of 6 /6
Redação: Praça XV de Novembro, 559 - Centro - Fones: 3431-2447 / 99999-8767 - Ano 20 - Nº 952 Prata (MG), Sexta-feira, 24 de Junho de 2016 Diretor e Jornalista Responsável Gilberto de Camargos Cunha Registro DRT/MG – 08520 Tiragem: 3500 exemplares Impressão: Breda Artes Gráfica Ltda Edição Semanal Distribuição Gratuita na Cidade e na Zona Rural e-mail: [email protected] site: http://jornalnegocios.wordpress.com/ Arraial da Creche Dalela Tannús Inauguração ETE – Estação de Tratamento de Esgoto A Prefeitura Municipal do Prata inaugurou neste domingo (19), uma das mais importantes obra deste governo, a ETE- Es- A festança rolou solta no Arraial da Creche Dalela Tan- nús sexta-feira (17). Parabéns a Tia Rita, Bety e a toda equipe de funcionários e principalmente aos pais e as crianças que fizeram uma belíssima festa com a casa lotada! Foi sucesso total! Inauguração Academia ao Ar Livre Geraldo Silva (Geraldo Copinha) Dia 21 de junho foi inau- gurada pela Prefeitura Municipal de Prata mais uma obra, a Aca- demia ao Ar Livre Geraldo Silva (Geraldo Copinha) na Praça Tia Nilda, favorecendo os Bairros: Conjunto Nossa Senhora do Car- mo, Cruzeiro do Sul e adjacentes. tação de Tratamento de Esgoto Juarez Junqueira Franco. Prata passa agora a ter 100% de esgo- to tratado. Festa Folclórica Distrito das Três Barras Sábado (18) aconteceu a Festa Folclórica no Distrito das Três Barras, com lindas apresen- tações e um forró “prá lá” de ani- mado pela Patrola FM Ituiutaba. Teve pescaria, doces típicos e barraca da alimentação. Para- béns Diretora Lélia e Vice Gilsa, e a todos os funcionários e comu- nidade que estavam presente em grande número abrilhantando a festança! Convite inauguração Academia da Saúde “Nelito” A Prefeitura Municipal do Prata convida a toda população para inauguração da Academia da Saúde Manoel Marques de Souza (Nelito) dia 28 de junho às 19:30 h na Rua Alexandre Vilela no Bairro Jardim Brasil. Venham conferir mais essa realização!

Festa Folclórica Distrito das Três Barras · te, quase 35% (34,67%) do preço das roupas vão para o governo. A cada 10 rolos de papel higiênico, pelo menos ... PGPM, o setor propôs

  • Author
    ngocong

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Festa Folclórica Distrito das Três Barras · te, quase 35% (34,67%) do preço das roupas vão...

  • Redao: Praa XV de Novembro, 559 - Centro - Fones: 3431-2447 / 99999-8767 - Ano 20 - N 952Prata (MG), Sexta-feira, 24 de Junho de 2016

    Diretor e Jornalista ResponsvelGilberto de Camargos Cunha

    Registro DRT/MG 08520Tiragem: 3500 exemplares

    Impresso: Breda Artes Grfica Ltda

    Edio Semanal Distribuio Gratuita na Cidade e na Zona Rural

    e-mail: [email protected]: http://jornalnegocios.wordpress.com/

    Arraial da Creche Dalela Tanns Inaugurao ETE Estao de Tratamento de Esgoto

    A Prefeitura Municipal do Prata inaugurou neste domingo (19), uma das mais importantes obra deste governo, a ETE- Es-

    A festana rolou solta no Arraial da Creche Dalela Tan-ns sexta-feira (17). Parabns a Tia Rita, Bety e a toda equipe de

    funcionrios e principalmente aos pais e as crianas que fizeram uma belssima festa com a casa lotada! Foi sucesso total!

    Inaugurao Academia ao Ar Livre Geraldo Silva (Geraldo Copinha)

    Dia 21 de junho foi inau-gurada pela Prefeitura Municipal de Prata mais uma obra, a Aca-demia ao Ar Livre Geraldo Silva

    (Geraldo Copinha) na Praa Tia Nilda, favorecendo os Bairros: Conjunto Nossa Senhora do Car-mo, Cruzeiro do Sul e adjacentes.

    tao de Tratamento de Esgoto Juarez Junqueira Franco. Prata passa agora a ter 100% de esgo-to tratado.

    Festa Folclrica Distrito das Trs Barras

    Sbado (18) aconteceu a Festa Folclrica no Distrito das Trs Barras, com lindas apresen-taes e um forr pr l de ani-mado pela Patrola FM Ituiutaba. Teve pescaria, doces tpicos e

    barraca da alimentao. Para-bns Diretora Llia e Vice Gilsa, e a todos os funcionrios e comu-nidade que estavam presente em grande nmero abrilhantando a festana!

