of 21 /21
COLÉGIO LAZI Regimento Escolar 1 Título I Da Identificação do Estabelecimento Artigo 1º- O Colégio Lazi é mantido pelo Colégio Doce Recanto Ltda., CNPJ nº 86.912.078/0001-96, com sede rua Padre Sabóia de Medeiros, 827, Vila Maria, São Paulo, SP, CEP 02134-001. Artigo 2º- O Colégio Lazi, mantém os seguintes cursos: I Educação Infantil, com Creche e Pré-escola: autorizado por Portaria do Dirigente Regional de Ensino de 26/03/2009 e publicada em DOE de 01/04 /2009. II Ensino Fundamental: do 1º ao 5º ano autorizado a funcionar pela Portaria do Dirigente Regional de Ensino de 21/01/2008 e publicada em DOE de 23/01/2008. do 6º ao 9º ano, autorizado a funcionar pela Portaria do Dirigente Regional de Ensino de 21/12/2009 e publicada em DOE de 31/12/2009 . III Ensino Médio de 1º ao 3º ano Título II Dos Fins e Objetivos do Estabelecimento Artigo 3º - No Colégio Lazi a Educação, inspirada nos princípios de liberdade, de solidariedade humana e justiça, tem por fim o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua preparação para o trabalho, garantindo o acolhimento de todos, independentemente de suas condições física, intelectuais, sociais, emocionais, linguísticas ou outras necessidades educativas especiais, preferencialmente em classe regular. Artigo 4º- O ensino no Colégio Lazi é ministrado com base nos seguintes princípios: I Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; II Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber; III Pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas; IV Respeito à liberdade e apreço à tolerância; V Valorização do profissional da educação escolar; VI Gestão democrática na forma da Lei e da legislação dos sistemas de ensino; VII Garantia de padrão de qualidade; VIII Valorização da experiência extra-escolar; IX Vinculação entre a educação escolar, família, o trabalho e as práticas sociais; X Construção de uma sociedade mais justa, humana e solidária. Parágrafo Único - O Colégio Lazi, tem como compromisso cumprir também o contido no Estatuto da Criança e do Adolescente Lei 8069/1990, no Regimento Escolar, na Declaração Universal dos Direitos do Homem, na Declaração Universal dos Direitos das Crianças e demais legislações vigentes.

COLÉGIO LAZI Regimento Escolar - colegiodocerecanto.com.br Regimento.pdf · COLÉGIO LAZI Regimento Escolar 3 VI Dar ao educando a possibilidade de ser agente de sua história e

Embed Size (px)

Text of COLÉGIO LAZI Regimento Escolar - colegiodocerecanto.com.br Regimento.pdf · COLÉGIO LAZI...

COLGIO LAZI Regimento Escolar

1

Ttulo I

Da Identificao do Estabelecimento

Artigo 1- O Colgio Lazi mantido pelo Colgio Doce Recanto Ltda., CNPJ n

86.912.078/0001-96, com sede rua Padre Sabia de Medeiros, 827, Vila Maria, So

Paulo, SP, CEP 02134-001.

Artigo 2- O Colgio Lazi, mantm os seguintes cursos:

I Educao Infantil, com Creche e Pr-escola:

autorizado por Portaria do Dirigente Regional de Ensino de 26/03/2009 e

publicada em DOE de 01/04 /2009.

II Ensino Fundamental:

do 1 ao 5 ano autorizado a funcionar pela Portaria do Dirigente Regional de

Ensino de 21/01/2008 e publicada em DOE de 23/01/2008.

do 6 ao 9 ano, autorizado a funcionar pela Portaria do Dirigente Regional de

Ensino de 21/12/2009 e publicada em DOE de 31/12/2009 .

III Ensino Mdio

de 1 ao 3 ano

Ttulo II

Dos Fins e Objetivos do Estabelecimento

Artigo 3 - No Colgio Lazi a Educao, inspirada nos princpios de liberdade, de

solidariedade humana e justia, tem por fim o pleno desenvolvimento do educando, seu

preparo para o exerccio da cidadania e sua preparao para o trabalho, garantindo o

acolhimento de todos, independentemente de suas condies fsica, intelectuais, sociais,

emocionais, lingusticas ou outras necessidades educativas especiais, preferencialmente

em classe regular.

Artigo 4- O ensino no Colgio Lazi ministrado com base nos seguintes princpios:

I Igualdade de condies para o acesso e permanncia na escola;

II Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a

arte e o saber;

III Pluralismo de idias e de concepes pedaggicas;

IV Respeito liberdade e apreo tolerncia;

V Valorizao do profissional da educao escolar;

VI Gesto democrtica na forma da Lei e da legislao dos sistemas de ensino;

VII Garantia de padro de qualidade;

VIII Valorizao da experincia extra-escolar;

IX Vinculao entre a educao escolar, famlia, o trabalho e as prticas sociais;

X Construo de uma sociedade mais justa, humana e solidria.

Pargrafo nico - O Colgio Lazi, tem como compromisso cumprir tambm o contido

no Estatuto da Criana e do Adolescente Lei 8069/1990, no Regimento Escolar, na

Declarao Universal dos Direitos do Homem, na Declarao Universal dos Direitos

das Crianas e demais legislaes vigentes.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

2

Artigo 5- O Objetivo Geral da Educao Infantil, primeira etapa da Educao Bsica,

o desenvolvimento integral da criana at os cinco anos de idade, observados os

aspectos fsico, psicolgico, intelectual e social, complementando assim, a ao da

famlia e da comunidade.

Artigo 6- So Objetivos Especficos do Curso de Educao Infantil:

I Criar um ambiente favorvel ao desenvolvimento fsico, mental e ao ajustamento

social e afetivo;

II Propiciar a aquisio de hbitos e atitudes favorveis ao trabalho em grupo,

favorecendo a interao dos alunos;

III Propiciar o desenvolvimento da responsabilidade pessoal, da compreenso dos

direitos e deveres, bem como do uso de normas de conduta que regem sua vida;

IV Propiciar o desenvolvimento da criatividade, especialmente como elemento de

auto-expresso;

V Proporcionar o desenvolvimento da iniciativa, favorecendo a aquisio da auto

confiana e por conseqncia da autonomia;

VI Possibilitar o diagnstico contnuo dos aspectos emocionais, sociais e cognitivos

que permeiam o desenvolvimento do aprendiz, mediante as situaes de

aprendizagem que lhe forem oferecidas;

VII Propiciar ao aprendiz por meio de experincias concretas e estmulos, a interao

com o grupo possibilitando a independncia bem como sua comprovao de

capacidade;

Artigo 7- O Ensino Fundamental tem como objetivo geral a formao bsica da

criana e do pr-adolescente, preparando-os para as etapas subseqentes de sua

evoluo, mediante:

I O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios bsicos o pleno

domnio da leitura, da escrita e do clculo;

II A compreenso do ambiente natural e social, do sistema poltico, da tecnologia,

das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;

III O desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisio de

conhecimentos, de habilidades e a formao de atitudes e valores;

IV O fortalecimento dos vnculos de famlia, dos laos de solidariedade humana e de

tolerncia recproca em que se assenta a vida social.

