Integracao de portugal na ue

  • View
    561

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. Integrao de Portugalna Unio Europeia

2. Os problemas do desenvolvimento econmicoO derrube da ditadura, a 25 de Abril de 1974, marcouuma profunda mudana em todo o pas, um dos maispobres em toda a Europa. A longa guerra colonial (1961-1974) absorveu a maior parte dos recursos econmicos ehumanos do pas, condicionando de forma brutal o seudesenvolvimento. Foi por isso que o fim do ImprioColonial (1974/75) s por si implicou uma verdadeirarevoluo. 3. O EconomiaO fim do Imprio Colonial implicava umacompleta reorganizao da economia, que at entoestava dependente das colnias. Muitas das grandesempresas do pas encerraram; sectores econmicosinteiros entraram em ruptura; o desemprego notardou a subir. 4. O PopulaoO fim das colnias implicou o regresso de cerca deum milho de pessoas. As guerras civis que depois sedesencadearam em Angola, Moambique, Timor eGuin Bissau trouxeram para Portugal, at aos anos90, centenas de milhares de refugiados. A populaotornou-se mais heterognea, contribuindo para agravaros problemas sociais j existentes. 5. O Finanas PblicasA inflao neste perodo chegou a atingir valoressuperiores a 30%. O escudo foi desvalorizado vriasvezes. As finanas pblicas estiveram beira dabancarrota. Por duas vezes, Portugal foi obrigado anegociar um acordo com o FMI (1977 e 1983). 6. A conflitualidade social neste perodo foi sempremuito intensa. neste quadro que surge a opo europeia e, emparticular, o pedido de adeso CEE (1977), que tinhaem vista atingir trs objectivos:a) evitar o isolamento do pas;b) obter apoios externos para consolidar o regime democrtico;c) conseguir ajudas econmicas para relanar a economia e fazer as reformas necessrias no pas. 7. A integrao europeiaOs responsveis polticos entenderam que odesenvolvimento econmico e social do pas, bem comoa democracia, tornar-se-iam mais fortes com a adesode Portugal CEE uma comunidade cujos ideais dedemocracia, liberdade, cooperao e solidariedadeatraam Portugal para o estreitamento de laos com aEuropa e o Mundo. 8. Depois de uma ronda negocial pelas capitaiseuropeias, o Governo apresentou, em Maro de 1977, opedido de adeso de Portugal CEE. Seguiu-se quaseuma dcada de negociaes.Em 1985, o pedido de adeso foi aceite. A partir de 1de Janeiro de 1986, Portugal passou a ser membro, depleno direito, da Comunidade Europeia, participandonas tomadas de deciso.