    Convite inaugurao Academia da Sade Nelito A Prefeitura Municipal do Prata convida a toda populao para inaugurao da Academia da Sade Manoel Marques de Souza (Nelito) dia 28 de junho s 19:30 h na Rua Alexandre Vilela no Bairro Jardim Brasil. Venham conferir mais essa realizao!

  • 2 Sexta-feira, 24 de Junho de 2016

    CURTINHAS E RAPIDINHASBRASIL: A CADA 10 ROLOS DE PA-PEL HIGINICO, PELO MENOS TRS FICAM PARA OS IMPOSTOS - O bra-sileiro trabalha cada vez mais para pa-gar impostos. Em 1996 eram 100 dias por ano, atualmente so 153 dias s para pagar os tributos. Esse aumento ao longo do tempo fez com que o bra-sileiro trabalhe mais dias para o gover-no do que em pases como Alemanha, Estados Unidos e Mxico.Veja o que acontece em outros pases: - Frana: 171 dias - Sucia: 163 dias - Brasil: 153 dias - Alemanha : 139 dias - EUA: 98 dias - Mxico: 91 dias. A Frana e a Sucia tm uma carga tributria maior, mas os servios pblicos deles so muito melhores do que os do Brasil. E se engana quem acha que o imposto de renda o que d a maior mordida no dinheiro do brasileiro. A maior par-te dos impostos para o consumo. De janeiro ao comeo de junho, todo o di-nheiro ganho foi para pagar impostos. "Ns temos uma das maiores cargas tributrias do mundo, devemos estar entre a 12a. e a 15a no mundo todo, mas o retorno muito insatisfatrio", afirma Joo Eloi Olenike, presidente do IPBT. Em So Paulo h um painel que mostra, em tempo real, quanto j foi para os governos federal, estaduais e municipais neste ano - a conta j est em mais de R$ 800 bilhes. Atualmen-te, quase 35% (34,67%) do preo das roupas vo para o governo. A cada 10 rolos de papel higinico, pelo menos trs ficam para os impostos (32,55%). Alm disso, 37% (37,3%) do pacote de biscoitos est na mesma e, a cada duas latinhas de refrigerante, quase uma inteirinha do governo. Na conta de luz, 56% do valor pago de impos-tos. (Informativo Sinpapel - Belo Hori-zo0nte/MG)SERIA SOLUO - Consulta pblica que vem sendo feita no site do Sena-do, revela que quase 85% das pessoas que responderam enquete desejam a realizao de novas eleies pre-sidenciais em outubro deste ano. J so 44.403 votos a favor da proposta. Apenas 8.861 se declararam contr-rios. O Senado abriu a consulta sobre a PEC dos senadores Walter Pinheiro (sem partido-BA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Joo Capiberibe (PSB-AP), Ldice da Mata (PSB-BA), Paulo Paim (PT-RS) e Cristovam Buarque (PPS--DF), que defendem que a sada da crise poltica no pas deve ter a partici-pao da populao.CERTEZA EM BRASLIA - De uma coisa eu tenho certeza absoluta, no existe um poltico em Braslia que no tenha medo de Srgio Moro, alm de outro pesadelo, ver a viatura da Polcia Federal na porta de suas casas e de l descendo o agente Newton Ishii. (Jor-nal Gazeta - Uberlndia/MG)GIGANTES DO VAREJO FECHAM LOJAS PELO BRASIL. - C&A, VIA VAREJO E MQUINA DE VENDAS QUEREM ADEQUAR CUSTOS AO MOMENTO ECONMICO - O impacto da crise econmica sobre os grande grupos varejistas do pas est obrigan-do diversas marcas a pisarem no freio em 2016. A C&A, gigante do segmento de vesturio, j anunciou o fechamen-to de 12 lojas at o fim do ano. O Via Varejo - grupo que engloba Ponto Frio, Casas Bahia e Bartira - fechou 39 lojas nos ltimos meses. Recentemente, a Mquina de Vendas informou que vai unificar as cinco marcas do grupo na Ricardo Eletro, como forma de adequar os custos ao momento vivido pelo pas. Com a fuso, a Ricardo Eletro passar a ser a bandeira com o maior nmero de lojas do varejo de eletroeletrnicos do pas. Quase mil pontos de venda distribudos em 23 Estados e no Dis-trito Federal. A mudana deixa claro que a queda nas vendas j se reflete na estratgia empresarial dos grupos. Mudana: Para o presidente do grupo Mquina de Vendas e fundador da Ri-cardo Eletro, Ricardo Nunes, a carac-terstica regional continuar ditando