Artigo 8- So Objetivos Especficos do Curso de Ensino Fundamental:

I Desenvolver nas crianas o gosto pelo estudo, pela pesquisa e leitura, bem como

a conscincia da necessidade do trabalho, para seu desenvolvimento pessoal e o da

Nao, levando o jovem a compreender a necessidade do SER com base em

valores e princpios morais e sociais;

II Desenvolver a capacidade de expresso do aluno, visando ao uso adequado de

gramtica, da compreenso de texto, atravs de reflexo, para que chegue ao

conhecimento;

III Desenvolver no aluno o interesse pela busca ao conhecimento e ao

autoconhecimento, para que ele possa reconstruir-se constantemente e para que

saiba lidar com suas prprias emoes e compreender os outros;

IV Despertar a curiosidade, a espontaneidade, e a indagao;

V Vivenciar situaes de compreenso dos direitos e deveres em relao ao

prximo;

COLGIO LAZI Regimento Escolar

3

VI Dar ao educando a possibilidade de ser agente de sua histria e de sua prpria

evoluo.

Artigo 9- O Ensino Mdio, ltima etapa da educao bsica, ter como objetivo geral

a formao integral do adolescente para que se construa e realize como homem

consciente e livre, mediante:

I - a consolidao e o aprofundamento dos conhecimentos adquiridos no

Ensino Fundamental, possibilitando o prosseguimento dos estudos;

II - a preparao bsica para o trabalho e a cidadania, para continuar

aprendendo, de modo a ser capaz de se adaptar com flexibilidade a novas

condies de ocupao ou aperfeioamento posteriores;

III - o aprimoramento como pessoa humana, incluindo a formao tica e o

desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crtico.

IV - a compreenso dos fundamentos cientficos e tecnolgicos dos processos

produtivos, relacionando a teoria com a prtica, no ensino de cada

disciplina.

Artigo 10 - So objetivos especficos do curso do Ensino Mdio.

I - desenvolvimento da capacidade de aprender e continuar aprendendo, da

autonomia intelectual e do pensamento crtico, do modo de ser capaz de

prosseguir os estudos e de adaptar-se com flexibilidade a novas

condies de ocupao ou aperfeioamento;

II - constituio de significados socialmente construdos e reconhecidos

como verdadeiros sobre o mundo fsico e natural, sobre a realidade social

e poltica.

III - compreenso do significado das cincias, das letras e das artes e do

processo de transformao da sociedade e da cultura, em especial as do

Brasil, de modo a possuir as competncias e habilidades necessrias ao

exerccio da cidadania e do trabalho;

IV- domnio dos princpios e fundamentos cientfico-tecnolgicos que

presidem a produo moderna de bens, servios e conhecimentos, tanto

em seus produtos como em seus processos, de modo a ser capaz de

relacionar a teoria com a prtica e o desenvolvimento da flexibilidade

para novas condies de ocupao ou aperfeioamento posteriores;

V- competncia no uso da lngua portuguesa, das lnguas estrangeiras e

outras lnguas contemporneas como instrumentos de comunicao e

como processos de constituio de conhecimento e de exerccio de

cidadania.

VI- domnio da Filosofia e da Sociologia necessrios ao exerccio da

cidadania.

Ttulo III

Da Organizao Administrativa e Tcnica Pedaggica

Artigo 11 - O Colgio Lazi tem a seguinte organizao administrativa:

I Direo

II Coordenao Pedaggica;

II Secretaria;

COLGIO LAZI Regimento Escolar

4

IV Tesouraria;

V Conselhos de Srie e Classes

Captulo I

Da Direo

Artigo 12 - A Direo do Colgio Lazi a unidade executiva que toma decises,

organiza, superintende e controla todas as atividades desenvolvidas no mbito da

unidade escolar.

Artigo 13 - O Diretor, devidamente habilitado conforme legislao em vigor,

nomeado pela Mantenedora do Colgio Lazi, ter as seguintes competncias:

I Representar a Escola perante autoridades Federais, Estaduais e Municipais, em

juzo e fora dele, judicial ou extra-judicialmente;

II Cumprir e fazer observar as leis e regulamentos em vigor para o Ensino e demais

determinaes vigentes;

III Receber, informar e despachar papis, encaminhado-os s autoridades escolares,

se for o caso;

IV Assinar todos os papis e documentos referentes vida escolar dos alunos e os

que digam respeito aos Professores e Funcionrios;

V Assinar com o secretrio a documentao escolar

VI Abrir e rubricar os livros de escriturao escolares;

VII Deferir ou Indeferir matrculas;

VIII Convocar e presidir reunies de Professores e de Pais;

IX Delegar atribuies e competncias a seus subordinados.

Artigo 14 - So atribuies do Diretor:

I Superintender aos atos e fatos escolares relativos administrao, ao ensino e s

relaes Escola Comunidade;

II Difundir ao Corpo docente e Discente os objetivos que norteiam a Escola,

fixados neste regimento e na proposta Pedaggica;

III Manter cordial e amistoso o ambiente de trabalho, procurando a realizao

individual de cada um em beneficio da comunidade;

IV Orientar os Professores na elaborao de seus Planos de Ensino

V Assistir juntamente com a Coordenadora s aulas e demais atos escolares,

quando oportuno e necessrio;

VI Criar condies e estimular o aperfeioamento e utilizao do pessoal

Administrativo, tcnico e docente da escola para o aprimoramento do processo

educativo.

