FEC - Advento 2014

  • View
    218

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

"Entrar na aventura da procura do encontro"

Transcript

  • ADVENTO 2013

    ENTRAR NA AVENTURADA PROCURA DO ENCONTROdEixAR-sE pRocURAR E ENcoNTRAR poR dEUs

    FECcr

    dito

    da

    Foto

    : Tro

    caire

    ANo A do TEMpo LiTRGico

  • deus est, certamente, no passado porque est nas pegadas que deixou. E est tambm no futuro como

    promessa. Mas o deus concreto, digamos assim, hoje. por isso, os queixumes nunca, nunca, nos ajudam a

    encontrar deus. As queixas de hoje de como o mundo anda brbaro acabam por fazer nascer dentro da igreja desejos de ordem entendidos como pura conservao,

    defesa. No. deus deve ser encontrado no hoje.

    deus manifesta-se numa revelao histrica, no tempo. o tempo inicia os processos, o espao cristaliza-os. deus

    encontra-se no tempo, nos processos em curso. No preciso privilegiar os espaos de poder relativamente aos tempos, mesmo longos, dos processos. devemos

    encaminhar processos, mais que ocupar espaos. deus manifesta-se no tempo e est presente nos processos da Histria. isto faz privilegiar as aes que geram dinmicas

    novas. E exige pacincia, espera.

    Papa Francisco, Entrevista s Revistas Jesutas, Agosto de 2013

  • ENTRAR NA AVENTURA DA PROCURA DO ENCONTRO | ADVENTO 2013

    2

    INTRODUO 3

    I DOMINGO DO ADVENTO 4

    II DOMINGO DO ADVENTO 9

    III DOMINGO DO ADVENTO 13

    IV DOMINGO DO ADVENTO 16

    NDICE

  • ENTRAR NA AVENTURA DA PROCURA DO ENCONTRO | ADVENTO 2013

    3

    deus deve ser encontrado no hoje. Viver no hoje, exige pacincia e espera, exige uma abertura contnua a nascer

    de novo, acolhendo o mistrio da entrega gratuita, de morrer para dar vida. o mistrio da entrega que deus nos

    faz, do seu prprio filho. deus, atravs de Maria, d-nos a Luz. E chama-nos tambm a ns a dar luz, a esperar, a

    procurar a entregar cada dia a vida por esta Misso: fazer brilhar a Luz nas trevas, sermos geradores de Esperana

    nos processos da Histria que nos cabe viver, com a certeza que Ele vem (sempre) ao nosso encontro.

    com o desejo de celebrar esta Esperana, que a FEc, atravs da Rede F e desenvolvimento, lana quatro propostas

    de reflexo para este Advento, ao sabor da liturgia de cada domingo, com quatro diferentes olhares que desafiam a

    sermos geradores destas novas dinmicas, cruzando histrias de londe e de perto, onde o senhor se revela.

    A REDE F E DESENVOLVIMENTO

    A Rede F e desenvolvimento, lanada em setembro de 2009 pela FEc (Fundao F e cooperao, www.fecongd.

    org), tem como objetivo sensibilizar e mobilizar a igreja catlica em portugal para as questes do desenvolvimento

    global. Tirando partido de toda a riqueza e diversidade da ao da igreja local, com o desejo de aprofundar o

    sentido de comunho com a igreja universal, a Rede quer ser um espao de encontro, aprendizagem, partilha e

    participao que reforce a interligao entre a igreja e a sociedade civil.

    A FEC - FUNDAO F E COOPERAO

    A FEc uma organizao No Governamental para o desenvolvimento (oNGd) fundada em 1990 pela conferncia

    Episcopal portuguesa, pela conferncia dos institutos Religiosos de portugal (ciRp) e pela Federao Nacional

    dos institutos Religiosos (FNis). Tem como Misso promover o desenvolvimento humano integral atravs da

    cooperao e solidariedade entre pessoas, comunidades e igrejas. Numa sociedade em constante evoluo e

    mudana, a FEc acredita que cada pessoa pode criar futuro, ser construtora de uma nova plis e protagonista de

    uma sociedade mais justa. para tal, aposta no trabalho em parceria e rede e d prioridade ao acesso Educao e

    sade. promove a igualdade de Gnero, os direitos Humanos e a sustentabilidade Ambiental e desenvolve aes

    de Advocacia junto dos decisores polticos, econmicos, religiosos nacionais e internacionais, em prol da Justia e

    Equidade social. A FEc membro de vrias redes, entre as quais: plataforma portuguesa das oNGd, confederao

    portuguesa de Voluntariado e da cidsE - Aliana internacional das Agncias catlicas para o desenvolvimento. A

    FEc reconhecida pelo Ministrio dos Negcios Estrangeiros portugus e pela Unio Europeia.

    INTRODUO

  • VIGIAI, pARA QUE EsTEJAis pREpARAdos

    MARGARidA ALViMFEc - FUNdAo F E coopERAomargarida.alvim@fecongd.org

    i doMiNGo do AdVENTo

  • ENTRAR NA AVENTURA DA PROCURA DO ENCONTRO | ADVENTO 2013

    5

    I DOMINGO DO ADVENTO

    VIGIAI, PARA QUE ESTEJAIS PREPARADOS

    LITURGIA

    i LEiTURA - is 2, 1-5

    sALMo REspoNsoRiAL - salmo 121 (122), 1-2.4-5.6-7.8-9 (R. cf. 1)

    ii LEiTURA - Rom 13, 11-14

    EVANGELHo - Mt 24, 37-44

    ESTAR DE VIGIA

    A liturgia do 1 domingo de Advento exorta-nos vigilncia. Vigiai, para que estejais preparados. pode parecer