    a atuao da companhia aps as mu-danas. "Respeitamos a marcas locais, inclusive deixaremos as duas bandei-ras (a Ricardo Eletro e uma das outras quatro) convivendo juntas em todas as lojas. Vamos manter essa cultura de mix de produto, o atendimento e as ofertas sero customizadas para agra-dar a todos os perfis de clientes onde quer que eles estejam". De acordo com o grupo, as lojas funcionaro com a bandeira tradicional e com a logomarca da Ricardo Eletro. Os canais de e-com-merce seguiro a mesma linha com as duas logomarcas em suas pginas. J os portais especializados E-Colcho, Mala Mix, Kangoolu, Cipela e Clube do Ricardo - que fazem parte do grupo Mquina de Vendas - vo manter suas operaes individuais, como j aconte-ce hoje.Desafio: Para o Via Varejo, um dos maiores grupos varejistas do pas, os impactos tambm acarretaram mudan-as. Por meio de nota, o grupo informou que as expectativas do mercado para o crescimento da economia ao final de 2014 eram diferentes do cenrio veri-ficado no fim de 2015 e impactou em cheio o nicho do comrcio varejista de eletroeletrnicos e bens de consumo. "Esperamos um 2016 ainda bastante desafiador. A Companhia est prepara-da para enfrentar este momento, com foco na competitividade, sem afetar a rentabilidade. Continuaremos com frentes para ajustar os custos ao novo patamar do mercado e buscando novas linhas de receita". (Portal NewTrade - So Paulo/SP)SEM SAL A COISA VAI MAL - Mesmo nos dias atuais, a nutrio correta dos animais o maior desafio que os cria-dores brasileiros devem vencer, princi-palmente em relao sazonalidade das forragens. O gado criado em gra-mneas tropicais poderia produzir muito mais, no atingem metade do potencial para ganho de peso, independente da raa. E isso se d porque as gramne-as tropicais no fornecem os nutrientes em quantidades suficientes. Para que um bovino tenha sade e seja produ-tivo, precisa ingerir quantidades ade-quadas de diversos nutrientes como: protena- a dieta ideal entre 10 e 12% de protena bruta na matria seca da dieta total, conforme a categoria ani-mal. Quanto mais jovem maior ser a necessidade. A necessidade de suple-mentar e a quantidade de sal mineral utilizada dependem das metas a serem conseguidas de acordo com o planeja-mento proposto na propriedade. Mas visa basicamente maximizar o consu-mo e a digestibilidade da forragem dis-ponvel. (Fonte: Revista AG)CULPA DA DITADURA DO JUDICI-RIO -Todos os problemas institucionais, enfrentados pela Nao Brasileira, devem-se DITADURA DO PODER JUDICIRIO que sempre vigorou no Brasil, em menor ou maior grau. Antes de 1889, do fatdico 15 de novembro, os Juzes, pelo menos, respondiam ao rei e depois ao imperador. Na repblica, usurparam o poder moderador e , des-de ento, no respondem a ningum, pelos seus atos, porque so juzes de si mesmos. o pareado medieval, em que os "pares do reino" apaniguam-se , no respondendo a ningum , porque, em momento algum, os seus poderes emanaram do povo. Por isso, serviram a todos os senhores, desde a colnia. Segundo Rui Barbosa, a pior ditadura a do Poder Judicirio, porque no h a quem recorrer. Nunca houve uma inter-veno da Nao no Poder Judicirio, porque, repita-se, esse Poder, no Bra-sil nunca emanou do povo. Era do rei e, agora, no de ningum!!! (Antnio Jos Ribas Paiva, Advogado, Presi-dente do Nacional Club).CNA SOLICITA AJUSTES NO PLANO AGRCOLA E PECURIO - O vice-pre-sidente da Confederao da Agricultura e Pecuria do Brasil (CNA), Jos Mrio Schreiner, se reuniu na semana passa-da com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, para discutir ajustes no Plano Agrcola e Pecurio (PAP) 2016/2017

    C l a s s i f i c a d o sVENDO OU ALUGO UMA CASA Na Rua Vanda de carvalho n 78 com 03 quartos, sendo um sute, garagem para 06 carros: Tratar (34) 9 9974-7205.VENDO UMA CASA SEMINOVA MUITO BOA - Com 03 quartos, lavabo, sala de estar e sala de jantar, cozinha ampla, escritrio, lavanderia, varanda muito boa e confortvel, churrasqueira, piscina, garagem para 04 carros, casa toda com armrios, terreno de 490m, sendo 295 metros de construo. Interessados tratar: (34) 9.9994-5530 ou (34) 9.9923-7807.VENDO UM SITIO DE 5,5 ALQUEIRES - Bem localizado, todo formado, bom de gua, 17 km prximo da cidade do Prata/mg., valor a combinar: fone: 99971-7066 - 99646-8174.VENDO TERRENO Avenida Talma Campos de Abreu, No Bairro Colina Park Boulevard com rea 300m, frente de 12m, pelos lados 25m : Tratar (34)99999-8767 ou 99136-0096