Pargrafo nico Nas ausncias eventuais do Diretor, a direo ficar a cargo de

profissional devidamente habilitado.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

5

Captulo II

Da Coordenao Pedaggica

Artigo 15 - O Servio de Coordenao Pedaggica atende a ideia fundamental da

integrao de todos os elementos envolvidos no processo ensino-aprendizagem.

Artigo 16 - So atribuies do Servio de Coordenao Pedaggica:

I Assessorar o Diretor nas atividades didtico- pedaggicas relativo a:

a)- Matrculas e transferncias;

b)- Agrupamento de alunos;

c)- Organizao de horrios de aulas e do calendrio escolar;

II Participar do processo de elaborao do Plano Escolar e da Proposta Pedaggica,

verificando o seu cumprimento e integrao entre os diversos componentes

curriculares;

III Prestar assistncia tcnica aos professores, buscando atingir unidade de

planejamento e eficcia de sua execuo, bem como a sua reformulao, se

necessrio;

IV Participar da elaborao, acompanhamento e avaliao do Plano Escolar,

incluindo os Planos de cada Nvel de Ensino;

V Integrar - se com os coordenadores de Srie e com os professores, para o

desenvolvimento de um trabalho em conjunto;

VI Colaborar para a integrao Escola Famlia Comunidade;

VII Participar e auxiliar os professores, no que diz respeito atuao dos Conselhos

de Classe e Srie;

VIII Incentivar os professores formao continuada, visando a uma atualizao de

contedos e metodologias assegurando a excelncia da qualidade do ensino;

IX Planejar e realizar reunies para reflexo sobre a prtica pedaggica, para anlise

e para avaliao dos resultados do processo ensino / aprendizagem;

X Coordenar a programao e a execuo das atividades de avaliao dos alunos e

recuperao de alunos com deficincia de aprendizagem;

XI Coordenar a programao e execuo do Currculo, bem como a execuo das

demais atividades programada no Plano Escolar;

XII Articular os professores, visando mxima integrao entre os vrios

componentes curriculares e realizar frequentemente o controle de desempenho dos

docentes.

Artigo 17 - O Coordenador Pedaggico contratado pela Mantenedora, atendendo aos

dispositivos legais.

Pargrafo nico - Nas ausncias eventuais do Coordenador Pedaggico, o Diretor

responde pelas suas funes ou delega a competncia um profissional legalmente

habilitado.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

6

Captulo III

Da Secretaria

Artigo 18 - A Secretaria rgo administrativo onde se encontra toda a escriturao

escolar, os arquivos da vida escolar e a documentao referente ao pessoal em geral de

acordo com o tipo de organizao estabelecido pela prpria Escola.

Pargrafo nico - A Secretaria mantm escriturao e arquivo que asseguram a

verificao:

I Do aspecto legal do funcionamento da escola;

II Da identidade, regularidade e autenticidade da vida escolar do aluno;

III Da identificao e qualificao profissional do pessoal docente, tcnico e

administrativo.

Artigo 19 - O Secretrio ser pessoa habilitada de acordo com a legislao em vigor,

subordinando-se hierarquicamente Direo da escola e com as seguintes atribuies:

I Responder, perante o Diretor e demais autoridades, pelo expediente e servios

gerais da Secretaria;

II Fornecer orientaes e esclarecimentos sobre assuntos da sua jurisdio;

III Organizar e superintender os servios de escriturao escolar e os registros

relacionados habilitao do pessoal;

IV Redigir e fazer expedir a correspondncia oficial;

V Escriturar livros, fichas, atas e demais documentos que se referem vida escolar

do aluno;

VI Subscrever, juntamente com o Diretor, certificados, fichas escolares e, sempre que

necessrio, outros papis pertinentes escola;

VII Proceder matrcula de alunos bem como examinar os documentos de

transferncia, atentando sempre para os dispositivos legais;

VIII Organizar o servio de atendimento a professores, alunos e funcionrios, sobre a

escriturao escolar e determinaes deste Regimento;

IX Divulgar os resultados das avaliaes no prazo determinado pela Direo;

X Supervisionar o processo de verificao de freqncia dos alunos matriculados,

mantendo sempre em ordem os respectivos assentamentos, em atendimento

legislao vigente;

XI Manter, sem rasuras ou emendas, a escriturao de todos os livros e documentos

escolares;

XII Manter atualizado o arquivo da legislao e documentao pertinentes Escola;

XIII Cumprir e fazer cumprir todos os despachos e determinaes da Direo da

Escola, as leis de ensino e do Regimento Escolar.

XIV Participar das reunies do Conselho de Classe

Pargrafo nico - O Secretrio em suas faltas e impedimentos ser substitudo por

pessoa igualmente qualificada para tal funo.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

7

Captulo IV

Da Tesouraria

Artigo 20 - A Tesouraria a unidade administrativa encarregada dos trabalhos relativos

ao setor financeiro da Escola.

Artigo 21 - A Tesouraria est sob a responsabilidade de pessoa qualificada, designada

pela Entidade Mantenedora.

Artigo 22 - So atribuies do Tesoureiro:

I Gerir as finanas do Instituto, sob a coordenao do Diretor;

II Superintender e fiscalizar os servios da Tesouraria;

III Ter sob sua guarda os valores e os documentos relativos Tesouraria;

IV Supervisionar a escriturao dos livros contbeis;

V Prestar todas as informaes contbeis e fiscais Direo;

VI Supervisionar a escriturao dos livros exigidos pelos rgos pblicos;

VI Efetuar o pagamento do pessoal administrativo e docente.

.

Captulo V

Dos Conselhos de Ano e Srie

Artigo 23 - Os Conselhos de Classe integram o ncleo de apoio tcnico pedaggico e

so responsveis pelo processo coletivo de acompanhamento e avaliao do ensino e da

aprendizagem.

Artigo 24 - Os Conselhos de Classe so instrumentos pedaggicos a servio dos

objetivos educacionais da Escola.

Artigo 25 - Os conselhos de Classe tm por finalidade:

I Oferecer aos professores uma viso da situao de cada aluno e das classes, para

facilitar a emisso de um juzo sobre a evoluo global do aluno.

II Encaminhar para o Exame final.

III Decidir sobre a promoo do aluno, de um ano para outro.

IV Emitir parecer conclusivo sobre processo de acelerao de estudos para alunos com

altas habilidades/superdotao, conforme previsto em legislao especfica.

