Click here to load reader

Jornal Honda

  • View
    221

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A Agência Kumbaya junto a Editora Folha1 foi responsável por várias edições do jornal personalizado Honda. Este jornal fez parte do Mini Feirão Honda, evento realizado pela Agência e Grande sucesso para o cliente.

Text of Jornal Honda

  • Honda produz os motores mais confi veis do MundoA montadora destaque em segurana e confi abilidade aos motoristas

    Div

    ulga

    oA linha 2013 da Honda foi de-

    senvolvida com princpios de design, conforto, desempenho e segurana. Recentemente, a montadora foi re-conhecida por produzir os motores mais confiveis do mercado. Quan-do a questo a segurana dos mo-toristas, a Honda tem um compro-misso inquestionvel de trazer ao mercado os melhores veculos.

    Um estudo no Reino Unido comprovou: os carros da Honda tm os motores mais confiveis. o que demonstrou uma pesquisa rea-lizada pela Warranty Direct que foi tdivulgada na Revista Quatro Rodas. Montadoras renomadas do merca-do automotivo apresentaram altos ndices de falhas nos motores. A Honda ficou em primeiro lugar em confiabilidade, pelo ndice de fa-lha de apenas 0,29%. A chance de um motor Honda falhar de 1 em 344 possibilidades, enquanto outras montadoras apresentaram cerca de 1 em 27 chances.

    Os veculos da Honda tambm saem na frente nos itens de alta tec-

    nologia, e os brasileiros j podem contar com essa qualidade no mer-cado. Os automveis da linha 2013 tm o melhor desempenho em todas as categorias. O Novo Honda Fit, Honda Fit Twist, Honda Civic 2014, Novo Honda City, Honda Accord e o Honda Cr-V chegam ao mercado com itens fundamentais de seguran-a para proporcionar tranquilidade e conforto na hora de dirigir.

    Todas as verses contam com duplo airbag frontal, apoio de cabe-a e cinto de segurana de trs pon-tos para todos os ocupantes, alm de barras de proteo nas laterais. O potencial da linha 2013 traz a tecnologia exclusiva Advanced Com-patibility Engeneering utilizada na gproduo do chassi, que aumenta a segurana no caso de coliso fron-tal. Nas verses LX e EX o diferencial so os freios ABS com EBD, um siste-ma que proporciona maior eficincia na frenagem. Todas estas atribuies fazem dos veculos da Honda, a es-colha ideal para atender as necessi-dades das famlias brasileiras.

    Ano 17 | Edio n 592 | Abril 2013 | 10.000 Exemplares

    Verifi car o escapamento previne danos ao veculoPgina 2

    Japo recebe a conexo de internet mais rpida do MundoPgina 6

  • Voc costuma fazer a ma-nuteno da parte inferior do seu carro? Como est a situa-o do escapamento? Geral-mente, o item de manuten-o que recebe pouca ateno dos motoristas. Na maioria das vezes, os condutores s se do conta que algo est errado quando ouvem barulhos, es-talos ou quando veem saindo fumaa. Se esta a situao do seu veculo tome cuidado, pois voc pode ser multado.

    A principal funo do es-capamento eliminar os ga-ses que so produzidos aps a queima dos cilndros. Ento, quando este item apresenta al-gum defeito, o nvel de polui-o aumenta consideravelmen-te. Alm de prejudicar o meio

    ambiente, o barulho e a fumaa incomodam as pessoas que es-to por perto.

    Para evitar que este tipo de situao acontea, o ideal que o sistema de escapamento seja verificado a cada trs meses ou a cada 20 mil quilmetros rodados. Ao lavar o carro, lembre-se tam-bm de limpar a parte inferior com gua e sabo. Isso impede que as impurezas impregnem na parte de fora do escapamen-to e cause danos.

    Outro cuidado que deve ser tomado com o combustvel. Cerca de 30 anos atrs, o siste-ma de escapamento durava de 4 a 5 anos, porque a gasolina era mais pura. Com a evoluo do mercado automotivo, houve uma demanda muito grande de

    combustvel e ao invs de me-lhorar a qualidade piorou, pre-judicando a vida til dos carros. Hoje, o sistema de escapamen-to dura no mximo 3 anos. Mas, se voc utilizar combust-veis de boa qualidade este ciclo aumentar gradativamente.

    Sempre que voc passar por um obstculo e sentir que algum objeto bateu embaixo, pare o veculo. Se caso cons-tatar que alguma pea do es-capamento foi danificada, no tente consertar, troque assim que possvel. Manter o esca-pamento irregular uma in-frao grave e alm de ter seu carro retido pelas autoridades de trnsito, pode render com 5 pontos na Carteira de Habi-litao.