    e a reviso da Poltica de Garantia dos Preos Mnimos (PGPM). Schreiner defendeu ainda mais recursos para o Programa de Subveno ao Prmio do Seguro Rural (PSR) e para programas de investimentos, alm da reduo dos juros das linhas de financiamento. O PAP 2016/2017 destinar R$ 202,8 bilhes para financiar custeio, investi-mento e comercializao. No entanto, houve queda de recursos para os in-vestimentos em relao ao ano pas-sado, alm da alta dos juros. Quanto PGPM, o setor props ao ministro o re-ajuste de preos mnimos para culturas como milho, trigo e arroz, visto a alta dos custos de produo. O ministro Ma-ggi e o secretrio de Poltica Agrcola do ministrio, Neri Geller, disseram que vo analisar os pedidos. (Fonte: CNA)MATO GROSSO E OUTROS 20 ESTA-DOS REGISTRAM QUEDA NOS ABA-TES DE BOVINOS EM 2016 - Mato

    Grosso registrou um recuo de 43,41 mil cabeas de bovinos abatidas no primei-ro trimestre de 2016, em relao ao per-odo o ano passado. Ao todo no Brasil 21 das 27 Unidades da Federao tiveram queda no envio de animais para os fri-gorficos. Apesar da retrao, o Estado se mantm lder no ranking de abates de bovinos, seguido do Mato Grosso do Sul e So Paulo. Os nmeros constam na "Estatstica da Produo Pecuria", referente ao primeiro trimestre de 2016, divulgado na ltima quinta-feira, 16, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Esta-tstica (IBGE). Entre janeiro e maro foram abatidos em Mato Grosso 1,117 milho de cabeas de bovinos, 3,7% a menos que as 1,160 milho do perodo em 2015. Mesmo com a queda nos aba-tes, o Estado registrou ganho de peso das carcaas de 2,5%. No Brasil, o de-crscimo foi de 7,739 milhes de cabe-as para 7,292 milhes. (Fonte: IBGE)

    Polcia Militar faz grande apreenso de crack e prende

    duas pessoas envolvidas Durante operao anti-drogas, policiais militares recebe-ram denncia de que na Rua Pri-meiro de Maio, estaria ocorrendo trfico de drogas. Ao deslocarem ao local foram recebidos pelo autor Valdenir Almeida de Paula, proprietrio da residncia j com duas passagens por trfico de entorpecente, que nos autorizou o adentrar na casa, onde foi lo-calizado o autor Alderjaime Ben-to de Oliveira, escondido debaixo da cama, sendo verificado que o mesmo tem passagem por homi-cdio tentado, furto e possui fuga em aberto do presdio do Prata e segundo ele se encontrava na re-sidncia desde a data 11/06/2016 fazendo uso de entorpecentes e que a droga era fornecida pelo autor Valdemir. Depois de inten-sa busca no interior do imvel, foi localizado no quarto do autor Val-dernir uma sacola de plstico con-tendo 90 pedras de crack doladas

    prontas para a venda, 01 pedra tambm de crack de porte maior pesando 5 gramas, aproximada-mente 35 gramas de crack em p, 01 faca, 01 pires e 01 gillete com resqucios de crack e 01 rolo de papel alumnio. Os autores foram presos e conduzidos delegacia juntamente com a droga e os ma-teriais apreendidos.

  • 3Sexta-feira, 24 de Junho de 2016didatos aprovados no concurso pblico n. 001/2015. RESOLVE: Art. 1 - Ficam no-meados os candidatos aprovados em concurso pblico, abaixo discriminados, para prover os seguintes cargos: AUXILIAR DE SERVIOS DA EDUCAO: Cleonice Rodrigues Alves - 3 Lugar e Monica Ferreira Oliveira - 4 Lugar. PSICLOGO: Ana Carolina Pita de Almeida - 6 Lugar. SERVENTE ESCOLAR: Lilia Pereira de Jesus - 7 Lugar e Raquel Maria de Souza Fernandes - 8 Lugar. Art. 2 - A posse dos candi-datos aprovados e nomeados no art. 1 ocorrer no prazo de trinta dias contados da publicao deste ato de provimento (Art. 35 1 do Estatuto dos Servidores Pblico do Municpio de Prata). Art. 3 - No ato da posse os candidatos devero apresen-tar toda a documentao exigida no item 2.6 do Edital de Concurso n 001/2015, declarao pblica de bens e valores que constituem seu patrimnio e declarao quanto ao exerccio ou no de outro cargo, emprego ou funo publica (art. 35 3 da Lei Complementar n. 002/2006, de 31 de janeiro de 2006). 1 - Os candidatos nomeados sero submetidos, para efeito de posse, a exame mdico oficial conforme item 10.7 do edital. 2 - Os candidatos que no ato da posse no apresentarem os documentos previstos no caput sero eliminados conforme item 10.8 do edital. Art. 4 - O prazo para os candidatos entrarem em exerccio de 15 (quinze) dias, conta-dos da data da posse, sob pena de exonerao (art. 37 3 do Estatuto do Servidor Pblico Municipal). Art. 5 - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicao.Prefeitura Municipal de Prata, em 20 de junho de 2016.

