Click here to load reader

INDICADORES ETHOS · publicação do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade ... Alcoa, CPFL Energia, Natura, Vale e Walmart Brasil ... próximo ciclo de aplicação dos Indicado-

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of INDICADORES ETHOS · publicação do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade ... Alcoa, CPFL...

  • PARA NEGCIOS SUSTENTVEIS E RESPONSVEIS

    ETHOSINDICADORES

    Ciclo 2015/2016

  • PARA NEGCIOS SUSTENTVEIS E RESPONSVEIS

    ETHOSINDICADORES

    Ciclo 2015/2016

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis

    Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis uma publicao do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, disponibilizada gratuitamente a suas empresas associadas.

    Realizao

    Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade SocialRua Dr. Fernandes Coelho, 85, 10 andar05423-040 So Paulo, SPTel.: (11) 3897-2400Fax: (11) 3897-2424E-mail: [email protected] nosso site: www.ethos.org.br

    Patrocnio

    Instituto Abradee de Energia, Ita Unibanco e Shell

    Apoio

    Eurofarma e ZBRA

    Parceiros Institucionais

    Alcoa, CPFL Energia, Natura, Vale e Walmart Brasil

    Apoio para a estruturao do projeto

    BP Biofuels Brasil e Instituto Abradee de Energia

    Direo Editorial

    Paulo Itacarambi

    Coordenao

    Ana Lucia de Melo Custodio e Tiago Cocco Liberatori

    Colaboradores do Instituto Ethos/ Uniethos

    Juliana Soares, Letcia Navarro e Solange Rubio (rea de Gesto Sustentvel)

    Ana Anglica B. de Melo Rocha, Benjamin Gonalves, Bruno Videira, Caio Magri, Daniela Damiati, Denise Fejgelman, Felipe Saboya, Flvia Resende, Gabriela Rodrigues dos Santos, Graziele Campos da Silva, Gustavo de Medeiros Ferraz, Jorge Luiz Numa Abraho, Lidia Rapuano Mandur, Margarida Curti Lunetta, Mariana Parra, Marina Ferro, Paula Marchiori, Paula Scalco, Reginaldo Magalhes e Tereza Cristina Rosa.

    Consultoria

    BSD Consulting Ltda. Beat Gruninger, Felipe Nestrovsky, Joyce Fernandes e Mariana Fernal

    Edio e Reviso de Texto

    ArteTexto Publicaes e Mrcia Melo

    Projeto e Produo Grfica

    113 DC Design + Comunicao

    Pesquisa e Desenvolvimento (verso original)

    Instituto Ethos: Valdemar de Oliveira Neto e Vivian P.B. Smith

    Consultores: Jos Edson Bacellar Jr. e Paulo Knrich, Fundao Dom Cabral e Pact

    So Paulo, maro de 2016.

    permitida a reproduo do contedo desta publicao desde que citada a fonte e com autorizao prvia do Instituto Ethos.

    Esclarecimentos sobre as atividades do Instituto Ethos

    1. O trabalho de orientao s empresas voluntrio, sem nenhuma cobrana ou remunerao.

    2. No damos consultoria e no credenciamos nem autorizamos profissionais a oferecer qualquer tipo de servio em nosso nome.

    3. No somos entidade certificadora de responsabilidade social nem fornecemos selo com essa funo.

    4. No permitimos que nenhuma entidade ou empresa (associada ou no) utilize a logomarca do Instituto Ethos sem nosso consentimento prvio e expressa autorizao por escrito.

    Para esclarecer dvidas ou nos consultar sobre as atividades do Instituto Ethos, contate-nos, pelo servio Fale conosco, do site www.ethos.org.br.

  • SUMRIOPrefcio p.07

    Apresentao p.08

    Dimenso Viso e Estratgia p.16

    Dimenso Governana e Gesto p.22

    Dimenso Social p.42

    Dimenso Ambiental p.64

    Questes Quantitativas p.79

    Pr-formataes p.95

    Correlaes p.97

    Agradecimentos p.105

    Patrocinadores p.108

    Parceiros Institucionais p.109

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis

  • 7

    PREFCIO Em outubro de 2010, demos incio a um amplo processo participativo com o desafio de compreender o papel dos Indicadores Ethos em um contexto no qual a responsabili-dade social empresarial (RSE) no era mais novidade para as empresas e para os inte-ressados. Tnhamos um plano trilhado e a inteno de ouvir e receber a influncia real dos nossos stakeholders no desenvolvimento de uma nova gerao dos Indicadores Ethos. Nosso objetivo era traduzir a aprendizagem em sustentabilidade e responsa-bilidade social adquirida com sua aplicao, conferindo-lhe utilidade e convergncia com diferentes iniciativas disponveis no mercado, para que a sustentabilidade se in-tegre efetivamente nos negcios.

    Mais do que nosso prprio entendimento sobre essa iniciativa e o que pretendamos com ela, quisemos envolver as pessoas, fossem elas usurias da ferramenta, especia-listas em RSE ou apenas interessadas no tema; fossem de empresas, organizaes da sociedade civil ou rgos governamentais. Quisemos pr em prtica, de forma efe-tiva, o engajamento das partes interessadas que tanto estimulamos as empresas a adotar. Por essa razo, estabelecemos um processo multistakeholder, formalizando instncias que apoiaram todo esse processo.

    Isso nos levou a vrios desafios, dos quais o principal foi equilibrar diferentes expec-tativas e vises sobre os mesmos propsitos: atualizar os Indicadores Ethos trazen-do novos aspectos e avanos do movimento de responsabilidade social, sem que eles ficassem longos, exaustivos e difceis de aplicar; torn-los mais amigveis e mais sim-ples, sem perder a consistncia de sua proposta; auxiliar as empresas em um uso efi-ciente, que lhes seja til para outros usos e participao em outras iniciativas; dar maior visibilidade s empresas que os aplicam, sem prescindir da confidencialidade e do sigilo em seu uso.

    Foram muitos os questionamentos. Tambm foram muitas as consultas, formais e in-formais, a centenas de pessoas que contriburam com essas reflexes. E eis aqui o resultado, fruto de um trabalho intenso e colaborativo, envolvendo pessoas e orga-nizaes que se dedicaram muito mais do que prevamos e tomaram como suas as questes relacionadas a essa iniciativa. Entendemos que, mais do que construir uma ferramenta de gesto, essas pessoas, assim como ns, envolveram-se neste trabalho almejando contribuir para a transformao do mundo em que vivemos.

    Sabemos que vrias empresas j avanaram bastante, com prticas em nvel de exce-lncia. Mas sabemos tambm que muitas outras precisam ingressar nesse universo. O resultado que agora apresentamos reflete nosso empenho em equilibrar essas dife-rentes necessidades: apoiar as empresas que se iniciam na trilha da RSE e estimular as que j avanaram a ir alm. Entendemos que isso possvel e trabalhamos em mui-tas frentes para alcanar esse objetivo.

    com esse propsito que apresentamos a voc os Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis, ferramenta que explicita nosso entendimento de que a responsabilidade social uma forma de gesto que deve estar presente em qualquer debate sobre sustentabilidade. Isso porque sustentabilidade e responsabilidade so-cial so, em nossa opinio, conceitos interdependentes e no excludentes. Essa viso tem origem nas prprias reflexes que vimos fazendo como organizao, buscando in-tegrar os princpios e comportamentos da responsabilidade social com os objetivos para a sustentabilidade. Vivenciamos essas reflexes e buscamos essa integrao.

    Este um instrumento para negcios sustentveis e responsveis. Ou seja, visa es-timular que os negcios sejam sustentveis e responsveis, e no simplesmente iden-tificar ou reconhecer os que j o so.

    Convidamos voc a conhecer as novidades deste instrumento e a us-lo em suas ativida-des. Que a transformao de que necessitamos seja alcanada com a sua participao.

    Instituto Ethos

  • 8 Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis

    PARA NEGCIOS SUSTENTVEIS E RESPONSVEIS

    Esta ferramenta de gesto apoia as empresas na incorporao da sus-tentabilidade e da responsabilidade social empresarial (RSE) em suas estratgias de negcio. Apresenta uma nova abordagem para a gesto das empresas, integrando os princpios da RSE e os comportamentos a ela relacionados com os objetivos para a sustentabilidade, baseando-se num conceito de negcios sustentveis e responsveis.

    Os Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis tm como foco avaliar o quanto a sustentabilidade e a responsabilidade so-cial tm sido incorporadas nos negcios, auxiliando na definio de es-tratgias, polticas e processos. Embora traga medidas de desempenho em sustentabilidade e responsabilidade social, esta ferramenta no se prope a medir o desempenho das empresas nem reconhecer organi-zaes como sustentveis ou responsveis.

    A nova gerao dos Indicadores Ethos foi desenvolvida para estar a ser-vio dos negcios, com aplicaes e funcionalidades que permitem total flexibilidade em sua aplicao pelas empresas e a gerao de relatrios mais prximos da realidade empresarial, que apoiam efetivamente a ges-to, com mecanismos para planejamento, compartilhamento de dados com as partes interessadas e desenvolvimento da sustentabilidade nas cadeias de valor.

    O QUE UM NEGCIO SUSTENTVEL E RESPONSVEL

    a atividade econmica orientada para a gerao de valor econmico-fi-nanceiro, tico, social e ambiental, cujos resultados so compartilhados com os pblicos afetados. Sua produo e comercializao so organi-zadas de modo a reduzir continuamente o consumo de bens naturais e de servios ecossistmicos, a conferir competitividade e continuidade prpria atividade e a promover e manter o desenvolvimento sustent-vel da sociedade.

    INDICADORES ETHOS

  • 9

    ORGANIZAO DO QUESTIONRIO

    Os Indicadores Ethos so organizados em quatro grandes di-menses, as quais so desdobradas em temas inspirados na Norma ISO 26000, os quais, por sua vez, desdobram-se em subtemas e, posteriormente, em indicadores.

    TIPOS DE QUESTES

    O contedo dos Indicadores Ethos preserva a estrutura que os consolidou como ferramenta de aprendizado: questes de profundidade, questes binrias e questes quantitativas.

    Cada indicador composto por esses trs tipos de ques-tes, sendo as de profundidade e as binrias obrigatrias para a elaborao do relatrio de diagnstico. As questes quantitativas so opcionais e podem ser respondidas em paralelo com as perguntas qualitativas, sem influenciar na gerao do relatrio de diagnstico. Recomenda-se que se-jam preenchidas para auxiliarem na etapa de planejamento e no relato de sustentabilidade.