    Verifi car o escapamento previne danos ao veculo

    Qual o momento ideal para a troca dos pneus?

    Autoescolas sero obrigadas a usar simuladores de direo

    Manuteno deve ser feita a cada 20 mil quilmetros rodados

    Dica Automotiva

    Esporte

    Foto

    s: D

    ivul

    ga

    o

    Comer um dos maiores prazeres da vida e o apetite nada mais do que um ins-tinto de sobrevivncia. A co-mida tambm influencia no humor, pois resulta em dife-rentes emoes aps a inges-to. As principais sensaes so: bem-estar, irritabilidade e a famosa culpa.

    comum aps as refei-es sentirmos o inevitvel

    desejo de comer um doce. Nesta hora chocolates, bis-coitos, doces e guloseimas so as preferncias. A sen-sao de alvio e prazer aps comer alimentos saborosos est diretamente ligada produo da Serotonina, co-nhecida como a substncia do prazer, ela proporciona o bem-estar. S preciso ter cuidado com o exagero nos

    alimentos calricos. O apetite insacivel leva

    crianas e adolescentes a se tornarem adultos com pro-blemas de sade como: a hi-pertenso, o colesterol alto e a obesidade. Por outro lado, o fascnio por um corpo per-feito e a ausncia de nutrien-tes nas refeies pode oca-sionar distrbios alimentares como: a anorexia e a bulimia.

    De onde vem o prazer de comer?

    Mais do que uma ferramen-ta para matar a fome, alguns alimentos auxiliam no comba-te ao mau-humor, que cau-sado pela ansiedade, estresse, irritao e tristeza. So vrios os motivos que desencadeiam o mau-humor, mas com uma alimentao baseada em nu-trientes que estimulam o sis-tema nervoso dificilmente este estado de irritabilidade durar muito tempo.

    A primeira dica : coma bastante alface. Essa hortalia composta de fosfato e o talo contm uma substncia cha-mada lactucina, que atua como acalmante no organismo. Alm

    de melhorar o humor, a alface combate a depresso e aumen-ta a disposio para as ativida-des do dia a dia.

    D mais ateno s bananas. A banana muito presente nas feiras brasileiras e poucos reco-nhecem os benefcios desta fru-ta no combate da ansiedade. Ela rica em carboidratos, potssio, magnsio e biotina. Quem cos-tuma ingerir com frequncia sente o efeito da saciedade e a diminuio da impacincia.

    Evite tomar suco de laran-ja. Prefira consumir a fruta em gomos ou em pedaos. Por ser rica em vitaminas do comple-xo B e C, a laranja atua como

    relaxante muscular, combate o estresse e tambm auxilia o sistema nervoso a trabalhar adequadamente.

    Quem costuma ingerir fru-tas e verduras com frequncia geralmente tem um humor mais estvel. A ltima dica e no me-nos importante : mastigue de-vagar. O ato de comer rpido uma das causas do cansao re-pentino aps as refeies. Isso acontece porque o organismo tem dificuldade de digerir ali-mentos que no foram mastiga-dos corretamente. Pode parecer bobagem, mas o mau humor tambm pode est aliado a este desconforto. Fique atento!

    Futebol sinnimo de dri-bles, leses, gols e tambm de fortuna. O site Goal.com divul-mgou no ms de Maro a lista dos 50 jogadores mais ricos da atualidade. A pesquisa foi fun-damentada nos salrios, bens possudos, negcios e contratos de patrocnio. Dos 50 jogadores, 5 brasileiros garantiram lugar no ranking. Entre eles, dois esto no topo da lista.

    Como j esperado, o pri-meiro, o segundo e o tercei-ro lugares foram preenchidos por atletas estrangeiros: David

    Beckham, Lionel Messi e Cris-tiano Ronaldo, respectivamente. Com 232, 7 milhes de reais, Kak ocupou o 4 lugar. Ronaldi-nho Gacho, que joga atualmen-te no Atltico Mineiro, ficou com 5 lugar, e a fortuna estimada de 220,5 milhes de reais.

    Outros brasileiros que es-to no ranking dos 50 joga-dores de futebol mais ricos do Mundo so: Rivaldo com R$ 159,25 milhes (9 lugar), Robinho com R$ 108,5 milhes (20 lugar) e Neymar com 70 milhes (33 lugar).

