Guia da Implementação para a Estratégia de Competências ...· práticas, trabalho colaborativo

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Guia da Implementação para a Estratégia de Competências ...· práticas, trabalho colaborativo

  • OECD Skills Studies

    Guia de Implementao para a Estratgia de Competncias para Portugal

    FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAO E FORMAO DE ADULTOSSumrio Executivo / Avaliao e Recomendaes

    Guia de Implementao para a Estratgia de Competncias para Portugal

    FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAO E FORMAO DE ADULTOSSumrio Executivo / Avaliao e Recomendaes

    Elevar as qualificaes dos seus cidados fundamental para o sucesso econmico e o bem-estar social de Portugal. medida que a globalizao e a digitalizao transformam o modo como as pessoas trabalham, as sociedades funcionam e os indivduos interagem, Portugal tem de dotar a sua populao de competncias slidas e assim ajud-las a tirar partido destas novas oportunidades e desafios.

    Durante muitos anos, Portugal colocou a educao e o desenvolvimento de competncias no topo da agenda poltica. Contudo, mais de metade da populao adulta no concluiu o ensino secundrio. Com o rpido envelhecimento da populao e uma crescente discrepncia de competncias entre geraes, Portugal necessita de fortalecer o seu sistema de ensino e formao para adultos. Para que isto acontea, o pas precisar de uma viso clara para o sistema de educao e formao de adultos e de uma forte parceria entre todas as partes interessadas Governo central, autarquias, prestadores de servios de educao e formao, empregadores, sindicatos, entidades sem fins lucrativos e os formandos.

    Este relatrio define reas onde a acessibilidade, a flexibilidade e a qualidade do sistema de aprendizagem de adultos podem ser melhoradas, bem como onde podem ser fortalecidos mecanismos de governao e financiamento. Para ajudar a atingir estes objectivos, o relatrio apresenta exemplos de boas prticas nacionais e internacionais, complementadas por um conjunto de aes concretas para ajudar Portugal a melhorar o sistema educativo e, assim, reforar o seu crescimento econmico e coeso social.

  • Este estudo foi publicado sob a responsabilidade do Secretrio-Geral da OECD. As opinies expressas e argumentos utilizados no refletem necessariamente as opinies oficiais dos pases membros da OECD. Este documento e qualquer dados e mapa aqui includos foram elaborados sem prejuzo do status ou soberania de qualquer territrio, da delimitao de limites e fronteiras internacionais e do nome do territrio, cidade ou rea.

    Por favor, cite esta publicao como:

    OECD (2018), Skills Strategy Implementation Guidance for Portugal: Strengthening the Adult-Learning System, OECD Skills Studies, OECD Publishing, Paris,

    http://dx.doi.org/10.1787/9789264298705-en.

    ISBN 978-92-64-29867-5 (print) ISBN 978-92-64-29870-5 (PDF) Series: OECD Skills Studies ISSN 2307-8723 (print) ISSN 2307-8731 (online)

    A corrigenda s publicaes da OECD pode ser encontrada on-line em: www.oecd.org/about/publishing/corrigenda.htm.

    OECD 2018

    Pode copiar, transferir ou imprimir o contedo da OECD para seu uso pessoal, e pode incluir excertos das publicaes da OECD, bases de dados e produtos multimdia nos seus prprios documentos, apresentaes, blogs, sites e materiais formativos, desde que seja corretamente mencionada a fonte e o(s) titular(es) dos direitos de autor. Todos os pedidos para utilizao pblica ou comercial traduo devem ser apresentados a rights@oecd.org. Os pedidos de autorizao para fotocopiar partes deste material para utilizao pblica ou comercial devem ser dirigidos diretamente ao Copyright Clearance Center (CCC) em info@copyright.com ou ao Centre francais dexploitation du droit de copie (CFC) em contact@cfcopies.com.

  • SUMRIO EXECUTIVO 3

    GUIA DA IMPLEMENTAO PARA A ESTRATGIA DE COMPETNCIAS PARA PORTUGAL OECD 2018

    Sumrio Executivo

    Uma mo-de-obra altamente qualificada fundamental para ajudar Portugal a recuperar

    da ltima recesso e responder aos desafios de uma economia cada vez mais global e

    digital. Embora Portugal tenha dado grandes passos para impulsionar o seu desempenho

    educativo, a populao est a envelhecer e o desnvel de competncias entre os jovens

    com formao e os adultos mais velhos est a aumentar. Muitos adultos correm o risco de

    ficar para trs.

    Com uma economia que est novamente a crescer, Portugal tem uma oportunidade de

    reforar o sistema de educao e formao de adultos, aumentando a sua acessibilidade e

    qualidade, especialmente para adultos com baixas qualificaes. Isto, por sua vez, pode

    criar maior crescimento e bem-estar para todos.

