Estatuto do Desarmamento - pm.es.gov.br federais/Estatuto do... · Estatuto do Desarmamento 8 Lei n.…

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 4a Edio9 788570 185006

    Estatuto do Desarmamento

    Este volume apresenta como texto principal a Lei no 10.826, de 22 de dezembro de 2003, conhecida como Estatuto do Desarmamento. Ela dispe sobre o registro, a posse e a comercializao de armas de fogo e munies, sobre a instituio do Sinarm (Sistema Nacional de Armas), alm de definir crimes e penas relativos posse e porte irregular, ao comrcio ilegal de arma de fogo, ao trfico internacional etc.

    A publicao inclui ainda o Decreto no 5.123, de 1o de julho de 2004, e um quadro comparativo entre os dispositivos do Estatuto do Desarmamento e os da lei anterior (Lei no 9.437/97).

  • Estatuto do Desarmamento

  • Senado Federal MESA Binio 2013/2014

    Senador Renan CalheirosPRESIDENTE

    Senador Jorge Viana1o VICE-PRESIDENTE

    Senador Romero Juc2o VICE-PRESIDENTE

    Senador Flexa Ribeiro1o SECRETRIO

    Senadora ngela Portela2a SECRETRIA

    Senador Ciro Nogueira3o SECRETRIO

    Senador Joo Vicente Claudino4o SECRETRIO

    SUPLENTES DE SECRETRIO

    Senador Magno MaltaSenador Jayme CamposSenador Joo DurvalSenador Casildo Maldaner

  • SENADO FEDERALSecretaria Especial de Editorao e PublicaesSubsecretaria de Edies Tcnicas

    Estatuto do Desarmamento

    Lei no 10.826, de 22 de dezembro de 2003Decreto no 5.123, de 1o de julho de 2004

    Quadro comparativo

    4a EdioBraslia 2013

  • Edio do Senado FederalDiretora-Geral: Doris Marize Romariz PeixotoSecretria-Geral da Mesa: Claudia Lyra Nascimento

    Impresso na Secretaria Especial de Editorao e PublicaesDiretor: Florian Augusto Coutinho Madruga

    Produzido na Subsecretaria de Edies TcnicasDiretora: Anna Maria de Lucena Rodrigues

    Organizao: Paulo Roberto Moraes de AguiarAtualizao: Flvia Lima e AlvesReviso: Maria de Jos Lima Franco e Walfrido ViannaProjeto grfico: Subsecretaria de Edies TcnicasIlustraes: Lucas Santos de OliveiraEditorao Eletrnica: Letcia Trres e Rejane Campos Lima RodriguesFicha catalogrfica: Jssica Fernandes Costa

    Subsecretaria de Edies TcnicasPraa dos Trs Poderes, Via N-2, Unidade de Apoio IIICEP: 70165-900 Braslia, DFTelefones: (61) 3303-3575, 3576 e 4755Fax: (61) 3303-4258E-mail: livros@senado.gov.br

    Brasil. [Estatuto do desarmamento (2003)].Estatuto do desarmamento. 4. ed. Braslia : Senado Federal, Subsecretaria de Edies Tcnicas, 2013.51 p.

    ISBN: 978-85-7018-500-6

    Contedo: Lei no 10.826/2003 Decreto no 5.123/2004 Quadro comparativo.

    1. 1. Desarmamento, legislao, Brasil. 2. Porte de arma, legislao, Brasil. 3. Porte de arma, controle, Brasil. I. Ttulo.

    CDDir 341.167

  • Sumrio

    Estatuto do Desarmamento8 Lei n. 10.826/2003

    Normas correlatas18 Decreto n. 5.123/2004

    Quadro comparativo36 Quadro comparativo entre a lei anterior e a lei atual

  • Estatuto do Desarmamento

  • Est

    atut

    o do

    Des

    arm

    amen

    to

    8

    Lei n. 10.826/2003de 22 de dezembro de 2003

    Dispe sobre registro, posse e comercializao de armas de fogo e munio, sobre o Sistema Nacional de Armas Sinarm, define crimes e d outras providncias.

    O PRESIDENTE DA REPBLICA Fao saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    CAPTULO I Do Sistema Nacional de Armas

    Art. 1o O Sistema Nacional de Armas Si-narm, institudo no Ministrio da Justia, no mbito da Polcia Federal, tem circunscrio em todo o territrio nacional.

    Art. 2o Ao Sinarm compete:I identificar as caractersticas e a proprie-

    dade de armas de fogo, mediante cadastro;II cadastrar as armas de fogo produzidas,

    importadas e vendidas no Pas;III cadastrar as autorizaes de porte de

    arma de fogo e as renovaes expedidas pela Polcia Federal;

    IV cadastrar as transferncias de proprie-dade, extravio, furto, roubo e outras ocorrncias suscetveis de alterar os dados cadastrais, inclu-sive as decorrentes de fechamento de empresas de segurana privada e de transporte de valores;

    V identificar as modificaes que alterem as caractersticas ou o funcionamento de arma de fogo;

    VI integrar no cadastro os acervos policiais j existentes;

    VII cadastrar as apreenses de armas de fogo, inclusive as vinculadas a procedimentos policiais e judiciais;

    VIII cadastrar os armeiros em atividade no Pas, bem como conceder licena para exercer a atividade;

    IX cadastrar mediante registro os produ-tores, atacadistas, varejistas, exportadores e importadores autorizados de armas de fogo, acessrios e munies;

    X cadastrar a identificao do cano da arma, as caractersticas das impresses de raiamento e de microestriamento de projtil disparado, conforme marcao e testes obriga-toriamente realizados pelo fabricante;

    XI informar s Secretarias de Segurana Pblica dos Estados e do Distrito Federal os registros e autorizaes de porte de armas de fogo nos respectivos territrios, bem como manter o cadastro atualizado para consulta.

