Exercicios Biologia Evolucao Facil Medio Gabarito

Embed Size (px)

Text of Exercicios Biologia Evolucao Facil Medio Gabarito

  • 1 | Projeto Medicina www.projetomedicina.com.br

    Exerccios sobre Evoluo de Nvel Fcil e Mdio com Gabarito

    1) (UFSCar-2001) O meio ambiente cria a necessidade de uma determinada estrutura em um organismo. Este se

    esfora para responder a essa necessidade. Como resposta a

    esse esforo, h uma modificao na estrutura do

    organismo. Tal modificao transmitida aos

    descendentes. O texto sintetiza as principais idias relacionadas ao

    a) fixismo.

    b) darwinismo.

    c) mendelismo.

    d) criacionismo.

    e) lamarckismo.

    2) (Vunesp-2005) Pesquisadores que estudavam a populao de uma espcie de ave que se alimenta de

    sementes, habitante de uma ilha, mediram o comprimento

    dos bicos de cem indivduos. A figura representa a

    distribuio de freqncia de indivduos em cada classe de

    comprimento de bicos.

    Aps uma seca prolongada, a maioria das plantas da ilha

    que produziam sementes pequenas morreu, predominando

    na rea plantas com sementes grandes. Sucessivas geraes

    de aves foram submetidas a essa condio. Considerando

    que h uma relao direta entre o tamanho dos bicos e o

    tamanho das sementes que as aves conseguem quebrar e

    comer, foram elaborados trs grficos para representar a

    tendncia esperada, aps algumas geraes, na distribuio

    de freqncia de comprimento de bicos na populao.

    Assinale a alternativa que indica o grfico que melhor

    representa a tendncia esperada e o nome que se d ao

    processo responsvel por essa mudana na freqncia.

    a) Grfico 3; seleo natural.

    b) Grfico 1; isolamento reprodutivo.

    c) Grfico 2; isolamento geogrfico.

    d) Grfico 3; isolamento reprodutivo.

    e) Grfico 1; seleo natural.

    3) (Fuvest-1999) Considere os seguintes eventos evolutivos:

    I. Extino dos dinossauros.

    II. Origem das plantas gimnospermas.

    III. Origem da espcie humana.

    Qual das alternativas indica a ordem temporal correta em

    que esses eventos aconteceram?

    a) I - II - III

    b) I - III - II

    c) II - I - III

    d) II - III - I

    e) III - I - II

    4) (Fuvest-2000) O tema teoria da evoluo tem provocado debates em certos locais dos Estados Unidos da

    Amrica, com algumas entidades contestando seu ensino

    nas escolas. Nos ltimos tempos, a polmica est centrada

    no termo teoria, que, no entanto, tem significado bem

    definido para os cientistas. Sob o ponto de vista da cincia,

    teoria

    a) sinnimo de lei cientfica, que descreve regularidades de

    fenmenos naturais, mas no permite fazer previses sobre

    eles.

    b) sinnimo de hiptese, ou seja, uma suposio ainda sem

    comprovao experimental.

    c) uma idia sem base em observao e experimentao,

    que usa o senso comum para explicar fatos do cotidiano.

    d) uma idia, apoiada pelo conhecimento cientfico, que

    tenta explicar fenmenos naturais relacionados, permitindo

    fazer previses sobre eles.

    e) uma idia, apoiada pelo conhecimento cientfico, que, de

    to comprovada pelos cientistas, j considerada uma

    verdade incontestvel.

    5) (UFSCar-2000) Considere as trs frases abaixo. I. Duas populaes de uma mesma espcie, vivendo

    em ambientes diferentes e isoladas geograficamente, tero

    obrigatoriamente o mesmo conjunto gnico.

    II. A condio inicial bsica para que ocorra o

    processo de formao de raas o isolamento geogrfico.

    III. O critrio que melhor distingue duas espcies entre

    si o das dessemelhanas fisiolgicas e bioqumicas.

    Indique a alternativa correta, quanto ao contedo das frases.

    a) II.

    b) I, II e III.

    c) I e II.

    d) I e III.

    e) II e III.

    6) (PUC-RS-2001) Quais dos cientistas abaixo deram as maiores contribuies para o desenvolvimento da teoria da

    evoluo?

    a) Mendel, Newton e Darwin.

    b) Lineu, Aristteles e Wallace.

    c) Pasteur, Lavoisier e Darwin.

  • 2 | Projeto Medicina www.projetomedicina.com.br

    d) Lamarck, Darwin e Lavoisier.

    e) Darwin, Wallace e Lamarck.

    7) (PUC-RS-2001) Em maro de 2001, os jornais divulgaram a descoberta de um novo fssil de homindeo na frica: o

    Kenyanthropus platypus. Acredita-se que o Kenyanthropus

    platypus substitui o Australopithecus afarensis na linhagem

    evolutiva que deu origem, h cerca de 100 a 200 mil anos,

    ao homem moderno. Apesar dessa descoberta, a

    classificao zoolgica do homem atual permanece

    inalterada, pertencendo ele aos txons Chordata,

    Mammalia, Hominidae, Homo e Homo sapiens, os quais se

    referem, respectivamente, a

    a) filo, famlia, ordem, gnero e espcie.

    b) classe, famlia, ordem, espcie e subespcie.

    c) classe, ordem, famlia, gnero e espcie.

    d) filo, classe, famlia, gnero e espcie.

    e) filo, ordem, famlia, espcie e subgnero.

