesto

da Informao 2.Disseminao da Informao 3.Arquitetura de Informao

Gesto da Informao1.Integrao

e controle de processos atravs de novas tecnologias 2.Colaborao no Processos Dinamismo eficincia e eficcia = efetividade [na tomada de decises]

Disseminao da InformaoEstudos de Usurios 2.Aplicao do Markenting, pois esse visa "promover, com a mxima eficincia possvel,a satisfao de quem precisa e de quem utiliza produtos e servios de informao." (OTTONI, 1995)1.

Arquitetura da Informao

Taxonomia - Conceito1.Estudo

da classificao das coisas. 2.Conceito importado da Biologia pela rea Cincia da Informao para a gesto da informao dentrode sistemas de classificao do conhecimento 1.Muito utilizada narepresentao das reas de atuao de uma empresa/corporao.

Taxonomia - Conceito

Taxonomia - Origem1.Sobrecarga

de informao; 2.Labirintos em busca por informao; 3.Informao dispersa em diversas bases de dados por toda a empresa;

Taxonomia - Benefcios1.Facilita

oacesso informao, agilizando a comunicao entre produtores e pblico (interno/externo) da informao;1.Uniformizaa

classificao do conhecimento e das

informaes;1.Esclarece

os conceitos em uso, ao invs de criar novos termos para o mesmo fim;1.Oferece

um mapa da rea trabalhada, servindo como guia em processos de conhecimento;1.Ordena,

elimina ambiguidades e classifica a informao de maneira lgica.

Folksonomia1.Juno

das palavras Folks = Povo, Gente e Taxonomia, ou seja, "Classificao do povo".1.

a representao temtica livre dos assuntosfeita pelas pessoas na rede, tendo como ponto forte a construo a partir do linguajar natural da comunidade que autiliza.

Folksonomia1.Usurio

escolhe palavras-chaves, conhecidas como tags para classificar a informao ou parte da informao.

1.Tag

em ingls significa "identificao". Taggear identificar alguma coisa.

Folksonomia1.

Primeiros sites que utilizaram tags:

Folksonomia e Mdias Sociais1.Segundo

Luciano Palma, palestrante e consultor estratgico de mdias sociais... convergncia de informaes nomeao de uma situao #tag = todos utilizando a mesma #tag.

Folksonomia e Mdias Sociais1.Essa

convergncia faz comque...

Folksonomia - Benefcios1.Apesar

de descentralizar o controle sobre um site, o uso da folksonomia traz vrias vantagens em comparao taxonomia:1.Liberao

da classificao das informaes para o

pblico.1.Rpida

adaptao colaborativo

na

navegao

do

site

A Web 2.0 alterou a forma como so tratadas as informaes nos ambientes digitais. Antes, a instituio gerava informao como resultado de suas atividades. Agora, os usurios geram informaes atravs de sua participao. Onde entra o Arquivista nesta histria?

Portais Corporativos Conceitos1.So

grandes websites institucionais; 2.So a evoluo das intranets; 3.A aplicao que agrega contedo, colaborao, conhecimento e aplicativos transacionais, todos numa interface nica.

Portais Corporativos Caractersticas1.Busca

e Indexao - Poderosos sistemas de busca e indexao de contedo 2.Categorizao - categorizao do contedo e conhecimento, de preferncia usando tags e conceitos de web 2.0; 3.Colaborao - aplicaes para colaborao. 4.Personalizao cada usurio um usurio diferente e precisa receber informao de seu interesse apenas.

Portais Corporativos Caractersticas1.Comunidades

-

Perfis

de

acordo

com

competncias; 2.Integrao de Sistemas - integrao com demais aplicaes indispensvel; 3.Segurana - segurana para todas as aplicaes e login nico.

Portais Corporativos Problemas1.Arquivos

parados em listas indexadas somente por ordem cronolgica. 2.Armazenamento dos documentos

Novo Perfil do Arquivista1.No

tem medo da tecnologia; 2.Domina o vocabulrio da rea e entende as diferentes tecnologias da informao, pois entende que precisamos dela cada vez mais em nosso cotidiano... "...Afinal, a tecnologia, o conhecimento humano e a informao sempre andaram juntas." (Charlley Luz, 2010)

Misso do Arquivista1.O

Arquivista, enquanto profissional da informao e responsvel pelos documentos e informaes orgnicas de uma instituio, deve pensar:

Desafios dos Arquivistas1.Ter

condies de interferir no processo de planejamento de portais que gerem arquivos e documentos; 2.Otimizar o arquivamento de documentos para equacionar a questo de armazenamento e disponibilidade das informaes e documentos;

1.

Princpios Arquivsticos aplicveis na Arquivologia 2.0 ORGANICIDADE - nos ambientes digitais os

fluxos informacionais ainda espelham a estrutura, funes e atividades da instituio. Ex: Dashboards1.PRINCPIO

DA PROVENINCIA - aplicado diretamente ao conceito de portal corporativo

1.

progressiva, natural e orgnica de informaes.1.UNICIDADE

Princpios Arquivsticos aplicveis na Arquivologia CUMULATIVIDADE 2.0 - tem uma formao

- as informaes so geradas de forma evolutiva e ao longo dos processos, bem como na prtica da gerao de dossis e dos processos administrativos.

"Arquivstica uma cincia de informao social, que estuda os arquivos (como sistemas de informao semifechados), quer na sua estruturao interna e na sua dinmica prpria, quer na interao com os outros sistemas correlativos que coexistem no contexto envolvente" (Armando Malheiros)

ConclusoApesar da arquivstica ter evoludo muito com a era digital, ainda tem longo caminho a trilhar. O conceito de documento imutvel, porm, paralelo a ele, existem registros de decises e de inteligncia coletiva que extravasam estes conceitos. Por isso a importncia do foco no se limitar somente nas organizaes, mas tambm na ao humana. Nesse contexto fundamental que o arquivista tenha uma formao de base suficientemente slida e abrangente, que lhe permitir exercer funes em qualquer contexto orgnico produtor/manipulador de fluxo informacional.

Referncia1.AGUIAR,

Ellen. Redes Sociais, Taxonomia e Folksonomia. Disponvel em: .Acesso em: 14 de novembro de 2011. 1.LUZ, Charlley. Arquivologia 2.0: A Informao Humana e Digital. Excertos de um arquivista 2.0 no mundo digital. Bookess Editora, Florianpolis, 2010. 2._____. Sobre o Arquivista 2.0. Disponvel em: . Acesso em: 17 de outubro de 2011. 3._____. O mundo da