Iatf Guia Para Iso Ts 16949 2002

  • View
    94

  • Download
    9

Embed Size (px)

Transcript

  • EDIO

    AIAG

    Diretrizes do IATF para a

    ISO/TS 16949:2002

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    Este documento foi criado pelo IATF (International Automotive Task Force). Os direitos autorais do

    presente texto so de propriedade da ANFIA, CCFA/FIEV, SMMT, VDA (ver texto abaixo), e dos

    fabricantes de automveis DaimlerChrysler, Ford Motor Company, General Motors Corp.

    proibido reproduzir o presente documento ou qualquer de seus trechos em sistemas de recuperao de

    dados ou transmiti-los em qualquer forma, por quaisquer meios, eletrnico, fotocpias, gravaes ou

    qualquer outro modo sem a devida autorizao por escrito.

    As solicitaes de autorizao para a permisso de reproduo e/ou traduo deste documento ou

    qualquer parte deste devero ser enviadas a um dos endereos abaixo:

    International Automotive Oversight Bureau (IAOB/EUA)

    Associazione Nazionale Fra Industrie Automobilistiche (ANFIA/Itlia)

    Comit des Constructeurs Franais d'Automobiles (CCFA/Frana)

    Fdration des Industries des quipements pour Vhicules (FIEV/Frana)

    Society of Motor Manufacturers and Traders (SMMT/Reino Unido)

    Verband der Automobilindustrie Qualitts Management Center (VDA-QMC/Alemanha)

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    ANFIA, CCFA/FIEV, SMMT, VDA, Todos os direitos reservados.

    DaimlerChrysler AG, Ford Motor Company, General Motors Corp. Todos os direitos reservados. 2

    NDICE Pgina

    Introduo.................................. 1

    Estrutura das Diretrizes do IATF............................................................................................................... 2

    1 Objetivo................................................................ 3

    1.1 Generalidades.......................................................... 3

    1.2 Aplicao............................. 3

    2 Referncia normativa............................... 3

    3 Termos e definies................................ 3

    4.1 Requisitos Gerais.............................. 3

    4.2 Requisitos de documentao................................................ 5

    5.1 Comprometimento da Direo.. 6

    5.2 Foco no cliente ........ 6

    5.3 Poltica da qualidade............................. 6

    5.4 Planejamento.............................. 7

    5.5.1 Responsabilidade e autoridade.................................. 7

    5.6 Anlise crtica pela direo.................................................... 8

    6.1 Proviso de Recursos............................... 8

    6.2.1 Generalidades.................................. 8

    6.3 Infra-estrutura.............................. 10

    6.4 Ambiente de trabalho.................................... 10

    7.1 Planejamento da realizao do produto............................... 11

    7.2.1 Determinao dos requisitos relacionados ao produto.................................... 12

    7.3 Projeto e desenvolvimento................................... 14

    7.4.1 Processo de aquisio................................... 17

    7.5.1 Controle de produo e de fornecimento de servio .................................... 19

    7.6 Controle de dispositivos de medio e monitoramento ..................................... 22

    8.1 Generalidades......................................... 22

    8.2.1 Satisfao dos clientes..................................... 23

    8.3 Controle de produtos no-conforme............................................... 25

    8.4 Anlise de dados................................. 26

    8.5.1 Melhoria continua da organizao............................... 26

    Folha de avaliao de Prontido........................... 30

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    ANFIA, CCFA/FIEV, SMMT, VDA, Todos os direitos reservados.

    DaimlerChrysler AG, Ford Motor Company, General Motors Corp. Todos os direitos reservados. 3

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    INTRODUO:

    As diretrizes do IATF limitam-se a prestar assistncia na aplicao da ISO/TS 16949:2002. Este

    documento apenas uma referncia sem inteno alguma de ser um requisito de certificao.

    A ISO/TS 16949:2002 um documento que estabelece requisitos para indstria automobilstica. As

    presentes diretrizes fornecem um guia indstria automotiva dos requisitos especificados na ISO/TS

    16949:2002. Os signatrios do IATF para a ISO/TS 16949:2002 podem ter materiais de referncia

    adicional definidos em seus requisitos especficos do cliente. Os websites abaixo listados contm ou

    mencionam informaes adicionais sobre manuais de referncia.

    Associazione Nazionale Fra Industrie Automobillistiche (ANFIA)

    Website: www.anfia.it e-mail: anfia@anfia.it

    International Automotive Oversight Bureau (IAOB)

    Website: www.iaob.org e-mail: quality@aiag.org

    Fdration des Industries des quipements pour Vhicules (FIEV)

    Comit des Constructeurs Franais d'Automobiles (CCFA)

    Website: www.iatf-france.com e-mail: iatf@iatf-France.com

    Society of Motor Manufacturers and Traders Ltd. (SMMT Ltd.)

