IBGE Normas de Apresentação ... - IBGE | Portal do IBGE .Prefácio A última edição das Normas

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of IBGE Normas de Apresentação ... - IBGE | Portal do IBGE .Prefácio A última edição das Normas

  • Presidente da Repblica Itamar Franco

    Ministro-Chefe da Secretaria de Planejamento, Oramento e Coordenao Alexis Stepanenko

    FUNDAO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATSTICA- IBGE

    Presidente Silvio Augusto Minciottl

    Diretor de Planejamento e Coordenao Mauricio de Souza Rodrigues Ferro

    RGOS TCNICOS SETORIAIS

    Diretoria de Pesquisas Tereza Cristina Nascimento Arajo

    Diretoria de Geocincias Sergio Bruni

    Diretoria de Informtica Francisco Quental

    Centro de Documentao e Disseminac de lnforms Nelson de Castro Senra

    UNIDADE RESPONSVEL

    Centro de Documentao e Disseminao de Informaes

  • Secretaria de Planeiamento, Oramento e Coordenao FUNDAO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATSTICA IBGE

    Centro de Documentao e Disseminao de Informaes

    NORMAS DE

    APRESENTAO TABULAR

    Rio de Janeiro 1993

    3. Edio

  • FUNDAO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATSTICA - IBGE Av. Franklin Roosevelt, 166 - Centro - 20021-120 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil

    ISBN 85-240-0471-1

    IBGE

    1. Edio - 1967 2. Edio - 1979

    EDITORAO

    Texto no Departamento de Sistemas de Informa-es - DESIF/CDDI Tabelas no Departamento de Editorao e Grfica - DEDIT/CDDI

    IMPRESSO E ACABAMENTO

    Diviso de Grfica/Departamento de Editorao e Grfica - DEDIT/CDDI, em dezembro de 1993. os 05.01.1.0531/93.

    CAPA

    Renato J. Aguiar - Diviso de Promoo/Departamento de Promoo e Comercializao - DECOP/CDDI

    IBGE. Centro de DocL111entao e Disseminao de Informaes. Normas de apresentao tabl.Aar I Fundao Instituto Brasieiro de Geografia e Estatstica, Centro de Documentao e Dissem~ nao de Informaes. - 3. ed. - Rio de Janeiro : IBGE, 1993. 62 p.

    Inclui bibliografia

    ISBN 85-240-0471-1

    1. Estatstica - Tabelas - Normas. 1. Ttulo.

    IBGE.CDDI. Dep. de Docll'Tlentao e Biblioteca RJ - IBGE/93-29

    Impresso no BrasU I Printed in Brazil

    CDU311.217

  • Apresentao

    A Fundao Instituto Brasileiro de Geografia e

    Estatstica-IBGE, cumprindo seu papel de coordenadora e

    normal izadora do Sistema Estatstico Nacional-SEN, lana esta nova

    edio das Normas de Apresentao Tabular com o objetivo de

    fornecer elementos que assegurem a padronizao e racionalizao

    da apresentao de dados numricos em tabelas.

    Estas normas destinam-se no somente aos participantes do

    SEN, mas tambm a entidades normativas, como a Associao

    Brasileira de Normas Tcnicas-ABNT, que podero adot-la em suas

    recomendaes, a centros de documentao e bibliotecas, que tero

    uma fonte de referncia para orientar seus usurios, a

    pesquisadores, professores e estudantes, que tero nestas normas

    orientao para a apresentao tabular dos resultados de seus

    estudos e pesquisas.

    Slvio Augusto Minciotti

    Presidente do IBGE

  • Sumrio

    Prefcio

    Objetivo

    2 Documentos complementares

    3 Definies

    3. 1 Tabela

    3.2 Espao

    3. 2. 1 Topo

    3.2.2 Centro

    3.2.2. 1 Espao do cabealho

    3.2.2.2 Coluna

    3.2.2.3 Linha

    3.2.2.4 Clula

    3.2.3 Rodap

    3. 3 E l.ementos

    3.3. 1 Dado numrico

    3.3.2 Nmero

    3.3.3 Ttulo

    3.3.4 Moldura

    3.3.5 Cabealho

    3.3.6 Indicador de 1 inha

    3.3.7 Classe de freqncia

    3.3.8 Sinal convencional

    3.3.9 Fonte

    3.3. 10 Nota geral

    3.3. 11 Nota especfica

    3.3.12 Chamada

    3.3. 13 Unidade de medida

    Pgina

    7

    9

    9

    9

    9

    10

    10

    10

    10

    10

    10

    10

    11

    11

    11

    11

    11

    11

    11

    11

    11

    12

    12

    12

    12

    12

    12

  • 6

    4 Elaborao geral de tabela

    4. 1 Nmero

    4.2 Ttulo

    4.3 Moldura

    4.4 Cabealho

    4.5 Indicador de 1 inha

    4.6 Unidade de medida

    4.7 Dado numrico

    4.8 Sinal convencional

    4.9 Chamada

    4. 10 Fonte

    4. 11 Nota gera

    4. 12 Nota especfica

    5 Apresentao de tempo

    6 Apresentao de classe

    7 Arredondamento de dado

    8 Diagramao de tabela

    9 Recomendaes gerais

    Bibliografia

    ndice

    de freqncia

    numrico

    Anexo A - Representao grfica dos espaos e

    dos elementos da tabela

    Anexo B - Exemplos de tabelas

    12

    12

    13

    14

    15

    15

    16

    17

    18

    19

    20

    20

    21

    21

    23

    25

    28

    30

    31

    32

    35

    43

    Normas de apresentao tabular

  • Prefcio

    A ltima edio das Normas de Apresentao Tabular, j

    esgotada, de 1979. A demanda crescente de pesquisadores, de

    editores e de outros usurios, alm do avano tecnolgico na rea

    computacional, levou o Centro de Documentao e Disseminao de

    Informaes-CDDI, do IBGE, a promover a reviso e reedio destas

    normas.