    ANUAR ARANTES AMUIPrefeito Municipal__________________________________________________________________PORTARIA N 469/2016 NOMEIA CANDIDATOS APROVADOS EM CONCURSO PBLICO E CONTM OU-TRAS PROVIDNCIAS.Dr. Anuar Arantes Amui, Prefeito Municipal de Prata, Estado de Minas, no uso de suas atribuies legais, e considerando a homologao do resultado final de can-didatos aprovados no concurso pblico n. 001/2015. RESOLVE: Art. 1 - Ficam no-meados os candidatos aprovados em concurso pblico, abaixo discriminados, para prover os seguintes cargos: PROFESSOR I: Debora Fernandes Carvalho - 23 Lugar e Fernanda Franco Junqueira - 24 Lugar. Art. 2 - A posse dos candidatos aprovados e nomeados no art. 1 ocorrer no prazo de trinta dias contados da publicao deste ato de provimento (Art. 35 1 do Estatuto dos Servidores Pblico do Municpio de Prata). Art. 3 - No ato da posse os candidatos devero apresentar toda a documen-tao exigida no item 2.6 do Edital de Concurso n 001/2015, declarao pblica de bens e valores que constituem seu patrimnio e declarao quanto ao exerccio ou no de outro cargo, emprego ou funo publica (art. 35 3 da Lei Complementar n. 002/2006, de 31 de janeiro de 2006). 1 - Os candidatos nomeados sero subme-tidos, para efeito de posse, a exame mdico oficial conforme item 10.7 do edital. 2 - Os candidatos que no ato da posse no apresentarem os documentos previstos no caput sero eliminados conforme item 10.8 do edital. Art. 4 - O prazo para os candidatos entrarem em exerccio de 15 (quinze) dias, contados da data da posse, sob pena de exonerao (art. 37 3 do Estatuto do Servidor Pblico Municipal). Art. 5 - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicao.Prefeitura Municipal de Prata, em 21 de junho de 2016.

    ANUAR ARANTES AMUIPrefeito Municipal

    Aconteceu dia 19 a Semifinal da Copa do Tringulo Mineiro e Alto Paranaba 2016. Placar final: Pratense 04 x 02 Braslia (Araguari).Parabns a todos os atletas, torcedores, Comisso e Diretoria. Prximos jogos:Domingo (26) em Indianpolis:Indianpolis x Pratense. E dia 03/07/16 a grande final em casa: Pratense x Indianpolis.