    Questes de profundidade

    Questes binrias

    Questes quantitativas

    O que so Representa-dos por cinco quadros con-tguos, apre-sentam a evoluo de prticas em cada indica-dor.

    Perguntas com respostas sim ou no que orientam com clareza a escolha do es-tgio.

    Questes nu-mricas para apoiar a defi-nio de obje-tivos e metas claras para o prximo ciclo de aplicao dos Indicado-res Ethos.

    DIMENSO TEMA SUBTEMA INDICADOR

    CONVERGNCIA COM OUTRAS INICIATIVAS

    Para contemplar os avanos do movimento de RSE/sustentabilidade no Brasil e no mundo, os Indicadores Ethos foram desenvolvidos de ma-neira convergente com diversas iniciativas, dan-do-se nfase sobretudo integrao com a Norma ABNT ISO 26000, as Diretrizes G4 para a Elaborao de Relatos de Sustentabilidade, da Global Reporting Initiative (GRI), os princpios do Pacto Global da ONU e a metodologia do CDP. A ferramenta consolida tambm a experincia re-gional latino-americana de adaptao dos Indi-cadores Ethos a seus respectivos contextos, por meio do Programa Latino-Americano de Respon-sabilidade Social Empresarial (Plarse).

    PROGRAMA LATINO-AMERICANO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL (PLARSE)

    Iniciativa com objetivo de fortalecer o movimen-to de RSE na Amrica Latina, por meio do com-partilhamento de conhecimento e experincias entre as organizaes participantes e pela con-solidao de parcerias que contribuam para a criao de um ambiente favorvel gesto social-mente responsvel na regio.

  • 10 Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis

    Abrangente47 indicadores

    Ampla36 indicadores

    Essencial24 indicadores

    Bsica12 indicadores

    COMO APLICAR OS INDICADORES ETHOS

    A chave do novo contedo consiste na flexibilidade pos-sibilitada pelo sistema on-line de aplicao: a empresa poder selecionar os indicadores de acordo com seu inte-resse e com a reflexo a respeito dos temas que pretende desenvolver, no havendo nmero minmo para sua aplica-o. Para flexibilizar o questionrio, a empresa deve usar, na configurao do questionrio, a opo Meus Indicado-res Ethos.

    Ao responder ao questionrio, inicie pelas questes bin-rias, identificando quais so as prticas j desenvolvidas pela empresa. Depois dessa identificao, determine em que estgio a empresa se encontra naquele indicador. Ter-minado o preenchimento, transfira suas respostas para o sistema on-line. Em cada indicador, a partir das respostas a todas as questes binrias, o sistema apontar em qual estgio a empresa est enquadrada; a escolha do estgio, no entanto, definida pela empresa, que pode confirmar a indicao feita pelo sistema ou selecionar um estgio di-ferente, justificando a sua escolha. A empresa pode, por exemplo, descrever as prticas que mantm e que, embora no descritas no questionrio, justificam a seleo de um estgio diferente do que foi indicado pelo sistema.

    Ao trmino do preenchimento e aps a liberao das res-postas, a empresa poder acessar seu relatrio de diag-nstico, que apresentar os desempenhos individuais e os comparativos com as demais empresas que responderam a mesma seleo de indicadores.

    Ao obter o diagnstico de sua empresa, v para a etapa de planejamento. Mais importante do que o diagnstico o que voc planeja fazer a partir das informaes geradas por ele. No sistema dos Indicadores Ethos, as empresas associadas contam com o mdulo de planejamento, que as apoia nessa etapa do processo de gesto da RSE/sustentabilidade.

    O preenchimento dos indicadores quantitativos opcio-nal. Eles sero usados no mdulo de planejamento e para o relato de sustentabilidade, constituindo-se numa refern-cia para o estabelecimento das aes.

    Para mais informaes, acesse os documentos de orienta-o para aplicao em www.ethos.org.br/indicadores.

    PR-FORMATAES

    Considerando a flexibilidade no uso do questionrio dos In-dicadores Ethos e a necessidade de oferecer maior orien-tao s empresas sobre como selecionar indicadores que faam sentido a seu nvel de maturidade na gesto da RSE/sustentabilidade, criamos selees de indicadores especfi-cos denominados de Pr-Formataes. Com elas as empre-sas podem fazer sua prpria seleo em Meus Indicadores Ethos ou usar uma das selees sugeridas pelo Instituto Ethos, a saber:

    Bsica. Composta por 12 indicadores, esta seleo compreende questes que dizem respeito a uma abor-dagem mais panormica sobre os temas tratados nas diferentes dimenses;

    Essencial. Com 24 indicadores, esta categoria traz questes relevantes s empresas na perspectiva de di-ferentes partes interessadas. Representa o que tradicio-nalmente se reconhece como a agenda mnima da RSE/ sustentabilidade;

    Ampla. Esta seleo rene 36 indicadores que incorpo-ram desdobramentos relativos agenda mnima da RSE/ sustentabilidade.

    Abrangente. o conjunto dos 47 indicadores desenvolvidos para esta nova gerao que incluem questes de vanguarda e inserem um olhar da empresa sobre sua prpria evoluo na gesto sustentvel e socialmente responsvel.

    GUIA TEMTICO

    No mbito da nova gerao dos Indicadores Ethos, est sen-do desenvolvida uma srie de guias temticos para avaliar e acompanhar o desempenho das empresas signatrias de compromissos e pactos promovidos pelo Instituto Ethos ou organizaes parceiras.

    Tais guias esto disponveis tambm para as empresas que ainda no aderiram a esses pactos e comprimisso, mas que desejam aprofundar-se nos temas propostos.

    So organizados a partir de uma seleo do questionrio principal dos Indicadores Ethos, considerando-se a pertinn-cia dos indicadores ao tema em questo, e acrescentando novos indicadores especficos, mantendo-se a mesma estru-tura de dimenses, temas, subtemas e indicadores.

    Conhea os guias disponveis em www.ethos.org.br/indicadores

  • 11

    Indicadores Ethos-MM360 para a Promoo da Equidade de Gnero

    05 Igualdade de Oportunidades, Incluso e No-Descriminao de Gnero Social Direitos Humanos Situaes de Risco para os Direitos HumanosESTGIO 1 CUMPRIMENTO OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa assume internamente uma postura contrria a qualquer tipo de discriminao de gnero em relao a todas as partes interessadas.

    5.1.1 A empresa assume internamente uma postura contrria a qualquer tipo de discriminao de gnero em relao a todas as partes interessadas.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa periodicamente toma iniciativas que visam promo-o da diversidade e eliminam a incidncia de qualquer prtica dis-criminatria aplicvel tanto a mobi-lidade interna como a processos de seleo, admisso e promoo.

    5.2.1 A empresa realiza censo interno peridico para avaliar necessidades, situaes e reas crti-cas em relao equidade de gnero e raa.

    5.2.2 A empresa analisa os resultados de suas pesquisas de clima organizacional sob a perspec-tiva de gnero e raa.

    5.2.3 A empresa realiza campanhas internas de conscientizao (seminrios e fruns, entre ou-tros) para aumentar a compreenso de seus empregados sobre a importncia da valoriza-o da mulher.

    5.2.4 A empresa promove campanhas internas de sensibilizao sobre a importncia da diviso das tarefas domsticas e sobre a paternidade responsvel.

    5.2.5 A empresa estimula a criao de grupos de afinidade internos para reduzir preconceitos, desconstruir esteretipos e combater a discriminao com base em gnero.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa usa dados de seu cen-so interno para subsidiar o plane-jamento de aes afirmativas ou campanhas de conscientizao com foco em mulheres e monitora suas taxas de rotatividade para com-preender as razes de permann-cia e sada de empregados. Em sua poltica de promoo de equida-de de gnero, probe expressamen-te que a contratao, demisso ou promoo de mulheres se baseie em seu estado civil ou condio re-produtiva e explicita a equidade de condies para mulheres e ho-mens com relao a salrios, bene-fcios e previdncia privada. Alm disso, a empresa capacita os em-pregados responsveis por recruta-mento e seleo para que assumam uma postura de incluso de mulhe-res nos quadros funcionais.

    5.3.1 A empresa usa as informaes de seu censo interno para subsidiar o planejamento de aes afirmativas ou campanhas de conscientizao com foco em mulheres.

    5.3.2 A empresa monitora suas taxas de rotatividade para compreender as razes de permann-cia e sada de empregados.

    5.3.3 A empresa probe expressamente, em sua poltica de promoo da equidade de gnero, a contratao, demisso ou promoo de mulheres baseada em seu estado civil ou condi-o reprodutiva.

    5.3.4 A empresa explicita, em sua poltica de promoo da equidade de gnero, a equidade de condies para mulheres e homens no que diz respeito a salrios, benefcios e previdn-cia privada.

    5.3.5 A empresa capacita os empregados responsveis por recrutamento e seleo para que as-sumam uma postura de incluso de mulheres nos diferentes nveis hierrquicos.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A poltica de promoo da equi-dade de gnero prev a imediata correo das desigualdades detec-tadas entre mulheres e homens.

    5.4.1 A poltica de promoo da equidade de gnero prev a imediata correo das desigualda-des detectadas entre mulheres e homens .

    5.4.2 A empresa influencia polticas pblicas que gerem benefcios a meninas e mulheres, in-cluindo meninas e mulheres negras.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa influencia polticas p-blicas que gerem benefcios para meninas e mulheres, incluindo me-ninas e mulheres negras.

    5.5.1 A empresa influencia polticas pblicas que gerem benefcios a meninas e mulheres, incluin-do meninas e mulheres negras.

    WEP

    2

    GEN

    Este indicador possui questes quantitativas.

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

    D.GEN.5.1 - Descreva os fatores contextuais que influenciam os nmeros relacionados equidade de gnero em seu quadro funcional:

    QUESTO DESCRITIVA

    QUESTESBINRIASprticas que evidenciam o estgio

    QUESTES DE PROFUNDIDADE /

    ESTGIOS

    DESCRIO DOS ESTGIOS

    ESCOLHA O ESTGIO MAIS

    APROPRIADO

    QUESTES QUANTITATIVAS

    A PARTIR DA PGINA 79

    NAVEGADOR: Dimenso/Tema/Subtema

    NMERO DO INDICADOR

    ESTRUTURA DO QUESTIONRIO

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no n/a

    A poltica de promoo da equi-dade de gnero prev a imediata correo das desigualdades detec-tadas entre mulheres e homens.

    5.4.1 A poltica de promoo da equidade de gnero prev a imediata correo das desi-gualdades detectadas entre mulheres e homens .

    5.4.2 A empresa influencia polticas pblicas que gerem benefcios a meninas e mulheres, incluindo meninas e mulheres negras.

