Estatuto servidor Florianopolis

  • View
    19

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 5/28/2018 Estatuto servidor Florianopolis

    1/53

    LEI COMPLEMENTAR CMF N 063/2003

    DISPE SOBRE O ESTATUTO DOS SERVIDORES PBLICOS DO

    MUNICPIO DE FLORIANPOLIS.

    O Presidente de Cmara Municipal de Florianpolis, no uso de suas atribuiese de acordo com o artigo 58, 1, 3 e 7 da Lei Orgnica do Municpio deFlorianpolis, promulga e seguinte Lei Complementar:

    TTULO IDas Disposies Preliminares

    Art. 1 Esta Lei institui o regime jurdico dos servidores pblicos da

    Administrao Direta, das Autarquias e das Fundaes Municipais, dosPoderes Legislativo e Executivo do Municpio de Florianpolis.

    Art. 2Para os efeitos desta Lei Complementar considera-se:

    I - Adicional: vantagem pecuniria que a Administrao Pblica Municipalconcede ao servidor em razo do tempo de exerccio ou em face da naturezapeculiar da funo, agregando-se remunerao;II - Administrao: cada rgo ou entidade onde estiver lotado o cargo doservidor;III - Administrao Pblica Municipal: a Administrao Pblica do Municpio deFlorianpolis, abrangendo sua Administrao Direta, Autrquica e Fundacional;IV - Aposentadoria: ato pelo qual a Administrao Pblica Municipal confere aoservidor pblico a dispensa do servio ativo, a que estava sujeito, continuandoa pagar-lhe a remunerao, ou parte dela, conforme o direito que tenhaadquirido;V - reas de atividade: centros de servios especializados que compem asunidades administrativas da Administrao Direta, das Autarquias e dasFundaes Pblicas Municipais;VI - Atividades e operaes insalubres: servios que, por sua prpria natureza,condies ou mtodos de trabalho, expem direta e permanentemente osservidores a agentes fsicos, qumicos ou biolgicos nocivos sade, em razoda natureza e da intensidade dos mesmos agentes e do tempo de exposio

    aos seus efeitos;VII - Cargo pblico: lugar institudo na organizao do servio pblico, comdenominao prpria, atribuies especficas e estipndio correspondentepago pelo errio Municipal, para ser provido e exercido por um titular, na formaestabelecida em lei;VIII - Carreira: o conjunto de cargos, do menor para o maior nvel de classe, demaneira ascendente, pertencentes ao quadro nico dos servidores pblicos daAdministrao Direta, das Autarquias e das Fundaes Municipais;

  • 5/28/2018 Estatuto servidor Florianopolis

    2/53

    IX - Classe: o conjunto de cargos da mesma complexidade e/ou especificaesexigidas, de igual padro de vencimentos;

    X - Demisso: ato de penalizao pelo qual o servidor pblico dispensado desuas funes, sendo desligado do quadro a que pertence;XI - Diria: vantagem estipendiria paga ao servidor para cobertura das

    despesas de alimentao e pousada decorrentes do deslocamento do servidor,da sede do rgo ou entidade, a servio;XII - Disponibilidade: situao de afastamento do servidor do exerccio de suasfunes, pelo qual fica posto margem, por tempo indeterminado, percebendoproventos proporcionais ao tempo de efetivo exerccio no cargo, e podendo, aqualquer momento, ser chamado para o servio ativo;XIII - Entidade: a autarquia e a fundao pblica - pessoas jurdicas de direitopblico integrantes da Administrao Indireta do Municpio;XIV - Exerccio: efetivo desempenho das atribuies do cargo ou funo;XV - Exonerao: desligamento do servidor do cargo que ocupa ou funo quedesempenha;XVI - Gratificaes: vantagens pecunirias atribudas precariamente ao

    servidor que esteja prestando servios comuns da funo em condiesanormais de segurana, salubridade ou onerosidade, ou concedidas comoajuda ao servidor que apresente os encargos pessoais que a lei especifica;XVII - Licena: afastamento autorizado do cargo, durante certo perodo, fixadoou determinado na autorizao, com ou sem direito a perceber o pagamento daremunerao;XVIII - Lotao: nmero certo de servidores que podem ser classificados numrgo ou numa unidade administrativa;XIX - Nomeao: ato pelo qual a Administrao Pblica Municipal faz adesignao da pessoa para que seja provida no exerccio do cargo ou funopblica;XX - rgos: centros de servios complexos, formados por diversas unidadesadministrativas, responsveis pelo exerccio de funes tpicas daAdministrao Direta;XXI - Posse: ato pelo qual o servidor assume o cargo para o qual foi nomeado;XXII - Progresso funcional: movimentao do servidor investido em cargo deprovimento efetivo para nvel superior da respectiva Classe na Tabela deVencimentos;XXIII - Promoo: ato pelo qual o servidor investido em cargo de provimentoefetivo elevado ao nvel funcional imediatamente superior, dentro darespectiva Classe;XXIV - Proventos: remunerao paga ao servidor municipal aposentado ou emdisponibilidade;

    XXV - Quadro: conjunto de carreiras, cargos isolados e funes gratificadas deum mesmo servio, rgo ou Poder;XXVI - Registro de freqncia: procedimento pelo qual fica assinalado ocomparecimento do servidor ao servio, o horrio de chegada e de sada aotrabalho, bem como de eventuais afastamentos no horrio de expediente pararesolver assunto de interesse prprio;XXVII - Remunerao, ou Vencimentos: valor mensal pago ao servidorcorrespondente ao vencimento do cargo mais vantagens pecunirias;