    Pargrafo nico. As disposies deste artigo no alcanam as armas de fogo das Foras Ar-madas e Auxiliares, bem como as demais que constem dos seus registros prprios.

    CAPTULO II Do Registro

    Art. 3o obrigatrio o registro de arma de fogo no rgo competente.

    Pargrafo nico. As armas de fogo de uso restrito sero registradas no Comando do Exrcito, na forma do regulamento desta Lei.

    Art. 4o Para adquirir arma de fogo de uso per-mitido o interessado dever, alm de declarar a efetiva necessidade, atender aos seguintes requisitos:1

    I comprovao de idoneidade, com a apresentao de certides negativas de an-tecedentes criminais fornecidas pela Justia Federal, Estadual, Militar e Eleitoral e de no estar respondendo a inqurito policial ou a processo criminal, que podero ser fornecidas por meios eletrnicos;

    II apresentao de documento comproba-trio de ocupao lcita e de residncia certa;

    III comprovao de capacidade tcnica e de aptido psicolgica para o manuseio de

    1 Lei no 11.706/2008.

  • Est

    atut

    o do

    Des

    arm

    ento

    9

    arma de fogo, atestadas na forma disposta no regulamento desta Lei.

    1o O Sinarm expedir autorizao de compra de arma de fogo aps atendidos os re-quisitos anteriormente estabelecidos, em nome do requerente e para a arma indicada, sendo intransfervel esta autorizao.

    2o A aquisio de munio somente poder ser feita no calibre correspondente arma registrada e na quantidade estabelecida no regulamento desta Lei.

    3o A empresa que comercializar arma de fogo em territrio nacional obrigada a comu-nicar a venda autoridade competente, como tambm a manter banco de dados com todas as caractersticas da arma e cpia dos documentos previstos neste artigo.

    4o A empresa que comercializa armas de fogo, acessrios e munies responde legalmen-te por essas mercadorias, ficando registradas como de sua propriedade enquanto no forem vendidas.

    5o A comercializao de armas de fogo, aces-srios e munies entre pessoas fsicas somente ser efetivada mediante autorizao do Sinarm.

    6o A expedio da autorizao a que se refere o 1o ser concedida, ou recusada com a devida fundamentao, no prazo de 30 (trinta) dias teis, a contar da data do requerimento do interessado.

    7o O registro precrio a que se refere o 4o prescinde do cumprimento dos requisitos dos incisos I, II e III deste artigo.

    8o Estar dispensado das exigncias cons-tantes do inciso III do caput deste artigo, na for-ma do regulamento, o interessado em adquirir arma de fogo de uso permitido que comprove estar autorizado a portar arma com as mesmas caractersticas daquela a ser adquirida.

    Art. 5o O certificado de Registro de Arma de Fogo, com validade em todo o territrio nacional, autoriza o seu proprietrio a manter a arma de fogo exclusivamente no interior de sua residncia ou domiclio, ou dependncia desses, ou, ainda, no seu local de trabalho, desde que seja ele o titular ou o responsvel legal pelo estabelecimento ou empresa.2

    2 Leis nos 11.706/2008 e 10.884/2004.

    1o O certificado de registro de arma de fogo ser expedido pela Polcia Federal ser precedido de autorizao do Sinarm.

    2o Os requisitos de que tratam os incisos I, II e III do art. 4o devero ser comprovados periodicamente, em perodo no inferior a 3 (trs) anos, na conformidade do estabelecido no regulamento desta Lei, para a renovao do Certificado de Registro de Arma de Fogo.

    3o O proprietrio de arma de fogo com certificados de registro de propriedade expe-dido por rgo estadual ou do Distrito Federal at a data da publicao desta Lei que no optar pela entrega espontnea prevista no art. 32 desta Lei dever renov-lo mediante o pertinente re-gistro federal, at o dia 31 de dezembro de 2008, ante a apresentao de documento de identifi-cao pessoal e comprovante de residncia fixa, ficando dispensado do pagamento de taxas e do cumprimento das demais exigncias constantes dos incisos I a III do caput do art. 4o desta Lei.

    4o Para fins do cumprimento do disposto no 3o deste artigo, o proprietrio de arma de fogo poder obter, no Departamento de Pol-cia Federal, certificado de registro provisrio, expedido na rede mundial de computadores internet, na forma do regulamento e obedecidos os procedimentos a seguir:

    I emisso de certificado de registro provi-srio pela internet, com validade inicial de 90 (noventa) dias; e

    II revalidao pela unidade do Depar-tamento de Polcia Federal do certificado de registro provisrio pelo prazo que estimar como necessrio para a emisso definitiva do certificado de registro de propriedade.

    CAPTULO III Do Porte

    Art. 6o proibido o porte de arma de fogo em todo o territrio nacional, salvo para os casos previstos em legislao prpria e para:3

    I os integrantes das Foras Armadas;II os integrantes de rgos referidos nos

    incisos do caput do art. 144 da Constit