of 38/38
Organização, Sistemas e Métodos Arranjo Físico (Layout)

Arranjo físico layout

  • View
    55

  • Download
    7

Embed Size (px)

Text of Arranjo físico layout

  1. 1. Organizao, Sistemas e Mtodos Arranjo Fsico (Layout)
  2. 2. Arranjo Fsico (Layout) 2 Arranjo fsico (layout)
  3. 3. Arranjo Fsico (Layout) 3 Introduo O espao fsico organizacional influi no trabalho desenvolvido pelos indivduos dentro da empresa Importa mais o fluxo do trabalho e pessoas que o aspecto visual e de conforto Estabelecido a partir do estudo do sistema de informaes relacionado com a distribuio dos mveis, mquinas, equipamentos e pessoas Maior economia e produtividade Pode influir na motivao
  4. 4. Arranjo Fsico (Layout) 4 Sintomas de problemas Demora excessiva Perda de tempo no deslocamento Fluxo confuso de trabalho Decises errneas e consultas desnecessrias Retrabalho Excessiva acumulao de pessoas e documentos As unidades incham e aumentar o espao fsico difcil Projeto deficiente de locais de trabalho Devido a vontades do grupo ou preferncias pessoais
  5. 5. Arranjo Fsico (Layout) 5 Objetivos Obter um fluxo de informaes eficiente Obter um fluxo de trabalho eficiente Otimizar a rea disponvel Facilitar a superviso e a coordenao Reduzir a fadiga do empregado Isolar ao mximo elementos insalubres (rudos, vapores, iluminao, etc.) Aumentar a flexibilidade para as variaes necessrias Clima favorvel para o trabalho (motivao) Impressionar favoravelmente clientes e visitantes
  6. 6. Arranjo Fsico (Layout) 6 Levantamento da situao atual Planta baixa (escala prefervel 1:50) Vias de acesso e anlise do ponto de localizao Anlise das instalaes do imvel Ar-condicionado, elevadores, sadas de emergncia, geradores, reas de circulao, instalaes eltricas e lgicas, etc. Possibilidades de adaptaes (reforma) Flexibilidade do imvel Limite de carga do imvel Preo do m2 (compra e locao)
  7. 7. Arranjo Fsico (Layout) 7 Levantamento da situao atual Formato e amplitude dos espaos (salas, galpes) Medidas e quantidade de mveis, mquinas e equipamentos Preparar miniaturas de acordo com a escala da planta baixa Forma de uso das salas, mveis, mquinas e equipamentos identificados Identificao e anlise das atividades dos funcionrios Estudo do fluxo de trabalho Movimentos dos funcionrios no desempenho de suas tarefas Tempos de execuo das vrias operaes Adequao das mquinas e equipamentos Aparncia e ambiente proporcionado
  8. 8. Arranjo Fsico (Layout) 8 Levantamento da situao atual Temperatura do ambiente A ideal entre 16 e 22 Celsius Umidade O ideal baixa umidade Ventilao Espao Tipo e cores das pinturas Iluminao Rudo e poeira
  9. 9. Arranjo Fsico (Layout) 9 Solues alternativas Outras medidas: Bebedouros Mximo de 10 metros de distncia Circulao principal largura de 2,00 metros Corredores internos largura de 0,85 a 1,00 metro Medidas-padro podem ser alteradas de acordo com: Caractersticas da empresa Recursos da empresa Natureza do trabalho desenvolvido pela empresa Natureza do trabalho desenvolvido na rea Servios mdicos, arquivos, fotocopiadoras, bibliotecas, almoxarifado, etc.