    Alimentao rica em nutrientes estimula o bom humor

    gett

    yim

    ages

    .com

    Div

    ulga

    o

    Div

    ulga

    o

    A luta olmpica foi confirmada nos Jogos Europeus de 2015. A presena da modalidade foi garantida j na primeira edi-o que acontecer em Baku, no Azerbaijo. A confirmao aconteceu quando o presiden-te da Federao Internacional de Lutas Associadas (Fila), Ne-nad Lalovic, assinou um tou um termo de comproromisso com os orrga-nizadores. NNos Jogos de 20015 sero includaas a luta livre e a greco-romana nas modalida-

    des: feminina e masculina. A competio uma pr-disputa do atletismo mundial por va-gas, em 18 esportes, nas Olim-padas. Os Jogos Europeus so suma etapa classificatria que apontar os indicados e os fae os fa-voritos a medalhmedalhas nos Jogos OlmOlmpicos de 2016, no Rio de sJaneiro.

    Luta olmpica nova modalidade nos Jogos EuropeusFutebol e fortuna: lista revela os

    brasileiros mais ricos do Mundo

    [email protected]

    3 0 3 4 - 1 8 9 2O jornal 5 Avenida uma publicao customizada com distribuio gratuita. Produzido pela Editora Folha 1 devidamente registrado sob o n 144.773 no 1 Cartrio de ttulos e documentos de Guarulhos/SP.

    EXPEDIENTE:

    EDITORA FOLHA1 Empresa Jornalstica e Editora Folha Aeroporturia Ltda. N. Inscrio CNPJ: 01.565.657/0001-69 Fundao: 04.11.1996 DRF/ARF: 21.025.01.0 (11) 3034-1892 | [email protected]

    Regulamentao

    A lei 14.517 de 16 de outubro de 2007, em seu art. 26 proibe a distribuio em vias e logradouros pblicos de folhetos, panfletos ou qualquer tipo de ma-terial impresso exceto, a distribuio de jornais que liberada, conforme decreto lei de novembro de 2007, que corrige a redao dada ao pargrafo 2 do art. 26, lei 14.517. Tambm consta conforme a lei federal 5250 de 09/02/1967, artigo 2: livre a publicao e circulao no territrio nacional de livros, jornais e outros peridicos, salva se clandestino ou quando atentem contra a moral e os bons costumes; e lei 6015 de 31/12/1973. Regulamentao especfica e federal.

    Informamos a quem possa interessar que a Editora Folha 1 no responsvel pela distribuio deste material. Reforamos que somos somente a editora que o produz. No temos controle algum sobre a distribuio, uma vez que entregamos o lote completo do jornal diretamente para nosso contratante. Qualquer informao adicional dever ser colhida diretamente com o distribuidor.Jornalista Responsvel: Silvio Lima MTb 19.312

    Assist. Comunicao: Tayrine Antunes e Aline MouraAux. Diagramao: Debora Gerbas. Web: Simone Fachinelli.Administrativo: Rosimeire Barboza.Comercial: [email protected]

    O pneu um dos itens mais importantes do carro. Esta base garante a segurana, a estabi-lidade e o controle do veculo. No entanto, qual o momento certo de trocar os pneus? Como escolher o modelo ideal para o seu carro? Seguir orientaes corretas mantm o bom estado do carro e garantem a tranquili-dade do motorista.

    A principal recomendao a calibragem, que deve ser realizada toda semana com os pneus ain-da frios, conforme as indicaes do fabricante. Para que os pneus cumpram o papel de suportar a carga transportada, amortecer, transmitir fora de trao e atuar na frenagem preciso substitu-los

    com cuidado por modelos seme-lhantes aos originais.

    No mercado existem vrios tipos de pneus, desde modelos para um motor fraco at para um motor mais potente. Por isso, identifique o segmento do seu carro e verifique a linha de pneus que ele necessita. Entre-tanto, os desenhos dos pneus que determinam qual o tipo mais indicado para estradas compostas por 100% asfalto, 100% terra e tambm os ideais para dias de chuva.

    Um grande amigo do moto-rista o manual do carro, alm do tipo de pneu, nele que es-to todas as informaes sobre o veculo. Informa at qual a

    calibrao ideal para cada mo-delo. Este conhecimento ajuda muito na relao proprietrio versus oficina mecnica. Por isso, escolha um pneu com a descrio de servio maior ou idntica a original (reconhecida pela montadora).

    Tambm necessrio que a diferena do dimetro externo, em relao ao pneu original, no ultrapasse 3% (recomendao vlida somente para os autom-veis). Para finalizar, mantenha o mesmo modelo e marca dos pneus nas quatro rodas, assim pode-se garantir o controle do veculo. A observao tambm fundamental, pneus carecas so sinnimo de risco.

