Click here to load reader

Identidade Corporativa APEE

  • View
    355

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Identidade Corporativa APEE

  • 1. 1
  • 2. SUMRIO: INTRODUO IDENTIDADE VISUAL PAG.3 O QUE A ASSOCIAO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAAO? PAG.4 e 5 CONCEITUAO A MARCA PAG.6 METODOLOGIA MEMORIAL DESCRITIVO PAG. 7 SMBOLO PAG. 8 LOGOTIPO PAG.9 MALHA CONSTRUTIVA PAG. 10 e 11 MARCA PRETO E BRANCO PAG. 12 MARCA NEGATIVO PAG. 13 SOBRE FUNDOS PAG. 14 PADRO TIPOGRFICO PAG. 15 PADRO CROMTICO PAG.16 USO CORRECTO DA MARCA PAG.17 USO INCORRECTO DA MARCA PAG.18 REDUO MXIMA PAG. 19 NORMATIZAO IMPRESSOS E PAPELARIA PAG.20 a 29 MATERIAIS DE ESCRITORIO PAG. 30 e 31 VESTUARIO PAG 32 e 33 MATERIAL ESCOLAR PAG. 34 a 36 2
  • 3. IDENTIDADE VISUAL A Identidade visual um conjunto de elementos grficos que iro formalizar a personalidade visual de um nome, ideia, produto ou servio. A forma como as pessoas entendem e reagem imagem que se pretende transmitir, depende da clareza e consistncia da forma de comunicao. Por isso crucial a qualidade e o rigor na implementao da marca. Este manual de identidade corporativa tem o objectivo de facilitar a sua correcta propagao, percepo, identificao e memorizao. Apresenta um projecto de programao visual para Associao de Pais e Encarregados de Educao e descreve a elaborao da marca, logtipo, as cores, a tipografia, normatizao, testes de legibilidade, reduo, aplicaes e o estilo grfico com que deve ser comunicada. 3
  • 4. O QUE A ASSOCIAO DE PAIS E ENCARREGADOSDE EDUCAO? A associao de Pais e Encarregados de Educao um projecto da Escola Secundria Rocha Peixoto em que tem como objectivo estabelecer aproximao entre os pais/encarregados de educao e a escola. No dia 9 de Abril de 1985, foi criada a Associao de pais e encarregados de educao dos alunos da escola secundria Rocha Peixoto. A ultima Assembleia Geral Ordinria foi realizada no dia 15 de Outubro de 2010. Constituio da Associao: Capitulo I Denominao, sede, objecto e durao Art. 1. A associao adopta a denominao de Associao de pais e encarregados de educao dos alunos da escola secundria rocha Peixoto, e constituda pelos pais e encarregados de educao dos alunos que frequentam e Escola Secundria Rocha Peixoto da Pvoa de Varzim e que nela se inscrevam como associados. Art. 2. A associao constituda nos termos e para o efeito de disposto na Lei nmero sete/setenta e sete, de um de Fevereiro, e demais legislao aplicvel, que tem a sua sede nas instalaes de Escola Secundria Rocha Peixoto de Pvoa de Varzim, sendo a sua durao ilimitada, e com incio no dia de um de Maro de mil novecentos e oitenta e cinco. Pargrafo nico A associao poder transferir a sua sede para outro local dentro de cidade da Pvoa de Varzim, desde que tal seja aprovado em assembleia geral por maioria simples dos scios presentes e sob proposta da direco. Art. 3. A associao ter por objecto assegurar a mais estrita colaborao entre os corpos docente e discente e os encarregados de educao dos alunos, no sentido da sua mxima valorizao, procurando estabelecer o veculo de ligao entre a famlia e a escola, competindo-lhe nomeadamente: a) Participar nos termos legais, na definio de poltica do ensino; b) Emitir o parecer sobre o regulamento interno da escola; c) Colaborar com os rgos directivos da escola em actividades culturais e recreativas, mormente fomentado um racional e equilibrado aproveitamento dos tempos livres, e levar prtica outras actividades congneres da sua prpria iniciativa; d) Ser o porta-voz dos seus scios perante rgos directivos da escola, e bem assim perante quaisquer entidades oficiais e particulares, em tudo que respeita educao e formao e instalao dos alunos, dando conhecimento queles ou associao, se existir, de tudo quanto se entender necessrio; e) Contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento da solidariedade e amizade entre professores, pessoal de apoio da escola, pais, encarregados de educao e associao de alunos da escola; f) Estabelecer ligaes e colaborar com associaes congneres, tanto nacionais como internacionais; g) Fomentar a realizao de palestras, colquios e exposies, visando o esclarecimento dos pais e encarregados de educao, sobre problemas de educao, sade, orientao profissional ou assunto similares. Art. 4. A associao rigorosamente apartidria politicamente e respeitando integralmente a liberdade religiosa, subordinando, porm, a sua actuao e princpios Declarao Universal dos Direitos de Homem, mormente ao disposto no seu artigo vigsimo sexto, bem como Declarao dos Direitos da Criana. Capitulo II Dos Scios Seco A 4