    QUESTO COM OPO DE RESPOSTA NO APLICVEL

    ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU

    TRATATIVA INICIAL

    Em relao ao assunto,

    a empresa atende a

    legislao,quando

    pertinente, e/ou

    trata o tema de forma

    incipiente.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E

    PRTICAS

    Em relao ao assunto,

    a empresa desenvolve

    iniciativas e implemen-

    ta prticas correntes.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDI-

    MENTOS E SISTEMAS

    DE GESTO

    Em relao ao assunto,

    a empresa adota polti-

    cas formalizadas e

    implementa processos

    para promover valores.

    ESTGIO 4 EFICINCIA

    Em relao ao assunto,

    a empresa mensura

    os benefcios de sua

    gesto e os consid-

    era nas tomadas de

    deciso e na gesto

    de riscos (incluindo a

    cadeia de valor).

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO

    Em relao ao assunto,

    a empresa passou por

    transformaes e ino-

    vaes para a gerao

    de valores e atualizao

    de suas prticas.

    EVOLUO DAS PRTICAS

    Estratgias para sustentabilidadeTTULO DO INDICADOR

    COR INDICA DIMENSO

  • 12 Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis

    SISTEMA ON-LINE

    O uso do sistema dos Indicadores Ethos para Negcios Sus-tentveis e Responsveis exclusivo para empresas asso-ciadas ao Instituto Ethos, que podem utiliz-lo na forma individual ou aderindo ao Programa de Cadeia de Valor.

    Ao aplicar os Indicadores Ethos, a empresa recebe um relat-rio de diagnstico sobre seu desempenho ao longo de todo o questionrio, comparando-o com o de todas as empresas par-ticipantes, com o daquelas que fazem parte de seu setor e com o das que seguiram o mesmo critrio no processo de aplicao.

    FUNCIONALIDADES DO SISTEMA ON-LINE

    O sistema on-line dos Indicadores Ethos conta com fun-cionalidades e relatrios que apoiam a gesto da RSE/sustentabilidade.

    Autodiagnstico. Ao aplicar os Indicadores Ethos, a empresa recebe um relatrio de diagnstico sobre seu desempenho ao longo de todo o questionrio, compa-rando-o com o de todas as empresas participantes, com o daquelas que fazem parte de seu setor e com o das que seguiram o mesmo critrio no processo de aplicao.

    Planejamento. A partir do relatrio de diagnstico, as empresas podem priorizar os indicadores para o planeja-mento no prprio sistema, escolhendo as questes que vo tratar e gerenciar e estabelecendo e acompanhando metas, prazos e recursos.

    Orientao para o enquadramento nos estgios. O siste-ma on-line auxilia a empresa na identificao do estgio mais adequado para determinada prtica ao ressaltar o mais apropriado, considerando a escolha dos indicado-res binrios. Funciona como uma informao adicional para a empresa, que dever refletir e efetuar a escolha do estgio que julgar mais adequado.

    Relato de sustentabilidade. . Esta funcionalidade per-mite que a empresa gere automaticamente seu relato de sustentabilidade, logo aps o preenchimento. O do-cumento pode ser editado com a identidade visual da sua empresa para ser compartilhado com seus pbli-cos e, assim, dar visibilidade s aes sustentveis da companhia. Esta funcionalidade tambm indica a con-vergncia entre os indicadores respondidos e as demais iniciativas correlacionadas com os Indicadores Ethos, como as Diretrizes para o Relatrio de Sustentabilidade GRI G4, os princpios do Pacto Global da ONU, a Norma ABNT ISO 26000 e a metodologia do CDP, entre outras.

    PASSOS PARA USO DO SISTEMA ON-LINE

    1. Acesse o site www.ethos.org.br/indicadoresethos;

    2. Ingresse usando seu login e sua senha. Novos usurios devem cadastrar-se no sistema. O login ser o e-mail informado e a senha dever ser criada pelo prprio usurio. O sistema ir en-viar um link para a ativao do seu cadastro. Caso demore a receber a mensagem, verifique sua caixa de spam;

    3. Cadastre sua empresa no sistema ou recupere o cadastro j efetuado. O cadastro da empresa identificado sempre por seu CNPJ. A alterao dos dados do responsvel pela empresa no sistema realizada por procedimento especfico indicado no prprio sistema;

    4. Acesse a opo Autodiagnstico para fazer a configurao do questionrio. Voc poder criar seu questionrio de acordo com as necessidades de sua empresa, personalizando a seleo de in-

    dicadores em Meus Indicadores, ou utilizando uma das pr-for-mataes feitas pelo Instituto Ethos;

    5. Aps a seleo do questionrio, preencha-o e envie as respos-tas pelo prprio sistema on-line;

    6. O relatrio de diagnstico estar disponvel assim que as res-postas forem liberadas, em formato on-line ou em pdf;

    7. As questes quantitativas podem ser respondidas mesmo de-pois de as respostas s questes qualitativas terem sido libe-radas, at o trmino do ciclo de preenchimento vigente;

    8. Aps o envio do questionrio, o sistema ir liberar a funcionali-dade de planejamento e o acesso aos demais tipos de relatrio.

    A chave do novo contedo dos Indicadores Ethos a flexi-bilidade na sua aplicao, que passa a ser oferecida pelo novo sistema on-line.

  • 13

    ORIENTAES PARA APLICAO

    Em nosso website (www.ethos.org.br/indicadores), encon-tram-se algumas orientaes e sugestes para a aplicao dos Indicadores Ethos.

    GLOSSRIO

    Tambm no nosso website, est disponvel um glossrio de definies e conceitos, cujo objetivo esclarecer os termos mais relevantes para a compreenso do que pro-posto no questionrio.

    CORRELAES

    Com a evoluo do movimento de RSE e sustentabilida-de, muitas foram as iniciativas desenvolvidas ao redor do mundo para estimular as empresas e diferentes organiza-es a incorporar prticas responsveis compatveis com o desenvolvimento sustentvel. Cada uma delas foi criada com um propsito especfico. No entanto, todas abordam temas comuns, pertinentes agenda da RSE e sustentabi-lidade. Para que os negcios integrem a sustentabilidade em suas estratgias, preciso reconhecer e atuar sobre es-sas convergncias.

    As correlaes apresentadas no fim desta publicao so resultado de anlises do Instituto Ethos e tm como obje-tivo confirmar a funo dos Indicadores Ethos como sina-lizador de caminhos possveis para o desenvolvimento de negcios sustentveis e responsveis.

    USO PARA DESENVOLVIMENTO DA SUS-TENTABILIDADE NAS CADEIAS DE VALOREmpresas interessadas em empregar os Indicadores Ethos e seus guias temticos para desenvolver a sustentabilida-de em suas cadeias de valor podem faz-lo comunicando--se conosco pelo e-mail [email protected]

    Para mais orientaes e informaes, acesse www.ethos.org.br/indicadores ou contate-nos pelo e-mail [email protected]

    APLICAO SETORIAL

    Como desdobramento dos Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis, desenvolveremos guias com diretrizes para setores especficos, que estaro disponveis no nosso website.

  • 14 Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis

    DIMENSO VISO E ESTRATGIA

    DIMENSO GOVERNANA E GESTO

    1 Estratgias para a Sustentabilidade 2 Proposta de Valor 3 Modelo de Negcios

    TEMA: GOVERNANA ORGANIZACIONAL Subtema: Governana e Conduta

    4 Cdigo de Conduta 5 Governana da Organizao

    (empresas de capital fechado) 5 Governana da Organizao

    (empresas de capital aberto) 6 Compromissos Voluntrios e

    Participao em Iniciativas de RSE/ Sustentabilidade

    7 Engajamento das Partes Interessadas

    Subtema: Prestao de Contas

    8 Relaes com Investidores e Relatrios Financeiros

    9 Relatos de Sustentabilidade e Relatos Integrados

    10 Comunicao com Responsabilidade Social

    TEMA: PRTICAS DE OPERAO E GESTO

    Subtema: Concorrncia Leal

    11 Concorrncia Leal

    Subtema: Prticas Anticorrupo

    12 Prticas Anticorrupo

    Subtema: Envolvimento Poltico Responsvel

    13 Contribuies para Campanhas Eleitorais

    14 Envolvimento no Desenvolvimento de Polticas Pblicas

    Subtema: Sistemas de Gesto

    15 Gesto Participativa 16 Sistema de Gesto Integrado 17 Sistema de Gesto de Fornecedores 18 Mapeamento dos Impactos da Opera-

    o e Gesto de Riscos 19 Gesto da RSE/ Sustentabilidade

  • DIMENSO AMBIENTAL

    DIMENSO SOCIAL

    TEMA: DIREITOS HUMANOS Subtema: Situaes de Risco para

    os Direitos Humanos

    20 Monitoramento de Impactos do Negcio nos Direitos Humanos

    21 Trabalho Infantil na Cadeia de Suprimentos

    22 Trabalho Forado (ou Anlogo ao Escravo) na Cadeia de Suprimentos

    Subtema: Aes Afirmativas

    23 Promoo da Diversidade e Equidade

    TEMA: PRTICAS DE TRABALHO

    Subtema: Relaes de Trabalho

    24 Relao com Empregados (Efetivos, Terceirizados, Temporrios ou Parciais)

    25 Relaes com Sindicatos

    Subtema: Desenvolvimento Humano, Benefcios e Treinamento

    26 Remunerao e Benefcios 27 Compromisso com o Desenvolvimento

    Profissional 28 Comportamento frente a Demisses

    e Empregabilidade

    Subtema: Sade e Segurana no Trabalho e Qualidade de Vida

    29 Sade e Segurana dos Empregados 30 Condies de Trabalho, Qualidade de

    Vida e Jornada de Trabalho

    TEMA: QUESTES RELATIVAS AO CONSUMIDOR

    Subtema: Respeito ao Direito do Consumidor

    31 Relacionamento com o Consumidor 32 Impacto decorrente do Uso dos

    Produtos ou Servios

    Subtema: Consumo Consciente

    33 Estratgia de Comunicao Responsvel e Educao para o Consumo Consciente

    TEMA: ENVOLVIMENTO COM A COMUNIDADE E SEU DESENVOLVIMENTO

    Subtema: Gesto de Impactos na Comuni-dade e Desenvolvimento

    34 Gesto dos Impactos da Empresa na Comunidade

    35 Compromisso com o Desenvolvimento da Comunidade e Gesto das Aes Sociais

    36 Apoio ao Desenvolvimento de Fornecedores

    TEMA: MEIO AMBIENTE

    Subtema: Mudanas Climticas

    37 Governana das Aes Relacionadas s Mudanas Climticas

    38 Adaptao s Mudanas Climticas

    Subtema: Gesto e Monitoramento dos Im-pactos sobre os Servios Ecossistmicos e a Biodiversidade

    39 Sistema de Gesto Ambiental 40 Preveno da Poluio 41 Uso Sustentvel de Recursos: Materiais 42 Uso Sustentvel de Recursos: gua 43 Uso Sustentvel de Recursos: Energia 44 Uso Sustentvel da Biodiversidade e

    Restaurao dos Habitats Naturais 45 Educao e Conscientizao Ambiental

    Subtema: Impactos do Consumo

    46 Impactos do Transporte, Logstica e Dis-tribuio

    47 Logstica Reversa

  • DIMENSO

    VISO E ESTRATGIA

    16

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis18

    TEM

    AVISO E ESTRATGIAA viso e a estratgia de uma empresa constituem as bases para a definio de suas aes, motivo por que devem ser claramente validadas pela organizao. Pelo reconhecimento de sua importncia, recomenda-se que ambas a viso e a estratgia da empresa incorporem atributos de sustentabilidade, que devem estar igualmente presentes tanto nos produtos e servios que a empresa oferece como no seu modus operandi, ou seja, na forma como organiza e estabelece suas operaes.