    Website: www.smmt.co.uk e-mail: quality@smmt.co.uk

    Verband der Automobilindustrie - Qualitts Management Center (VDA-QMC) Website: www.vda-qmc.de e-mail: info@vda-qmc.de

    As diretrizes do IATF do suporte ISO/TS 16949:2002, com exemplos, aplicaes, prticas ou

    explicaes. Estas diretrizes tm o objetivo de serem aplicadas em instalaes das organizaes

    em que se fabricam peas e/ou so fornecidos servios especificados pelo cliente. Estas diretrizes

    podem ser tambm aplicadas por organizaes ao longo da cadeia produtiva da indstria

    automobilstica.

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    ANFIA, CCFA/FIEV, SMMT, VDA, Todos os direitos reservados.

    DaimlerChrysler AG, Ford Motor Company, General Motors Corp. Todos os direitos reservados. 2

    ESTRUTURA DAS DIRETRIZES DO IATF

    Coluna da esquerda: Nmero da clusula e ttulo da ISO/TS 16949:2002

    Coluna da direita: Prticas, exemplos, aplicaes, explicaes. Quando no houver

    nenhuma informao adicional para ser uma clusula em particular, a

    declarao ser: No h nenhuma diretriz do IATF.

    As referncias no presente documento ao texto original da ISO 9001:2000 so apresentadas em itlico e com fonte normal.

    As referncias a um texto especfico para a indstria automotiva so

    apresentadas em negrito e em texto normal.

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    ANFIA, CCFA/FIEV, SMMT, VDA, Todos os direitos reservados.

    DaimlerChrysler AG, Ford Motor Company, General Motors Corp. Todos os direitos reservados. 3

    ISO/TS 16949:2002

    Nmero e ttulo da clusula

    Prticas, exemplos, aplicaes, explicaes.

    1 Objetivo 1.1 Generalidades

    Os locais remotos que servem de suporte s instalaes no podem por si s obter certificao na ISO/TS 16949:2002. A aplicao

    na indstria automotiva da abordagem de auditoria orientada ao

    processo inclui a anlise crtica, identificao e gerenciamento das

    atividades relacionadas. A abordagem da auditoria por processo

    examina o controle contnuo sobre as relaes entre processos

    individuais dentro do sistema, bem como a combinao e interao

    no atendimento aos requisitos da Especificao Tcnica.

    Particularmente, a evidncia deveria ser obtida nas relaes entre

    os processos identificados instalaes auditadas e os processos identificados nas entidades de apoio como centros de projeto,

    matriz, e centros de distribuio em que a sada de um processo se

    converta diretamente na entrada para o processo seguinte.

    1.2 Aplicao As excluses dos requisitos da ISO/TS 16949:2002 esto limitadas

    como segue:

    1) Aqueles requisitos contidos na clusula 7.3 em que a organizao

    no responsvel pelo projeto e desenvolvimento do produto,

    2) As montadoras de veculos esto limitadas s excluses definidas

    pelo IATF, em As Regras , 1a Edio, para ISO/TS 16949:2002.

    O sistema de gesto da qualidade dever abordar todos os requisitos

    da ISO/TS 16949:2002, com exceo dos itens especificados nos

    pargrafos anteriores A no aplicabilidade pode ocorrer sob

    condies nas quais o processo existe, mas atualmente no

    aplicvel, como, por exemplo, A no existncia de ferramental de

    propriedade do cliente nas instalaes auditadas, ou a no existncia

    de contrato de prestao de servio entre o cliente e a organizao.

    2 Referncia normativa No h diretrizes adicionais do IATF para esta clusula de requisitos

    da indstria automotiva

    3 Termos e definies No h diretrizes adicionais do IATF para esta clusula de requisitos

    da indstria automotiva

    4.1 Requisitos gerais No h diretrizes adicionais do IATF para esta clusula da ISO 9001:2000

  • Diretrizes do IATF para a ISO/TS 16949:2002

    ANFIA, CCFA/FIEV, SMMT, VDA, Todos os direitos reservados.

    DaimlerChrysler AG, Ford Motor Company, General Motors Corp. Todos os direitos reservados. 4

    ISO/TS 16949:2002

    Nmero e ttulo da clusula

    Prticas, exemplos, aplicaes, explicaes.

    4.1.1 Requisitos gerais -

    Suplemento

    Quando a organizao opta por adquirir externamente algum

    processo, no permitido delegar a responsabilidade tcnica.

    Ateno especial deveria ser dedicada ao projeto e desenvolvimento

    do produto e do processo. (Seo 7.3). Como por exemplo, a

    conformidade com o processo de aprovao da pea do cliente,

    incluindo todas as atividades internas e aquelas adquiridas

    externamente so de responsabi