V Decidir sobre terminalidade de estudos, ouvida a famlia, escola, profissional da

sade e Diretoria de Ensino.

Artigo 26 - Os Conselhos de Classe compem-se da totalidade dos professores de cada

classe, do Coordenador Pedaggico, do Secretrio e do Diretor.

Artigo 27 - Em se tratando de matria de sua competncia e atribuio, as decises dos

Conselhos de Classe so deliberativas, desde que gozem do voto da maioria de seus

representantes.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

8

Artigo 28 - Os Conselhos de Classe so presididos pelo Diretor da escola ou por seu

substituto delegado.

Artigo 29 - Os Conselhos de Classe renem-se, ordinariamente, ao final de cada

bimestre e ao final do ano letivo e, extraordinariamente, quando convocados pelo

Diretor.

Artigo 30 - So atribuies dos Conselhos de Ano e Srie

I Avaliar o rendimento da classe e confrontar os resultados de aprendizagem

relativos aos diferentes componentes curriculares:

a) Analisando os critrios de avaliao; b) Apontando os alunos com aproveitamento insuficiente e encaminhando-

os para o processo de recuperao;

c) Identificando as causas do aproveitamento insuficiente; d) Planejando as atividades de recuperao.

II Avaliar a conduta da classe:

a) Confrontando a conduta da classe com os diferentes professores; b) Identificando os alunos de ajustamento insatisfatrio; c) Propondo medidas que visem ao melhor ajustamento do aluno.

III Analisar, procedimentos e formas alternativas de comunicao e adaptao dos

materiais didticos e dos ambientes fsicos, disponibilizados aos alunos com

necessidades educacionais especiais, acrescidos aos critrios de avaliao previstos,

neste regimento e no Plano Escolar da escola;

IV Decidir sobre a promoo e reteno do aluno;

V Decidir sobre pedidos de reconsiderao dos resultados da avaliao final do

aluno.

Artigo 31 - Os Conselhos de Ano e Classes podem, em carter consultivo, ser

convocados para opinar sobre a permanncia ou no de alunos na escola, observando o

disposto neste Regimento Escolar.

Ttulo IV

Da Organizao da Vida Escolar

Captulo I

Dos Nveis e Modalidades de Ensino

Artigo 32 - O Colgio Lazi mantm os seguintes Nveis de ensino:

I Educao Infantil:

II Ensino Fundamental: 1 ao 9 ano

COLGIO LAZI Regimento Escolar

9

III Ensino Mdio: 1 ao 3 ano

Artigo 33 - A durao dos nveis e modalidades de ensino, a sua distribuio por

perodos, bem como os seus objetivos especficos e os currculos constam dos Planos de

cada Nvel e do Plano Escolar, observando-se a legislao vigente.

Pargrafo nico A distribuio dos alunos com necessidades especiais, dever ser

ponderada nas classes em que forem classificados.

Captulo II

Do Regime de Funcionamento

Artigo 34- O Colgio Lazi funciona no perodo diurno, em dois turnos, matutino e

vespertino, em regime de externato.

1 - O Colgio Lazi poder funcionar no perodo noturno, consultado sempre o rgo

competente.

2 - Os horrios das aulas so determinados de acordo com as necessidades didtico-

pedaggicas nos termos da legislao vigente.

3 - A carga horria mnima e os dias letivos obedecem legislao vigente.

Captulo III

Da Organizao Curricular

Artigo 35 - A Educao Infantil, primeira etapa da educao bsica, tem sua

organizao curricular constituda de atividades que visam ao desenvolvimento integral

da criana nos seus aspectos fsico, psicolgico, intelectual social e afetivo,

discriminados na Proposta Pedaggica.

Pargrafo nico A Educao Infantil ser organizada em 3 agrupamentos por idade:

I Creche Infantil I : de 03 anos

II Pr-escola Infantil II : de 04 anos

Infantil III: de 05 anos

Artigo 36 No Ensino de Educao Infantil, Fundamental e Mdio, a organizao

curricular tem uma base nacional comum e uma parte diversificada, observada a

legislao especfica.

1 - A carga horria mnima ser de 800 horas e 200 (duzentos) dias letivos

obedecendo legislao vigente.

2 - A idade mnima para matrcula no 1 ano do Ensino Fundamental de 06 (seis)

anos completos ou a completar em data prevista pela legislao em vigor do ano em que

cursar o referido ano escolar.

Artigo 37 - As organizaes curriculares referentes aos diferentes nveis e modalidades

de ensino, so explicitadas, anualmente, no Plano Escolar da escola e submetidas

apreciao do rgo competente.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

10

Captulo IV

Da Verificao do Rendimento Escolar, Classificao e Reclassificao

Seo I

Dos Princpios

Artigo 38 - A Avaliao entendida como um processo contnuo de obteno de

informaes, anlise e interpretao da ao educativa, visando ao aprimoramento

escolar.

Pargrafo nico - Os alunos, participantes da ao educativa so avaliados em

momentos individuais e coletivos, de acordo com a Proposta Pedaggica.

As formas de avaliao incluindo o seu resultado final, realizadas pela escola e seus

critrios de promoo e reteno devem ser divulgadas para os pais e estudantes no ato

da matrcula ou constar do site da instituio e ser de conhecimento de toda a equipe

pedaggica.

Seo II

Da Educao Infantil

Artigo 39 - Na Educao Infantil, a avaliao feita mediante acompanhamento e

registro do desenvolvimento do aluno, sem o objetivo de promoo, mesmo para o

acesso ao Ensino Fundamental.

Artigo 40 - A Avaliao ter carter diagnstico e ser feita bimestralmente, como

resultado de observaes, trabalhos, coordenao motora, sociabilidade, raciocnio,

memorizao, lateralidade, situaes no tempo e espao mensurveis ou no, atravs de

Relatrio Individual. A avaliao um processo contnuo, e tem por objetivos:

I Observar e conhecer a criana de determinada faixa etria no seu respectivo

padro de desenvolvimento, para melhor compreenso de suas necessidades;

II Caracterizar o pr-escolar quanto ao desenvolvimento das operaes intelectuais

quanto ao desenvolvimento pessoal e social, frente programao desenvolvida;

III Informar aos pais ou responsveis a respeito do desempenho dos alunos bem

como das dificuldades e problemas, atravs de relatrio individual ou atendimento

particular se o caso assim exigir.