  • 5. Categoria de Scios Art . 5. H duas categorias de scios: a) Scios efectivos; b) Scios honorrios. Art. 6. Sero scios efectivos os pais e encarregados de educao dos alunos da escola rocha Peixoto que requeiram a sua inscrio, podendo esta ser individual ou do casal, considerando como unidade. Art. 7. So scios honorrios os indivduos ou pessoas colectivas que, tendo contribudo por qualquer modo para a dignificao da escola e bem assim para a defesa dos direitos das crianas, enquanto alunos, promovendo a sua educao e valorizao social para o enriquecimento de forma relevante, do patrimnio social desta associao, assim sejam reconhecidas em assembleia geral, sob proposta da direco, sendo a deliberao tomada pela maioria dos scios presentes na assembleia. Seco B Direitos e deveres dos Scios Art . 8. Os direitos e deveres dos scios bem como a indicao das causas que determinem a perda daquela qualidade, sero objecto do regulamento a elaborar pela associao. Capitulo III Dos corpos gerentes Art. 9. Os corpos gerentes da associao so a assembleia geral, a direco e conselho fiscal. Art. 10. A assembleia geral constituda por todos os scios efectivos, sendo a respectiva mesa composta por um presidente e dois secretrios e trs substitutos. Art. 11. A direco composta por sete elementos, dos quais um presidente, um vice presidente, um tesoureiro, um secretrio, trs vogais, havendo tambm dois vogais substitutos. Art. 12. O conselho fiscal ser constitudo por um presidente, um relator, um vogal e um substituto. Art. 13. Todos os membros dos rgos de gesto sero nomeados anualmente e exercem os seus cargos gratuitamente. Art. 14. Sero objecto de regulamento, as matrias relativas ao funcionamento e competncia da assembleia geral e respectiva mesa, bem como da direco, conselho fiscal e ainda as matrias respeitantes eleio e destituio dos respectivos membros e s receitas da associao. Capitulo IV Dissoluo da associao Art. 15. A associao poder ser dissolvida quando uma assembleia geral convocada para o efeito, assim o delibere com o voto favorvel de trs quartos do nmero dos scios efectivos. Art. 16. A assembleia geral que delibere sobre a dissoluo da associao, dever eleger uma comisso liquidaria composto pelo mnimo de cinco elementos que no prazo de trinta dias dever proceder liquidao. Art. 17. Em caso de dissoluo os bens da associao revertero a favor da Escola Secundria Rocha Peixoto, se outra coisa no for determinada por lei. Capitulo V Regulamentos Art. 18. Os regulamentos internos que forem elaborados pela assembleia geral ou pela direco com aprovao da assembleia geral sero obrigatrios para todos os associados. 5
  • 6. A MARCA o elemento grfico principal que compe uma identidade visual. A marca todo o sinal distintivo, visualmente perceptvel, que identifica e distingue produtos e servios de outros anlogos, de procedncia diversa, bem como certifica a conformidade dos mesmos com determinadas normas ou especificaes tcnicas. A marca pode ser representada graficamente por uma composio de um smbolo e/ou logtipo, tanto individualmente quanto combinados, sobre um produto, um servio ou uma empresa, ou seja, pode se apresentar de trs maneiras: Nominativa: constituda por uma ou mais palavras do alfabeto romano, compreendendo, tambm, os neologismos e as combinaes de letras e/ou algarismos romanos e/ou arbicos. Figurativa: constituda por desenho, imagem, figura ou qualquer forma estilizada de letra e numero, isoladamente, bem como dois ideogramas de lnguas tais como o japons, chins, hebraico, etc. Mista: constituda pela combinao de elementos nominativos e elementos figurativos ou de elementos nominativos, cuja grafia se apresente de forma estilizada. Ela funciona como uma ferramenta de comunicao entre as empresas, instituies e os clientes, que, em um nvel global, apresentam-se cada vez mais distantes. A marca considerada um dos elementos chave para o estabelecimento de um programa de identidade corporativa, que um sistema cuidadosamente projectado de todos os elementos visuais. A identidade corporativa se manifesta de varias maneiras: ela pode aparecer na marca grfica da empresa, nas suas comunicaes ( interna e externa ), no seu ambiente de produo ou atendimento, no tratamento que da ao seu cliente, nas apresentaes dos seus profissionais, no seu material impresso, no seu nome, no seu porteflio de produtos e etc. Todas essas manifestaes contribuem para a construo da imagem corporativa. Ela constituda por retalhos do que a empresa , do que a empresa faz e do que a empresa diz. A assinatura visual da Associao de Pais e Encarregados de Educao, tambm denominada por

Search related