    Os simuladores de direo chegaro s autoescolas. A partir deste ano, os cursos de aprendiza-gem sero obrigados a utilizar os simuladores nas aulas. A regula-mentao da medida ser aplicada pelo Conselho Nacional de Trnsito (Contran). A inteno que a partir da realidade virtual, os futuros con-dutores possam aprimorar as habi-lidades de direo.

    O ministro das cidades Agnaldo Ribeiro e o ex-piloto de Frmula 1

    Emerson Fittipaldi apresentaram o equipamento no Salo Internacional do Automvel de So Paulo. Os visi-otantes do evento tiveram a oportu-nidade de experimentar a novidade em primeira mo. De acordo com o Ministrio das Cidades, a proposta sfoi analisada aps estudos do gover-no norte-americano comprovarem que o uso do simulador de direo reduz pela metade o nmero de acidentes com motoristas iniciantes (nos primeiros 24 meses de prtica).

    gett

    yim

    ages

    .com

    2 3Abril - 2013 Abril - 2013

    Carro Bem-estar

    Sade

  • Qui

    noQ

    uino

    Bene

    Meu P de Laranja Lima, com aroteiro e direo de Marcos Berns-tein, o longa estrela o pequeno Jos Guilherme vila como protagonis-ta. O garoto de 10 anos interpreta Zez, um garoto pobre que vive com sua famlia no interior de Mi-nas Gerais. Ele um menino espo-leta que encontra refgio debaixo de um p de laranja para inventar suas histrias. No filme, Zez vira o melhor amigo de Manuel Valada-res, interpretado por Jos de Abreu, que ajudar o menino a superar os maus tratos e as agresses do pai, um drama vivido por centenas de crianas no pas.

    No filme, o menino tem o dom de transformar sua casa e a vizinhana em um cenrio prop-cio para as mais diversas traqui-nagens. O elenco tambm conta a participao de Caco Ciocler, Eduardo Dascar, Fernanda Vianna e Emiliano Queiroz. Com estreia prevista para 26 de Abril, o filme uma adaptao da obra hom-nima de Jos Mauro de Vasconce-los. O longa familiar emocionou o pblico na primeira exibio no Festival de Cinema do Rio. As pessoas vo se envolver com a histria do menino que busca re-fgio debaixo do p de laranja.

    Sudo

    ku

    Char

    ges

    Solu

    o

    Atriz brasileira cotada para viver Lina Bo Bardi

    Filme brasileiro comove pblico em Festival no Rio de Janeiro

    Maria Fernanda Cndido poder interpretar uma das arquitetas mais conceituadas Oferecer a conexo mais r-

    pida do Mundo. a proposta do provedor So-net Entertainment, que pertence Sony, ao anun-yciar que ir fornecer uma velo-cidade de 2 Gbps (gigabits por segundo) no Japo. De acordo com a empresa, a conexo que estar em breve nas residncias japonesas a mais rpida do Mundo. A velocidade de In-ternet oferecida aos japoneses 20 vezes mais rpida que a utilizada no Brasil, cerca de 100 Mbps (Megabites por segundo).

    De acordo com o jornal O Globo, o servio da Sony 200 vezes mais rpido que uma

    Internet de 10 Mbps. No en-tanto, a velocidade para fazer um download, ou seja, baixar um arquivo, de apenas 1 Gbps. Conhecida por Nuro, a Internet comeou a ser ofereci-da na regio metropolitana de Tquio. A banda larga tem uma mensalidade de R$ 103 com contrato de dois anos, alm da taxa de instalao, em mdia R$ 1.100, isenta somente para quem se cadastrou no site para receber o servio. A Nuro um oservio de banda larga mais ve-loz at que os melhores servi-os oferecidos pelo Google nos eEstados Unidos.

    A atriz Maria Fernanda Cndido foi cotada para interpretar a arqui-teta Lina Bo Bardi nos cinemas. O projeto do artista britnico Isaac Julien que anunciou que realizar as filmagens do curta na Casa de Vidro, antigo lar da arquiteta. O ci-neasta britnico quer fazer um teste com a atriz para o filme O Fantasma de Lina Bo Bardi. Em uma entrevis-ta, divulgada no Jornal Folha de S. Paulo, o cineasta destacou que quer oiniciar as filmagens em Setembro.