Artigo 41 - Os resultados das avaliaes so sintetizados bimestralmente atravs de

Ficha de Avaliao, sob a orientao da Coordenao Pedaggica.

Seo III

Do Ensino Fundamental e Mdio

Artigo 42 - No Ensino Fundamental e Mdio os resultados da avaliao do

aproveitamento sero bimestrais, sistematicamente registrados, e sintetizados numa nota

de 0 (zero) a 10,0 (dez), que ser enviada secretaria da Escola e comunicada aos Pais

ou Responsveis, atravs do Boletim Escolar.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

11

Artigo 43 - A avaliao no Ensino Fundamental e Mdio, feita de forma contnua,

cumulativa e sistemtica, tendo por objetivos;

I Diagnosticar e registrar os progressos do aluno e suas dificuldades;

II Orientar as atividades de planejamento e replanejamento dos contedos

curriculares;

III Fundamentar as decises dos conselhos de classe, quanto necessidade de

recuperao.

IV Informar os pais ou responsveis dos progressos e dificuldades apresentadas bem

como orient-los bem quanto a atendimentos especficos e oportunos.

1 - Na avaliao do aproveitamento so utilizados, no decorrer de cada bimestre,

tantos instrumentos quantos forem necessrios para avaliar o processo ensino

aprendizagem.

2- Na elaborao dos instrumentos de avaliao observada a norma de

preponderncia dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos.

Captulo V

Do Sistema de Promoo e Reteno

Artigo 44 No Ensino Fundamental e Mdio, os resultados bimestrais da avaliao

formativa so expressos em notas de 0 (zero) a 10,0 (dez), computados, para a mdia

final, 04 (quatro) bimestres.

Artigo 45 - Na Educao Infantil exigida a frequncia mnima de 60% de total de

horas. So considerados promovidos os alunos de Ensino Fundamental e Mdio que

obtm mdia igual ou superior a 6,0 (seis) em todas as disciplinas e frequncia igual ou

superior a 75% da carga horria anual.

Artigo 46 - So considerados retidos os alunos que obtm mdia inferior a 6,0 ou

freqncia menor que 75% da carga horria anual.

Artigo 47 - So encaminhados para o Exame Final os alunos que, no obtiveram mdia

6,0 (seis), desde que a freqncia seja igual ou superior a 75% da carga horria anual.

Pargrafo nico: So considerados promovidos, aps Exame Final, os alunos que

obtiveram mdia igual ou superior a 5,0 (cinco), resultante da mdia aritmtica entre a

mdia do ano e a mdia do Exame Final. O aluno que no comparecer convocao

para o Exame Final ser automaticamente retido.

Artigo 48 - O aluno que no atingir Mdia 5,0 no Exame Final, ser encaminhado ao

Conselho de Classe e Srie, que decidir pela sua promoo ou reteno do aluno.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

12

Artigo 49 - Divulgado o resultado final das avaliaes, os estudantes retidos ou seus

representantes legais podero solicitar direo da escola, reconsiderao da deciso,

que ser apreciada nos termos do Regimento Escolar.

1- O pedido de reconsiderao de que trata o caput dever ser protocolado na escola

em at 5 dias teis da divulgao dos resultados.

2- A direo ter o prazo de 10 dias, a partir da data do pedido, para informar sua

deciso.

3- A no manifestao da escola no prazo estabelecido implicar no deferimento do

pedido

Artigo 50 - Da deciso da Escola caber recurso Diretoria de Ensino, ou quando for o

caso, ao rgo equivalente de superviso delegada, adotando os mesmos procedimentos,

com as devidas fundamentaes.

Artigo 51 - Da deciso do Dirigente, caber recurso ao Conselho Estadual de Educao

por parte do estudante, seu representante legal ou da escola, mediante expediente

protocolado na Diretoria de Ensino.

Pargrafo nico: Em caso de divergncia entre a deciso da Escola e da Diretoria de

Ensino, com relao reteno do estudante, protocolado no Conselho Estadual de

Educao, a Deciso da Diretoria de Ensino ficar suspensa at o parecer final do

Conselho.

Captulo VI

Do Sistema de Recuperao

Artigo 52 - A recuperao, ao longo do perodo, est ligada avaliao diagnstica que

permite a identificao daqueles alunos que no atingem os objetivos estabelecidos e os

pr-requisitos necessrios nova aprendizagem, sendo desenvolvida de forma:

I- Contnua:

a - Na ao permanente em sala de aula, pela qual o professor d atendimento aos

alunos que dela necessitam, atravs de atividades diversificadas;

b - No trabalho pedaggico como um todo, sendo a sua organizao e seu

planejamento estabelecidos conforme as necessidades detectadas.

II- Paralela:

Oferecida pela unidade de ensino durante o ano letivo, em perodo adverso s

aulas normais, para os alunos que no atingirem o aproveitamento esperado.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

13

Captulo VII

Da Classificao e Reclassificao

Artigo 53 - A classificao, em qualquer srie, exceto a primeira do Ensino

Fundamental, pode ser feita:

I Por promoo, para alunos que cursaram, com aproveitamento, o ano anterior, na

prpria escola;

II Por transferncia, para candidatos procedentes de outras escolas;

III Independentemente de escolarizao anterior, mediante avaliao feita pela

escola, que defina o grau de desenvolvimento e experincia do candidato, e

permita sua inscrio no ano adequado.

Artigo 54 - Deve ser feita a distribuio dos alunos, com necessidades especiais, nas

classes em que forem classificados.

Artigo 55 - Podem ser reclassificados os alunos da prpria escola ou provenientes de

estabelecimentos de ensino situados no Brasil e no Exterior, tendo como base as normas

curriculares gerais, bem como alunos com altas habilidades, superdotao com

acelerao de estudos, a partir do primeiro ano do ensino fundamental.

A reclassificao dever ser solicitada pelo conselho de classe ou pelos responsveis,

mediante avaliao feita pela escola, at o final do 1 bimestre letivo e sero

devidamente registradas em livro prprio.

Pargrafo nico: alunos com altas habilidades/superdotao podero ser

reclassificados, com acelerao de estudar, a partir do primeiro bimestre do primeiro

ano do ensino fundamental, no podendo ultrapassar em qualquer caso, ou situao, 2

(dois) anos da sua idade ou do ano do segmento de ensino em que se encontre

matriculado.