    SUB

    TEM

    A VISO E ESTRATGIACada vez mais as organizaes buscam atender s necessidades de seus clientes. Entender as novas necessidades da sociedade e transform-las em estratgia para a empresa pode ser um caminho a ser percorrido para a busca por produtos sustentveis e inclusivos.

    IND

    ICA

    DO

    R

    01ESTRATGIAS PARA A SUSTENTABILIDADETrata-se da incorporao, tanto nas estratgias como nos planos empresariais, de aspectos e caractersticas relacionados RSE /sustentabilidade.

    02PROPOSTA DE VALORTrata-se de incorporar a RSE /sustentabilidade como diferencial competitivo da empresa, ou seja, um atributo que, presente nos produtos e/ou servios por ela oferecidos, os torna nicos e superiores queles fabricados ou produzidos pelas suas principais concorrentes.

    03MODELO DE NEGCIOSTrata-se da integrao dos atributos de sustentabilidade nos processos de gesto da empresa e em seu modelo de negcios, ao esta que no se restringe escolha dos insumos, na medida em que os inclui na cadeia de valor com vistas a promover a conciliao do lucro com a gerao de valor para a sociedade.

    Dimenso Viso e Estratgia

  • 19

    01Estratgias para a SustentabilidadeViso e EstratgiaESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa inclui aspectos sociais e ques-tes ambientais em suas estratgias.

    1.1.1 A empresa inclui aspectos sociais e questes ambientais em suas estratgias.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa inclui em seu planejamento es-tratgico aspectos sociais e questes am-bientais, assim como interesses de outros pblicos que no os de seus acionistas e clientes; e, tambm, ao considerar, nes-se plano, os estudos de impactos socioam-bientais que elabora, a empresa formula estratgias de sustentabilidade que tm como objetivo aumentar sua eficincia no uso de recursos naturais e reduzir os im-pactos socioambientais negativos.

    1.2.1 A empresa inclui interesses de outros pblicos, alm dos acionistas e clientes, em seu planejamento estratgico.

    1.2.2 A empresa realiza estudos de impacto socioambiental e os considera em seu planeja-mento estratgico.

    1.2.3 As estratgias de sustentabilidade da empresa tm como objetivo aumentar a efi-cincia no uso de recursos naturais e reduzir impactos socioambientais.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa implementa polticas, procedi-mentos e sistemas de gesto, em primeiro lugar, ao integrar a RSE/ sustentabilida-de em seus processos decisrios e torn--la elemento essencial de sua estratgia; em segundo lugar, ao identificar os riscos relacionados aos impactos socioambien-tais de curto e mdio prazo que provoca; em terceiro lugar, ao implementar procedi-mentos de gesto desses riscos e monito-r-los periodicamente; em quarto lugar, ao identificar as oportunidades relacionadas com esses impactos no curto, mdio e lon-go prazo; e, em quinto e ltimo lugar, ao implementar procedimentos de gesto das oportunidades relacionados a seus impac-tos socioambientais de curto, mdio e lon-go prazo, e monitor-los periodicamente.

    1.3.1 A empresa inclui RSE/ sustentabilidade como elemento essencial em sua estratgia por meio de sua integrao nos processos decisrios.

    1.3.2 A empresa identifica riscos estratgicos, financeiros, regulatrios, reputacionais ou operacionais relacionados a seus impactos socioambientais de curto e mdio prazo.

    1.3.3 A empresa tem procedimentos de gesto desses riscos que so monitorados perio-dicamente.

    1.3.4 A empresa identifica as oportunidades relacionadas aos impactos socioambientais de curto, mdio e longo prazo.

    1.3.5 A empresa tem procedimentos de gesto dessas oportunidades que so monitora-dos periodicamente.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa, em um primeiro momento, in-clui aspectos socioambientais nas deci-ses de financiamento, investimento ou operao e nas projees de valor econ-mico. Em um segundo momento, elabora um planejamento estratgico que contem-ple cenrios de longo prazo relacionados s questes socioambientais, identifican-do os impactos em sua cadeia de valor. E, em um terceiro momento, identificados esses impactos, adota procedimentos de gesto de impactos socioambientais em sua cadeia de valor.

    1.4.1 Os aspectos socioambientais so includos nas decises de operao, investimento ou financiamento.

    1.4.2 Os aspectos socioambientais so includos nas projees de valor econmico.

    1.4.3 A empresa considera cenrios de longo prazo relacionados s questes socioambien-tais em seu planejamento estratgico.

    1.4.4 Identifica impactos socioambientais em sua cadeia de valor.

    1.4.5 Tem procedimentos de gesto de impactos socioambientais em sua cadeia de valor.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa investe em pesquisa e desen-volvimento voltados para a inovao em sustentabilidade e estabelece metas de gerao de novos modelos de negcios, considerando potenciais mudanas de mercado em decorrncia do tratamento das questes socioambientais.

    1.5.1 A empresa investe em pesquisa e desenvolvimento voltados para a inovao em sus-tentabilidade.

    1.5.2 A empresa gera novos modelos de negcios devido a potenciais mudanas no merca-do em razo de impactos socioambientais.

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis20

    02 Proposta de ValorViso e EstratgiaESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A proposta de valor da empresa considera princpios de RSE/ sus-tentabilidade.

    2.1.1 A proposta de valor da empresa considera princpios de RSE/ sustentabilidade.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa diversifica seu portf-lio, desenvolvendo novos produ-tos ou servios com insumos ou atributos de sustentabilidade, e, tambm, dimensiona produtos e servios para pblicos de menor poder aquisitivo.

    2.2.1 A empresa diversifica seu portflio de produtos e servios com uma ou mais linhas de produ-tos e servios que tenham atributos de sustentabilidade.

    2.2.2 A empresa possui produtos ou servios dimensionados para pblicos de menor poder aquisi-tivo, como microsseguros ou microcrditos.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa identifica as necessida-des de seus consumidores e clien-tes, e, para satisfaz-las, imprime caractersticas e aspectos so-cioambientais em seus produtos ou servios. O reposicionamen-to ou o desenvolvimento de novos produtos ou servios, por sua vez, contempla a adio de atributos de sustentabilidade, alm de persistir na busca da satisfao das necessi-dades de seu pblico-alvo.

    2.3.1 A empresa identifica as necessidades de seus consumidores/ clientes com relao a aspectos socioambientais em seus produtos ou servios.

    2.3.2 O reposicionamento ou desenvolvimento de novos produtos ou servios inclui as necessida-des de seus consumidores/ clientes com relao a aspectos socioambientais (questes am-bientais, como ecoeficincia, ou aspectos sociais, como valorizao da diversidade).

    2.3.3 O reposicionamento ou desenvolvimento de novos produtos ou servios inclui outros atribu-tos de sustentabilidade.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa busca o aprimoramen-to contnuo desenhando mtodos mais eficientes ambiental e social-mente para oferecer seus produ-tos e servios, ao desenvolv-los de modo a solucionar problemas sociais, ambientais ou ticos. Ob-teve, com isso, resultados tang-veis, como indica a boa avaliao por parte de seus clientes/consu-midores.

    2.4.1 A empresa desenvolve produtos ou servios direcionados a solucionar problemas sociais, am-bientais ou ticos.

    2.4.2 As pesquisas de satisfao indicam boa avaliao por parte dos consumidores/ clientes des-ses produtos ou servios.

    2.4.3 Esses produtos e servios, alm de atingir o objetivo social, ambiental ou tico e a satisfao dos consumidores/ clientes, so rentveis.

    2.4.4 A empresa busca o aprimoramento contnuo desenhando mtodos mais eficientes ambiental e socialmente para oferecer seus produtos ou servios.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa lana mo de mecanis-mos de participao ao incluir par-tes interessadas na formatao de novas linhas de produtos ou ser-vios que gerem valor para a so-ciedade. Procedendo assim, ela implementa, em seu setor e na so-ciedade, mudanas favorveis im-plantao de uma economia verde, includente e responsvel.

    2.5.1 A empresa dispe de mecanismos de participao de partes interessadas na formatao de novos produtos e servios (inovao aberta).

    2.5.2 A empresa envolve-se em polticas pblicas favorveis promoo de uma economia verde, in-cludente e responsvel em seu setor de atuao.

    2.5.3 A empresa envolve-se em polticas pblicas favorveis a um modelo sustentvel de produo e consumo.

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

    Este indicador possui questes quantitativas.

  • 21

    03ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa d preferncia compra de insumos ou servios ambien-talmente legais e socialmente res-ponsveis.

    3.1.1 A empresa d preferncia compra de insumos ou servios ambientalmente legais.

    3.1.2 A empresa d preferncia compra de insumos ou servios socialmente responsveis.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa realiza anlises de ciclo de vida de seus produtos e servi-os e mapeia os impactos socioam-bientais que causam na cadeia de suprimentos.

    3.2.1 A empresa realiza anlises do ciclo de vida de seus produtos e servios.

    3.2.2 A empresa possui um mapeamento de seus impactos socioambientais considerando sua ca-deia de suprimentos.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa permanece atenta s ten-dncias relacionadas sustenta-bilidade que podem redefinir seu mercado ou modelo de negcios e entende RSE/ sustentabilidade como fatores condicionantes para seu crescimento econmico. Alm disso, quantifica a reduo de cus-tos obtida por meio de iniciativas de mitigao dos impactos negativos de produtos e servios; desenvolve parcerias com fornecedores, visan-do melhoria de seus processos de gesto; e participa da destinao fi-nal dos produtos ps-consumo.