    uma sentena ameaadora, quase um alerta vermelho. de facto, muitas vezes na vida, apenas mudamos

    comportamentos e atitudes depois de grandes sustos ou alertas vermelhos. isso acontece quer na nossa vida

    pessoal (como o deixar de fumar, o decidir ter uma alimentao mais saudvel, o acompanhar mais o estudo

    dos filhos, o estudar mais, o dar mais tempo comunidade.e tantos e tantos exemplos que cada um ter),

    quer na esfera social e poltica, nacional (economizar meios, integrar melhor polticas e sectores), e global (os

    impactos ambientais dos nossos modelos de produo e padres de consumo insustentveis, que vo dando

    origem a polticas verdes). Neste domingo, Jesus relembra-nos a histria de No e do dilvio, e a forma como

    todos os que, distrados, no o ouviram e no entraram na arca, foram arrastados. Esta histria, trazia-me

    memria outras histrias, de barcos e tempestades. As histrias de hoje, de tantos e tantos irmos nossos de

    frica que embarcam desesperados por chegar Europa, guiados pela Esperana de uma vida melhor ou da

    possibilidade de uma Vida. E tantos deles do a sua vida nesse sonho, que os arrasta ao fundo do Mar e no

    estamos no tempo de No, estamos no sculo xxi. Quem que anda distrado? Quem que arrastado?

    onde est No? onde est Jesus?

    Jesus vai nascer de novo e convida-nos uma vez mais a nascer de novo, com Ele, com Nicodemos, com Lzaro,

    com a samaritana, com tantos homens e mulheres nesta Histria da salvao. salvao, disso que se trata.

    senhor, salva-me! grita pedro, quando ao ir ter com Jesus no meio da noite tempestuosa, caminhando sobre

    as guas, se afunda no seu medo. Jesus agarra-o, sobem para a barca e o vento cessou.

  • ENTRAR NA AVENTURA DA PROCURA DO ENCONTRO | ADVENTO 2013

    6

    I DOMINGO DO ADVENTO

    VIGIAI, PARA QUE ESTEJAIS PREPARADOS

    UM APELO NOSSA ATENO AO MUNDO, AO OUTRO, A NS MESMOS

    Estar de vigia uma atitude muito positiva, de cuidar do outro, estar atento. o papa Francisco, desde o incio

    do seu pontificado, desafia-nos a isso mesmo, a sermos cuidadores uns dos outros e da criao. Na sua visita

    a Lampedusa, impelido pela solidariedade com tantos imigrantes que ali chegam ou tentam chegar, apela

    tambm a uma vigilncia.

    Nesta manh quero, luz da Palavra de Deus que escutamos, propor algumas palavras que sejam

    sobretudo uma provocao conscincia de todos, que a todos incitem a reflectir e mudar concretamente

    certas atitudes.() Muitos de ns e neste nmero me incluo tambm eu estamos desorientados,

    j no estamos atentos ao mundo em que vivemos, no cuidamos nem guardamos aquilo que Deus

    criou para todos, e j no somos capazes sequer de nos guardar uns com os outros. E, quando esta

    desorientao atinge as dimenses do mundo, chega-se a tragdias como aquela a que assistimos.

    (Homlia do Papa Francisco em Lampedusa, Missa pelas vtimas dos Naufrgios, 8 de Julho de 2013)

    pois penso que a vigilncia a que Jesus nos chama, esta mesma: estar em permanente estado de ateno aos

    outros, o que implica uma atitude estrutural de discernimento, de nos sabermos parte integrante deste Mundo,

    criados para constantemente o transfigurar: num Mundo mais justo, com polticas solidrias e centradas na

    dignidade de cada pessoa (at todas as pessoas, todas so chamadas e devem entrar na Barca e chegar a Bom

    porto), com relaes fraternas intrinsecamente e essencialmente guiadas pelo Amor. Amor, Justia, Verdade

    trs bons critrios para ir aferindo, no dia-a-dia de casa, famlia, trabalho, sociedade, poltica, o meu/ nosso

    Estado de Vigia pelos irmos e por mim prprio. Este afinar do meu estado de alerta (que passa a no ser

    vermelho, mas verde de estado on, sempre ligado realidade e ao princpio e fim da nossa Vida - um alerta

    ecolgico), a poltica mais verde que poderemos adotar, garantia segura de uma ao transformadora.

  • ENTRAR NA AVENTURA DA PROCURA DO ENCONTRO | ADVENTO 2013

    7

    I DOMINGO DO ADVENTO

    VIGIAI, PARA QUE ESTEJAIS PREPARADOS

    UM APELO A ABRIR HORIZONTES, A NASCER DO NOVO, SALVAO

    Tomar estes critrios, sem a abertura a um horizonte maior que a prpria realidade que alcanamos, levar-nos-ia

    ao grande perigo e tentao de nos valermos a ns mesmos, concentrados na nossa agenda: os nossos planos e

    boas intenes, os nossos programas polticos, as nossas pesquisas cientficas, os nossos padres e indicadores, a

    nossa realidade, o nosso pas. Tudo isto precioso. Mas de nada vale, se o nosso estado de alerta no for tambm

    esta experincia de Abertura a deus ou a uma dimenso que nos transcende; de Abertura aos outros e a cada

    realidade, ao valor intrnseco do ser Humano e da criao. esta abertura que permite a comunho com toda a

    Humanidade. Ao afundar-se, pedro pede ao senhor que o salve. Este o estado da nossa existncia, onde vamos

    ciclicamente caminhando e caindo. A nossa Abertur