Captulo VIII

Do Sistema de Controle da Frequncia

Artigo 56 - Na apurao da assiduidade, durante o perodo letivo, exigida a freqncia

mnima de 75% (setenta e cinco por cento) do total da carga horria.

Pargrafo nico Detectada a frequncia irregular, durante o ano letivo, a escola

comunica os Pais e, em caso de no soluo, comunica o Conselho Tutelar.

Captulo IX

Da Matrcula, Transferncia e Adaptao

Artigo 57 - A matrcula efetuada mediante requerimento dos pais ou responsveis,

que devem apresentar cpias dos seguintes documentos, acompanhados dos seus

respectivos originais:

I Carteira de identidade;

II Certido de nascimento;

III Comprovante de escolaridade anterior, quando houver;

COLGIO LAZI Regimento Escolar

14

IV Carteira de Vacinao para Educao Infantil.

Artigo 58 - O pedido de matrcula por transferncia deve ser instrudo com os seguintes

documentos:

I Histrico Escolar;

II Ficha Individual, quando a matrcula por transferncia ocorrer durante o ano

letivo;

III Demais documentos exigidos para a matrcula inicial.

Artigo 59 - Alm dos documentos previstos no artigo anterior podem ser solicitadas

outras informaes escola de origem.

Artigo 60 - No h renovao automtica de matrcula, devendo o aluno requer-la

anualmente.

Artigo 61 - A frequncia s aulas s permitida a alunos regularmente matriculados.

Artigo 62 - O pedido de transferncia de alunos dirigido ao Diretor da Escola, sendo

deferido independentemente de poca e a documentao expedida no prazo definido por

lei.

1 - no ato do pedido, o aluno recebe documento, contendo, no mnimo:

I A data em que deu entrada ao pedido;

II A data em que ser entregue a documentao;

III A srie que o aluno cursou ou est cursando.

2 - No concedida transferncia aos alunos que estiverem em falta na Secretaria, no

tocante aos documentos escolares exigidos no seu pronturio.

Artigo 63 - No caso de discrepncia entre o Currculo Escolar da escola de origem e do

Colgio Lazi, para os alunos do 6 ao 9 ano, estes sero submetidos a estudos de

adaptao.

Pargrafo nico Os estudos de Adaptao, sero conduzidos com flexibilidade,

atravs de pesquisas, exerccios e outros recursos pedaggicos, mediante orientao e

acompanhamento do Professor da classe do aluno.

Captulo X

Da Expedio de Documentos Escolares.

Artigo 64 - A escola expedir histricos escolares, declaraes de concluso de ano e

de curso, sempre em conformidade com a legislao vigente.

Artigo 65 - Quando a transferncia ocorre durante o ano letivo, expedida, alm do

histrico escolar, uma Ficha Individual do ano em curso, com indicao de

componentes curriculares e respectivas avaliaes de aproveitamento, o nmero de

aulas dadas e a freqncia do aluno.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

15

Ttulo V

Dos Direitos e Deveres dos Participantes do Processo Educativo

Captulo I

Dos Princpios

Artigo 66 - As relaes profissionais e interpessoais, na Escola, fundamentadas na

relao direitos-deveres, regem-se pelos princpios da responsabilidade, da

solidariedade, da tolerncia, da tica, da pluralidade cultural, da autonomia e da

democracia.

Captulo II

Dos Direitos e Deveres

Artigo 67 - Asseguram-se ao pessoal Docente, Administrativo, Auxiliar, Tcnico

Administrativo e Discente os direitos e deveres previstos na Consolidao das Leis do

Trabalho;

Seo I

Do Corpo Docente.

Artigo 68 - O Corpo Docente do Colgio Lazi constitudo por Professores

devidamente habilitados, contratados pela Mantenedora de acordo com os dispositivos

da Consolidao das Leis do Trabalho e com as normas deste Regimento Escolar.

Pargrafo nico - Aos Professores dado o conhecimento prvio das disposies deste

Regimento Escolar, o qual faz parte integrante das normas do contrato de trabalho,

sendo que sua vinculao contratual ao estabelecimento, implica na aceitao do que

nele estiver contido.

Artigo 69- So direitos do Professor, alm dos previstos na legislao vigente:

I Receber da direo e demais setores da escola o apoio, o prestgio e a apreciao

adequada ao desempenho de sua atividade profissional;

II Aplicar procedimentos didticos a seu critrio, respeitando a proposta pedaggica

da escola;

III Participar da elaborao da proposta pedaggica do estabelecimento de ensino;

IV Valer-se de tcnicas e mtodos pedaggicos prprios para obter melhor

desempenho de seus alunos;

V Utilizar-se dos recursos disponveis na escola, para atingir os objetivos propostos;

VI Exigir tratamento e respeito, compatveis sua funo de Educador;

VII Representar formalmente, por escrito, junto Direo da escola, quando discordar

de atitudes, determinaes ou ordens dela emanadas.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

16

VIII Utilizar-se das prerrogativas funcionais e trabalhistas, que a legislao lhe

confere.

Artigo 70 So deveres do Professor:

I Participar da elaborao da proposta pedaggica do estabelecimento de ensino;

II Elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedaggica do

estabelecimento de ensino;

III Zelar pela aprendizagem dos alunos;

IV Estabelecer estratgias de recuperao para alunos de menor rendimento;

V Ministrar os dias letivos e horas-aula estabelecidos, alm de participar

integralmente dos perodos dedicados ao planejamento, avaliao e ao

desenvolvimento profissional;

VI Colaborar com as atividades de articulao da escola com as famlias e a

comunidade;

VII Inserir-se no processo pedaggico da escola, assumindo conscientemente a

filosofia educativa em sua rea de ensino, de acordo com a proposta pedaggica;

VIII Apresentar o Plano de Ensino que vai desenvolver, dentro do prazo previsto

e fixado pela Diretoria e Coordenadoria Pedaggica;

IX Proceder avaliao do rendimento dos alunos em termos dos objetivos

propostos, como processo contnuo de acompanhamento de aprendizagem;

X Corrigir, com o devido cuidado e dentro dos prazos estabelecidos, as provas e

trabalhos escolares, analisando e discutindo os resultados com seus alunos;

XI Verificar a freqncia, avaliar o rendimento escolar, o desempenho qualitativo e

quantitativo do aluno, segundo os critrios adotados pela escola, informando-os

secretaria no tempo estabelecido;