    Equipe Pratense em mais uma final de Campeonato

    PORTARIA N 435/2016 NOMEIA CANDIDATOS APROVADOS EM CONCURSO

    PBLICO E CONTM OUTRAS PROVIDNCIAS. Dr. Anuar Arantes Amui, Prefeito Municipal de Prata, Estado de Minas, no uso de suas atribuies legais, e considerando a homologao do resultado fi-nal de candidatos aprovados no concurso pblico n. 001/2015. RESOLVE: Art. 1 - Ficam nomeados os candidatos aprovados em concurso pblico, abaixo discri-minados, para prover os seguintes cargos: ASSISTENTE SOCIAL: Ellen Cristina da Conceio Santos - 3 Lugar. AUXILIAR ADMINISTRATIVO: Stefany Caetano Ribeiro - 17 Lugar e Mariza Felipe de Arajo - 18 Lugar. AUXILIAR DE SERVIOS: Ludimila Dias de Oliveira -14 Lugar - Edevania Freitas Soares - 15 Lugar, Luciana Vieira de Souza - 16 Lugar e Claudia Carvalho Ferreira - 17 Lugar. EN-GENHEIRO CIVIL: Carolina dos Santos Estevo Costa - 1 Lugar. ELETRICISTA: Maurcio Rosa Rodrigues - 2 Lugar. ENFERMEIRO PADRO: Daiana Aparecida Moreira Ulhoa - 4 Lugar - Marcela Mendes Santos - 5 Lugar - Jaqueline Santos Ferreira - 6 Lugar. MDICO PSIQUIATRA: Maurcio Rosa de Almeida Jnior - 1 Lugar. MOTORISTA DE AMBULNCIA: Denis Ribeiro Mota - 4 Lugar, Hugly Alves Fernandes - 5 Lugar e Vitor Hugo Oliveira - 6 Lugar. MOTORISTA DE VECULO LEVE: Vitor Hugo Alves - 12 Lugar, Fernando Baltazar - 13 Lugar e Luciano Hen-rique dos Santos - 14 Lugar. PROFESSOR I: Leticia Oliveira Ferreira - 19 Lugar, Elida Cristina Moreira Franco - 20 Lugar, Lidiane Mariano Macedo - 21 Lugar e Wilma Aparecida Ferreira - 22 Lugar. PROFESSOR II PROFESSOR DO 6 AO 9 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMTICA: Lucia Helena Teixeira Vilela Garcia - 4 Lugar. PROFESSOR II - PROFESSOR DO 6 AO 9 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUS: Douglas Pires de Sousa - 4 Lugar. PSICLOGO: Stefani Incio Aguiar Dias - 3 Lugar, Setefany Santos Novais - 4 Lugar e Millayne Nunes Mendes - 5 Lugar. SECRETRIO ESCOLAR: Dannuvia As-suno Domingues de Freitas - 8 Lugar. SERVENTE ESCOLAR: Franciele Souza Alves - 6 Lugar. SERVIOS GERAIS: Vitalina da Silva - 22 Lugar. TCNICO DE ENFERMAGEM: Leidiane Aparecida Gonalves de Jesus - 4 Lugar, Gisele Costa Vieira - 5 Lugar, Daniela Rosana Fernandes - 6 Lugar, Daniele Campos Silva - 7 Lugar, Lauciene Gomes dos Santos - 8 Lugar, Maria Aparecida Rufino Fernandes - 9 lugar, Maria das Dores Silva Arantes - 11 Lugar e Franciely Silva Vieira - 12 Lugar TCNICO DE RAIOS-X: Ana Paula Cunha Mora-es - 5 Lugar. VIGIA: Eldvan Calixto de Almeida - 7 Lugar, Clelio Vilela Vieira - 8 Lugar. Benedito de Assis Junqueira Costa - 9 Lugar e Wexley Chaves Silva - 10 Lugar. Art. 2 - A posse dos candidatos aprovados e nomeados no art. 1 ocorrer no prazo de trinta dias contados da publicao deste ato de provimento (Art. 35 1 do Estatuto dos Servidores Pblico do Municpio de Prata). Art. 3 - No ato da posse os candidatos devero apresentar toda a documentao exigida no item 2.6 do Edital de Concurso n 001/2015, declarao pblica de bens e valores que constituem seu patrimnio e declarao quanto ao exerccio ou no de outro cargo, emprego ou funo publica (art. 35 3 da Lei Complementar n. 002/2006, de 31 de janeiro de 2006). 1 - Os candidatos nomeados sero submetidos, para efeito de posse, a exame mdico oficial conforme item 10.7 do edital. 2 - Os candidatos que no ato da posse no apresentarem os documentos previstos no caput sero eliminados con-forme item 10.8 do edital. Art. 4 - O prazo para os candidatos entrarem em exerccio de 15 (quinze) dias, contados da data da posse, sob pena de exonerao (art. 37 3 do Estatuto do Servidor Pblico Municipal). Art. 5 - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicao.Prefeitura Municipal de Prata, em 09 de junho de 2016.

    ANUAR ARANTES AMUIPrefeito Municipal__________________________________________________________________PORTARIA N 448/2016 NOMEIA CANDIDATO APROVADO EM CONCURSO PBLICO E CONTM OU-TRAS PROVIDNCIAS.Dr. Anuar Arantes Amui, Prefeito Municipal de Prata, Estado de Minas, no uso de suas atribuies legais, e considerando a homologao do resultado final de candi-datos aprovados no concurso pblico n. 001/2015. RESOLVE: Art. 1 - Fica nome-ado o candidato aprovado em concurso pblico, abaixo discriminado, para prover o seguinte cargo: MOTORISTA DE VECULO LEVE: Wenderson Macedo Freitas - 15 Lugar. Art. 2 - A posse do candidato aprovado e nomeado no art. 1 ocorrer no prazo de trinta dias contados da publicao deste ato de provimento (Art. 35 1 do Estatuto dos Servidores Pblico do Municpio de Prata). Art. 3 - No ato da posse o candidato dever apresentar toda a documentao exigida no item 2.6 do Edital de Concurso n 001/2015, declarao pblica de bens e valores que constituem seu patrimnio e declarao quanto ao exerccio ou no de outro cargo, emprego ou funo pblica (art. 35 3 da Lei Complementar n. 002/2006, de 31 de janeiro de 2006). 1 - O candidato nomeado ser submetido, para efeito de posse, a exame mdico oficial conforme item 10.7 do edital. 2 - O candidato que no ato da posse no apresentar os documentos previstos no caput ser eliminado conforme item 10.8 do edital. Art. 4 - O prazo para o candidato entrar em exerccio de 15 (quinze) dias, contados da data da posse, sob pena de exonerao (art. 37 3 do Estatuto do Servidor Pblico Municipal). Art. 5 - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicao.Prefeitura Municipal de Prata, em 14 de junho de 2016.

