Jornal fato 0107 16

  • View
    245

  • Download
    7

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Jornal fato 0107 16

  • Ainda sobre princpios e valores

    Anete LAcerdA

    04

    r$ 1,00 - Ano 13 - edio 3556 cachoeiro de Itapemirim - eS | Sexta-Feira | 1 de Julho de 2016

    E s p r i t o s a n t o d E

    contra FAtO no h argumentoses.fato@terra.com.br | www.jornalfato.com.br

    Bastos desiste e PSB deve ir deVictor Coelho

    05

    Irmo do falecido deputado Glauber Coelho pr-candidato a prefeito

    Governo lanacampanha em favor do bemO governador Paulo Hartung incentivou a tolerncia, num estado em que 40% dos crimes so cometidos por causas banais

    cAcHOeIrO

    0605

    PM prende homem dadocomo mortoSuspeito foi preso aps assalto a uma casa de lanche no bairro Aquidaban, em Cachoeiro. Polcia investiga en-volvimento em outros crimes

    InUSItAdO

    comunidades penam com atelefonia mvelClientes da operadora Vivo reclamam que esto h at 40 dias com muitas dificuldades para completar ligaes

    VArGeM ALtA

    11

    Polcia fecha desmanchecAcHOeIrO Quatro pessoas foram presas. Na oficina, no bairro Unio, foram encontradas peas de diversos veculos, inclusive de um caminho que prestava servio ao Governo do ES

    06DivulgaoLeonardo Duarte

    Wanderson Amorim

    Divulgao

  • ES dE Fato, SExta-FEira, 1 dE Julho dE 20162 ecOnOMIA (28) 3511-7481es.fato@terra.com.brtwitter.com/jornalfato

    ItAPeMIrIM Maratazes e Itapemirim, municpios com mais de 30 mil habitantes, apresentaram nmeros diferentes

    Quase 300 so admitidosAilton Weller

    Maratazes e Itapemirim, municpios com mais de 30 mil habitantes, conforme aferio do Ministrio do Trabalho, apresentaram nmeros diferentes. O pri-meiro fechou o ms de maio no vermelho, com menos 10 vagas de traba-lho formal, enquanto Itape-mirim apresentou nmero positivo de 277 novas con-trataes no perodo.

    Em Maratazes, o setor de comrcio foi o que mais contratou no perodo, com 35 admisses, mas, no contraponto, foi tambm que mais demitiu funcio-nrios: 53 desligamentos. No ano foram 503 novos empregos formais con-tra 681 demisses, saldo negativo de 178 vagas no setor produtivo.

    J em Itapemirim, o segmento da indstria

    de transformao foi o responsvel pela cria-o de 200 novos postos de trabalho, seguido do setor agropecurio que empregou 144 pessoas no ms de junho. No ano, os nmeros so: 1.521 con-trataes e 606 demitidos. Saldo positivo de 915 novas oportunidades de trabalho.

    O presidente da Cmara de Dirigentes Lojistas dos dois municpios, Cidauro Mesquita Bourguignon, avalia a situao de Ma-ratazes como preocupante por sua economia voltada para o comrcio e servios dedicados ao turismo que este ano esteve abaixo das expectativas dos empres-rios de ambos os setores.

    A CDL vem oportuni-zando cursos e palestras buscando incentivar a economia local e para isso o empreendedor precisa

    se reinventar sempre, comentou.

    Sobre os nmeros de Itapemirim, Bourguinon garantiu estar surpreso com os dados positivos e acredita que o setor pesqueiro, relacionado indstria da transformao tenha garantido o emprego de muita gente.

    um setor forte que, ao lado da agropecuria, mantm a expectativa de novas contrataes mes-mo em poca de recesso como agora, apontou.

    O dirigente lojista disse estar fazendo gestes permanentes junto s prefeituras como forma de encontrar parcerias que, ao menos mante-nham um nvel razovel de empregabilidade nos municpios.