    As filmagens acontero na Casa de Vidro, foi a primeira casa construda no bairro do Morumbi, em So Paulo. Atualmente uma reserva com 8 mil metros quadra-dos de mata atlntica e tambm sede do Instituto Lina Bo e P. M. Bardi. A ideia de Maria Fernanda Cndido para interpretar a perso-nalidade foi uma sugesto do ga-lerista Daniel Roesler ao cineasta.

    Achilina Bo nasceu na Itlia e aps se formar em arquitetura, ca-sou-se com Pietro Maria Bardi em

    1946. Decidiram deixar a Europa em tempos de guerra e, j no Bra-sil, Lina conheceu Oscar Niemeyer, Burle Marx e Lcio Costa. A con-vite de Assis Chateaubriand, Pietro se comprometeu a criar um museu em So Paulo. Assim, nasceu o pro-jeto mais importante: o Masp, que foi projetado por Lina e inaugura-do, em 1968, na Avenida Paulista. Grande parte de suas obras esto na Bahia. Dentre elas, o Museu de Arte Moderna de Salvador e a restaurao do Centro Histrico de Salvador. Em So Paulo, o prdio do SESC Pompia e a sede da Pre-feitura de So Paulo, que estava em construo quando Lina faleceu, tambm foram projetados por ela. Lina Bo Bardi uma referncia de arquitetura mundial e morreu aos 77 anos em 1992. Na entrevista aoJornal Folha de S. Paulo, Maria Fer-onanda Cndido afirmou que sem dvida (Lina) algum muito im-portante. Ela foi uma grande mu-lher, ressalta.

    Em comemorao aos 131 anos de vida de um dos grandes nomes da litera-tura brasileira, a Biblioteca Monteiro Lobato ter uma oprogramao especial para homenagear este contista, ensasta e tradutor que ser-viu como inspirao para no-mear a biblioteca. Muito co-nhecido no universo infantil, Monteiro Lobato nasceu no dia 18 de Abril de 1882 e dedicou grande parte de sua vida aos livros. A escrita simples, que une realidade e fantasia, a grande marca do sucesso dos seus contos.

    Durante todo o ms de Abril, o pblico poder con-ferir as exposies e partici-par de oficinas de desenhos totalmente gratuitas. No es-pao, os apreciadores pode-

    ro ver de perto alguns uten-slios como: guarda - chuva, aparelho de barbear, livros e muitos outros objetos que pertenceram a Lobato. Haver tambm um espao exclusivo para as crianas se divertirem, colorindo de-senhos e apreciando os per-sonagens mais famosos do escritor, que so: a Emlia, o Visconde de Sabugosa e a Dona Benta.

    A exposio Monteiro Lobato para Todos ficar saberta at o dia 30 deste ms. O horrio de funcio-namento de segunda sexta, das 9h00 s 17h30, e aos sbados, das 9h00 s 13h30. O endereo : Rua Joo Gonalves, 439, Cen-tro. Mais informaes pelo telefone: (11) 2087- 6900.

    Japo recebe a conexo de Internet mais rpida do Mundo A velocidade da Internet dos japoneses 20 vezes mais rpida do que a dos brasileiros

    Humor inteligente. isso que faz de Daniella Maria Giusti, uma das melhores hu-moristas da atualidade, e um dos destaques do programa CQC na C Band. Mais conhecida dcomo Dani Calabresa, a moa que nasceu em So Bernardo conquista o pblico por rir de si mesma e ironizar situaes do cotidiano. Ganhou o apelido Dani Calabresa na poca em

    que era monitora infantil, por falar com nfase a letra r. A carreira artstica comeou aos cinco anos, quando interpretou o ano Dunga no teatro.

    No programa Sem Controle, do SBT, fez a primeira apario Tna TV. Mas foi na MTV que VDani conseguiu demonstrar todo o seu talento. Na emis-sora, interpretou vrios perso-nagens nos programas Quinta

    Categoria, Fufies, Furfies On The Beach, Comdia MTV e no VFuro MTV. Na emissora, Dani Vtambm dividiu cenas com o humorista Marcelo Adnet com quem casou em Maio de 2010. Aos 31 anos, Dani mora em So Paulo para fazer o CQC e CAdnet mora no Rio de Janeiro para gravar as aventuras de O Dentista Mascarado na o Rede Globo.

    Dani Calabresa a bola da vez da comdia brasileira

    Uma homenagem aos 131 anos de Monteiro Lobato

    Div

    ulga

    o

    Foto

    s: D

    ivul

    ga

    o

    Div

    ulga

    o

    Div

    ulga

    o

    6 7Abril - 2013 Abril - 2013

    Filme

    Agenda Cultural Celebridades

    Tecnologia Cinema