    A colaborao OCDE-Portugal numa Estratgia Nacional de Competncias - Fase

    de Ao

    O projeto Construindo uma Estratgia Nacional de Competncias (ENC) para Portugal

    (NSS) iniciou-se com o XIX governo portugus. A fase de diagnstico decorreu entre

    2013 e 2015, identificando 12 desafios de qualificaes chave para Portugal. Estes iam da

    melhoria da qualidade do ensino obrigatrio reduo do desemprego jovem e

    promoo da educao e formao de adultos dirigida aos adultos com baixas

    qualificaes.

    Em 2017, o XXI Governo Constitucional portugus e a OCDE comearam a trabalhar na

    fase de ao da ENC para identificar aes concretas para melhorar a educao e

    formao de adultos.

    A fase de ao da ENC envolveu uma anlise comparativa para identificar as melhores

    prticas, trabalho colaborativo com uma equipa governativa interministerial, e um amplo

    envolvimento com as partes interessadas, incluindo o governo, empresas e prestadores de

    servios educativos e formao, sindicatos, associaes patronais, universidades e

    organizaes da sociedade civil.

    Melhorar as competncias de adultos importante para promover o crescimento e o

    bem-estar em Portugal

    Os sucessivos governos em Portugal empreenderam profundas reformas educativas. Estas

    abrangeram medidas como o aumento da escolaridade obrigatria e a reorganizao da

    rede escolar, expanso das opes de educao e formao profissional e a criao de

    novas vias do ensino superior. A educao e formao de adultos tambm foi alvo de

    ateno, com polticas que contribuam para aumentar o interesse na aprendizagem entre

    adultos. No entanto, a participao na educao e formao de adultos permanece

    ligeiramente abaixo da mdia da Unio Europeia, apesar da necessidade de muitos

    adultos melhorarem as suas competncias.

  • 4 SUMRIO EXECUTIVO

    GUIA DA IMPLEMENTAO PARA A ESTRATGIA DE COMPETNCIAS PARA PORTUGAL OECD 2018

    Reforar a motivao dos adultos para aprender crtico para a participao

    A participao na educao e formao de adultos continua desigual em Portugal: quem

    possui nveis de educao superiores tem muito mais probabilidade de participar. A

    crescente conscincia dos benefcios da aprendizagem especialmente importante para

    ultrapassar barreiras motivacionais. Entre as abordagens teis encontra-se a prestao de

    melhor informao sobre retornos e informao personalizada destinada aos adultos com

    baixas qualificaes. Para incentivar a motivao, Portugal pode aproveitar o papel

    orientador reforado dos seus centros de educao e formao de adultos (Centros

    Qualifica), o seu sistema de avaliao das competncias com procura na economia

    (Sistema de Antecipao de Necessidades de Qualificaes, SANQ), e os esforos

    recentes para desenvolver uma cultura de aprendizagem ao longo da vida na

    administrao pblica.

    Os esforos para aumentar a acessibilidade e a qualidade do sistema devem

    continuar

    Os mecanismos de reconhecimento da aprendizagem prvia de adultos, das oportunidades

    de formao modulares e da formao promovida pelos empregadores sofreram uma

    expanso em Portugal. No entanto, h barreiras que continuam a limitar a participao,

    especialmente para os titulares de baixas qualificaes. As partes interessadas referiram a

    falta de oportunidades acessveis em algumas zonas e a necessidade de tornar o ensino

    mais flexvel e ajustado s necessidades dos utilizadores e dos empregadores. Assinalam

    com frequncia a necessidade de mais e melhor orientao de carreiras.

    necessria uma melhor coordenao entre as muitas entidades que asseguram a

    educao e formao de adultos para clarificar as oportunidades disponveis para adultos

    e reduzir as lacunas e sobreposies no sistema. As partes interessadas assinalaram

    amplamente o valor de uma estrutura forte de avaliao e monitorizao do desempenho

    da educao e formao de adultos, apoiando-se no trabalho da Agncia Nacional para a

    Qualificao e o Ensino Profissional, I.P., ou ANQEP.

    So necessrios mecanismos de gesto e financiamento mais fortes

    O sistema de educao e formao de adultos em Portugal envolve muitos atores.

    Portugal poderia estabelecer estruturas de governao que facilitassem a colaborao

    entre ministrios centrais, nveis da estrutura governativa e entre o governo e as partes

    interessadas. H diversos organismos que proporcionam uma base til, incluindo a

    ANQEP e as comunidades intermunicipais ou CIM. As empresas locais e as associaes

    da sociedade civil podem coordenar melhor as suas aes para avaliar as necessidades de

    competncias, melhorar a divulgao junto dos formandos e desenvolver abordagens

    flexveis educao e formao de adultos.

    O sistema beneficiou de um forte apoio do sistema de financiamento da UE, variaes

    significativas nos nveis de financiamento ao longo do tempo, e uma reduzida utilizao

    do financiamento como ferramenta da poltica estratgica, para garantir qualidade e

    resultados. Os incentivos financeiros s pessoas e s empresas poderiam ser mais bem

    dirigidos, alinhados com as necessidades do mercado de trabalho e complementados por

    medidas de orientao para aumentar a eficcia. O foco renova