Aurora Egípcia

  • View
    241

  • Download
    16

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Aurora Egpcia

Transcript

  • Traduo:Soraya Borges de Freitas

  • DeDicatria

    Dedico este livro primeiro minha esposa Olivia, que me ajudou em todas as etapas, tanto nos stios arqueolgicos no Egito quanto na pre-parao deste livro. Ela tambm tirou muitas das fotos. Foi diretora associada de nosso Projeto para Datao Histrica, visitou e auxiliou em todos os stios e supervisionou a maior parte da logstica e dos ar-ranjos de viagem e planejamento. Sua ajuda foi inestimvel de vrias formas em todos os meus livros desde os anos 1970 at o presente, e sem sua avaliao editorial e sugestes meus livros seriam muito in-feriores e menos claros. Ela sempre me desafiou a explicar melhor as coisas e aperfeioou minha expresso, fraseologia e exposio em tudo que publiquei. Foi colaboradora em tempo integral, nem sempre ade-quadamente reconhecida como tal, e at nossos amigos mais ntimos no perceberam completamente o quanto ela esteve intimamente envol-vida em toda a minha obra. Alm de tudo isso, em seu tempo livre ela a mulher mais maravilhosa do mundo.

    Dedico este livro tambm a Amy Yuan, Meng Fanjing, Clara Cole-ridge Hebblethwaite e Jessica Coleridge Williams.

    Quero dedic-lo ainda a certos autores, artistas, cientistas, editores e estudiosos que so ou foram, quando estavam vivos, meus amigos ntimos e que, acredito, exemplificaram os padres mais elevados de pensamento original e exposio destemida da verdade quando a viam: Michael Baigent, David Bohm, Mark Booth, Cecil Collins, Richard Gregory, Lu Gwei-djen, John Michell, Peter Mitchell (ganhador do Prmio Nobel de Qumica, 1978), Joseph Needham, Rupert Sheldrake, Chandra Wickramasinghe e Arthur M. Young.

    Que continue por um longo tempo a luta contra a ignorncia, a estupidez, a vaidade e o egosmo. Todos os citados contriburam muito na batalha contra as trevas.

  • agraDecimentos

    Meu primeiro agradecimento vai para minha esposa Olivia, que, como sempre, contribuiu muito com este livro, no s organizando as viagens ao Egito para pesquisa, mas tambm aconselhando sobre todo o con-tedo, bem como o revisando e tambm traduzindo parte do material francs usado em minha pesquisa.

    Agradeo ao Conselho Supremo de Antiguidades do Egito por permitirem que eu, Olivia e o professor Ioannis Liritzis realizssemos a pesquisa arqueomtrica em Giz, concedendo-nos acesso especial aos Templos do Vale e da Esfinge, que parece no ter sido concedido a mais ningum h algumas dcadas. Agradeo tambm ao dr. Zahi Hawass por nos conceder permisso para descer e estudar o Poo de Osris em Giz, que est abaixo da Calada de Qufren e um stio que se identi-fica especialmente com sua pesquisa pessoal.

    Um obrigado especial e minha admirao ao meu colega professor Ioannis Liritzis, diretor do Departamento de Estudos Mediterrneos da Universidade de Aegean, em Rodes. Ioannis o inventor da nova tc-nica de datao conhecida como termoluminescncia ptica, que pode determinar quando dois fragmentos de pedra talhada prensados foram expostos pela ltima vez luz do sol e, portanto, pode datar as estrutu-ras das pedras diretamente. (Uma descrio dessa tcnica e um relato de como Ioannis a descobriu podem ser vistos no texto principal.) Ioannis e eu resolvemos colaborar em um trabalho arqueomtrico na Grcia e no Egito e um pouco de nosso trabalho egpcio est descrito aqui, por isso h o anncio aps o ndice e o relato introdutrio sobre o Mtodo de Datao de Liritzis. O restante de nossos achados aparecer mais tarde em um livro em conjunto. Todos os nossos achados no Egito fo-ram apresentados ao dr. Zahi Hawass bem antes da presente publicao, embora no saibamos se ele tomou alguma atitude para public-los no

  • Aurora Egpcia8

    Egito, o que era seu direito sob os novos termos de cooperao com estrangeiros.

    Sou grato ao professor Gunter Dreyer, diretor do Instituto Alemo no Cairo, por nos convidar para datar a tumba do rei Khasekhemui (l-timo rei da Segunda Dinastia) em Abidos durante sua escavao.

    Agradeo especialmente a Mark Booth, outrora da Century Books, por autorizar este livro e pelo apoio amigvel e entusiasmado que ele me deu para assegurar que esses achados fossem disponibilizados ao pblico geral.

    A preparao das plantas do Planalto de Giz e a verificao me-ticulosa dos dados usando um software avanado no seriam possveis sem a colaborao grfica de Jonathan Greet, que tambm o designer e o encarregado do site deste livro, , no qual se pode ver um grande nmero de outras ilustraes relativas ao livro.

