Click here to load reader

DECivil Desenho técnico - Autenticação · PDF fileDesenho Técnico – Introdução 3 Desenho artístico e técnico No desenho devem distinguir-se dois tipos, de acordo com os objectivos

  • View
    251

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of DECivil Desenho técnico - Autenticação · PDF fileDesenho Técnico...

  • DECivil

    Desenho tDesenho tcnicocnico

    Alcnia ZitaAlcnia Zita de Almeida de Almeida SampaioSampaio

    IntroduIntroduoo / Breve hist/ Breve histriaria

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 22

    Linguagem de comunicaLinguagem de comunicaoo

    O desenho constitui, a par da fala e escrita, um modo O desenho constitui, a par da fala e escrita, um modo de comunicar:de comunicar:

    A primeira tentativa de expresso escrita A primeira tentativa de expresso escrita precisamente o desenho;precisamente o desenho;

    Numa procura de simplificao instituiNuma procura de simplificao institui--se a escrita se a escrita com alfabeto;com alfabeto;

    O esboo pode constituir uma forma complementar, O esboo pode constituir uma forma complementar, a fim de melhor clarificar determinada ideia.a fim de melhor clarificar determinada ideia.

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 33

    Desenho artDesenho artstico e tstico e tcnicocnico

    No desenho devem distinguirNo desenho devem distinguir--se dois tipos, de acordo se dois tipos, de acordo com os objectivos pretendidos: o com os objectivos pretendidos: o desenho artdesenho artstico stico e o e o desenho tdesenho tcnicocnico. .

    No primeiro, tanto o registo como a sua No primeiro, tanto o registo como a sua interpretainterpretao podem ser subjectivas;o podem ser subjectivas;

    No segundo, nNo segundo, no pode haver lugar a ambiguidades o pode haver lugar a ambiguidades devendo a pedevendo a pea representada dever ser definida de a representada dever ser definida de um modo completo e exacto.um modo completo e exacto.

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 44

    UniformizaUniformizao e simplificao e simplificaoo

    O desenho tO desenho tcnico devercnico dever ser baseado em ser baseado em regras.regras.

    Para se definirem desenhos rigorosos e ainda o de Para se definirem desenhos rigorosos e ainda o de uniformizar uniformizar ee simplificar simplificar os modos de os modos de representarepresentao foram estabelecidas regras nas quais o foram estabelecidas regras nas quais o desenho to desenho tcnico se baseia.cnico se baseia.

    Leis essas que devem ser bem conhecidas por quem Leis essas que devem ser bem conhecidas por quem tratraa e por quem la e por quem l..

    Essas regras sEssas regras so definidas em o definidas em NormasNormas..

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 55

    EvoluEvoluo do Desenho To do Desenho Tcnicocnico

    Os primeiros registos de desenhos com um carcter Os primeiros registos de desenhos com um carcter tcnico constam da Mesopotmia. Dessa poca tcnico constam da Mesopotmia. Dessa poca foram encontradas foram encontradas pedras argilosas sulcadas pedras argilosas sulcadas apresentando apresentando plantasplantas, base da construo de , base da construo de monumentos e edificaes. monumentos e edificaes.

    Os Romanos traOs Romanos traavam javam j desenhos para a execudesenhos para a execuo o de aquedutos, edificade aquedutos, edificaes ou fortalezas. es ou fortalezas.

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 66

    EvoluEvoluo do Desenho To do Desenho Tcnicocnico

    Recorreu a Recorreu a perspectivasperspectivas e e sombreadosombreado no registo no registo grgrfico dos seus inventos.fico dos seus inventos.

    Prevalecia contudo uma Prevalecia contudo uma grande dificuldade na grande dificuldade na representarepresentao de o de pepeasastridimensionaistridimensionais

    No sNo sc. XV,c. XV, Leonardo da VinciLeonardo da Vinci impulsionou o processo de impulsionou o processo de representarepresentao com o estudo do desenho e da pintura. o com o estudo do desenho e da pintura.

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 77

    EvoluEvoluo do Desenho To do Desenho Tcnicocnico

    Somente no sSomente no sc. XVIII c. XVIII Gaspar MongeGaspar Monge sistematiza a sistematiza a representarepresentao de objectos de caro de objectos de carcter espacial.cter espacial.

    Admite que o espaAdmite que o espao o subdividido atravsubdividido atravs de s de dois planos ortogonais dois planos ortogonais e e que sobre eles sque sobre eles so o definidas projecdefinidas projeces;es;

    Este conceito Este conceito ainda a ainda a base do desenho tbase do desenho tcnicocnicocomo hoje como hoje praticado.praticado.

    utilizamutilizam--se ainda tse ainda tcnicas cnicas de sombra ou cor.de sombra ou cor.

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 88

    EvoluEvoluo do Desenho To do Desenho Tcnicocnico

    Os instrumentos de Os instrumentos de tratraado evoluado evoluram ram consideravelmente, consideravelmente, desde o desde o registo registo manualmanual ao obtido ao obtido atravatravs de s de sistemas sistemas grgrficos ficos computacionaiscomputacionais..

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 99

    EvoluEvoluo do Desenho To do Desenho Tcnicocnico

    As capacidades inerentes a estes sistemas permitem a As capacidades inerentes a estes sistemas permitem a obtenobteno ro rpida de desenhos.pida de desenhos.

    posspossvel efectuar a reutilizavel efectuar a reutilizao total ou parcial de um o total ou parcial de um desenho (de interesse em actualizadesenho (de interesse em actualizaes e repeties e repetio de o de detalhes);detalhes);

    A definiA definio exacta tanto da geometria dos elementos gro exacta tanto da geometria dos elementos grficos ficos num desenho (dimensnum desenho (dimenses, localizaes, localizao,o,););

    As condiAs condies de relaes de relao (perpendicularidade, paralelismo,o (perpendicularidade, paralelismo, ) ) entre os elementos.entre os elementos.

  • Sep-06

    DECivil

    Desenho Tcnico Desenho Tcnico IntroduoIntroduo 1010

    O desenho em EngenhariaO desenho em EngenhariaNo processo de concepo o Engenheiro apresenta o

    projecto atravs de esboos os quais so traduzidos em desenhos rigorosos pelo desenhador. exigido assim exigido assim ao ao EngenheiroEngenheiro::

    que tenha que tenha domdomnio no tranio no traado ado mmo livre;o livre; nonoo de dimenso de dimenses e propores e propores;es; que conheque conhea as regras de representaa as regras de representao.o.

    Compete ainda ao Engenheiro Compete ainda ao Engenheiro julgar da correcjulgar da correcoo dos desenhos dos desenhos acabados.acabados.