  10. 10. Arranjo Fsico (Layout) 10 Exemplos de arranjo fsico (ARAUJO, LUIS C. G. - 2001)
  11. 11. Arranjo Fsico (Layout) 11 Exemplos de arranjo fsico (ARAUJO, LUIS C. G. - 2001)
  12. 12. Arranjo Fsico (Layout) 12 Exemplos de arranjo fsico (ARAUJO, LUIS C. G. - 2001)
  13. 13. Arranjo Fsico (Layout) 13 Alternativas Corredor Incentiva relaes de grupo Ideal para trabalho em pequenas equipes Preo das divisrias Espao perdido Pelo menos 5% do espao perdido com paredes Paredes e divisrias demarcam grupos Formao involuntria de grupos Interao em cada grupo maior que entre grupos necessrio cuidado na criao dos grupos
  14. 14. Arranjo Fsico (Layout) 14 Alternativas Espao aberto Grandes reas, grande concentrao humana Geralmente ocupa todo um andar Separa espao apenas para as chefias Privilegia a comunicao Tarefas que no exijam grande concentrao Difcil controle disciplinar A chefia deve ficar de frente para os subordinados
  15. 15. Arranjo Fsico (Layout) 15 Alternativas Panormico Uso parcial de salas individuais Envolvimento pessoal quando necessrio Divisrias com meia altura Mesas seguem mesmo padro, diferena na tonalidade Superviso discreta e mais facilitada Reduo de rudo Observaes: Funcionrios podem ser resistentes mudana Pode levar formao de grupos Existem variaes
  16. 16. Arranjo Fsico (Layout) 16 Exemplos de arranjo fsico (mesas) (ARAUJO, LUIS C. G. - 2001)
  17. 17. Arranjo Fsico (Layout) 17 Exemplos de arranjo fsico (mesas) (ARAUJO, LUIS C. G. - 2001)
  18. 18. Arranjo Fsico (Layout) 18 Layout industrial O Layout Industrial est relacionada com o local e arranjo de departamentos, clulas ou mquinas em uma planta ou cho de escritrio. Por causa dos aspectos geomtricos e combinatoriais do problema, trata-se de uma questo cuja soluo pode atingir altos nveis de complexidade, de acordo com o incremento de variveis do sistema. Alm disso, o layout industrial engloba fatores quantitativos e qualitativos que associados, podem tornar-se difceis de modelar e analisar.
  19. 19. Arranjo Fsico (Layout) 19 Tipos de Layout Layout de Produto Esttico: aplicvel quando o produto a ser fabricado consideravelmente grande ou pesado. Neste caso, o produto deve ser processado ou montado em local fixo pr determinado. As mquinas se deslocaro ao redor deste equipamento, conforme seja necessrio. Este tipo de layout encontrado freqentemente em fabricantes de turbinas hidreltricas, avies, grandes transformadores de tenso, navios. etc. A fabricao de tais produtos controlada pelo projeto e a posio do maquinrio muda de acordo com a evoluo do projeto. Layout orientado ao Produto ou por Linha de Produo: Este tipo de layout utilizado quando um nico produto ou um determinado grupo de produtos semelhantes sero produzidos em grande volume. Mquinas/Postos de Operao so posicionados em uma linha de produo/montagem. A seqncia dos equipamentos obedece sequncia das operaes s quais os produtos estaro submetidos. A determinao deste tipo de layout est freqentemente relacionada com a obteno da melhor combinao de tarefas/atividades a serem executadas em cada posto operativo, o que chamamos de "balanceamento de linha de produo".
  20. 20. Arranjo Fsico (Layout) 20 Tipos de Layout Layout de Famlia ou Clula: O Layout por agrupamento aplicvel quando uma famlia de componentes ser processada por uma pequena clula de fabricao. Neste arranjo, um encadeamento de mquinas e equipamentos forma a clula. Cada clula possui seu prprio sistema de manuseio de materiais, tipicamente um rob ou sistemas de transporte. Os diversos componentes oriundos das respectivas clulas sero ento direcionados para as reas de montagem. Layout orientado ao Processo: O layout de Processo agrupa mquinas que executam atividades semelhantes em um nico departamento. Assim, em uma planta com layout por processo, encontraremos um setor de torneamento, um setor de furadeiras, um setor de plainas, um setor de retfica e assim por diante. tais layouts so corriqueiros em indstria mais antigas e em "job-shops". Este layout requer o manuseio de grande quantidade de material enquanto as partes se movem entre os departamentos com diversas operaes. Tal layout permite que os operrios e supervisores possam se especializar em seu processo especfico.