    3.3.1 A empresa considera de maneira sistemtica tendncias ligadas sustentabilidade que po-dem redefinir seu mercado ou modelo de negcios.

    3.3.2 RSE/ sustentabilidade so fatores condicionantes para o crescimento econmico da empresa.

    3.3.3 A empresa quantifica a reduo de custos obtida por meio das iniciativas de mitigao dos im-pactos de produtos e servios.

    3.3.4 A empresa desenvolve parcerias com fornecedores, visando melhoria de seus processos de gesto.

    3.3.5 A empresa participa da destinao final dos produtos ps-consumo.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa incorpora, no clculo de custos da produo, os recursos despendidos com as externalida-des socioambientais. Alm disso, gerou novo modelo de negcio que visa conciliar lucro e incluso so-cial e demonstrou resultados ga-nha-ganha obtidos com essa nova forma de fazer negcios. Tal es-tratgia, se por um lado contribui para a mitigao de risco ambien-tal ou social, por outro implanta na empresa um modelo financeiro que facilita decises de sustenta-bilidade em longo prazo.

    3.4.1 A empresa incorpora o custo de externalidades socioambientais no clculo de custos de pro-duo.

    3.4.2 A empresa gerou um novo modelo de negcios que visa conciliar lucro e incluso social.

    3.4.3 A empresa demonstra resultados ganha-ganha obtidos nessa nova forma de fazer negcios.

    3.4.4 As novas atividades contribuem para a mitigao de um risco ambiental ou social.

    3.4.5 O modelo financeiro da empresa facilita decises de sustentabilidade em longo prazo.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa, ao gerar um novo mo-delo de negcios que visa conci-liar lucro, incluso social e impacto ambiental decrescente, mudou, de forma significativa, seu modelo de negcios, incluindo objetivos so-ciais e ambientais no seu contrato social ou estatuto.

    3.5.1 A empresa gerou um novo modelo de negcios que visa conciliar lucro, incluso social e impac-to ambiental decrescente.

    3.5.2 A empresa mudou de forma significativa seu modelo de negcios, incluindo objetivos sociais e ambientais no seu contrato social ou estatuto.

    Modelo de NegciosViso e Estratgia

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

    Este indicador possui questes quantitativas.

    e/ou de prestao de servios.A empresa incorpora, no clculo de custos da produo e/ou de pre-stao de servios, os recursos despendidos com as externalidades socioambientais. Alm disso, gerou novo modelo de negcio que visa conciliar lucro e incluso social e demonstrou resultados ganha-ganha obtidos com essa nova forma de fazer negcios.Tal estratgia, se por um lado contribui para a mitigao de risco ambiental ou social, por outro implanta na empresa um mod-elo financeiro que facilita decises de sustentabilidade em longo prazo.

  • DIMENSO

    GOVERNANA E GESTO

    22

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis24

    TEM

    A GOVERNANA ORGANIZACIONAL So temas que orientam a empresa a estruturar sua gesto alinhada a RSE/ sustentabilidade e abrangem desde a proposio e implementao de polticas at sua integrao com os processos de gesto da empresa.

    SUB

    TEM

    A

    GOVERNANA E CONDUTAA governana e a conduta so os principais norteadores de uma organizao, pois so responsveis por direcionar a ateno de todos e de cada um empregados, fornecedores, clientes, acionistas e outras partes interessadas para os objetivos comuns da empresa e sua responsabilidade com a sociedade.

    PRESTAO DE CONTASTrata-se de um dos princpios fundamentais da RSE/sustentabilidade (accountability), por meio do qual a empresa informa e se responsabiliza pelos impactos negativos que produz, sejam de natureza econmica, social ou ambiental, sejam de natureza tica.

    IND

    ICA

    DO

    R

    04CDIGO DE CONDUTAO cdigo de conduta rene as normas de conduta adotadas pela empresa, que se responsabiliza tambm por formaliz-las e difundi-las em sua esfera de influncia. A obedincia a esse ordenamento e sua divulgao tm como objetivo promover e consolidar um posicionamento tico.

    05GOVERNANA DA ORGANIZAOTrata-se de sistema de tomada de deciso pela empresa voltada para a consecuo de objetivos organizacionais. Ela se d de forma responsvel e coerente com os princpios de RSE/ sustentabilidade.

    06COMPROMISSOS VOLUNTRIOS E PARTICIPAO EM INICIATIVAS DE RSE / SUSTENTABILIDADEEsses compromissos voluntrios so assumidos pela empresa com o objetivo de assegurar sua participao nas iniciativas de RSE/ Sustentabilidade que tm o intuito de influenciar o processo de aperfeioamento de sua conduta tica.

    07ENGAJAMENTO DAS PARTES INTERESSADASTrata-se de processo que envolve a identificao das partes interessadas com o propsito de estabelecer com elas um dilogo que possa contribuir para o seu engajamento no processo de aperfeioamento da conduta da empresa.

    08RELAES COM INVESTIDORES E RELATRIOS FINANCEIROSA relao com os investidores deve fazer-se presente pela transparncia e exatido dos relatrios financeiros.

    09 RELATOS DE SUSTENTABILIDADE E RELATOS INTEGRADOSA transparncia necessria transmisso das informaes acerca do desempenho ambiental, social, econmico e de governana da empresa aparece na orientao equilibrada de sua transmisso, pois assim se torna possvel identificar o vnculo existente entre a empresa e os princpios da RSE/ sustentabilidade no que tange gerao de valor do negcio.

    10COMUNICAO COM RESPONSA-BILIDADE SOCIAL A aplicao rigoro-sa dos princpios de RSE/ sustentabilida-de no que tange s aes de comunica-o da empresa s ocorre se elas exerce-rem influncia positi-va sobre a sociedade.

    TEM

    A PRTICAS DE OPERAO E GESTOA sociedade civil acompanha cada vez mais de perto as prticas relacionadas com a operao e a gesto das empresas nas esferas e reas de sua influncia. Tal atitude por parte da sociedade civil expressa o sentimento de corresponsabilidade que esse segmento da sociedade constitudo por organizaes no governamentais, entidades e instituies possui em relao a esses processos.

    SUB

    TEM

    A

    CONCORRN-CIA LEALA preocupao com a concorrn-cia sempre este-ve presente nas organizaes. En-tretanto, com o desenvolvimento do mercado, a con-corrncia leal tem--se transformado cada vez mais em uma estratgia eficiente de rela-cionamento en-tre as empresas de um mesmo setor.

    PRTICAS ANTICORRUPOA corrupo consiste em um abuso do poder recebido. Trata-se, portanto, de uma forma inadequada de exerccio do poder, por visar interesses ilegti-mos. Um deles a obteno de vanta-gem pessoal, o que vai de encontro ao fundamento ltimo do poder. Isso por-que esse tipo de procedimento mina a eficcia e a reputao de uma organi-zao, por consistir efetivamente em um ataque sua consistncia e robus-tez. A corrupo pode configurar-se tambm em uma violao dos direi-tos humanos e na eroso de saudveis processos polticos, os quais se em-pobrecem, despojando-se, assim, das condies necessrias ao cumprimen-to de sua funo. A corrupo pode tambm causar danos irreversveis ao meio ambiente. A violao do po-der transita, assim, na contramo do comportamento tico, princpio fun-damental e cuja obedincia impres-cindvel para a sustentao de relaes legtimas e de uma saudvel produti-vidade por parte das organizaes.

    ENVOLVIMENTO POLTI-CO RESPONSVELAs empresas e o governo sempre manti-veram um vnculo forte, o qual alimentou e continua alimentando seu relaciona-mento. No entanto, a cada dia que pas-sa, ocorrem fatos, acontecimentos, que despertam na sociedade a necessida-de de conhecer de perto a trama que esse envolvimento recproco produz. E a estratgia que a sociedade encon-trou para tanto foi analisar seus com-ponentes fio por fio , conferindo-lhe transparncia, pois acredita que assim se torna possvel alcanar e expor a di-nmica de interesses que a alimenta.

    SISTEMAS DE GESTOOs sistemas de gesto apoiam as empresas no que se refere admi-nistrao e ao controle das atividades que realizam no dia a dia.

    15GESTO PARTICIPATIVAUma gesto efetiva-mente participativa requer que o conjun-to de empregados se envolva com a empre-sa tanto em busca de soluo para seus pro-blemas como na esco-lha de estratgias que favoream o desen-volvimento pessoal e profissional do todo.

    16SISTEMA DE GESTO INTEGRADOA constitui-o desse sis-tema requer a integrao dos dados relaciona-dos gesto, de modo a confe-rir maior eficcia s suas aes.

    17SISTEMA DE GES-TO DE FOR-NECEDORESO Sistema de Ges-to dos Fornece-dores consiste em um conjunto de mecanismos esta-belecidos pela em-presa com vistas a assegurar que o comportamen-to desses seus parceiros esteja alinhado aos prin-cpios de RSE/ sus-tentabilidade.

    IND

    ICA

    DO

    R

    11PRTICAS CONCORRENCIASTrata-se de es-tratgia adotada pela empresa que busca uma posi-o de liderana em seu segmento de negcios. Ela frequentemente abordada e ana-lisada, pelo fato de contribuir para a consolida-o de elevados padres de con-corrncia tan-to para um setor especfico como para o mercado como um todo.

    12PRTICAS ANTICORRUPO Trata-se de mecanismos e proces-sos que visam identificar, coibir e punir as prticas de corrupo.

    13CONTRIBUI-ES PARA CAMPANHAS ELEITORAISPara tornar transparen-tes os critrios que orientam e normatizam os procedimen-tos relaciona-dos a doaes a candidatos e/ou a partidos polticos, faz--se necessria a criao de espa-os que favore-am a reflexo sobre esse tipo de participa-o poltica.

    14ENVOLVIMENTO NO DESENVOLVI-MENTO DE POL-TICAS PBLICAS fundamental que a empresa e a socie-dade participem do processo de elabo-rao e implemen-tao de polticas pblicas. Em ou-tras palavras: im-prescindvel que esses dois impor-tantes atores so-ciais se envolvam com o desenvolvi-mento desse impor-tante instrumento de gesto que so as polticas pbli-cas e acompanhem de perto a condu-o desse processo pelo poder pblico.

    18MAPEAMENTO DOS IMPACTOS DA OPERAO E GESTO DE RISCOSCom vistas adoo de medidas que previnam, mitiguem ou recupe-rem os impactos socioambientais causados, faz-se necessria a im-plementao de mecanismos que favoream seu conhecimento e ofe-ream sobre eles um diagnstico.