    Nmeros Dentre os 78 municpios

    do Estado, os que mais se destacaram na criao de empregos em maio foram os municpios de Pinheiros (+1.270 postos), Linhares (+908) e Conceio da Barra (+444). Na contra-mo, aqueles que perderam mais postos de trabalho foram os municpios de Vila Velha (-585 postos), Vitria (-508) e Cachoeiro de Itapemirim (-321).

    BrasilNo Brasil o saldo foi ne-

    gativo, com o fechamen-to de -72.615 postos de trabalho formais. O saldo foi maior que em abril, quando houve fechamento de -62.844 vagas formais de trabalho. Em relao a maio de 2015 houve dimi-nuio do ritmo de queda do nmero de postos fe-chados, j que naquele ms o saldo foi negativo em -115.599 vagas.

    SETORES TOTAL ADMIS.TOTAL

    DESLIG. SALDOVARIAC.

    EMPR % *TOTAL ADMIS.

    TOTAL DESLIG. SALDO

    VARIAC. EMPR %

    TOTAL ADMIS.

    TOTAL DESLIG. SALDO

    VARIAC. EMPR %

    EXTRATIVA MINERAL 0 0 0 0,00 0 3 -3 -14,29 5 6 -1 -5,26

    INDSTRIA DE TRANSFORMAO 200 50 150 10,39 707 167 540 51,33 1.019 743 276 20,97

    SERV INDUST DE UTIL PBLICA 0 0 0 0,00 2 1 1 10,00 3 6 -3 -21,43

    CONSTRUO CIVIL 19 13 6 3,68 91 67 24 16,90 140 142 -2 -1,19

    COMRCIO 21 21 0 0,00 124 138 -14 -1,71 330 356 -26 -3,12

    SERVIOS 14 21 -7 -0,95 107 133 -26 -3,46 333 271 62 9,34

    ADMINISTRAO PBLICA 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00

    AGROPECURIA 144 16 128 15,90 490 97 393 72,78 1.025 696 329 54,47

    TOTAL 398 121 277 6,78 1.521 606 915 26,61 2.855 2.220 635 17,07

    *** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do ms atual e do mesmo ms do ano anterior, ambos com ajustes.

    MAIO/2016 NO ANO ** EM 12 MESES ***

    FONTE: MTE-CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS-LEI 4923/65* A variao mensal do emprego toma como referncia o estoque do ms anterior.** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do ms atual e do ms de dezembro do ano t-1, ambos com ajustes.

    EVOLUCAO DO EMPREGOPOR NVEL SETORIAL

    MUNICPIOS SELECIONADOSMAIO/2016

    EVOLUO DO EMPREGO POR SETOR DE ATIVIDADE ECONMICAESTADO: ESPIRITO SANTO MUNICPIO: ITAPEMIRIM

    SETORES TOTAL ADMIS.TOTAL

    DESLIG. SALDOVARIAC.

    EMPR % *TOTAL ADMIS.

    TOTAL DESLIG. SALDO

    VARIAC. EMPR %

    TOTAL ADMIS.

    TOTAL DESLIG. SALDO

    VARIAC. EMPR %

    EXTRATIVA MINERAL 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00

    INDSTRIA DE TRANSFORMAO 7 6 1 0,58 43 34 9 5,45 78 68 10 6,10

    SERV INDUST DE UTIL PBLICA 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00

    CONSTRUO CIVIL 9 6 3 3,16 27 58 -31 -24,03 197 216 -19 -16,24

    COMRCIO 35 53 -18 -1,32 252 320 -68 -4,83 706 704 2 0,15

    SERVIOS 21 20 1 0,09 167 266 -99 -8,53 484 506 -22 -2,03

    ADMINISTRAO PBLICA 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00 0 0 0 0,00

    AGROPECURIA 4 1 3 13,64 14 3 11 78,57 19 14 5 25,00

    TOTAL 76 86 -10 -0,37 503 681 -178 -6,18 1.484 1.508 -24 -0,88

    *** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do ms atual e do mesmo ms do ano anterior, ambos com ajustes.

    MAIO/2016 NO ANO ** EM 12 MESES ***

    FONTE: MTE-CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS-LEI 4923/65* A variao mensal do emprego toma como referncia o estoque do ms anterior.** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do ms atual e do ms de dezembro do ano t-1, ambos com ajustes.

