ENCONTRO INTERNACIONAL DE AUDIOLOGIA

Embed Size (px)

Text of ENCONTRO INTERNACIONAL DE AUDIOLOGIA

  • ACADEMIA BRASILEIRA DE AUDIOLOGIA

    ENCONTRO

    INTERNACIONAL DE AUDIOLOGIA

    25 AOS DE HISTRIA

    2 0 1 1

  • Encontro Internacional de Audiologia

    25 anos

  • ACADEMIA BRASILEIRA DE AUDIOLOGIA

    Rua Itapeva, 202 Conjunto 61 Bela Vista So Paulo/SP CEP 01332-000 Telefone: (11) 3253-8711/ Fax: (11) 3253-8473

    Site: www.audiologiabrasil.org.br e-mail: aba@audiologiabrasil.org.br

    Bevilacqua, M. C.; Martinez, M A. N. de S..; Balen, S. A.; Pupo, A.

    C.; Reis, A. C. M.B; Frota, S.

    Encontro Internacional de Audiologia: 25 anos So Paulo,

    Academia Brasileira de Audiologia, 2011.

    ISBN 978-85-64686-00-7

    Impresso: Studio Art Jooly Ltda

  • Encontro Internacional de Audiologia

    25 anos

    Diretoria (Gesto 2009-2011)

    Dra. Maria Ceclia Bevilacqua Presidente Dra. Maria Angelina Nardi S. Martinez - Vice Presidente

    Dra. Sheila Andreoli Balen - 1 Secretria Dra. Altair Cadrobbi Pupo - 1 Tesoureira

    Dra. Ana Claudia Mirndola Barbosa Reis - 2 Secretria Dra. Silvana Frota - 2 Tesoureira

  • COLABORADORES - COMIT DE NOVOS TALENTOS DA ABA (2009-2011)

    Ana Emilia Linares Fonoaudiloga da Associao de Pais e

    Amigos dos Deficientes Auditivos de Sorocaba (APADAS)

    Maria Jaquelini Dias dos Santos Fonoaudiloga, Mestranda em

    Fonoaudiologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru da

    Universidade de So Paulo, campus Bauru

    Marina Morettin - Fonoaudiloga, Especialista em Laboratrio do

    Departamento de Fonoaudiologia da Universidade de So Paulo,

    campus Bauru

    Tatiana Mendes de Melo - Fonoaudiloga, Professora da

    Universidade de Guarulhos

    Fernanda Zucki - Fonoaudiloga, Doutoranda em Cincias

    Odontolgicas Aplicadas na Faculdade de Odontologia de Bauru da

    Universidade de So Paulo, campus Bauru

    Apoio: DANAVOX GNResound 25 anos de apoio ao EIA

  • DIRETORIAS DA ABA RESPONSVEIS PELA EXECUO DOS EIAS A PARTIR DE 2002

    PRIMEIRA GESTO: 2001 a 2003

    Dra. Dris Ruthy Lewis - Presidente Dra. Eliane Schochat - Vice-Presidente

    Dra. Beatriz Cavalcanti de Albuquerque Caiuby Novaes - 1 Secretria Dra. Maria Ceclia Martinelli Irio - 1 Tesoureira

    Dra. Renata Motta Mamede Carvalho - 2 Secretria Dra. Alda Cristina de Carvalho Borges - 2 Tesoureira

    SEGUNDA GESTO: 2003 a 2005

    Dra. Maria Angelina Nardi de Souza Martinez - Presidente Dra. Ktia de Freitas Alvarenga - Vice-Presidente Dra. Ieda Chaves Pacheco Russo - 1 Secretria Dra. Liliane Desgualdo Pereira - 1 Tesoureira

    Dra. Din Olivetti de Carvalho Hubig - 2 Secretria Dra. Maria Ceclia Bevilacqua - 2 Tesoureira

    TERCEIRA GESTO: 2005 a 2007

    Dra. Eliane Schochat - Presidente Dra. Beatriz Cavalcanti de Albuquerque Caiuby Novaes - Vice-Presidente

    Dra. Ktia de Almeida - 1 Secretria Dra. Maria Ceclia Martinelli Irio - 1 Tesoureira Dra. Adriane Lima MortariMoret - 2 Secretria Dra. Llian Cssia Bornia Jacob - 2 Tesoureira

    QUARTA GESTO: 2007 a 2009

    Dra. Ana Cludia Fiorini - Presidente Dra. Carla Marcondes Csar Affonso Padovani - Vice-Presidente

    Dra. Dris Ruthy Lewis - 1 Secretria Dra. Renata Motta Mamede Carvallo - 1 Tesoureira

    Dra. Ktia de Freitas Alvarenga - 2 Secretria Dra. Liliane Desgualdo Pereira - 2 Tesoureira

    QUINTA GESTO: 2009 a 2011

    Dra. Maria Ceclia Bevilacqua - Presidente Dra. Maria Angelina Nardi de Souza Martinez - Vice Presidente

    Dra. Sheila Andreoli Balen - 1 Secretaria Dra. Altair CadrobbiPupo - 1 Tesoureira

    Dra. Ana Claudia Mirndola Barbosa Reis - 2 Secretaria Dra. Silvana Frota - 2 Tesoureira

  • AGRADECIMENTOS

    s agncias de fomento CAPES, FAPESP e CNPq que, por meio do suporte financeiro, contriburam para a excelente qualidade cientfica dos eventos;

    A todas as comisses organizadoras, cientficas, locais e aos anjos que colaboraram na operacionalizao dos eventos, garantindo a qualidade de sua infra-estrutura e uma forma carinhosa de fazer as coisas acontecerem;

