Demonstrações Contábeis Regulatórias Ampla Energia e ...· 1 RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Demonstrações Contábeis Regulatórias Ampla Energia e ...· 1 RELATÓRIO DOS AUDITORES...

  • Demonstraes Contbeis Regulatrias

    Ampla Energia e Servios S.A.

    31 de dezembro de 2017 Relatrio do Auditor Independente sobre as Demonstraes Contbeis Regulatrias

  • Ampla Energia e Servios S.A.

    Demonstraes Contbeis Regulatrias 31 de dezembro de 2017 ndice Relatrio do auditor independente sobre as demonstraes contbeis regulatrias ...... 1 Demonstraes contbeis regulatrias Balanos patrimoniais regulatrio .................................................................................. 7 Demonstraes do resultado regulatrio ........................................................................ 9 Demonstraes do resultado abrangente regulatrio ................................................... 10 Demonstraes dos fluxos de caixa regulatrio ........................................................... 11 Demonstraes das mutaes do patrimnio lquido regulatrio .................................. 12 Notas explicativas s demonstraes contbeis regulatrias ....................................... 13

  • 1

    RELATRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAES CONTBEIS

    REGULATRIAS

    Aos Acionistas, Conselheiros e Diretores da Ampla Energia e Servios S.A. Niteri - RJ Opinio Examinamos as demonstraes contbeis regulatrias da Ampla Energia e Servios S.A. (Companhia), que compreendem o balano patrimonial em 31 de dezembro de 2017 e as respectivas demonstraes do resultado, do resultado abrangente, das mutaes do patrimnio lquido e dos fluxos de caixa para o exerccio findo naquela data, assim como o resumo das principais prticas contbeis e demais notas explicativas. Em nossa opinio, as demonstraes contbeis regulatrias acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posio patrimonial e financeira da Ampla Energia e Servios S.A. em 31 de do dezembro de 2017, o desempenho de suas operaes e os seus fluxos de caixa para o exerccio findo naquela data, de acordo com o Manual de Contabilidade do Setor Eltrico MCSE, aprovado pela Agncia Nacional de Energia Eltrica ANEEL por meio da Resoluo Normativa n605, de 11 de maro de 2014. Base para opinio Nossa auditoria foi conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Nossas responsabilidades, em conformidade com tais normas, esto descritas na seo a seguir intitulada Responsabilidades dos auditores pela auditoria das demonstraes contbeis regulatrias. Somos independentes em relao Ampla Energia e Servios S.A., de acordo com os princpios ticos relevantes previstos no Cdigo de tica Profissional do Contador e nas normas profissionais emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade, e cumprimos com as demais responsabilidades ticas de acordo com essas normas. Acreditamos que a evidncia de auditoria obtida suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinio. nfase Base de elaborao das demonstraes contbeis regulatrias Chamamos a ateno para a nota explicativa 3, s demonstraes contbeis regulatrias, que descreve a base de elaborao dessas demonstraes. As demonstraes contbeis regulatrias foram elaboradas para auxiliar a Ampla Energia e Servios S.A. a cumprir os requerimentos da ANEEL. Consequentemente, essas demonstraes contbeis regulatrias podem no ser adequadas para outro fim. Nossa opinio no est ressalvada em relao a esse assunto.

  • 2

    Principais assuntos de auditoria Principais assuntos de auditoria so aqueles que, em nosso julgamento profissional, foram os mais significativos em nossa auditoria do exerccio corrente. Esses assuntos foram tratados no contexto de nossa auditoria das demonstraes contbeis regulatrias como um todo e na formao de nossa opinio sobre essas demonstraes contbeis regulatrias e, portanto, no expressamos uma opinio separada sobre esses assuntos. Reconhecimento de Receita A receita compreende o valor justo da contraprestao recebida ou a receber das atividades de venda de energia eltrica, sendo reconhecidas mensalmente com base na prestao do servio. Os riscos observados referem-se: (i) Reconhecimento de receita fora de perodo de competncia e/ou lanamento por erro ou fraude; (ii) Faturamento por valores maiores do que o efetivamente estabelecido na tabela de preo vigente poca; (iii) Estimativa utilizada para o reconhecimento dos valores de eletricidade fornecidos aos consumidores entre a data da ltima leitura do medidor e o final do ano (fornecimento no faturado). Resposta da auditoria ao assunto de Reconhecimento de Receita Nossos procedimentos de auditoria incluram a conferncia em detalhe dos critrios de reconhecimento de receitas que suportam o registro das faturas ao longo do exerccio e confirmao de que esto consistentes de acordo com as prticas contbeis brasileiras e internacionais; efetuamos testes detalhados, com base em amostragem estatstica, que compreendeu seleo dos lanamentos contbeis registrados no faturamento, examinando faturas de energia e os respectivos recebimentos; efetuamos teste global de receita de venda de energia eltrica; confrontamos as faturas emitidas com a tabela vigente aplicvel ao ciclo tarifrio e para a receita estimada (fornecimento no faturado) realizamos procedimentos analticos utilizando dados reais para nos permitir definir as expectativas quanto ao nvel estimado de receita comparando isso com a estimativa da Companhia. Ns tambm avaliamos os pressupostos da Companhia relativos ao volume e preo utilizado na determinao do nvel de receita estimada e a sua adequada divulgao nas notas explicativas s demonstraes contbeis regulatrias. Baseados nos procedimentos de auditoria sumarizados acima, consideramos que as polticas de reconhecimento de receitas da Companhia so apropriadas para suportar os julgamentos, estimativas e informaes includas nas demonstraes contbeis regulatrias tomadas em conjunto Proviso para crditos de liquidao duvidosa A estimativa da proviso para crditos de liquidao duvidosa envolve um elevado nvel de julgamento por parte da Administrao. A determinao da proviso para crditos de liquidao duvidosa envolve a avaliao de vrias premissas e fatores internos e externos, incluindo nvel de inadimplncia, poltica de renegociao e parcelamentos e cenrio econmico atual e prospectivo. Esse julgamento considera diversas premissas na determinao das provises. A Administrao da Companhia, durante o exerccio de 2017, readequou sua poltica contbil de mensurao e divulgao da proviso para crditos de liquidao duvidosa s polticas realizadas pela rea de gesto de crdito.

