ATA Nº 12 /2017 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ...· ATA Nº 12 /2017 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA

Embed Size (px)

Text of ATA Nº 12 /2017 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ...· ATA Nº 12 /2017 ATA DA REUNIÃO...

Pgina 1

ATA N 12 /2017

ATA DA REUNIO ORDINRIA DA

CMARA MUNICIPAL REALIZADA EM 7

DE JUNHO DE 2017

Aos sete dias do ms de junho do ano de dois mil e dezassete, nesta Vila de Alvaizere, edifcio

dos Paos do Municpio e Gabinete da Presidncia da Cmara Municipal, pelas quinze horas e

trinta minutos, se reuniu ordinariamente a Cmara Municipal, tendo comparecido os

Excelentssimos Senhores: Clia Margarida Gomes Marques, Presidente, Slvia Rodrigues Lopes,

Vice-Presidente, Francisco Agostinho Maria Gomes, Maria Teodora Freire Gonalves Cardo e

Nelson Paulino da Silva, Vereadores. ------------------------------------------------------------------------

Aberta a reunio, teve inicio o PERODO ANTES DA ORDEM DO DIA: ---------------------------------

1.PERIODO ANTES DA ORDEM DO DIA;

Tomando a palavra a Sra. Presidente props que, como na prxima semana os funcionrios do

municpio vo estar envolvidos no evento Alvaizere Capital do Chcharo, era conveniente

adiar-se a prxima reunio pblica de cmara municipal para o dia 22 de Junho, pelas 19h30.

Os Senhores. Vereadores, concordaram com a data sugerida, considerando-se devidamente

convocados, para efeitos do disposto no art. 49. do Anexo I da Lei n. 75/2013, de 12 de

setembro, na sua atual redao. ---------------------------------------------------------------------------- .

Solicitou a palavra o Sr. Vereador Nelson Silva, que referiu ter quatro assuntos para apresentar.

Primeiro, relativamente ao Protocolo do Dr. Seixas, aprovado na reunio de cmara municipal

do passado dia 24 de abril, no concorda com a localizao do espao onde vai ficar o esplio,

nomeadamente o Museu Municipal de Alvaizere, sendo que a proposta do CDS-PP sempre foi

no sentido de o mesmo ficar numa das escolas primrias, que teriam de ser adaptadas para o

efeito. Seguidamente, referiu que gostava de ser informado por que razo no foi convidado,

este ano, para o Passeio da Idade Maior, semelhana dos anos anteriores. -----------------------

Tomando a palavra a Sra. Presidente referiu que fez o convite aos Senhores Vereadores Nelson

Silva e Teodora Cardo aquando da discusso do Passeio da Idade Maior, em reunio da Cmara

Municipal, no passado dia 03 de maio e que se por ventura no o foi por esquecimento. ---------

O Sr. Vereador Nelson Silva retomou a palavra e referiu que ficou espantado com a localizao

da mostra pecuria este ano, que se encontrava junto porta do cemitrio, num stio

ajardinado. Mostrou-se preocupado relativamente possibilidade de poder haver cheiros

desagradveis, perto de locais onde ir haver oferta de comida e, tambm, relativamente

possvel degradao que essa mostra ir provocar naquele espao ajardinado. Por ltimo,

Pgina 2

questionou a Sra. Presidente da Cmara Municipal relativamente colocao das esttuas que

se encontravam em frente igreja e que, de certo modo, descaracterizavam a mesma. ----------

Tomando a palavra a Sra. Presidente referiu que lhe tinha sido pedido uma opinio pessoal,

relativamente aos vrios locais considerados para a colocao das referidas esttuas, enquanto

arquiteta e no como Presidente da Cmara. O espao em questo pertencente Fbrica da

Igreja e no ao Municpio, pelo que a Cmara Municipal no teve qualquer interveno

relativamente localizao das mesmas. -------------------------------------------------------------------

Tomando a palavra a Sra. Vereadora Teodora Cardo, referiu que partilhava das apreciaes

referidas pelo Sr. Vereador Nelson Silva quanto a todos os assuntos apresentados,

nomeadamente a localizao do esplio do Dr. Seixas, o facto de tambm no ter sido

convidada para o Passeio da Idade Maior, a localizao da Mostra Pecuria deste ano e, por

fim, quanto ao facto das esttuas terem ficado em frente igreja, o que a descaracteriza. -------

Tomando a palavra a Sra. Presidente referiu que as esttuas esto localizadas em espao que

pertence igreja e qualquer questo que se relacione com as mesmas ter de ser esclarecido

junto da Fbrica da Igreja. Relativamente localizao da Mostra Pecuria integrada no evento

Alvaizere Capital do Chcharo e como do conhecimento dos Senhores Vereadores, este

evento engloba para alm do Festival Gastronmico do Chcharo a FAFIPA, Feira Agrcola,

