Jornal participação junho julho2014

  • View
    217

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Jornal participação junho julho2014

  • Pgina 2

    Sade

    Reflexes do Oncolgico, por Druzio Varela

    Pgina 3

    Ganhos atuais de um vereador na Cmara de

    Juiz de ForaPgina 4

    Caminhada em

    Cedofeita

    Pgina 5

    Um lindo agulheiro personalizado

    Passeio Seo Artesanato

    Prezado leitor, Como bom a

    cada dois meses falar um pouco com voc atravs deste editorial. Nele posso expressar as minhas opinies,

    minhas preocupaes, meus feitos, mi-nhas vitorias e, enfim, colocar no papel as minhas aes.

    Estamos com a nossa sede social e o laboratrio a quase vinte anos na

    Travessa Clrio Bortole, a algum tempo apesar das reformas, revitalizao, manuteno, chegamos a concluso que o atendimento vem sendo prejudi-cado, vamos enumerar: primeiro a travessa mo nica, impedindo o livre fluxo da via, dificultando at uma simples parada de taxi para embarque e desembarque de pessoas.

    2 o salo estar no segundo andar com escadas, dificultando o acesso de pessoas com dificuldade de mobilidade. Alm de ferir a lei da acessibilidade.

    3 o local frequentado diariamente por gru-pos que fazem diversas atividades e os nibus de todos os bairros ficam no mnimo a 400 metros.

    4 o imvel hoje j est pequeno visto o grande nmero de pacientes atendidos no ambulatrio.

    Considerando estes aspectos, procuramos por vrios meses um imvel que atendesse a nossas ne-cessidades.Encontramos um que atende muito bem.

    Estamos realizando pequenas adaptaes. Em breve as atividades da Clrio Brtoli e do primeiro andar na Marechal Deodoro passaro para a rua Bernardo Guimares, esquina com a rua Silvio Romero, Fundos da Receita Federal.

    Ser feita ampla divulgao da mudana.Este imvel foi alugado, faremos o mesmo com

    o da travessa, equilibrando as finanas. Penso que ser muito bom para todos, e espero continuar contando com a colaborao dos scios, assim a associao poder ser cada vez melhor e mais til aos aposentados, pensionistas e idosos de Juiz de Fora e regio.

    Abrao fraterno Geraldo G. Lima

    presidente

    Poltica

  • 2 Associao dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de JF - AAPI

    Sade

    Tel.: (32) 3217-7548/ Fax: (32) 3236-1267 Ambulatrio e Sede:3217-3439

    Tel.: 3212-3502 (viagens e eventos) Presidente: Geraldo Gonalves de Lima

    Tiragem: 5.000 ExemplaresProgramao Visual e Impresso:

    Editar Editora Associada - Tel.: 3213-2529

    ExpEdiEntE

    InformatIvo da assocIao dos aposentados, pensIonIstas e Idosos de JuIz de fora

    sNosso endereo eletrnico: www.associacaodosaposentadosjf.com.br sNosso email: assapen@yahoo.com.brs Associao dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de JF

    DEFINIES

    a. Terceira Idade: Oficialmente comea aos 60 anos e se supe

    que termina aos 80, mas no h consenso.

    b. Quarta Idade ou Velhice: Se inicia aos 80 anos e termina aos 90.

    c. Longevidade: Se inicia aos 90 e termina quando se morre.

    VELHICE SAUDVEL Ningum est so depois dos 50. Sos esto

    os jovens: os velhos tm sempre uma ou vrias doenas que so prprias da idade.

    Do que se trata ento de envelhecer com as doenas controladas e sem complicaes.

    GENTICA Se queres saber quanto vivers e como che-

    gars a essa idade, recorda os teus pais. A carga gentica fundamental para estabelecer um prog-nstico de vida. Quem teve cncer ou enfarte antes dos sessenta, o transmitir a seus filhos pelos genes e, por isso, estes tero maior probabilidade de de-senvolver as mesmas enfermidades. Logicamente o desenvolvimento de uma doena crnica requer a presena de vrios fatores, sendo o gentico apenas um deles.

    NO H PECADO GRATUITO Somos o que comemos dizem os naturalistas,

    e no falta razo para isso. Se alm de ter uma carga gentica desfavorvel pes 3 ou 4 colheri-nhas de acar em cada caf que tomas, saboreias todas as peles do frango assado e deleita-se com o torresmo de porco, ests convertendo tuas ar-trias em tubulaes entupidas. No haver boa circulao, no haver boa oxigenao o que equivaler morte celular ou, dito de outro modo, envelhecimento acelerado e prematuro.

    Em consequncia, se queres ter uma velhice saudve a partir dos 50 anos, cuide da tua alimentao e deixe de comer coisas qumicas e de abusar das gorduras Um bom caf da manh, um bom almoo e um pssimo jantar so a chave para equilibrar teu meio interno.

    Reflexes do onclogo querem bem; no h gordura nem bebida que no se possa metabolizar-se numa boa tarde de relaxamento. Os mecanismos de compensao de nosso corpo so ainda pouco conhecidos, porm assim funciona: se desfrutas verdadeiramente o pecado mortal diettico se transforma em pe-cado venial.