    Muito deste livro seria impossvel sem o vasto e dedicado aux-lio na traduo do alemo de minha amiga Eleonore Reed. Juntos, ns traduzimos as obras relevantes de Uvo Hlscher e Hermann Ricke, uma tarefa de extrema dificuldade. Tenho uma gratido imensa a ela por isso. Agradeo tambm ao professor Horst Jaritz, ex-diretor do Instituto Suo no Cairo, por me ajudar a traduzir uma passagem especialmente difcil no relato de Ricke sobre sua escavao do Templo da Esfinge.

    Quero tambm expressar minha gratido s seguintes pessoas:Michael Lee, por escanear todas as ilustraes e fotos presentes

    neste livro e em seu site, uma tarefa especializada que exigiu muita ha-bilidade, principalmente quando foi usado material mais antigo, o que exigia uma melhoria digital e a limpeza meticulosa das imagens. Meu agente Bill Hamilton da A. M. Heath, por sua ateno a este projeto em um perodo de tempo considervel. Mohammed Nazmy, por nos ajudar nos arranjos de viagem e acomodao no Egito. Simon Cox, por me disponibilizar os mapas do servio topogrfico egpcio e outros livros e materiais, bem como por suas teis discusses. Meu amigo Stefano Greco, por encontrar e traduzir o livreto de Annibale Brandi do italiano, que pode ser visto no Apndice. Tessa Dickinson, por traduzir vrios artigos de Egiptologia do francs e me auxiliar de outras formas. Livia Puggini, por me ajudar com outros trabalhos de traduo do alemo. Chris Prior, por fazer um clculo matemtico usado neste livro a meu pedido.

    Olivia e eu devemos muito ao nosso bom e saudoso amigo Mi-chael Scott, de Tnger, por nos levar ao Mezorah h muitos anos e nos autorizar a estudar e fotografar o stio raramente visitado. Devemos um

  • Agradecimentos 9

    agradecimento ao falecido Gordon Browne, do Marrocos, por infor-maes e discusses teis sobre o assunto. Sou particularmente grato a James Mavor por me enviar informao sobre seu estudo do Mezorah e me dar permisso para reproduzir o esboo de sua pesquisa (que pode ser vista no site deste livro) e citar trechos de seu artigo sobre o assunto.

    Agradeo tambm sra. Kathleen Kottler, da Califrnia, por dis-ponibilizar material e fotos de seu pai, o falecido dr. Patrick OMara, e por me dar permisso para citar trechos de seus textos.

    John Pye sempre me ajudou muito a adquirir publicaes raras, como fez Shirley Lancaster.

    A edio deste livro foi feita com muito prazer e eficincia pela animada e encantadora Briony Nelder, da Century. Agradeo tambm a Penny Isaac pelo cuidadoso copidesque.

  • 11

    nDice

    O Mtodo de Datao de Liritzis ........................................................15

    1. Desmascarando a Grande Mentira ................................................182. O Poo de Osris em Giz e Seus Mistrios ..................................563. As Pirmides So Antigas Demais ................................................924. As Verdadeiras Localizaes das Tumbas Reais em Giz ..........1625. Um Rei de Dois Metros e Meio de Altura...................................203 Os resultados de datao .............................................................220 Concluses...................................................................................2216. Os Reis Perdidos e uma Pirmide da Primeira Dinastia ..........2227. Os Templos do Vale e da Esfinge em Giz .................................288 O Templo do Vale .......................................................................295 O Templo do Vale que ningum conhece ...................................333 O Templo da Esfinge ...................................................................347 Os resultados de datao .............................................................3688. Stonehenge na frica ..................................................................375

    Apndices:1. Dois Relatrios Antes Desconhecidos do Sculo XIX sobre as

    Passagens da Grande Pirmide ....................................................4412. Medies da Pedra de Palermo ................................................4483. Traduo da Introduo ao Relatrio de Escavao de Uvo

    Hlscher sobre o Templo do Vale em Giz ................................454

    Legendas da Seo de Pranchas Coloridas ..................................469 ndice Remissivo .........................................................................489

    Para ilustraes e documentos complementares veja:www.egyptiandawn.info

    Os resultados de datao apresentados neste livro foram obtidos pelo professor Ioannis Liritzis e o autor como resultado de viagens conjuntas de pesquisa feitas por eles e Olivia Temple ao Egito, com permisso oficial do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito.

  • (...) deixe-os marchar em silncio sobre a incandescncia pli-da da plancie; e ajoelhando, enfim, na nvoa dos sonhos, l onde as pessoas se aniquilam no p inerte da terra (...) todo o sal da terra estre-mece no sonho. E de repente, ah, de repente, o que fazem essas vozes conosco? Arremate um deserto de espelhos no cemitrio das torrentes, deixe-os apelar no decurso das eras! Erija pedras para minha fama, erija pedras em silncio; e para guardar esses lugares, cavalhadas de bronze verde nos grandes caminhos!

    St. John Perse, Anabase (traduzido por T. S. Eliot, 1930)

  • 15

    o mtoDo De Datao De Liritzis

    O trabalho de datao referido neste livro baseou-se no desenvolvimen-to de uma nova tcnica revolucionr