    ANUAR ARANTES AMUIPrefeito Municipal__________________________________________________________________PORTARIA N 460/2016 NOMEIA CANDIDATOS APROVADOS EM CONCURSO PBLICO E CONTM OU-TRAS PROVIDNCIAS.Dr. Anuar Arantes Amui, Prefeito Municipal de Prata, Estado de Minas, no uso de suas atribuies legais, e considerando a homologao do resultado final de can-

  • 4 Sexta-feira, 24 de Junho de 2016

    O RETORNO GARANTIDO. LIGUE: (34) 3431-2447

    ANUNCIE NO

    A Associao Brasileira da Indstria de Leite Longa Vida e a Associao Brasileira de Pe-quenas e Mdias Cooperativas e Empresas de Laticnios - G100, com o apoio da Embrapa, rea-lizam o Workshop Avaliao de Risco, no prximo dia 23 de ju-nho. O objetivo a capacitao de profissionais do setor lcteo responsveis pela captao, se-leo, transporte e anlise da matria- prima na plataforma de indstria. O evento ocorre no au-ditrio da Embrapa, em Concr-

    dia/SC, das 14h s 18h. A progra-mao prev a discusso sobre a origem, coleta, anlise e seleo da matria-prima, desde a fonte at a plataforma da indstria. A primeira palestra ser com Sinval Pereira da Silva, especialista em cincia e tecnologia de laticnios, sobre "Origem, qualidade da ma-tria-prima e possveis adultera-es no leite". As inscries so gratuitas e feitas pela Internet, no site do G100 (http://bancogeral.com.br/workshops-ablv-g100/). (Fonte: Embrapa)

    Workshop discute avaliao de risco na cadeia leiteira Para unificar todas as

    aes em busca de solues para o endividamento dos pro-dutores atingidos por problemas climticos, o Instituto Pensar Agropecuria (IPA), a pedido da Frente Parlamentar da Agrope-curia (FPA), est encabeando uma articulao junto ao Minist-rio da Agricultura. Houve excesso de chuva no Rio Grande do Sul e seca nos estados do Matopiba, no Mato Grosso e em Gois. De acordo com o vice-presidente do IPA, Jlio Czar Busato, foram realizadas reunies com tcnicos da Secretaria de Poltica Agrcola

    do Ministrio da Agricultura para montar uma estratgia de traba-lho. Ser pedida a prorrogao dos custeios de quem foi afetado na safra 2015/2016, o adiamen-to da parcela dos investimentos que vai vencer agora para o fim dos contratos, que os bancos no promovam aes de cobrana, e tambm a busca de novos cus-teios. Precisamos garantir que o agricultor plante a prxima safra, argumentou Busato. A ao conta com a colaborao da Confede-rao da Agricultura e da Pecu-ria do Brasil (CNA) e de outras entidades. (Fonte: FPA)

    Frente Parlamentar Agropecuria quer prorrogao de dvidas

    O Cadastro Ambiental Rural (CAR) foi prorrogado para at 31 de dezembro de 2017. A data vale para todas as pro-priedades rurais. A deciso foi assinada pelo presidente em exerccio, Michel Temer, e saiu no Dirio Oficial da Unio (DOU) da quarta-feira da semana pas-sada. A prorrogao reflexo da Medida Provisria 707/2015, aprovada pelo Congresso Na-cional. A Medida, no entanto, previa a ampliao da renego-ciao de dvidas de crdito para produtores, e Temer vetou este pedido, e aprovou apenas

    a prorrogao do prazo. A ana-lista de projetos da Associao dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT), Marlene Lima, afirma que a prorrogao uma oportunida-de para que todos tenham aces-so aos benefcios originados no Cdigo Florestal, aprovado em 2012. O CAR o primeiro pas-so para a regularizao ambien-tal da propriedade. Alm disso, aps o dia 31 de dezembro de 2017, os produtores que no ti-verem o CAR no tero acesso ao crdito rural, adverte. (Fon-te: Aprosoja/MT)