    19GESTO DA RSE /SUSTENTABILIDADEIntegrao da RSE/ sustentabilida-de na forma de a empresa condu-zir seus negcios.

    Dimenso Governana e Gesto

  • 25

    04ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa adota e aplica padres de conduta para orientar o com-portamento de seus empregados.

    4.1.1 A empresa adota e aplica padres de conduta para orientar o comportamento de seus em-pregados.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    O cdigo de conduta da empresa avaliado e aprovado por rgo ou diretoria de governana superior; abrange todos os empregados da empresa; inclui regras de relacio-namento com agentes pblicos; contempla proibio de prticas ilegais, imorais e antiticas. A em-presa, por sua vez, comunica seus padres de comportamento s par-tes interessadas e possui prticas voltadas para o desenvolvimento de valores ticos.

    4.2.1 O cdigo de conduta da empresa foi avaliado e aprovado pela diretoria ou rgo de governan-a superior.

    4.2.2 O cdigo de conduta abrange todos os empregados da empresa.

    4.2.3 O cdigo de conduta inclui regras de relacionamento com agentes pblicos.

    4.2.4 O cdigo de conduta inclui a proibio de prticas ilegais, imorais e antiticas.

    4.2.5 A empresa comunica seus padres de comportamento s partes interessadas que influen-ciam seus valores, cultura, integridade, estratgia e operao.

    4.2.6 A empresa possui prticas voltadas ao desenvolvimento de valores ticos.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa desenvolve progra-ma de capacitao de seus empre-gados; insere-os no processo de elaborao e reviso desse docu-mento; institui comit ou conselho formal responsvel pela discus-so das questes ticas internas/externas; promulga diretrizes para orientar a adoo de medidas quando da violao dos padres de conduta estabelecidos; periodica-mente verifica se essas diretrizes esto orientando o comportamen-to dos empregados; institui canais de denncia de comportamentos que ferem o cdigo; adota sanes e punies formais quando o c-digo violado pelos empregados; implementa procedimento de di-vulgao peridica de comporta-mentos exemplares.O cdigo de conduta influencia as demais pol-ticas da empresa.

    4.3.1 A empresa desenvolveu um programa de capacitao de seus empregados prprios e tercei-ros sobre o cdigo de conduta.

    4.3.2 A empresa inclui seus empregados na elaborao e reviso de seu cdigo de conduta.

    4.3.3 A empresa possui comit ou conselho formal responsvel por questes ticas internas e/ou externas.

    4.3.4 A empresa possui diretrizes para orientar medidas a serem tomadas em caso de descumpri-mento de seus padres estabelecidos de comportamento.

    4.3.5 A empresa verifica periodicamente a adoo dos princpios de conduta da empresa por seus empregados.

    4.3.6 A empresa possui canais de denncia de comportamentos que violem o cdigo de conduta.

    4.3.7 A empresa possui sanes e punies formais em casos de violao ao cdigo de conduta por parte dos seus empregados.

    4.3.8 A empresa possui procedimento de divulgao peridica de comportamentos exemplares (bons exemplos).

    4.3.9 O cdigo de conduta influencia as demais polticas da empresa.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    O cdigo de conduta da empre-sa revisado e atualizado perio-dicamente e alcana a cadeia de suprimentos da empresa, e esse procedimento periodicamente verificado. No caso de descumpri-mento por parte dos fornecedores, a empresa aplica sanes ou puni-es formais.

    4.4.1 O cdigo de conduta da empresa revisado e atualizado periodicamente.

    4.4.2 A empresa estende seu cdigo de conduta sua cadeia de suprimentos, anexando-o aos con-tratos firmados.

    4.4.3 A empresa verifica o cumprimento do cdigo de conduta em sua cadeia de suprimentos.

    4.4.4 A empresa possui sanes ou punies formais em caso de violao do cdigo de conduta por parte de seus fornecedores.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    As revises e atualizaes do c-digo de conduta consideram os in-sumos oferecidos pelas partes interessadas engajadas e contam com mecanismo e rea especfica para verificar se seus dispositivos esto sendo ou no observados.

    4.5.1 A atualizao do cdigo de conduta considera insumos dados pelas partes interessadas en-gajadas.

    4.5.2 A empresa possui mecanismo e rea especfica para verificar o atendimento do cdigo de con-duta pelos atores da cadeia de valor.

    Cdigo de CondutaGovernana e Gesto Governana Organizacional Governana e Conduta

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis26

    05ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa atua de acordo com a le-gislao e possui estrutura de ad-ministrao formal que orienta a tomada de deciso.

    5.1.1 A empresa cumpre requisitos legais em todas as operaes, mesmo que essas leis no sejam fiscalizadas adequadamente.

    5.1.2 A empresa tem procedimentos para que seus empregados conheam as leis a que esto sub-metidos.

    5.1.3 A empresa possui estrutura de administrao formalizada.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa institui controles in-ternos e externos e acompanha os resultados. Esses controles orien-tam o processo de tomada de de-ciso. A empresa tambm toma iniciativa de dilogo e engajamen-to com as partes interessadas.

    5.2.1 A empresa possui controles internos e externos e acompanha periodicamente seus resultados.

    5.2.2 A empresa estabelece os nveis de alada das pessoas que tomam decises em nome da orga-nizao.

    5.2.3 A empresa orienta sua tomada de deciso com base nos controles internos e externos.

    5.2.4 A empresa tem iniciativas de dilogo e engajamento com as partes interessadas (como pbli-co interno, governo, acionistas, ONGs, instituies financeiras, entre outros).

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa presta contas formal e publicamente e seus documentos expressam princpios e valores que so difundidos para o pblico inter-no e externo. Possui tanto evidn-cias de que os impactos sociais e ambientais so avaliados pelo pro-cesso de tomada de deciso como estrutura um processo de gover-nana que contempla um conselho cujo dispositivos legais garantem o tratamento justo e equitativo dos scios e os mecanismos de resolu-o de conflitos societrios.

    5.3.1 A empresa possui procedimentos formais de prestao de contas financeiras publicamente.

    5.3.2 Os documentos formais que expressam princpios e valores so disseminados institucional-mente para o pblico interno e externo.

    5.3.3 A empresa possui evidncias de que avalia impactos sociais e ambientais no processo de to-mada de deciso.

    5.3.4 A empresa possui estrutura de governana que contempla um conselho (Conselho de Admi-nistrao ou Conselho Consultivo).

    5.3.5 Existem dispositivos que garantem o tratamento justo e equitativo dos scios e mecanismos de resoluo de conflitos societrios.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa presta contas publica-mente dos resultados econmicos, sociais e ambientais; avalia periodi-camente seu processo de governan-a e faz a gesto dos canais formais de relacionamento com partes in-teressadas. Adota prticas formais de relacionamento com parceiros e tenta influenci-los com vistas a possvel alinhamento na perspec-tiva da sustentabilidade. Ao no-mear os membros do conselho ou escolher seus scios, a empresa se orienta por critrios objetivos e dispe de procedimentos formais para a avaliao de impactos so-ciais e ambientais no processo de tomada de deciso.

    5.4.1 A empresa possui procedimentos formais de prestao de contas dos resultados econmicos, sociais e ambientais.

    5.4.2 A empresa avalia periodicamente seus processos de governana, ajustando-os de acordo com as anlises e comunicando as mudanas a toda a empresa.

    5.4.3 A empresa possui gesto de canais formais de relacionamento com partes interessadas que vo alm dos canais tradicionais de via nica (SAC, ouvidoria e fale conosco).

    5.4.4 A empresa possui prticas formais de relacionamento com parceiros e os influencia em sua gesto para um alinhamento ao desenvolvimento sustentvel.

    5.4.5 Ao nomear os membros do conselho, os scios da empresa levam em considerao habilida-des, conhecimentos, especializao e independncia para orientar o direcionamento estrat-gico da organizao, assim como capacidade de lidar com questes relativas a oportunidades e riscos socioambientais e de monitorar a atuao dos gestores (diretoria executiva).

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa promove a oportuni-dade para que representantes de segmentos em desvantagem, do ponto de vista econmico e so-cial, ocupem cargos de chefia na organizao. A empresa assegu-ra tambm que aspectos sociais e ambientais sejam incorporados na definio dos negcios e das ope-raes.

    5.5.1 A empresa promove oportunidade para que grupos oriundos de segmentos em desvantagem na sociedade ocupem cargos de chefia na organizao.

    5.5.2 Pela sua atuao, a empresa influencia o avano na governana corporativa de outras empre-sas, do setor ou de parceiros.

    5.5.3 O conselho incorpora e assegura-se de que a diretoria executiva tambm incorpora considera-es de ordem social e ambiental na definio dos negcios e das operaes.

    5.5.4 A administrao da empresa possui processo formal de autoavaliao que inclui critrios so-cioambientais.

    Governana da Organizao (empresas de capital fechado)

    Governana e Gesto Governana Organizacional Governana e Conduta

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

    Este indicador possui questes quantitativas.

  • 27

    05Governana da Organizao (empresas de capital aberto)Governana e Gesto Governana Organizacional Governana e CondutaESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa atua de acordo com a legislao, adota procedimentos para difundi-la entre seus empre-gados e possui estrutura de gover-nana formalizada.

    5.1.1 A empresa cumpre requisitos legais em todas as operaes, mesmo que essas leis no sejam fiscalizadas adequadamente.

    5.1.2 A empresa tem procedimentos para que seus empregados conheam as leis a que esto sub-metidos.

    5.1.3 A empresa possui estrutura de governana formalizada.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa possui nveis de alada internos para a tomada de deciso e adota iniciativas de relaciona-mento com partes interessadas.

    5.2.1 A empresa possui controles internos e acompanha periodicamente seus resultados.

    5.2.2 A empresa possui estrutura de governana que contempla um conselho.

    5.2.3 A empresa orienta sua tomada de deciso com base nos controles internos.

    5.2.4 A empresa tem iniciativas de dilogo e engajamento com as partes interessadas (Ex.: pblico interno, governo, acionistas, ONGs, instituies financeiras e outros).

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa adota procedimentos formais de prestao de contas de seus resultados e seus documen-tos que expressam princpios e valores so difundidos entre o p-blico interno e externo. Reconhece que o processo de tomada de deci-so que implementa leva em conta impactos sociais e ambientais.

    5.3.1 A empresa possui procedimentos formais de prestao de contas dos resultados econmicos, sociais e ambientais.

    5.3.2 Os documentos formais que expressam princpios e valores so disseminados institucional-mente para o pblico interno e externo.

