Avalia§£o da eficincia do grupo coliforme fecal como indicador de

  • View
    219

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of Avalia§£o da eficincia do grupo coliforme fecal como indicador de

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPRITO SANTO

    CENTRO DE CINCIAS HUMANAS E NATURAIS DEPARTAMENTO DE ECOLOGIA E RECURSOSO NATURAIS

    CURSO DE GRADUAO EM OCEANOGRAFIA

    JACSON STORCH DALFIOR

    AVALIAO DA EFICINCIA DO GRUPO COLIFORME FECAL COMO INDICADOR DE BALNEABILIDADE DE

    PRAIAS QUANDO COMPARADO COM ENTEROCOCOS: ESTUDO DE CASO DA PRAIA DA CURVA DA JUREMA

    (VITRIA, ES)

    VITRIA 2005

  • JACSON STORCH DALFIOR

    AVALIAO DA EFICINCIA DO GRUPO COLIFORME FECAL COMO INDICADOR DE BALNEABILIDADE DE PRAIAS QUANDO

    COMPARADO COM ENTEROCOCOS: ESTUDO DE CASO DA PRAIA DA CURVA DA JUREMA

    (VITRIA, ES)

    Monografia apresentada ao curso de Oceanografia como requisito parcial para obteno do grau de Bacharel em Oceanografia. Orientadora: Prof. Dr. Ieda Maria Oliveira da Silveira Co-Orientador: Prof. Dr. Gilberto Fonseca Barroso.

    VITRIA 2005

  • JACSON STORCH DALFIOR

    AVALIAO DA EFICINCIA DO GRUPO COLIFORME FECAL COMO INDICADOR DE BALNEABILIDADE DE PRAIAS QUANDO

    COMPARADO COM ENTEROCOCOS: ESTUDO DE CASO DA PRAIA DA CURVA DA JUREMA

    (VITRIA, ES)

    Monografia apresentada ao Curso de Graduao em Oceanografia do Centro de Cincias Humanas e Naturais da Universidade Federal do Esprito Santo, como requisito parcial para obteno do ttulo de Bacharel em Oceanografia.

    Aprovada em______de__________________de 2005.

    COMISSO EXAMINADORA Prof. Dr. Ieda Maria Oliveira da Silveira Universidade Federal do Esprito Santo Orientadora Prof. Dr. Gilberto Fonseca Barroso Universidade Federal do Esprito Santo Osvaldo Jos Alexandre Medina da Rocha SEMMAM Prefeitura Municipal de Vitria

  • Dedico este trabalho a Deus e aos meus

    pais, Jadir Dalfior e Celina Storch Dalfior,

    e aos meus irmos que me permitiram

    estudar todos esses anos sem qualquer

    cobrana, e aos meus amigos que sempre

    estiveram ao meu lado me apoiando.

  • Agradecimentos

    Primeiro agradeo a Deus, pois sem sua companhia no conseguiria alcanar

    meus objetivos.

    Ao FACITEC/PMV, pelo financiamento do estudo.

    Secretaria Municipal de Meio Ambiente da PMV pela disponibilizao dos

    dados de coliformes.

    Ao Departamento de Ecologia e Recursos Naturais pela infra-estrutura

    oferecida.

    Ao professor Jean Christophe pela ajuda o tratamento estatstico dos dados.

    professora Ieda, pela amizade, ajuda e pacincia nas vrias correes da

    monografia e nos finais de semana que lhe acordava para pegar a chave do

    departamento, pois havia esquecido a minha em casa.

    Ao professor Gilberto pela amizade, apoio e incentivo para a realizao deste

    estudo, sempre me ajudando quando precisava.

    minha amiga Andria, vulgo cabecinha!, que me fez companhia nos

    infindveis domingos que passamos no laboratrio analisando as amostras, e

    tambm pela amizade que criamos.

    Aos meus amigos que me ajudaram direta ou indiretamente para a realizao

    deste estudo, Rafael (Garoto), Aline, Fabrcio, Karlinha, Kiki, Llian, Eduardo

    (Gordim), Gustavo, Maikim, Cadico, Jozibella, minha namorada Ticiane e todos

    que eventualmente tenha esquecido o nome, obrigado.

    Aos meus pais e irmos por todo apoio e incentivo dado.