    A anlise da edio de 1979 demonstrou ser necessria sua

    reformulao. Com este objetivo, o IBGE constituiu uma equipe

    multidisciplinar para estud-la em seus aspectos estatsticos,

    documentais e computacionais e propor uma nova verso.. A equipe,

    aps ampla e profunda discusso sobre a finalidade de uma tabela,

    adotou o princpio de que a informao central de uma tabela o

    dado numrico e que todos os outros elementos que a compem tm a

    funo de complement-lo e explic-lo.

    Ao longo do trabalho, o compromisso com a clareza e com o

    contedo mnimo, indispensveis para o pleno entendimento de uma

    tabela, constituram o segundo princpio adotado.

    Sob o aspecto computacional, atentou-se para que todas as

    orientaes sobre

    qualquer tipo de

    especfico.

    a apresentao de tabelas fossem factveis por

    computador sem priorizar qualquer sistema

    Sob o aspecto editorial, procurou-se incluir o maior

    nmero possvel de orientaes capazes de esclarecer e facilitar o

    trabalho de apresentao de tabelas em publicaes. No entanto,

    Normas de apresentao tabular 7

  • foi preservado o direito dos editores de seguirem suas

    preferncias estticas ou normas editoriais estabelecidas, na

    escolha de recursos grficos ou de tipologias.

    Os exemplos em uma norma so elementos essenciais para a

    sua compreenso e por isto ilustraram-se todos os itens que os

    comportassem. O mesmo cuidado teve-se com a indicao de

    documentos complementares que pudessem subsidiar o texto.

    Em relao

    NB-O - Elaborao

    elaborao das normas, foi adotada a

    de Normas Tcnicas, da ABNT, que classifica uma

    norma de apresentao de dados numricos em tabelas na categoria

    de procedimentos: "tipo de norma que se destina a fixar condies

    para a elaborao de documentos em geral.

    J submetida a diversas revises e crticas, e~pera-se que

    estas Normas de Apresentao Tabular, sejam o instrumento capaz de

    orientar todos aqueles que se utilizam de tabelas como forma de

    apresentao de dados numricos.

    Finalizando, cabe citar que a bibliografia apresentada

    nesta publicao serviu, apenas, para subsidiar os trabalhos da

    equipe, no podendo, portanto, ser utilizada em substituio a

    estas Normas de Apresentao Tabular que possuem respaldo legal

    atravs de resoluo desta Fundao.

    8 Normas de apresentao tabular

  • 1 Objetivo

    Estas normas fixam conceitos e procedimentos

    elaborao de tabelas de dados numricos, de modo

    clareza das informaes apresentadas.

    2 Documentos complementares

    Na aplicao destas normas necessrio consultar:

    apl ic'~eis

    a garantir

    a

    Norma da Associao Brasileira de Normas Tcnicas

    ABNT - NB69 - Numerao Progressiva das Sees de um

    Documento

    Resoluo do Conselho Nacional de Metrologia, Normalizao

    e Qualidade Industrial - CONMETRO - Quadro Geral de

    Unidades de Medida

    Norma da Associao Brasileira de Normas Tcnicas

    ABNT - NB113 - Normas para datar

    3 Definies

    Para os efeitos destas normas so adotadas as definies de

    3. 1 a 3. 3.

    3.1 Tabela

    Forma no discursiva de apresentar informaes. das quais o dado

    numrico se destaca como informao central. Na sua forma

    identificam-se espaos e elementos.

    Normas de apresentao tabular

  • 3.2 Espaos

    3.2.1 Topo

    Espao superior de uma tabela destinado ao seu nmero e ao seu

    ttulo.

    3.2.2 Centro

    Espao central de uma tabela destinado moldura, aos dados

    numricos e aos termos necessrios sua compreenso. No centro

    identificam-se quatro espaos menores: o espao do cabealho, a

    coluna, a linha e a clula.

    3.2.2.1 Espao do cabealho

    Espao superior. do centro de uma tabela destinado indicao do

    contedo das colunas.

    3.2.2.2 Coluna

    Espao vertical do centro de uma tabela destinado aos dados

    numricos (coluna de dados numricos) ou aos indicadores de linha

    (colunas indicadoras).

    3.2.2.3 Linha

    ~spao horizontal do centro de uma tabela destinado aos dados

    lumricos.

    3.2.2.4 Clula

    10

    Espao mnimo do centro de uma tabela, resultante do cruzamento de

    uma linha com uma coluna. destinado ao dado numrico ou ao sinal

    convencional .

    Normas de apresentao tabular

  • 3.2.3 Rodap

    Espao inferior de uma tabela destinado fonte, nota geral e

    nota especfica.

    3.3 Elementos

    3.3.1 Dado numrico

    Quantificao de um fato especfico observado.

    3.