    5.3.3 A empresa possui evidncias de que avalia impactos sociais e ambientais no processo de to-mada de deciso.

    5.3.4 Ao nomear os membros do conselho, os scios da empresa levam em considerao habilida-des, conhecimentos, especializao e independncia para orientar o direcionamento estrat-gico da organizao, assim como capacidade de lidar com questes relativas a oportunidades e riscos socioambientais e de monitorar a atuao dos gestores (diretoria executiva).

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa publica relatrios finan-ceiros, inclusive com demonstra-o de fluxo de caixa auditados. Garante 100% de tag along aos acionistas e a presena, na com-posio do conselho de admi-nistrao de 20% de membros independentes. Avalia periodica-mente seus processos de gover-nana e adota prticas formais de relacionamento com parceiros, tentando influenci-los no senti-do de que sua gesto se enderece na perspectiva de um alinhamen-to com o desenvolvimento susten-tvel.

    5.4.1 A empresa publica relatrios financeiros seguindo padres internacionalmente reconheci-dos.

    5.4.2 A empresa divulga relatrios trimestrais com demonstrao de fluxo de caixa auditados por empresa independente.

    5.4.3 A empresa garante a seus acionistas 100% de tag along.

    5.4.4 A empresa garante a participao de no mnimo 20% de conselheiros independentes no con-selho de administrao.

    5.4.5 A empresa avalia periodicamente seus processos de governana, ajustando-os de acordo com as anlises e comunicando as mudanas a toda empresa.

    5.4.6 A empresa possui prticas formais de relacionamento com parceiros e os influencia em sua gesto para um alinhamento ao desenvolvimento sustentvel.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa possui processo for-mal de avaliao de executivos que inclui critrios socioambientais; promove oportunidade para que representantes dos segmentos so-ciais em desvantagem ocupem car-gos de chefia na organizao, e exerce influncia para o avano da governana corporativa de outras empresas. Tambm assegura que aspectos sociais e ambientais se-jam incorporados na definio dos negcios e das operaes.

    5.5.1 A empresa promove oportunidade para que grupos oriundos de segmentos em desvantagem na sociedade ocupem cargos de chefia na organizao.

    5.5.2 Pela sua atuao, a empresa influencia o avano na governana corporativa de outras empre-sas, do setor ou de parceiros.

    5.5.3 O Conselho incorpora e assegura-se de que a diretoria executiva tambm incorpora considera-es de ordem social e ambiental na definio dos negcios e das operaes.

    5.5.4 A administrao da empresa possui processo formal de autoavaliao que inclui critrios socioambientais.

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

    Este indicador possui questes quantitativas.

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis28

    06ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa participa de seminrios e discusses sobre compromissos voluntrios ou iniciativas em RSE/ sustentabilidade e sua gesto se inspira em algum deles.

    6.1.1 A empresa participa de seminrios e discusses sobre compromissos voluntrios ou iniciati-vas de RSE/ sustentabilidade.

    6.1.2 A administrao da empresa inspira sua gesto em algum compromisso ou iniciativa volunt-ria (Ex. Pacto Global, Carta da Terra, entre outros).

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa assina compromissos voluntrios e acompanha semin-rios e discusses a eles associados.

    6.2.1 A empresa assinou algum compromisso voluntrio.

    6.2.2 A empresa participa ativamente das discusses sobre as iniciativas e compromissos volun-trios.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa implementa polticas alinhadas a esses compromissos, alm de proceder um acompanha-mento formal das iniciativas vo-luntrias de que participa.

    6.3.1 A empresa possui polticas relacionadas aos compromissos voluntrios assinados.

    6.3.2 A empresa acompanha os resultados das iniciativas voluntrias de que participa.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa realiza acompanhamen-to peridico dos avanos resultan-tes dos compromissos voluntrios que apoia; faz escolhas estratgi-cas de iniciativas das quais partici-pa e procura formalmente exercer influncia, no mbito dessas ini-ciativas, sobre a cadeia de supri-mentos, para que esta adote uma orientao estratgica.

    6.4.1 A empresa define estrategicamente de quais iniciativas ou compromissos voluntrios parti-cipa.

    6.4.2 A gesto da empresa influenciada a partir dos compromissos voluntrios das quais signa-tria.

    6.4.3 A empresa realiza avaliaes peridicas dos resultados e avanos dos compromissos volun-trios que apoia.

    6.4.4 A empresa influencia formalmente a sua cadeia de suprimentos a adotar compromissos vo-luntrios em sua estratgia.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa participa efetivamente das polticas pblicas relacionadas aos compromissos voluntrios de que signatria, e, com base nelas, define estratgias. Alm disso, dis-semina e incentiva em sua cadeia de valor a adoo dessas prticas.

    6.5.1 A empresa envolve-se no desenvolvimento de polticas pblicas relacionadas aos compromis-sos voluntrios dos quais signatria.

    6.5.2 A empresa influencia suas estratgias a partir dos compromissos voluntrios dos quais sig-natria.

    6.5.3 A empresa incentiva sua cadeia de valor a adotar compromissos voluntrios.

    Compromissos Voluntrios e Participao em Iniciativas de RSE/ Sustentabilidade

    Governana e Gesto Governana Organizacional Governana e Conduta

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

  • 29

    07ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa mantm canais de co-municao mandatrios com pelo menos uma parte interessada; identifica as principais, ou seja, aquelas com as quais pode plane-jar sua comunicao ou engajar-se, recebendo e registrando informa-es e oferecendo, mesmo que in-formalmente, respostas para suas demandas.

    7.1.1 A empresa mantm canais de comunicao mandatrios pela legislao, como SAC ou outro canal, para pelo menos uma parte interessada.

    7.1.2 A empresa identifica suas principais partes interessadas para planejar melhor sua comunica-o ou iniciar uma forma de engajamento.

    7.1.3 A empresa recebe manifestaes de partes interessadas, mantm registros e est responden-do s demandas, mesmo que de maneira informal.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa confere prioridade s principais partes interessadas, re-lacionando-se com elas por meio de canais que favorecem a re-cepo de opinies, gerando re-latrios gerenciais e planos de engajamento.

    7.2.1 A empresa realizou uma priorizao das principais partes interessadas.

    7.2.2 A empresa abriu um ou mais canais de comunicao para relacionamento com suas partes in-teressadas priorizadas, alm de canais mandatrios pela legislao.

    7.2.3 A empresa mantm um sistema de registros de demandas e queixas (ex. ouvidoria) e um con-trole sobre o atendimento dado a cada assunto.

    7.2.4 A empresa tem iniciativas de engajamento em algumas reas ou unidades operacionais, mas sem demonstrar ser uma prtica corporativa.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    Os canais formais de relaciona-mento com partes interessadas so gerenciados e monitorados por indicadores-chave de desempenho (KPIs). Os resultados das consul-tas so sistematicamente analisa-dos, interpretados e apresentados alta administrao.

    7.3.1 A empresa instalou um processo de engajamento com partes interessadas que abrange um ou vrios grupos de partes interessadas e que seja monitorado por indicadores-chave de de-sempenho (KPIs).

    7.3.2 A empresa desenvolveu planos de engajamento com uma ou mais partes interessadas.

    7.3.3 Os resultados do engajamento com um ou mais grupos de partes interessadas so analisados de forma sistemtica, interpretados e relatados alta administrao.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa, no processo de toma-da de deciso, orientada pelos re-sultados do engajamento que ela mesma incentivou ao longo da ca-deia de valor, procura diminuir ris-cos e identificar oportunidades de inovao e melhoria.

    7.4.1 Os resultados do engajamento so analisados e reportados para a alta administrao e in-fluenciam a tomada de deciso da empresa.

    7.4.2 A empresa usa o mtodo de engajamento de forma estratgica para diminuir riscos e identifi-car oportunidades de inovao e melhoria.

    7.4.3 O engajamento de partes interessadas incentivado ao longo da cadeia de valor, via treina-mento e iniciativas de suporte a parceiros e fornecedores.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    Reconhecida como lder em pr-ticas de engajamento, a empre-sa consulta as partes interessadas externas, no caso de decises es-tratgicas, na tentativa de que se envolvam com esse processo alm dos limites do negcio. Atuando com voz ativa, procura com afinco envolver a sociedade em geral ou os governos locais e/ou nacionais.

    7.5.1 Dentro do setor ou na sua rea de atuao, a empresa reconhecida como lder em prticas de engajamento.

    7.5.2 Partes interessadas externas so consultadas em caso de decises estratgicas ou compem conselhos consultivos ou administrativos da empresa.

    7.5.3 A empresa inclui a consulta de partes interessadas em cada processo de desenvolvimento de novos produtos ou servios e inclui a opinio das suas partes interessadas com peso signifi-cativo.

    7.5.4 A empresa pratica engajamento alm dos limites de negcios e atua como voz ativa na trans-formao, visando engajar a sociedade em geral ou governos locais ou nacionais.

    Engajamento das Partes InteressadasGovernana e Gesto Governana Organizacional Governana e Conduta

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis30

    08ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa observa a legislao societria concernente a sua na-tureza jurdica, observando-a no fechamento anual contbil dos re-sultados, que, na forma de rela-trios, ficam disponveis para os principais detentores do capital social.

    8.1.1 A empresa cumpre a legislao societria em que sua natureza jurdica est enquadrada.

    8.1.2 A empresa possui um fechamento anual contbil dos resultados, mesmo quando no exigi-do pela legislao concernente sua natureza jurdica.

    8.1.3 A empresa disponibiliza os documentos de resultados aos principais detentores de partici-pao no capital social.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    Aps o fechamento anual cont-bil, a empresa utiliza seus dados na elaborao do planejamento do ano seguinte. Depois de aprovados e auditados, a empresa lhes con-fere f pblica e os divulga, man-tendo um canal de comunicao aberto com as partes interessadas para esclarecimentos das dvidas.

    8.2.1 A empresa utilizou dados do fechamento contbil para a elaborao de seu ltimo planeja-mento estratgico.

    8.2.2 No ltimo ano fiscal a empresa promoveu uma reunio para a apresentao e a aprovao da prestao de contas.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa possui uma poltica ou um estatuto que define prazos e prticas para a prestao de con-tas contbeis, que, auditadas,se tornam um documento pblico. Alm disso, a empresa convida to-dos os investidores da companhia para uma assembleia geral de apre-sentao e aprovao das demons-traes financeiras. e mantm um canal de comunicao aberto.

    8.3.1 A empresa possui poltica de prestao de contas contbeis.

    8.3.2 A empresa realiza auditoria por terceira parte das demonstraes financeiras.

    8.3.3 A empresa torna sua prestao de contas contbeis pblica, alm de convidar as partes inte-ressadas para apresentao e aprovao do documento.