  • Lista de Tabelas

    Tabela 1 - Localizao dos pontos de coleta na praia da Curva da Jurema,

    Vitria-ES.......................................................................................................... 17

    Tabela 2 - Estatstica descritiva dos valores da concentrao de enterococos

    (ENT) e coliformes fecais (CF). Os valores esto em NMP/100 mL. .............. 24

    Tabela 3 - Valores do coeficiente de correlao do teste de Spearman, os

    valores em negrito significam que houve correlao significativa

    (p

  • Lista de Figuras

    Figura 1 - Ocupao da poro sudeste da ilha de Vitria em 1920 (a) e em 1990 (b)............................................................................................................. 16

    Figura 2 - Localizao dos pontos de monitoramento da condio de balneabilidade das praias de Vitria................................................................. 18

    Figura 3 - Localizao dos trs pontos de amostragem (vermelho) e lanamento de esgoto (amarelo) na praia da Curva da Jurema....................... 19

    Figura 4 - Visualizao dos pontos 1 (a), 2 (b) e 3 (c). A figura (d) mostra o lanamento do esgoto prximo ao ponto1........................................................ 20

    Figura 5 - Fotografias da anlise (a) e (b) e do resultado obtido (c) aps 24 horas da inoculao da amostra no meio de cultivo ........................................ 23

    Figura 6 - Distribuio das concentraes de ENT e CF ao longo das semanas amostradas durante o perodo de Vero, (a) ponto 12, (b) ponto 13 e (c) ponto

    14. O eixo das ordenadas est em escala logartmica..................................... 26

    Figura 7 - Distribuio das concentraes de ENT e CF ao longo das semanas amostradas durante o perodo de Inverno, (a) ponto 12, (b) ponto 13 e (c) ponto

    14. O eixo da ordenadas est em escala logartmica ...................................... 27

    Figura 8 - Distribuio da concentrao mediana mensal das bactrias indicadoras (CF acima e ENT abaixo) durante o Vero e Inverno comparada

    com a distribuio mediana mensal da chuva ocorrida de Fevereiro a

    Novembro de 2004. O eixo y da direita representa a precipitao pluviomtrica,

    em milmetros ...................................................................................................29

    Figura 9 - Box-plots dos valores de enterococos (ENT) e coliformes fecais (CF) em cado ponto e perodo de estudo, Vero (V) e Inverno (I). Ponto 12 (a), ponto

    13 (b) e ponto 14 (c). A barra superior e a barra inferior representam,

    respectivamente, 95% e 5% dos valores de CF e ENT. A caixa representa 75%

    e 25% dos valores, respectivamente. A barra interna da caixa representa a

    mediana dos valores de CF e ENT .................................................................. 31

  • Lista de Abreviaes

    AU............................................ Austrlia

    CESAN.................................... Companhia Esprito Santense de gua e Esgoto

    CF............................................ Coliformes Fecais

    CONAMA................................. Conselho Nacional do Meio Ambiente

    ENT.......................................... Enterococos

    EUA.......................................... Estados Unidos da Amrica

    mL............................................ mililitros

    NMP......................................... Nmero Mais Provvel

    PFQ.......................................... Parmetros Fsico-Qumicos

    PMV......................................... Prefeitura Municipal de Vitria

    PRODESAN............................. Programa de Despoluio e Saneamento

    SEMMAM................................. Secretaria Municipal de Meio Ambiente

  • SUMRIO

    1 INTRODUO .............................................................................11

    2 JUSTIFICATIVA ..........................................................................13

    3 OBJETIVO GERAL ......................................................................13 3.1 OBJETIVOS ESPECFICOS ............................................................................................13

    4 REA DE ESTUDO .....................................................................14

    5 MATERIAIS E MTODOS ...........................................................17 5.1 LOCALIZAO DOS PONTOS AMOSTRAIS ...................................................................17

    5.2 AMOSTRAGEM ...........................................................................................................21

    5.3 OBTENO DOS DADOS .............................................................................................21

    5.3.1 Obteno dos Dados de CF................................................................................... 21

    5.3.2 Obteno dos dados de Pluviosidade e Fsico-Qumicos .....................................22

    5.4 ANLISE MICROBIOLGICA ......................................................................................22

    5.5 TRATAMENTO ESTATSTICO DOS DADOS ...................................................................23

    6 RESULTADOS E DISCUSSO ...................................................23

    7 CONCLUSES ............................................................................37

    8 RECOMENDAES ...................................................................38

    9 REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS ...........................................39

    APNDICES ..................................................................................42 APNDICE A .....................................................................................................................43

    APNDICE B .....................................................................................................................44

    APNDICE C .....................................................................................................................45

    ANEXO ..........................................................................................48

  • Resumo

    A praia da Curva da Jurema, localizada em Vitria ES, uma das principais

    praias da capital. Nela, foi realizado um estudo em parceria com a Prefeitura

    Municipal de Vitria (PMV) e a Companhia Esprito Santense de gua e Esgoto

    (CESAN) sobre a qualidade microbiolgica de suas guas, no que diz resp