  • 3

    Resposta da auditoria ao assunto de Proviso para crditos de liquidao duvidosa Os nossos procedimentos de auditoria incluram a avaliao da nova estimativa definida pela Administrao para constituio de proviso para crditos de liquidao duvidosa, realizao de recalculo matemtico da referida proviso e desafiamos o julgamento da Administrao decorrente a estimativa definida onde foram totalizados todos os crditos, independente se vencidos ou a vencer, dos consumidores com faturas registradas como proviso para crdito de liquidao duvidosa (efeito arrasto). Avaliamos esse total como parte de nossa avaliao de risco de distores significativas nas demonstraes contbeis regulatrias. Com base nas evidncias obtidas por meio dos procedimentos acima sumarizados, consideramos que so aceitveis a estimativa da proviso para crditos de liquidao duvidosa, bem como as divulgaes nas notas explicativas n 8 no contexto das demonstraes contbeis regulatrias, tomadas em conjunto. Reconhecimento de Ativos e Passivos Regulatrios As receitas de energia eltrica das distribuidoras devem considerar uma tarifa (aps reviso e homologao da ANEEL) capaz de garantir o equilbrio econmico-financeiro da concesso. Em virtude disso, a Companhia registra ativos e/ou passivos regulatrios decorrente da diferena entre os custos incorridos e o valor da tarifa recebida no ltimo no reajuste tarifrio (cobertura tarifria). Em virtude da complexidade e detalhes especficos aplicveis ao setor eltrico, a Companhia possui risco quanto a adequada mensurao e contabilizao dos ativos e passivos regulatrios. Resposta da auditoria ao assunto de Reconhecimento de Ativos e Passivos Regulatrios Os nossos procedimentos de auditoria consideraram a avaliao dos ativos e passivos regulatrios registrados com base nas regulamentaes expedidas pela Agncia Nacional de Energia Eltrica ANEEL, a aplicao de testes detalhados de inspeo, com base em amostragem, das bases que suportam os registros contbeis realizados. Assim como a reviso da adequada divulgao da nota explicativa n 11 s demonstraes contbeis regulatrias. Com base no resultado dos procedimentos de auditoria efetuados sobre os ativos e passivos regulatrios, consideramos que os critrios e premissas adotadas para reconhecimento dos referidos ativos e passivos regulatrios, so aceitveis, no contexto das demonstraes contbeis regulatrias tomadas em conjunto. Avaliao de perda por impairment de ativo imobilizado e intangvel A Companhia possui registrado ativo imobilizado e intangvel nos montantes de R$ 6.094.023 mil e R$ 244.430 mil, respectivamente, em 31 de dezembro de 2017 referente a investimentos realizados oriundos do direito de concesso de distribuio de energia eltrica. A Administrao avalia, no mnimo anualmente, o risco de impairment desses ativos, baseado no mtodo do valor em uso ou em modelo financeiro de fluxo de caixa descontado, o qual exige que a Administrao adote algumas premissas baseadas em informaes geradas por seus relatrios internos, no qual envolve julgamento significativo sobre os resultados futuros do negcio, em que qualquer ajuste nas premissas utilizadas pode gerar efeitos significativos na avaliao e impactos nas demonstraes contbeis regulatrias da Companhia tomadas em conjunto. Resposta da auditoria ao assunto de Avaliao de perda por impairment de ativo imobilizado e intangvel Nossos procedimentos de auditoria incluram a avaliao das previses de fluxo de caixa futuro d