    8) (Gama Filho-1997) "Os morcegos, mamferos que tanto contribuem para a disperso de sementes, so chamados de

    animais notvagos por terem perdido a viso para se

    adaptarem escurido".

    Essa afirmativa revela uma idia:

    a) abiogentica.

    b) biogentica.

    c) lamarckista.

    d) fixista.

    e) neodarwinista.

    9) (UECE-2001) A teoria da origem das espcies de Charles Darwin analisou:

    a) a seleo natural

    b) as mutaes

    c) o uso e desuso dos rgos

    d) a hereditariedade dos caracteres adquiridos

    10) (PUC-RJ-2002) "A capacidade de errar ligeiramente a verdadeira maravilha do DNA. Sem esse atributo especial,

    seramos ainda bactria anaerbia, e a msica no existiria

    (...). Errar humano, dizemos, mas a idia no nos agrada

    muito, e mais difcil ainda aceitar o fato de que errar

    tambm biolgico" (Lewis Thomas. A medusa e a lesma,

    ed. Nova Fronteira, RJ, 1979). Esse texto refere-se a uma

    caracterstica dos seres vivos. ela:

    a) seleo natural.

    b) reproduo.

    c) excitabilidade.

    d) excreo.

    e) mutao.

    11) (Mack-2003) A provvel evoluo das vrias classes de vertebrados mostrada no esquema:

    12) (Unicamp-2004) O melanismo industrial tem sido freqentemente citado como exemplo de seleo natural.

    Esse fenmeno foi observado em Manchester, na Inglaterra,

    onde, com a industrializao iniciada em 1850, o ar

    carregado de fuligem e outros poluentes provocou o

    desaparecimento dos liquens de cor esbranquiada que

    viviam no tronco das rvores. Antes da industrializao,

    esses liquens permitiam a camuflagem de mariposas da

    espcie Biston betularia de cor clara, que eram

    predominantes. Com o desaparecimento dos liquens e

    escurecimento dos troncos pela fuligem, as formas escuras

    das mariposas passaram a predominar.

    a) Por que esse fenmeno pode ser considerado um

    exemplo de seleo natural?

    b) Como a mudana ocorrida na populao seria explicada

    pela teoria de Lamarck?

    13) (Vunesp-2005) Uma vez que no temos evidncia por observao direta de eventos relacionados origem da vida,

    o estudo cientfico desses fenmenos difere do estudo de

    muitos outros eventos biolgicos. Em relao a estudos

    sobre a origem da vida, apresentam-se as afirmaes

    seguintes.

    I. Uma vez que esses processos ocorreram h bilhes

    de anos, no h possibilidade de realizao de

    experimentos, mesmo em situaes simuladas, que possam

    contribuir para o entendimento desses processos.

    II. Os trabalhos desenvolvidos por Oparin e Stanley

    Miller ofereceram pistas para os cientistas na construo de

    hipteses plausveis quanto origem da vida.

    III. As observaes de Oparin sobre coacervados

    ofereceram indcios sobre um processo que constituiu-se,

    provavelmente, em um dos primeiros passos para a origem

    da vida, qual seja, o isolamento de macromolculas do meio

    circundante.

    Em relao a estas afirmaes, podemos indicar como

    corretas:

    a) I, apenas.

    b) II, apenas.

    c) I e II, apenas.

    d) II e III, apenas.

    e) I, II e III.

    14) (Fuvest-2005) Devido ao aparecimento de uma barreira geogrfica, duas populaes de uma mesma espcie ficaram

  • 3 | Projeto Medicina www.projetomedicina.com.br

    isoladas por milhares de anos, tornando-se

    morfologicamente distintas.

    a) Explique sucintamente como as duas populaes podem

    ter-se tornado morfologicamente distintas no decorrer do

    tempo.

    b) No caso de as duas populaes voltarem a entrar em

    contato, pelo desaparecimento da barreira geogrfica, o que

    indicaria que houve especiao?

    15) (FGV-2005) Na goiabeira do quintal de uma casa, eram muitas as goiabas que se apresentavam infestadas por larvas

    de moscas. Nos galhos da rvore, inmeros pssaros se

    alimentavam dos frutos enquanto, ao p da goiabeira,

    pssaros iguais aos dos galhos se alimentavam das larvas

    expostas pelas goiabas que haviam cado e se esborrachado

    no cho.

    Sobre a cadeia alimentar aqui representada, correto

    afirmar que

    a) os pssaros dos galhos e os pssaros do cho ocupam

    diferentes nveis trficos e, portanto, a despeito da mesma

    aparncia, no pertencem mesma espcie.

    b) as larvas so decompositores, enquanto os pssaros so

    consumidores primrios.

    c) as larvas so consumidores primrios e os pssaros

    podem se comportar como consumidores primrios e

    secundrios.

    d) a goiabeira produtor, os pssaros so consumidores

    primrios e as larvas so parasitas, no fazendo parte desta

    cadeia alimentar.

    e) as larvas ocupam o primeiro