    CAR prorrogado para todos at dezembro de 2017

    O mercado do boi gordo apresentou baixa movimentao na ltima sexta-feira, 17, o que colaborou com poucas alteraes de preos. A oferta de animais terminados apresentou melhora em algumas regies pesquisa-das pela Scot Consultoria, o que resultou em pagamentos meno-res. Entretanto, este cenrio no acontece na maioria das praas, onde persiste a dificuldade em adquirir boiadas. No mercado atacadista de carne com osso, os preos esto estveis. Para

    os prximos dias, no so espe-radas melhoras no escoamento. A margem de comercializao (diferena entre receita e o preo pago pelo boi gordo) das inds-trias que vendem carne com osso (Equivalente Scot Carcaa) est em 0,8%, 15,6 pontos percentu-ais abaixo do que o registrado no incio deste ano. (Fonte: Scot Consultoria)

    Baixa movimentao no mercado do boi gordo

  • 5Sexta-feira, 24 de Junho de 2016

  • 6 Sexta-feira, 24 de Junho de 2016

    Fundo do FGTS citado na Operao Lava Jato perde

    R$ 900 milhes No foco da Operao Lava Jato, o FI-FGTS, fundo de investi-mento que usa recursos dos traba-lhadores para aplicar em infraestru-tura, registrou, pela primeira vez em seus oito anos, prejuzo no resulta-do anual. A rentabilidade de 2015 ficou negativa em 3%, e houve uma perda de R$ 900 milhes do patri-mnio lquido. A principal razo para resultado to ruim foi o provisiona-mento de R$ 1,8 bilho para cobrir os prejuzos do colapso da Sete Brasil, criada para construir e ad-ministrar os navios sondas do pr--sal. O FI-FGTS, criado no governo Lula, entrou de vez na mira da Lava Jato aps a priso de Fbio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa, que participava do comit que decidia os investimentos do fundo e aponta-do como ligado ao ex-presidente da Cmara Eduardo Cunha. Cleto j teve sua delao premiada homo-logada pelo Supremo Tribunal Fe-deral, e h uma expectativa de que seus depoimentos mostrem como funcionava o esquema de apro-vao dos projetos que recebiam dinheiro do fundo. O investimento malsucedido na Sete Brasil no foi o nico em empresas tambm en-volvidas na Lava Jato. O FI-FGTS chegou a ter mais de um tero do total do patrimnio lquido, de R$ 34 bilhes, aplicado em companhias envolvidas no escndalo. Esto na lista a Odebrecht Transport e a Odebrecht Ambiental, empresas de

    ADRIANA LUZIA BORONEZI M.E, empresa com sede em Prata - MG, Rodovia MGT 497, Km 17 Barraco 03 CEP 38140.000, inscrita no CGC/MF sob o n. 03.453.320/0003-57, convoca o SR. PEDRO HENRIQUE LIMA NETO, CTPS n 2910309, srie 003-0 UF-MG, que deixou de comparecer ao trabalho desde 07/03/2016, sem apresentar qualquer justificativa, a comparecer em sua sede no prazo mximo de 24 (vinte e quatro horas) sob pena de configurar abandono de empre-go, sujeito s penalidades previstas no art. 482 da CLT.

    PRATA, 24 DE JUNHO DE 2016.

    ABANDONO DE EMPREGO

    capital fechado do Grupo Odebre-cht, alm da OAS leo e Gs e da CCR (concessionria de rodovias dos grupos Andrade Gutierrez e Ca-margo Corra). Alguns desses in-vestimentos tambm tm provoca-do perdas: como o fundo obrigado a remarcar o valor das empresas das quais scio, teve de registrar a desvalorizao de R$ 400 milhes no valor de mercado da Odebrecht Transport, por exemplo. Refern-cia. Alm de financiar projetos de infraestrutura, o FI-FGTS foi criado tambm com o objetivo de melhorar a rentabilidade do FGTS (de 3% ao ano mais a Taxa Referencial - TR). Pelas regras do fundo, a rentabilida-de de referncia de 6% ao ano, mais a TR - ou seja, o desempenho do ano passado ficou muito distante disso. Mas no h punio por no alcanar essa meta. A Caixa, gesto-ra do fundo, precisa entregar esse desempenho ao fim de toda a matu-rao dos investimentos. H ainda uma gordura para queimar, j que o retorno dos ltimos anos foi acima da referncia. A rentabilidade acu-mulada de 53%, superior ao mni-mo exigido para o perodo, que de 33%. O retorno do fundo em 2014 j tinha cado por causa da Sete Bra-sil. Naquele ano, o FI-FGTS reser-vou R$ 374 milhes para cobrir as perdas com a empresa. Com dvida de R$ 19,3 bilhes, a Sete entrou com pedido de recuperao judicial em abril. (Fonte: Site ESTADO)