  21. 21. Arranjo Fsico (Layout) 21 Layout Funcional Denominamos de Layout Funcional a organizao das instalaes fsicas de uma companhia para promover o uso eficiente de equipamento, material, pessoas e energia. Os objetivos do projeto de um Layout Funcional so: Minimizar os custos unitrios de produo Otimizar a qualidade intrnseca Promover o uso efetivo das pessoas, equipamento, espao e energia Proporcionar ao empregado, convenincia, segurana e conforto Permitir a gesto dos custos de projeto Atingir as metas e prazos finais de produo
  22. 22. Arranjo Fsico (Layout) 22 Layout Funcional Mtodo Lgico para elaborao do Layout Funcional Fase I - Coleta de Informaes Determine o que ser produzido Determine quanto ser produzido Determine que componentes sero feitos ou sero comprados Determine operaes exigidas Determine sucesso de operaes Obtenha o Tempo Padro para cada operao Fase II - Anlise de Fluxo de Produo Determine o coeficiente de fabricao (voulme de produo/rea produtiva) Determine o nmero de mquinas requerido Obtenha o balanceamento entre as Linhas de Produo Estude as exigncias de fluxo (por produto ou por famlia) Determine a relao de todas as operaes existentes Planeje cada posto de operao em funo do fluxo necessrio
  23. 23. Arranjo Fsico (Layout) 23 Layout Funcional Fase III - Atividades de Apoio Identifique necessidades de pessoal de apoio (almoxarifado, manuteno, follow up, etc.) Identifique necessidades de escritrio (administrao, pcp, engenharia, etc.) Desenvolva exigncias espaciais totais para os indiretos Identifique e selecione os equipamentos de manuseio e transporte de material Obtenha a rea alocada Defina o tipo de estrutura (prdio) ideal para a empresa em questo Fase IV - Implementao e Avaliao Construa a planta mestre Reuna "poucos" lderes tcnicos para os ajustes necessrios Construa a relao de recursos financeiros necessrios Apresente e vincule o resultado em funo das premissas do solicitante Obtenha aprovao da hierarquia mxima Implemente o projeto Faa a partida da produo Colha dados de balizamento em follow up para checar o sistema
  24. 24. Arranjo Fsico (Layout) 24 Layout Funcional Fluxo de Produo A Anlise de Fluxo um mtodo que avalia a produo, considerando as operaes, transportes, inspees, demoras, e armazenamentos requeridos enquanto um item move-se do recebimento expedio da empresa, atravessando todo o contexto produtivo. Metas da Anlise de Fluxo Minimizar distncia viajada Minimizar regressos (contrafluxos) Minimizar fluxos cruzados Eliminar operaes ou passos desnecessrios no processo Combinar e encadear operaes no processo Minimizar custos de produo
  25. 25. Arranjo Fsico (Layout) 25 Layout Funcional Tcnicas para a Anlise de Fluxo Roteiros de Fabricao: operaes, transportes, armazenamentos, inspees, demoras Diagrama de Fluxo (fluxograma) Relao de Operaes Anlise do Roteiro de Fabricao Eu posso eliminar este passo? Eu posso automatizar este passo? Eu posso combinar este passo com outro? Eu posso mudar a rota para reduzir as distncias viajadas? Eu posso posicionar os postos de trabalho mais intimamente? Eu posso justificar apoios de produo para aumentar a eficincia? Quanto custa produzir esta parte? Vale a pena produzir esta parte?
  26. 26. Arranjo Fsico (Layout) 26 Layout Funcional Anlise de Diagramas de Fluxo Diagrama de Fluxo a representao grfica que mostra o caminho viajado por cada parte desde o recebimento e estoque, at o momento da expedio. Em sua anlise devemos considerar os seguintes tpicos: H fluxo cruzado? Sua existncia pode resultar em congestionamentos e perigos de segurana. Podem ser minimizados ou mesmo eliminados pela prpria colocao de equipamento, servios e departamentos. H regressos (contrafluxos)? Comprovadamente, tais custos chegam at trs vezes o custo do fluxo correto. Podem e devem ser eliminados pelo posicionamento mais adequado do posto de trabalho, mesmo que isso inclusive represente o desmembramento do posto em dois novos postos. Tenha em mente que apenas um contrafluxo pode prejudicar o andamento de vrios fluxos diretos. Existem transportes excessivos? A distncia viajada custa dinheiro na medida em que aumenta o tempo de fabricao e pode demandar em maior quantidade de mo-de-obra. No obstante isto, considere ainda que a manipulao excessiva de material pode degradar a qualidade.
  27. 27. Arranjo Fsico (Layout) 27 Layout Funcional Anlise da Relao de Operaces Se utilizada graficamente, permite visualizar as entradas de matria-prima, a sucesso de fabricao, a sucesso de montagens, os equipamentos requisitados, os tempos padres e uma idia rpida e superficial do layout da empresa. O funcionamento do Fluxo de Produo obtido pela combinao das informaes obtidas dos Roteiros de Fabricao, dos Diagramas de Fluxo e da Relao de Operaes. So assim, as mais efetivas ferramentas para gesto e anlise produtiva da empresa. Resumo da Anlise de Fluxo Prov informao crtica ao projetista de layout, inclusive exigncias de operao, necessidades de manipulao de materiais, das necessidades de armazenamento, exigncias de inspeo e razes de demora. Com estas informaes, o projetista desafiado a eliminar tantos passos quanto possvel, combinar passos, idealizar postos de trabalho, eliminar contrafluxos e fluxos cruzados, reduzir a distncia viajada, reduzir o custo de fabricao, melhorar a qualidade e aumentar a segurana no trabalho.