    NADA FICAR IMPUNEIsso absolutamente certo porque tudo o

    que comas e bebas deixar vestgios e, qual retrato de Dorian Grey, teu corpo te mostrar na velhice. As noitadas de diverso, os excessos de todo tipo faro a vida do velho muito sofrida. E no somente a ti, mas tambm tua famlia.

    PERDAS A principal desgraa para um an-

    cio a solido. O habitual que os casais no cheguem juntos ve-lhice; sempre algum vai primeiro, com o que se desequilibra todo o

    status quo que sustentava o casal. O vivo ou a viva comea a ser uma carga para a famlia.

    Minha recomendao pes-soal que tratem de no per-

    der enquanto forem lcidos o controle de sua vida. Isso significa, por exemplo: eu decido quando e

    com quem saio, como me visto, a quem telefono ou encontro, a que horas vou dormir, como me distraio, o que leio, o que compro, onde vou morar, etc. Porque, quando j no possas fazer tudo isso, te ters transformado em um peso para a vida dos demais.

    SUFICIENTEJ no tenho mais tempo, pois o trabalho me

    chama e excrevi isto em uma pequena pausa de 30 minutos. Espero que seja til.

    Dr. Drauzio Varella.

    VIVA O TRAGO Junto com a dieta est a bebida. Abandona

    todas as bebidas gasosas. Estas podem ser toma-das pelos jovens, ns no. Todos esses lquidos tm carbonato de sdio, acar e cafena. Na nossa idade estas substncias prejudicam o pncreas e o fgado at desgast-los. melhor tomar gua, limonada, sucos At a cerveja prefervel, j que se faz com gua fervida, tem componentes naturais e no contm sdio.

    Por outro lado h bastante evidncia clnica que demonstra que o consumo moderado de lcool depois dos 50 anos melhora a qualidade de vida, pois tem trs efeitos definidos: vasodilatador coronrio, diminui o colesterol e um sedante moderado. Em consequ-ncia, e de forma prtica, hora do almoo ou noite quando chegas a tua casa e no te-nha mais que dirigir, tome um gole; tambm recomendados so o whisky, o vinho tinto e a aguardente pura.

    Em lugar de tomar nitrogli-cerina para dilatar as artrias, ou estatinas para baixar o colesterol, ou um valium para acalmar-se, consegues tudo isso com um bom trago. E se o fazes com as pessoas que voc gosta, o efeito se duplica. Porm, uma advertncia: consumo moderado equivale a um ou dois copos, porque se exageras todos os dias, o efeito exatamente o contrrio e te matars mais rpido que tu pensas.

    TO-POUCO SEJAS RADICAL!Isto quer dizer que todas estas regras so

    boas, porm sem exagerar e, sobretudo, sem dogmatizar. Se fazes um churrasco para tua famlia ou amigos no venha com no como chourio porque muito gorduroso ou meu mdico me disse para tomar s dois copos.

    Nada substitui a alegria e o prazer de com-partilhar momentos agradveis com os que te

    Adquira o nosso Catlogo de Convnios atualizado 2014-2016

    Informaes: (32) 3217-7548 e (32) 3217-3439

    J estamos operando com o novo Plano de Sade

    PRONTOMED - Conhea os servios e vantagens pres-tadas por este novo plano.Procurar Cristiana (Rua Marechal Deodoro, 225, loja 4)

  • 3Associao dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de JF - AAPI

    Contemplando com o reajuste de 46,5% no vetado pelo ex- prefeito Custdio Mattos. Votaram contra o aumento Isauro Calais, Luiz Carlos, Fl-vio Cheker, Beto, Fiorilo, Castelar e Ana do padre Frederico. Em 2013, os atuais vereadores abriram mo do vergonhoso e ilegal auxlio palet, na quantia de R$30.000,00.

    Nota: um vereador de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, com mais de 2milhes de habitantes, recebe um subsdio mensal de apenas R$12.000,00.Onde est o erro?Juiz de Fora subsdio mensal....................................................R$15.071,364 Reunies extras...................................................................R$6.028,00____________________Sub Total............................................................................R$21.099,36VERBA INDENIZATRIA Destinada ao exerccio do mandato mas, em alguns casos, extra-

    Ganhos atuais de um vereador de Juiz de Fora legislatura 2013/2016

    Oque um plebiscito? uma consulta na qual os cidados/svo-

    tam para aprovar ou no uma questo. Uma lei pode ser aprovada ou rejeitada por meio de um Plebiscito ou referendo.

    No Brasil, a Constituio Federal, que de 1988, determina por meio do artigo 48inciso XV que somente o congresso nacional pode autorizar o referendo e convocar o Plebiscito. Portanto, atualmente um plebiscito somente poder ser legalmente convocado pelo congresso nacional (composto por deputados federais e senadores). Isso precisa mudar. Instrumento da democracia direta tem que estar na mo do povo.

    A maioria dos parlamentares far tudo o que puder para impedir uma Constituinte Exclusiva e Sistema Politico, pois no quer mudar as regras que lhes permitem o controle do poder.

    O que um plebiscito popular?Um Plebiscito Popular organizado por movi-

    mentos sociais e todos os cidados e cidads que quiserem trabalhar para que ele seja realizado, ele muito representativo porque organizado pelo povo.

    O Plebiscito Popular no tem valor legal, mas exerce uma forte presso poltica e social, permi-tindo que milhes de brasileiros/as expressem a sua vontade poltica.

    Por que um plebiscito popula