    EVOLUCAO DO EMPREGOPOR NVEL SETORIAL

    MUNICPIOS SELECIONADOSMAIO/2016

    EVOLUO DO EMPREGO POR SETOR DE ATIVIDADE ECONMICAESTADO: ESPIRITO SANTO MUNICPIO: MARATAIZESEVOLUCAO DO EMPREGO POR NVEL SETORIAL. EVOLUO DO EMPREGO

    POR SETOR DE ATIVIDADE ECONMICA. ESTADO: ESPIRITO SANTO. MUNICPIO: ITAPEMIRIMEVOLUCAO DO EMPREGO POR NVEL SETORIAL. EVOLUO DO EMPREGO

    POR SETOR DE ATIVIDADE ECONMICA. ESTADO: ESPIRITO SANTO. MUNICPIO: MARATAZES

    FONTE: MTE-CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS-LEI 4923/65 * A variao mensal do emprego toma como referncia o estoque do ms anterior.** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do ms

    atual e do ms de dezembro do ano t-1, ambos com ajustes.*** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do

    ms atual e do mesmo ms do ano anterior, ambos com ajustes.

    FONTE: MTE-CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS-LEI 4923/65 * A variao mensal do emprego toma como referncia o estoque do ms anterior.** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do

    ms atual e do ms de dezembro do ano t-1, ambos com ajustes.*** Resultados acrescidos dos ajustes; a variao relativa toma como referncia os estoques do

    ms atual e do mesmo ms do ano anterior, ambos com ajustes.

    Divulgao

  • ES dE Fato, SExta-FEira, 1 dE Julho dE 2016

    www.jornalfato.com.brfacebook.com/espiritosanto.defato 3OPInIO(28) 3511-7481

    Os meses vo se sucedendo

    e a tendncia de baixa nos em-

    pregos formais continua em Cachoeiro de Itape-mirim. Em maio, foram fechados 321 postos de trabalho, o que resulta no acumulado de 2.961 demisses a mais do que admisses em 12 meses. A crise mesmo sria.

    O jovem Victor Coelho conse-guiu o que pou-

    ca gente imagi-nava. Recm-ingressado no PSB, unificou o partido em torno de seu nome para provvel candidatura a prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, quando o mercado poltico apos-tava todas as fichas na candidatura do vereador Alexandre Bastos.

    Sobe Victor Coelho

    DeSceempregos

    Por Wagner Santos - wagnersantos25@hotmail.comde FatoA modstia a vaidade escondida atrs da porta

    Mrio Quintana

    ProFessor CleBer. Em Maratazes, continua a indefinio. O ex-prefeito Toninho Bittencourt (PSDB) pode no ser candidato. E, caso isso ocorra, cresce nos bastidores o nome do professor Cleber, como possvel substituto. Cleber tem bom trnsito com o prefeito Jander Vidal e de Toninho, podendo unir os dois grupos

    comenDaDorNo pouco para ne-

    nhum cidado receber a maior honraria possvel em seu municpio. mui-to difcil ser profeta em sua prpria terra. Quando isso acontece, sinal de que algo importante rea-lizou. Que o trabalho ren-deu frutos e que a labuta no foi em vo.

    E, quando esse cidado um jornalista e a Co-menda, a Rubem Braga, , certamente, o pice de uma carreira, visto que alm de maior cronista da histria, Rubem tambm foi jornalista de primeir