  28. 28. Arranjo Fsico (Layout) 28 Layout Funcional Ergonomia e Fatores Ergonmicos Ergonomia o estudo cientfico do trabalho humano. Considera as capacidades fsicas e mentais e limites do trabalhador e como ele interage com ferramentas, equipamento, trabalhe mtodos de trabalho, tarefas e o ambiente funcional. Objetivos da Ergonomia: Reduzir o trabalho desordenado do esqueleto e musculatura (fadiga), adaptando o trabalho para ajustar-se pessoa, em vez de forar a pessoa a adaptar-se ao trabalho Reduzir riscos de segurana, absenteismo devido a acidentes e danos de trabalho, bem como aes trabalhistas. Melhorar a produtividade por desenvolvimento de mtodos de trabalho mais eficientes Reduzir custos de treinamento de empregados Melhore relaes de trabalho Elementos da Ergonomia Anlise do Local de Trabalho Preveno e Controle de Acidentes Administrao Mdica Treinando e Educao
  29. 29. Arranjo Fsico (Layout) 29 Layout Funcional Sintomas de Desordem Postural no Local de Trabalho Juntas doloridas Dor em pulso, ombros, antebraos, joelhos, etc. Dor, formigamento ou entorpecimento em mos e ps Dedos ou dedos do p que esbranquiados Dores de agulhadas em braos e pernas Dor de pescoo ou de nuca Inchando ou inflamao Dureza ou travamento Sensaes de ardor Sensao de pesar Fraqueza ou descoordenao em mos
  30. 30. Arranjo Fsico (Layout) 30 Layout Funcional Fatores de risco investigveis durante anlise do Local de Trabalho Esforo fsico Posio desajeitada Repetitividade Carga esttica ou esforos contnuos Tenso de contato mecnico Temperaturas extremas e vibrao de mo ou brao Luvas inadequadas Identificao das causas dos fatores de risco Mtodo usado ou requerido para realizar a tarefa Esforo ou fora necessria para fazer a tarefa Localizao dos itens, equipamento ou ferramentas Disposio dos itens, equipamento ou ferramentas Velocidade ou freqncia do trabalho Durao ou repetio das tarefas A geometria dos itens, equipamento ou ferramentas Fatores ambientais como luz, barulho, temperatura, e qualidade de ar
  31. 31. Arranjo Fsico (Layout) 31 Layout Funcional Ferramentas de preveno e controle dos riscos Parmetros de engenharia (mtodos) Mudanas de mtodo nos postos de trabalho, mudana de ferramentas, equipamentos ou mesmo mudanas na maneira de executar a atividade. Projeto de bancadas de trabalho adequadas, planejamento do mtodo de trabalho com funo de carga, velocidade e repetibilidade pr estabelecidos e aceitos internacionalmente. Treinamento Operacional Treinamento das atividas seguindo mtodo padronizado, introduo gradual ao ambiente de trabalho, paradas de relaxamento, rotao de funo e ajuste-fino postural. Equipamento de proteo pessoal Aplicvel de acordo com a agressividade do ambiente de trabalho Princpio da Economia de movimento Utilizar movimentos manuais Utilizar movimentos bsicos (deslocamentos), evitando rotaes e curvamentos Boa localizao de partes equipamentos e ferramentas Libertar as mos o maior tempo possvel Usar a gravidade a favor do trabalho Aplicar consideraes e sugestes do operador sempre que possvel
  32. 32. Arranjo Fsico (Layout) 32 Exemplos de Layout funcional
  33. 33. Arranjo Fsico (Layout) 33 Exemplos de Layout funcional
  34. 34. Arranjo Fsico (Layout) 34 Exemplos de Layout funcional Layout de uma Marcenaria com destaque para o processo de fabricao da pea 3010 (na cor azul)
  35. 35. Arranjo Fsico (Layout) 35 Exemplos de Layout funcional
  36. 36. Arranjo Fsico (Layout) 36 Recomendaes Funes inter-relacionadas devem ficar prximas Aproximar as pessoas com contatos freqentes Servios centrais e equipamentos muito utilizados devem ficar prximos aos usurios O trabalho deve seguir um fluxo contnuo e para a frente, de preferncia em linha reta Chefia em posio que facilite a superviso Salas particulares somente quando justificadas Separar as reas com rudos Os funcionrios devem ficar numa mesma direo reas com contato de pblico devem ficar prximas entrada O trnsito at a chefia no deve perturbar o trabalho Espao adequado s necessidades de trabalho e conforto Usar reas grandes e contnuas quando possvel A iluminao deve atingir o posto de trabalho por trs, acima e ligeiramente esquerda (se o funcionrio for destro)
  37. 37. Arranjo Fsico (Layout) 37 Recomendaes Mveis e equipamentos com tamanho uniforme e mesma marca permitem: Maior flexibilidade de remanejamento Melhor aparncia esttica Reduzir o custo de compra e manuteno Localizao de equipamentos pesados Observar a capacidade de carga Instalao de equipamentos de segurana Combate a incndio Evitar cobrir superfcies de trabalho (tampo de mesa) com material reflexivo
  38. 38. Arranjo Fsico (Layout) 38 Smbolos normalmente utilizados