IX miniCarnavolei 2016- Convite Oficial

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Lous Volley Clube vem por este meio convidar o vosso prestigiado clube a participar no IX mini Carnavolei 2016 a realizar na Lous nos dias 8 e 9 de Fevereiro.

Transcript

  • Convite Oficial

    O Lous Volley Clube vem por este meio convidar o vosso

    prestigiado clube a participar no IX Mini Carnavolei 2016 a realizar

    na Lous nos dias 8 e 9 de Fevereiro.

    O evento destina-se a:

    - Minis B atletas nascidos em 2003, 2004

    - Minis A atletas nascidos em 2005, 2006

    Plano de atividades

    8 de Fevereiro Segunda Feira.

    10.00 h: Receo das equipas

    O almoo de 8 de Fevereiro da responsabilidade das

    equipas intervenientes. Podero optar por trazer de casa

    um lanche e utilizar as mesas do refeitrio para comer.

    14.00 h: Reunio Tcnica

    15.00 h: Competio 1 Fase

    19.00 h: Jantar na cantina da Escola Secundria da Lous

    21.00 h: Festa de Carnaval na Escola Secundria da Lous

    24.00 h: Silncio Absoluto

  • 9 de Fevereiro Tera Feira

    09.00 h: Pequeno-almoo na cantina da Escola Secundria da

    Lous

    10.00 h: Competio 2 Fase

    12.00 h: Almoo Volante

    13.00 h: Competio Fase Final

    15.00 h: Cerimnia de Encerramento

    Entrega de Lembranas s equipas

    Inscrio

    As equipa interessadas em participar no evento devem faz-lo

    obrigatoriamente para o email: lousavolleyclube@sapo.pt

    Data limite: 29 Janeiro

    No sentido de fazer face s despesas inerentes ao esforo

    financeiro da realizao do evento a taxa de inscrio de cada

    elemento participante ser de 20 .

  • Alojamento

    O alojamento das equipas ser realizado nas salas de aula da

    Escola Secundria da Lous.

    da responsabilidade das equipas trazer os colches para os

    atletas dormirem (aconselhamos os colches tripartidos de

    campismo por serem de fcil aquisio e transporte).

    Do mesmo modo, devero trazer sacos de cama e almofada.

    Os balnerios da escola esto abertos para higiene pessoal e

    banhos.

    Se houver equipas interessadas em ficar alojadas noutros locais

    (pousada da juventude, penses ou hotel) podero faz-lo. No

    entanto, devero custear as despesas da estadia. A organizao

    fornecer aos interessados todos os dados/contactos que

    desejarem.

    Apesar de no ser obrigatrio o alojamento das equipas (os clubes

    podero optar por ir dormir a casa na noite de 16 para 17 de

    Fevereiro), aconselhamos os clubes a pernoitar na escola, pelo fato

    de este poder ser um fator motivador para as crianas alguns ser

    certamente a primeira noite que passam fora de casa para alm

    disso vamos realizar uma festinha de carnaval para todas as

    equipas nessa noite.

    Nota: as equipas mais animadas e melhor mascaradas na festa de

    carnaval sero premiadas na cerimnia de encerramento.

  • Refeies

    A organizao no fornece s equipas o almoo de 8 de Fevereiro,

    por motivos relacionados com a imprevisibilidade do horrio de

    chegada das equipas Lous.

    A organizao garante:

    - Jantar de 8 de Fevereiro (segunda)

    - Pequeno-almoo de 9 de Fevereiro (tera)

    - Almoo volante de 9 de Fevereiro (tera)

    O almoo de 9 de Fevereiro volante no sentido de se poder

    comear rapidamente os jogos da fase final e assim as equipas

    poderem regressar a casa tambm mais cedo.

    Regras de Conduta

    Como facilmente compreensvel, a continuidade da

    realizao deste evento nas instalaes das Escolas, s ser

    vivel se as instalaes e material existente dentro da escola

    no forem danificados.

    Ponto 1: A organizao imputar responsabilidades s

    equipas/clubes por eventuais danos materiais resultantes de

    comportamento inadequado nos espaos da realizao do

    torneio e envolventes aos mesmos (instalaes das escolas e

    pavilhes gimnodesportivos).

    Ponto 2: Proibio de jogos com bola dentro dos blocos de

    aulas.