    Aos Conselhos Federal e Regionais de Fonoaudiologia

    e Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia pela parceria durante todos esses anos de dedicao Fonoaudiologia;

    Ao Comit de Novos Talentos da ABA pelo grande esforo em pesquisar toda a documentao dos 25 EIAs para que fosse possvel a organizao deste catlogo;

    Ao casal incansvel que idealizou o EIA e trabalhou nos ltimos 27 anos para dar vida e longevidade a ele

    Maria Ceclia Bevilacqua e Orozimbo Alves Costa Filho

    Presidentes de Honra do EIA

  • A todas as empresas que participaram da Feira

    Tecnolgica e que contriburam como patrocinadoras durante todas as edies dos EIAs:

    Advanced Bionics Audibel/Philips Audicare Audifone Audix Argosy Beta Equipamentos Book Toy CAS Cefac Duartex.

    Gn Resound GMBH Hansaton Hospital Do Corao Interacoustics Medservice Microsom Otodymics Ltd Otosonic / Bernafon Phonak Politec

    Rexton Richards Siemens Starkey TDL Televox Telex Total Safety Unitron Vibrason Widex

  • SUMRIO

    Introduo ......................................................................... 1

    1. Histrico ......................................................................3

    2. Organizao, parcerias e locais dos EIAs ......... 14

    3. Impacto dos EIAs no desenvolvimento e na

    divulgao da Audiologia no Brasil ....................... 15

    4. Convidados internacionais ..................................... 20

    5. Fruns e recomendaes ....................................... 28

    6. Sinopse dos 25 anos ................................................ 31

    7. Linha do tempo ........................................................ 32

    Convidados nacionais ..................................................... 40

  • 1

    Introduo

    A Academia Brasileira de Audiologia (ABA), com o

    objetivo de celebrar 25 anos de existncia dos Encontros

    Internacionais de Audiologia (EIA), props a elaborao

    deste catlogo, em que so relatadas a trajetria e a

    importncia desse evento na formao e consolidao da

    Audiologia como rea de conhecimento em nosso pas. A

    histria da Audiologia brasileira permeada pelos EIAs,

    desde sua primeira edio em 1985.

    A quinta gesto da ABA sentiu a responsabilidade de

    consagrar este momento, depois de comemorar seu jubileu de

    prata. A avaliao positiva dos inmeros participantes

    internacionais do 30 International Congress of Audiology e do

    25 Encontro Internacional de Audiologia (ICA/EIA) de 2010 e

    a consonncia da Audiologia nacional com o desenvolvimento

    cientfico internacional trouxeram a necessidade de registrar e

    documentar essa trajetria, na qual trabalho, determinao e

    seriedade nas condutas tm sido o diferencial durante todos

    esses anos.

    Sem a pretenso de esgotar toda a riqueza e grandeza

    dos EIAs, essa documentao, ano a ano, transformou-se

    neste catlogo. Apesar das dificuldades no acesso a toda

    documentao, foi realizada uma reviso bastante criteriosa,

  • 2

    razo pela qual temos certeza de que este um ponto de

    partida para futuras anlises sobre a construo da Audiologia

    no Brasil.

    Os EIAs reuniram, anualmente, profissionais

    brasileiros e estrangeiros, promovendo o intercmbio e

    a divulgao da produo cientfica da rea. Alm disso,

    tornaram possvel a mobilizao de profissionais para a

    reflexo e o planejamento de aes visando qualificao do

    diagnstico, da avaliao, da reabilitao no campo da

    audio e da melhoria da qualidade de vida da populao.

  • 3

    1. Histrico

    Em breve retrospectiva, destacamos alguns fatos e

    acontecimentos importantes na histria da Audiologia, que

    levaram realizao do Encontro Internacional de Audiologia.

    Na dcada de 70, chega ao Brasil o equipamento

    utilizado em centros internacionais, na avaliao e no

    diagnstico da deficincia auditiva em crianas e bebs: o

    Potencial Evocado Auditivo de Tronco Enceflico (PEATE), na

    poca o BERA.

    Essa iniciativa veio ao encontro da preocupao de

    profissionais com o diagnstico precoce da deficincia

    auditiva como ao preventiva e com a recuperao da sade

    auditiva bem como com a reabilitao dos distrbios

    desencadeados pela perda de audio em crianas e bebs.

    No mesmo perodo, um grupo de profissionais na

    cidade de So Paulo iniciou os primeiros estudos e

    intervenes voltados para a habilitao e reabilitao de

    bebs e crianas pequenas com problemas de audio.

    Em 1972, criada no curso de graduao em

    Fonoaudiologia da PUC-SP a primeira disciplina da rea

    denominada Audiologia Educacional, que, posteriormente,

    constituiu-se como disciplina obrigatria em todos os cursos

    de graduao de Fonoaudiologia do pas. Por meio dessa

  • 4

    disciplina, foi possvel instituir servios de diagnstico e de

    terapia fonoaudiolgica para crianas deficientes auditivas,

    em diversas regies do Brasil. Merecem destaque alguns

    Centros de Audiologia Educacional criados na poca: o

    Centro de Audiologia Educacional, na Santa Casa de

    Misericrdia de So Paulo, o Centrinho; o setor de Audiologia

    Educacional na DERDIC/ PUC-SP e a APADAS, em

    Sorocaba, entre outros.

    Nesse mesmo ano, uma dcada aps a criao dos

    primeiros cursos de Fonoaudiologia do pas, criado o

    primeiro Mestrado em Audiologia na PUC-SP, passo

    importante para o incio da produo de conhecimento, com

    as publicaes das primeiras