  • 5/28/2018 Estatuto servidor Florianopolis

    3/53

    XXVIII - Servio Extraordinrio: servio cujo tempo de prestao, no dia,exceder carga horria normal de trabalho definida para o cargo;

    XXIX - Servio Noturno: prestao de servio entre as 22:00 (vinte e duas)horas de um dia e as 06:00 (seis) horas do dia imediato, computando-se a horanoturna com o tempo de 52:30 minutos (cinqenta e dois minutos e trinta

    segundos);XXX - Servidor Pblico, ou Servidor: pessoa legalmente investida em cargopblico de provimento efetivo ou em comisso, do Municpio de Florianpolis;XXXI - Unidades administrativas: centros de servios que renem uma ou maisrea de atividade; compem os rgos da Administrao Direta, dasAutarquias e das Fundaes Municipais;XXXII - Vacncia: declarao oficial de que o cargo se encontra vago, a fim deque seja provido um novo titular;XXXIII - Vantagens pecunirias: acrscimos aos vencimentos constitudos emcarter definitivo, a ttulo de adicional, ou em carter transitrio, a ttulo degratificao e indenizao;XXXIV - Vencimento: retribuio pecuniria mensal, fixada em lei, paga ao

    servidor em efetivo exerccio do cargo ou funo pblica, correspondente aonvel em que o servidor estiver posicionado na tabela de vencimentosrespectiva;

    Pargrafo nico - Os centros de ensino equiparam-se a unidadesadministrativas.

    Art. 3O servidor pblico exercer as atribuies do cargo pblico em que forprovido, exceto quando designado para exercer cargo comissionado, funogratificada ou para integrar comisso ou grupo de trabalho, na forma da lei.

    Pargrafo nico - vedada ao servidor a prestao de servios pblicosgratuitos Administrao Pblica Municipal.

    Art. 4 A investidura em cargo ou emprego pblico depende de aprovaoprvia em concurso pblico de provas ou de provas e ttulos, de acordo com anatureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei,ressalvadas as nomeaes para cargo de provimento em comisso declaradoem lei de livre nomeao e exonerao.

    TTULO IIDo Provimento

    CAPTULO IDas Disposies Gerais

    Art. 5 So requisitos bsicos para a investidura em cargo pblico deprovimento efetivo ou de provimento em comisso:

    I - a nacionalidade brasileira, ressalvados os casos em que a leiexpressamente admitir a nomeao de estrangeiros;II - o gozo dos direitos polticos;

  • 5/28/2018 Estatuto servidor Florianopolis

    4/53

    III - estar em dia no cumprimento das obrigaes eleitorais e do servio militarobrigatrio;IV - a idade mnima de 18 (dezoito) anos;V - nvel de escolaridade exigido para o exerccio do cargo;VI - aptido fsica e mental; 1 - As atribuies inerentes a determinados cargos podero justificar a

    exigncia de outros requisitos, na forma da lei e, conforme o caso, doregulamento que estabelecerem as diretrizes dos sistemas de carreiras. 2 - Sero reservados 10% (dez por cento) dos cargos submetidos aconcurso pblico para classificao parte das pessoas portadoras dedeficincia fsica relativamente incapacitante inscritas no certame,condicionando-se a nomeao comprovao tambm de que dispem donvel mnimo de capacitao para o exerccio do cargo, na forma doregulamento prprio e do edital.

    Art. 6 As funes de confiana, exercidas exclusivamente por servidoresocupantes de cargo efetivo, e os cargos em comisso, a serem preenchidospor servidores de carreira nos casos, condies e percentuais mnimos

    previstos em lei, destinam-se apenas s atribuies de direo, chefia eassessoramento.

    Art. 7So formas de provimento de cargo pblico:

    I - a nomeao;II - a promoo;III - a reverso;IV - o aproveitamento;V - a reintegrao;VI - a reconduo.

    Pargrafo nico - O provimento de cargo pblico decorre da nomeao ecompleta-se com a posse e o exerccio.

    CAPTULO IIDa nomeao

    Art. 8A nomeao far-se- para cargos vagos:

    I - em carter efetivo, quando se tratar de cargo de carreira ou isolado deprovimento efetivo;II - em carter precrio, para cargos em comisso.

    Art. 9A nomeao para cargo de carreira ou cargo isolado de provimentoefetivo obedecer a ordem de classificao obtida em concurso pblico,observado o prazo de validade.

    Art. 10 O servidor pblico ocupante de cargo de provimento em comisso, noinvestido em cargo efetivo da Administrao Pblica Municipal, vincula-seobrigatoriamente ao Regime Geral de Previdncia Social, de que trata a LeiFederal n8.213, de 24 de julho de 1991, e suas alteraes.

  • 5/28/2018 Estatuto servidor Florianopolis

    5/53

    Seo IDo Concurso Pblico

    Art. 11 O concurso ser de provas ou de provas e ttulos, conforme dispuserema lei e o regulamento do respectivo plano de carreira, condicionada a inscrio

    do candidato ao pagamento do valor fixado no edital, quando indispensvel aoseu custeio, e ressalvadas as hipteses de iseno nele expressamenteprevistas.

    1- Na hiptese de concurso de provas e t