    8.3.4 A empresa divulga dados financeiros mais completos, incluindo relatrios trimestrais com demonstrao de fluxo de caixa e relatrios consolidados revisados por um au-ditor independente.

    8.3.5 A empresa mantm um canal de relacionamento aberto com as partes interessadas para es-clarecimentos e dvidas sobre sua prestao de contas.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa possui uma ou mais reas responsveis pela anlise dos resultados financeiros divulga-dos e se utiliza de outras mtricas de resultados (lucro econmico) para orientar a tomada de deciso.

    8.4.1 A empresa possui uma rea responsvel pela anlise e prestao de contas e divulgao dos resultados contbeis.

    8.4.2 A empresa divulga relatrios com seu desempenho ambiental, social e em governana (ESG).

    8.4.3 A empresa utiliza outras mtricas de mensurao de resultado, por exemplo, o resultado econmico, para a tomada de deciso.

    8.4.4 A empresa busca acompanhar a sade financeira das empresas de sua cadeia de suprimen-tos.

    8.4.5 A empresa tem procedimentos que garantem a transparncia e fidedignidade em suas de-monstraes e registros contbeis, impedindo a ocorrncia de registros inadequados ou, ainda, a ocultao de informaes.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMOA empresa exemplo, no que tan-ge prestao de contas e ao re-lacionamento com investidores, tendo sido reconhecida e premia-da por organizaes com nvel de excelncia.

    8.5.1 A empresa reconhecida pelo mercado por suas boas prticas de prestao de contas e transparncia.

    8.5.2 A empresa referncia no relacionamento com investidores.

    8.5.3 A empresa influencia o mercado e sua cadeia de fornecedores a atingir altos nveis de prestao de contas.

    Relaes com Investidores e Relatrios Financeiros

    Governana e Gesto Governana Organizacional Prestao de Contas

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

    sim no n/a

  • 31

    09Relatos de Sustentabilidade e Relatos IntegradosGovernana e Gesto Governana Organizacional Prestao de ContasESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa elabora esporadicamente informativo sobre sustentabilidade e com bases em seus subsdios apre-senta periodicamente relato com in-formaes econmicas, sociais e ambientais.

    9.1.1 A empresa elabora informativos de sustentabilidade, mesmo que sem periodicidade definida.

    9.1.2 A empresa apresenta os informativos de sustentabilidade para o pblico interno.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa publica periodicamente relato de sustentabilidade, descre-vendo as aes sociais e ambien-tais que adotou e incorporando indicadores quantitativos.

    9.2.1 A empresa publica seu relato de sustentabilidade com periodicidade definida (ex. anual, bia-nual etc.).

    9.2.2 A empresa apresenta dados quantitativos no relato de sustentabilidade.

    9.2.3 O relato de sustentabildiade da empresa est disponvel em seu site na internet, sendo am-plamente divulgado em suas mdias e por outros meios.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa possui procedimento interno definido para a elabora-o do relato de sustentabilidade, alm de envolver os pblicos inter-no e externo nesse processo. Os dados do relato, analisados pela alta administrao da empresa, abordam aspectos econmicos, so-ciais e ambientais.

    9.3.1 A empresa possui um processo de envolvimento dos pblicos interno e externo na definio dos temas que devem ser abordados em seu relato de sustentabilidade.

    9.3.2 A empresa possui um processo estabelecido de coleta de dados que alimentado pelas diver-sas reas.

    9.3.3 Os dados coletados e utilizados para o relato de sustentabilidade so analisados pela alta ad-ministrao da empresa.

    9.3.4 A empresa realiza a leitura crtica do relato de sustentabilidade buscando oportunidades de melhoria para o prximo ciclo de relato.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa apresenta relato que analisa detalhadamente suas for-mas de gesto, incluindo resul-tados desfavorveis, desafios e metas para o prximo perodo, alm de incentivar seus fornece-dores a publicar relatos de susten-tabilidade. Iniciou um processo de estruturao interna para inte-grar o relato de sustentabilidade com o financeiro.

    9.4.1 O relato apresenta informaes favorveis e desfavorveis empresa, metas e desafios para o prximo perodo.

    9.4.2 A empresa submete seu relato a algum tipo de verificao por terceira parte.

    9.4.3 A empresa incentiva sua cadeia de fornecedores a elaborar relatos de sustentabilidade.

    9.4.4 A empresa participa dos fruns de discusso sobre relatos integrados e iniciou um processo de estruturao interna para que seu relato de sustentabilidade seja integrado.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    A empresa apresenta informa-es completas e integradas sobre a empresa, prestando contas em perodos menores do que o ano fi-nanceiro e seguindo as regras de mercado. Alm disso, envolve suas partes interessadas na avaliao de seu desempenho em RSE/ sus-tentabilidade.

    9.5.1 A empresa publica seu relato de sustentabilidade integrado, demonstrando o vnculo entre RSE/ sustentabilidade na gerao de valor ao negcio.

    9.5.2 A empresa expe em seu site na internet dados sobre aspectos econmico-financeiros, so-ciais e ambientais das suas atividades, com atualizaes por perodos menores do que um ano (ex. cada trimestre).

    9.5.3 A empresa solicita e avalia o desempenho em sustentabilidade de seus fornecedores crticos.

    9.5.4 A empresa envolve partes interessadas na avaliao de seu desempenho em sustentabilidade.

    9.5.5 A empresa divulga em seus relatos de sustentabilidade ou em seu site na internet os nomes de seus principais acionistas ou proprietrios, seu organograma, seus balanos e outros cont-beis, bem como informaes sobre contratos firmados com a administrao pblica.

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

  • Indicadores Ethos para Negcios Sustentveis e Responsveis32

    10ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa cumpre a legislao e cdigos pertinentes ao setor, pro-duto ou servio ao fazer suas co-municaes, que so sempre claras e transparentes.

    10.1.1 A empresa cumpre a legislao e cdigos pertinentes ao setor, produto ou servio ao fazer sua comunicao.

    10.1.2 Nos ltimos cinco anos nenhuma pea de comunicao da empresa foi retirada de circulao por contedo inapropriado.

    10.1.3 As comunicaes da empresa so claras e transparentes, no havendo ocorrncias de mal-en-tendidos pelas partes interessadas.

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    As comunicaes da empresa sem-pre se alinham aos princpios de RSE/ sustentabilidade, minimi-zando os impactos ambientais ne-gativos inerentes aos formatos e aos materiais utilizados.

    10.2.1 A empresa alinha os princpios de RSE/ sustentabilidade em suas comunicaes.

    10.2.2 A empresa minimiza impactos ambientais negativos dos materiais usados em suas peas de comunicao.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A poltica de comunicao da em-presa segue as diretrizes RSE por ela adotada e orienta a elabora-o, pela rea responsvel, das pe-as de comunicao, verificando seu alinhamento com aquelas di-retrizes.

    10.3.1 A poltica de comunicao da empresa segue as diretrizes de RSE/ sustentabilidade estabele-cidas pela empresa.

    10.3.2 A empresa possui uma rea responsvel pelas aprovaes das comunicaes realizadas.

    10.3.3 A rea responsvel pelas comunicaes da empresa verifica a aderncia das peas poltica de comunicao.

    10.3.4 A empresa demonstra, por meio de sua comunicao, como est cumprindo seus compromis-sos de RSE, respondendo s expectativas das partes interessadas e da sociedade como um todo.

    ESTGIO 4 EFICINCIA sim no

    A empresa utiliza suas comunica-es para estimular mudanas de comportamento. Alm disso, in-fluencia sua cadeia de valor sobre a importncia da comunicao res-ponsvel.

    10.4.1 A empresa usa sua comunicao com responsabilidade social para estimular mudanas de comportamento.

    10.4.2 A empresa utiliza a sua comunicao para capacitar suas partes interessadas em temas de RSE que esto relacionados sua gesto.

    10.4.3 A empresa direciona e incentiva sua cadeia de valor a realizar comunicaes transparentes e responsveis.

    ESTGIO 5 PROTAGONISMO sim no

    Em todas as prticas de comu-nicao da empresa, a RSE/ sus-tentabilidade tratada de forma transversal, pois utilizada com vistas ao dilogo e participao das partes interessadas.

    10.5.1 A empresa inclui profissionais das reas referentes comunicao organizacional nos proces-sos de tomada de deciso sobre as estratgias de RSE/ sustentabilidade.

    10.5.2 Usa sua comunicao para dilogo e participao das partes interessadas.

    Comunicao com Responsabilidade SocialGovernana e Gesto Governana Organizacional Prestao de Contas

    A empresa tem uma prtica que no est contemplada nestas questes binrias que justifica a escolha do estgio? Em caso positivo, descrever:

    A empresa no se identifica em nenhum estgio.

    Este indicador no tem aplicao na empresa. Justificar:

  • 33

    11ESTGIO 1 CUMPRIMENTO E/OU TRATATIVA INICIAL sim no

    A empresa s realiza operaes que estejam em acordo com as leis e regulamentos vigentes e cons-cientiza seus empregados a atuar conforme os requisitos legais rela-tivos concorrncia. Coopera com as autoridades na defesa da con-corrncia, quando solicitada.

    11.1.1 A empresa somente realiza operaes que estejam de acordo com os requisitos legais locais relativos a concorrncia.

    11.1.2 A empresa conscientiza seus empregados sobre a importncia de atuarem de acordo com os requisitos legais relativos concorrncia.

    11.1.3 A empresa coopera com as autoridades de defesa da concorrncia quando solicitada.

    11.1.4 A empresa foi, nos ltimos trs anos, condenada por prtica de concorrncia desleal pelo Con-selho Administrativo de Defesa Econmica (Cade).

    ESTGIO 2 INICIATIVAS E PRTICAS sim no

    A empresa possui regras explci-tas sobre prticas concorrenciais e realiza treinamentos com a alta gesto para que se familiarize com essas questes. Tambm faz ava-liaes peridicas sobre suas ope-raes de compra e venda.

    11.2.1 A empresa possui regras explcitas sobre concorrncia.

    11.2.2 As regras de concorrncia probem o uso de demonstrao de defeitos dos produtos ou servi-os dos concorrentes para promover seus prprios produtos ou servios.

    11.2.3 A empresa treina a alta gesto em relao a questes relacionadas boas prticas concorrenciais.

    11.2.4 A empresa possui avaliaes peridicas sobre as suas operaes de compra e venda.

    ESTGIO 3 POLTICAS, PROCEDIMENTOS E SISTEMAS DE GESTO sim no

    A empresa possui poltica de con-corrncia