    Ponto 3: Proibio de acesso a outras salas que no sejam

    as atribudas a cada equipa.

  • Ponto 4: Proibio de acesso a armrios existentes dentro

    das salas de aula.

    Ponto 5: Proibio de utilizao dos estores para colocar

    roupa.

    Ponto 6: expressamente proibido mexer / tocar ou utilizar

    o material informtico - projetores e quadros interativos

    existentes nas salas. Este material para alm de caro

    demasiado frgil.

    Na eventualidade de algum projetor ou quadro interativo

    aparecer estragado/danificado/vandalizado muito provvel

    que no se possa realizar mais nenhum torneio na escola

    onde esse vandalismo se verificar.

    Ponto 7: Os participantes transgressores sero imediatamente

    expulsos do evento.

    Ponto 8: Sendo as chaves que abrem cada sala so iguais entre

    si (chaves gerais), a organizao aconselha as equipas a no

    deixarem objetos de valor dentro das mesmas tal como nos

    balnerios.

    Ponto 9: As equipas devem ser portadoras de bolas para o

    aquecimento e jogo.

  • Seguro Desportivo

    A organizao do IX mCV 2016 chama especial ateno para a

    necessidade e obrigatoriedade de todos os elementos da

    comitiva (atletas, treinadores, dirigentes e outros) estarem

    cobertos pelo seguro desportivo da federao de voleibol.

    Na ausncia deste seguro, devem os responsveis pelas

    equipas efetuar um seguro de acidentes pessoais para os dias

    do evento, nas seguradoras das localidades onde residem antes

    do evento comear e fazer prova disso no check in.

    Servio mCV Seguros

    No caso de as equipas necessitarem de apoio na realizao

    deste seguro, o torneio dispe do servio mCV Seguros que

    ter o seguinte procedimento:

    As equipas, nas semanas que antecedem o mCV, aquando da

    inscrio, devem preencher a ficha de comitiva disponibilizada e

    assinalar com uma cruz no quadrado correspondente ao

    elemento que ainda no est segurado. Atravs dos dados

    constantes neste documento (nome e data de nascimento) o

    mediador de seguros do mCV acionar o seguro de acidentes

    pessoais.

    A despesa referente a este servio da responsabilidade do clube

    em causa que, dever avisar os pais do atleta de todo o processo e

    regularizar o pagamento da mesma no momento do check in.

  • Regulamento Desportivo

    Regras oficiais da Federao Portuguesa de Voleibol.

    O quadro competitivo ser ajustado ao n de equipas inscritas.

    No entanto, prevemos a participao de:

    Minis A: 24 equipas (masculinas / femininas).

    Minis B:12 equipas masculinas e 24 femininas.

    O sistema de competio ter como pressuposto bsico o da

    no eliminao e o da realizao do maior n possvel de jogos

    por equipa.

    Equipas com menos de 8 jogadoras minis:

    Tendo em considerao que alguns clubes no tm ainda o

    nmero suficiente de atletas para constituir o mnimo obrigatrio

    de 8 jogadores por equipa, a organizao permite a competio

    destas equipas.

    Equipas com jogadores mais velhos (infantis):

    Reconhecendo que alguns clubes perifricos podero ter

    dificuldade em ter jogadores Minis B em nmero suficiente e que

    por vezes nos grupos de trabalho minis se encontram jogadores

    infantis numa fase de desenvolvimento tcnico ainda precoce, a

    organizao permite a participao destas equipas.

    Nestes casos, sero afixados os resultados reais do jogo, no

    entanto, nos quadros competitivos ser averbada derrota e o

    resultado de 40:0 para efeito de contabilizao da pontuao

    finais das sries.

    Na eventualidade da no existncia de n suficiente de equipas

    Minis A estas podero participar na competio de Minis B.

  • Contactos

    Esperando que o esforo da organizao do miniCarnavolei

    encontre nos clubes portugueses de norte a sul do pas o melhor

    acolhimento possvel.

    At ao Carnaval no miniCarnavolei!

    Lus Vidal

    (Coordenador Tcnico do Lous Volley Clube)

    TLM: 00351 911516206

    E-mail: lousavolleyclube@sapo.pt

    Facebook: https://www.facebook.com/pages/Mini-Carnavolei/272935042771253