XII Manter a disciplina da classe e atuar na disciplina geral da escola, tratando o

aluno com cordialidade, ponderao e firmeza;

XIII Manter-se em dia com a parte de escriturao escolar que lhe compete;

XIV Comunicar com antecedncia suas eventuais ausncias s aulas e atividades;

XV Deixar atividades pedaggicas devidamente preparadas, para serem aplicadas aos

alunos na sua ausncia;

XVI Comparecer s reunies do Corpo Docente e Conselho de Classe, reunies cvicas

e solenidades escolares, preparando sua realizao, quando solicitado;

XVII Acatar a autoridade do Diretor, do Coordenador e manter, com toda a comunidade

escolar, esprito de colaborao e solidariedade indispensveis eficincia da obra

educativa realizada na escola;

XVIII Colaborar com a Direo da escola na conservao do prdio, do mobilirio

escolar e do material de uso coletivo, concorrendo tambm para que se mantenha

rigoroso asseio no edifcio e suas dependncias;

XIX Colaborar com a Coordenao e Direo, nos assuntos referentes conduta e ao

aproveitamento dos alunos;

XX Colaborar com a Coordenao Pedaggica nos assuntos referentes ao

desenvolvimento dos planos e metodologia de ensino, avaliao e recuperao.

XXI Comparecer no colgio com 15 minutos de antecedncia s suas aulas.

Pargrafo nico - O no cumprimento dos preceitos deste artigo e das demais normas

deste Regimento Escolar torna o professor passvel das penalidades cabveis, nos termos

da Legislao Trabalhista e de Ensino.

COLGIO LAZI Regimento Escolar

17

Artigo 71 - vedado ao Professor:

I Contrariar a orientao filosfica da Escola;

II Adotar livros ou apostilas sem autorizao da direo;

III Aplicar penas;

IV Ocupar-se, em aula, de assuntos estranhos finalidade educativa;

V Servir-se de sua funo docente para tratar com os alunos ou colegas de assuntos

que contrariem a orientao da escola, nos seus aspectos filosfico, poltico,

didtico e administrativo;

VI Promover, sem autorizao do Diretor, vendas, coletas ou subscries dentro do

estabelecimento ou fora dele, em nome da escola;

VII Confeccionar cartazes, murais ou servir-se de qualquer outro veculo de

comunicao, sem autorizao da Direo da Escola ou contrariando os princpios

do presente Regimento;

VIII Ausentar-se da sala de aula em seu horrio de trabalho.

Subseo I

Das Penalidades

Artigo 72 - Aos funcionrios da escola, pela inobservncia aos termos deste Regimento

Escolar e da legislao superveniente so aplicadas, pelo Diretor, as sanes previstas

na Consolidao das Leis do Trabalho, assegurando-se o direito de defesa e recurso s

autoridades competentes, na forma da legislao pertinente.

Seo II

Do Corpo Discente

Artigo 73 - O Corpo Discente do Colgio Lazi constitudo por todos os alunos

regularmente matriculados.

Artigo 74 - So deveres dos alunos:

I Ser assduo e pontual, comportando-se de forma interessada e participativa,

realizando e apresentando as atividades escolares nos prazos estipulados, com

esmero e lisura, principalmente nas situaes de avaliaes;

II Comparecer ao Colgio trajando o uniforme adotado, evitando utilizar-se de

complementos que possam estar interferindo no desenvolvimento das atividades,

ou que possam causar constrangimento a si ou a outrem, bem como no faltar

coletivamente, ou incitar colegas a faz-lo;

III Justificar sua ausncia, colocando-se em dia com a matria em atraso;

IV Acatar a autoridade do Diretor, dos Coordenadores, dos Professores e dos

funcionrios da escola, tratando-os com cortesia e respeito;

COLGIO LAZI Regimento Escolar

18

V Portar diariamente o material solicitado para as aulas, identificando-o

conservando-o em perfeito estado de uso, utilizando a Agenda Escolar para

registro das atividades solicitadas, e como meio de comunicao com a famlia;

V I No utilizar nas dependncias do colgio aparelhos sonoros, celulares, ou

quaisquer outros materiais ou substncias que no fazem parte da rotina dos

trabalhos, e que possam interferir no desenvolvimento dos mesmos, ou causar

danos morais ou fsicos a si ou a outrem;

VII Utilizar linguagem e tom de voz adequado ao ambiente escolar, exprimindo-se

oralmente ou por escrito, atravs de linguagem compatvel com a da boa

educao;

VIII No envolver-se em conflitos corporais nem dirigir ofensas verbais a comunidade

escolar, dentro e fora da Unidade Escolar

IX Colaborar na boa conservao do prdio, dos mveis, equipamentos e materiais

escolares de uso coletivo, ressarcindo os prejuzos que por ventura vier a causar

ao patrimnio do Colgio;

X No danificar, extraviar ou apoderar-se de objetos alheios responsabilizando pelo

seu ressarcimento.

XI Ter e manter hbitos de sociabilidade e convivncia, tratando seus colegas com

respeito e dignidade, a fim de atingir os objetivos a que a escola se prope.

XII Usar de lealdade na execuo das provas, trabalhos individuais e de grupo e

demais atividades discentes;

XII Flexibilizao, aprofundamento e enriquecimento curricular, em consonncia com

o projeto pedaggico, para melhor atendimento s suas necessidades especiais.

Artigo 75 - So direitos do Aluno:

I Receber a orientao necessria para realizar suas atividades escolares;

II Expor as dificuldades encontradas nos trabalhos escolares em qualquer disciplina

e solicitar dos professores atendimento adequado;

III Organizar agremiaes de cunho cientfico, artstico, cvico, esportivo, religioso,

respeitando as disposies deste Regimento Escolar;

IV Freqentar a biblioteca, instalaes esportivas, mesmo fora do perodo

escolar, devidamente uniformizado, desde que obtenha permisso dos

responsveis pelas mesmas;

V Flexibilizao, aprofundamento e enriquecimento curricular, em consonncia com

o projeto pedaggico, para melhorar atendimento s suas necessidade especiais.

VI Ser respeitado pelos educadores e colegas;

VII Ser tratado com urbanidade e justia;

VIII Ser considerado e valorizado em sua individualidade, sem comparaes, nem

preferncias;

IX Ser atendido em suas aspiraes pelo Corpo Docente, Direo e por meio de

representantes de classe;

X Recorrer dos resultados da sua avaliao de aprendizagem.