Florestal, Industrial, Pecuria e Artesanato, pelo que fazia todo o sentido haver uma Mostra

Pecuria. Prosseguiu a sua interveno referindo que os animais deviam fazer parte do recinto

da Feira e sempre tinha havido esse cuidado pelo que, na sua opinio, neste espao esto mais

visveis, sombra e mais seguros, sendo que, nos anos anteriores, quando se encontravam em

locais mais afastados, muitas vezes havia problemas noite, com pessoas alcoolizadas que os

iam perturbar. Quanto questo da relva, referiu que tal no era problemtico, pois a relva

voltar a nascer. Aps as explicaes dadas, a Senhora Presidente da Cmara mostrou-se

disponvel para ouvir outras sugestes tendo solicitado aos Senhores Vereadores para

apresentarem propostas de outros locais para alocar os animais. --------------------------------------

No uso da palavra o Sr. Vereador Nelson Silva sugeriu que ficassem no mesmo stio dos anos

anteriores. --------------------------------------------------------------------------------------------------------

No uso da palavra a Dra. Teodora Cardo sugeriu que as esttuas ficassem do outro lado da

estrada, nomeadamente no largo onde tm ficado os carros. -------------------------------------------

Tomou novamente a palavra a Sra. Presidente, tendo referido que relativamente ao Passeio da

Idade Maior, tinha quase a certeza absoluta que havia feito o convite aos Senhores Vereadores,

durante a discusso, em reunio de cmara, da semana da idade maior, no entanto, e na sua

opinio, os Senhores Vereadores esto sempre convidados para todos os eventos organizados

pelo Municpio de Alvaizere, uma vez que fazem parte integrante do executivo Municipal.-------

1.1- RESUMO DIRIO DA TESOURARIA - APRECIAO;

Foi presente o Resumo Dirio de Tesouraria do dia anterior, verificando-se que o total de

existncias em movimentos de tesouraria de 2.268.095,05 sendo 7.719,07 de documentos

debitados Tesouraria e 2.260.375,98 de disponibilidades, de que 2.254.764,57 so de

Pgina 3

operaes oramentais e 5.611,41 de operaes de tesouraria. O saldo existente em caixa

de 491,97. ------------------------------------------------------------------------------------------------------

Findo o perodo antes da ordem do dia, teve incio o perodo da ORDEM DO DIA: ------------------

2. ATA DA REUNIO ANTERIOR

Foi aprovada, por unanimidade, a ata da reunio ordinria realizada a 17 de maio, a qual foi

assinada depois de se ter verificado a sua conformidade com a respetiva minuta. Prescindiu-se

da leitura, atendendo a que, previamente, foi distribuda e enviada a todo o Executivo. -----------

Foi aprovada, por unanimidade, a ata da reunio extraordinria pblica realizada a 24 de maio,

a qual foi assinada depois de se ter verificado a sua conformidade com a respetiva minuta.

Prescindiu-se da leitura, atendendo a que, previamente, foi distribuda e enviada a todo o

Executivo. --------------------------------------------------------------------------------------------------------

3 - TOMADAS DE CONHECIMENTO;

3.1 LEGISLAO;

Foi presente reunio a informao tcnica da Unidade Orgnica Administrativa e Financeira,

subscrita pela Assistente Tcnica Paula Godinho, previamente remetida aos Senhores

Vereadores, cujo teor se transcreve: ------------------------------------------------------------------------

Decreto n. 15/2017 - Dirio da Repblica n. 92/2017, Srie I de 2017-05-12 ------------------

Administrao Interna -----------------------------------------------------------------------------------------

Fixa a data de 1 de outubro de 2017 para as eleies gerais para os rgos das autarquias

locais --------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lei n. 17/2017 - Dirio da Repblica n. 94/2017, Srie I de 2017-05-16 ------------------------

Assembleia da Repblica --------------------------------------------------------------------------------------

Primeira alterao Lei n. 22/2013, de 26 de fevereiro, que estabelece o estatuto do

administrador judicial, equiparando os administradores judiciais aos agentes de execuo,

nomeadamente para efeitos de acesso ao registo informtico das execues e de consulta das

bases de dados --------------------------------------------------------------------------------------------------

Portaria n. 164/2017 - Dirio da Repblica n. 96/2017, Srie I de 2017-05-18 ----------------

Administrao Interna -----------------------------------------------------------------------------------------

Alterao Portaria n. 1334-D/2010, de 31 de dezembro ----------------------------------------------

Portaria n. 165/2017 - Dirio da Repblica n. 97/2017, Srie I de 2017-05-19 ----------------

Finanas e Educao -------------------------------------------------------------------------------------------