Artigo 76 - vedado ao aluno:

I Promover, sem autorizao do Diretor, vendas, coletas e subscries, dentro do

estabelecimento ou fora dele, em nome da escola;

COLGIO LAZI Regimento Escolar

19

II Confeccionar cartazes, murais ou servir-se de qualquer outro veculo de

comunicao sem autorizao da direo da Escola ou contrariando os princpios

do presente Regimento;

III Entrar em classe ou dela sair sem permisso do professor e ausentar-se do

estabelecimento sem a devida autorizao;

IV Ocupar-se, durante as aulas, de qualquer atividade estranha a elas;

V Promover distrbios, dentro ou nas imediaes da Escola ou deles participar;

VI Impedir a entrada de colegas nas aulas;

VII Utilizar-se de processos fraudulentos na realizao das provas e outras atividades

escolares.

Subseo I

Das Penalidades

Artigo 77 - O aluno, pela inobservncia dos deveres e proibies fixados neste

Regimento Escolar, est sujeito, segundo a gravidade da falta, s seguintes penalidades,

sempre ouvida a Coordenao Pedaggica e a Direo:

I Advertncia verbal;

II Admoestao por escrito;

III Suspenso de at 06(seis) dias;

IV Transferncia compulsria.

Artigo 78 - As penalidades previstas no artigo anterior podem ser aplicadas somente

pelo Diretor.

Artigo 79 - A penalidade prevista no inciso IV do artigo 73 aplicada pelo Diretor,

aps a apurao da falta e ouvido o Conselho de Classe, nos termos da legislao

vigente.

Artigo 80 - O aluno suspenso participar, dentro da escola, de atividades escolares

especialmente previstas para estes casos.

Artigo 81 - O Diretor ou o Coordenador Pedaggico comunicam aos pais ou

responsveis a aplicao da penalidade.

Artigo 82 - Todas as medidas disciplinares a serem tomadas respeitam o direito do

aluno :

I Ampla defesa;

II Recurso a rgos superiores, quando for o caso;

III Assistncia dos pais ou responsvel.

Seo III

Dos Pais ou Responsveis

Artigo 83 - direito dos pais ou responsveis:

I Ter acesso Proposta Pedaggica da Escola;

II Conhecer o Regimento Escolar;

COLGIO LAZI Regimento Escolar

20

III Ter a devida informao sobre a freqncia e o rendimento escolar do aluno;

IV Recorrer de resultados de avaliao;

V Ser comunicado de ocorrncias na vida escolar do aluno, bem como de outras

ocorrncias;

VI Defender o aluno, sempre que o mesmo sentir-se injustiado;

VII Ser atendido pela equipe escolar.

VIII Serem informados sobre direito a pedido de reconsiderao ou recurso referente

aos resultados finais de avaliao, nos termos da legislao vigente.

Artigo 84 - dever dos pais ou responsveis;

I Participar do processo educativo do aluno;

II Cumprir as disposies do Regimento Escolar;

III Zelar pela freqncia e pontualidade do aluno escola;

IV Indenizar danos causados pelo aluno;

V Atender as convocaes feitas pela escola;

VII Promover meios para que o aluno possua o material exigido pela escola;

VIII Manterem o vnculo: famlia, sade e escola para atender a melhor incluso de

alunos com necessidades de apoio pedaggico especializado.

Ttulo VI

Do Plano Escolar

Artigo 85 - O Plano Escolar programa o processo de escolarizao e elaborado

anualmente pelo pessoal tcnico-administrativo e pedaggico do Colgio Lazi.

Artigo 86 - O Plano Escolar anual, devendo ser homologado pelo rgo competente.

Captulo I

Do Calendrio Escolar

Artigo 87 - Do Calendrio Escolar, integrante do Plano Escolar, atendendo ao disposto

na legislao e submetido aprovao do rgo competente, constam as seguintes

indicaes:

I Perodo letivo, de frias e recesso escolar;

II Feriados;

III Previso bimestral e anual de dias letivos;

IV Perodo de planejamento;

V Atividades complementares, culturais, de lazer, comemoraes e campanhas;

VI Reunies de pais e dos conselhos de classe;

Artigo 88 - Os exames finais so realizados sem prejuzo dos dias letivos.

Ttulo VII

Da Proposta Pedaggica

COLGIO LAZI Regimento Escolar

21

Artigo 89 - A Proposta Pedaggica ser elaborada pela equipe tcnico pedaggica e

corpo docente, sempre que necessrio.

I Dos dados e resultados da realidade do Colgio Lazi, as metas e as prioridades da

ao educativa;

II Da constituio e organizao de classes;

III Do critrio de agrupamento de alunos em classe;

IV Dos projetos do Colgio Lazi

V Das propostas de formao permanente da equipe escolar;

VI Do acompanhamento e a avaliao da ao educativa;

VII Do cronograma geral do Colgio Lazi;

VIII Do quadro curricular.

Ttulo VIII

Das Disposies Gerais e Transitrias

Artigo 90 - Os assuntos no previstos neste Regimento Escolar sero resolvidos, pela

Direo do Colgio Lazi, luz da legislao vigente, ouvidas as autoridades

competentes.

Artigo 91 - O Colgio Lazi mantm disposio dos pais ou responsveis cpia do

Regimento Escolar e da Proposta Pedaggica.

Pargrafo nico - O Colgio Lazi fornece aos pais ou responsveis documento sntese

referente sistemtica de avaliao, de recuperao e dos direitos e deveres contidos

neste Regimento Escolar e na Proposta Pedaggica.

Artigo 92 - As alteraes regimentais s entram em vigor no ano letivo seguinte sua

aprovao pelo rgo prprio do Sistema.

Artigo 93 - O Colgio Lazi pode incinerar, aps cinco anos, os dirios de classe e os

planos de ensino, com procedimento registrado em ata.

Artigo 94 - Incorporam-se a este Regimento Escolar as determinaes supervenientes,

oriundas de disposies legais ou normas baixadas pelos rgos competentes.

Artigo 95 - Este Regimento Escolar entra em vigor no ano letivo de 2013 aps a

publicao de sua aprovao pelo rgo competente da Secretaria da Educao.

So Paulo, 30 de outubro de 2013.

___________________________________

Ldia Maura Cavalcante Borges Matos