Jornal Vitrine Edição 15 internet

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Conhea os benefcios do picol durante o vero Manifestao exige duplicao da Edgar Pires de Castro BELEZA & SADE Carnaval 2010 Jornalismo com Responsabilidade Saiba tudo sobre o Carnaval do Porto Seco, alm de todos os detalhes da Estado Maior da Restinga, que vai com toda fora para a Avenida. exemplares/ms pginas 8 e 9 Anuncie: 3266.3266 pgina 04 pgina 03 pgina 12 pgina 14 Ricardo Giusti/PMPA Jhonata Petersen

Transcript

  • Porto Alegre Janeiro de 2010Edio 15 Ano 1Circulao:Zona Sul e Extremo SulDistribuio:GratuitaFale Conosco3266.3266jornalvitrine@jornalvitrine.orgwww.jornalvitrine.org

    16 milexemplares/msVitrine

    Jornalismo com Responsabilidade Anuncie: 3266.3266

    INFORMATIVOVitrine em novo endereo, mais prximo do leitorpgina 03

    Carnaval 2010 pginas 8 e 9

    Ricardo Giusti/PM

    PA

    GERALManifestao exige duplicao da Edgar Pires de Castropgina 12

    BELEZA & SADEConhea os benefcios do picol durante o veropgina 14

    Ponte de acesso Restinga liberada em meia pista

    Principal ligao do bairro com o restante da cidade volta a ser utilizada em meia pista, aps a queda de parte da ponte sobre o arroio do Salso, no dia 7 de janeiro. A EPTC est auxiliando a passagem de veculos no local, enquanto os profissionais responsveis pela reforma continuam tra-balhando na obra, que no possui data de entrega.

    Jhonata Petersen

    tempo de SambaSaiba tudo sobre o Carnaval do Porto Seco, alm de todos os detalhes da Estado Maior da Restinga, que vai com toda fora para a Avenida.

    pgina 04

  • JornalVitrineSegunda Quinzena

    Janeiro 2010 3

    Jornal Vitrine Gacha Ltda.Rua Av. Joo Antnio da Silveira, 370Fone: (51) 3266.3266Porto Alegre / RS - CEP 91790-400CNPJ: 10.691.072/0001-86Insc. Municipal: 52366928E-mail: jornalvitrine@jornalvitrine.orgDiretor Administrativo e Comercial:Valtencir Cruz - valtencircruz@hotmail.comCRA 31906Cel.: (51) 8476.6444

    Diretor de Marketing e Redao:Jhonata Petersen Iranso Ramosjhonatapetersen@gmail.comCel.: (51) 8516.0971

    Diagramador e Revisor:Jaciel Germano Fernandes Kaulejaciel.gfk@hotmail.comCel.: (51) 9132.4854Tiragem: 16.000 exemplares/msImpresso: Zero Hora

    Os artigos, quando assinados, no refletem necessariamente a opinio do Jornal Vitrine e so de inteira responsabilidade de seus autores, que no possuem vnculo empregatcio de qualquer natureza com o jornal. Da mesma forma, no nos responsabilizamos pelo teor dos anncios. Matrias no assinadas so da redao.

    Expediente

    A nova gesto 2010-2011 da ONG Amigos do Extremo Sul est repleta de novos projetos que visam melhorias para a comunidade da nossa regio. Alguns dos projetos para 2010 so: Nosso Bairro em Debate, Al Conselho, Local de Sade, Som na Praa, e estamos com muito esforo trabalhando para reabrir a rdio comunitria para a populao se manifestar. Contatos com a ONG podem ser feitos pelos fones: 3259.5121 e 9265.6322, ou pelo email: diretoriaongamigos@gmail.com

    ONG AMIGOS DO EXTREMO SULINFORMATIVO 01-2010

    INFORMATIVOSEditorial

    Novo escritrio localizado no corao do bairro

    Espao do ProfessorO Programa Mais Educao

    O programa Mais Educao um pro-jeto integral que permite que o aluno passe mais tempo na escola para desenvolver outras atividades no contraturno, tendo como foco a melhoria ao atendimento inte-gral da criana e do adolescente. Ao investir na formao integral dos alunos, o projeto busca aumentar o horrio de estudo, o ren-dimento escolar e a qualidade de vida dos estudantes.

    O programa foi institudo em abril de 2007, e as atividades tiveram incio em 2008, com a participao de 1.380 escolas nos 27 estados para beneficiar 386 mil estudantes. Em 2010, a meta atender a 10 mil escolas nas capitais, regies metropolitanas, defini-das pelo IBGE.

    A concepo do projeto surgiu para aten-der alunos em situao de risco, que ficam sozinhos enquanto seus pais precisam traba-lhar e outro objetivo seria o incentivo para o rendimento escolar dos participantes fazendo com que tomem gosto pela escola, pela edu-cao, o que estamos precisando muito.

    Parabns todos os envolvidos na con-tribuio para a melhoria da qualidade da educao bsica, na formao da cidadania destes alunos, assim com certeza seremos um dia, muito bem representados.

    Maria Beatriz Castilho BizarroOrientadora Educacional/Coord. Pedaggica

    O Jornal Vitrine, desde sua fundao em fevereiro de 2009, sempre pautou pelo pro-fissionalismo, tica e o bom atendimento aos seus leitores e anunciantes. Dando conti-nuidade nesta mesma linha de trabalho, a equipe que compe o Vitrine tem orgulho de apre-sentar e receber toda a comu-nidade para conhecer o novo local onde esto sendo reali-zadas as matrias mais impor-tantes sobre a Restinga, Hpica e regio.

    Localizada na Av. Joo Antnio da Silveira, 1837, sala 204 prdio do Cart-rio, na Restinga, o novo escri-trio possui uma rea maior

    e com equipamentos mais modernos para atender ao pblico. Funcionando desde o dia 20 de janeiro, o horrio de atendimento externo ficou de segunda a sexta das 9h s 18h e aos sbado das 10h s 17h30min, ou tambm atravs do e-mail jornal-vitrine@jornalvitrine.org e pelo telefone 3266.3266. Agradecemos a todos que colaboraram para esta evoluo na empresa e convidamos a comuni-dade para conhecer o local que rene as not-cias e informaes mais relevantes da regio.

    Antigo endereo:

    O endereo antigo do Jor-nal Vitrine, Av. Joo Antnio da Silveira, 370, agora serve como depsito e espao para encarte dos 16 mil jornais ao ms, distribudos pelo Vitrine.

    Sede nova do Vitrine

    Jhonata Petersen

    Prdio da nova sede do Jornal Vitrine.

  • JornalVitrineSegunda QuinzenaJaneiro 20104 ACONTECE NO BAIRRO

    O principal acesso da Restinga e Extremo Sul de Porto Alegre, com o restante da cidade que estava interdi-tado devido queda de parte da ponte sobre o Arroio do Salso na Estrada Edgar Pires de Castro, no dia 7 de janeiro, foi liberado em meia pista na manh do dia 20 de janeiro. A passagem ficou interrompida durante duas semanas, o que acarretou em muitas compli-caes para moradores e pes-soas que dependem da ponte para se deslocar ao trabalho, entre outras atividades. As linhas de nibus que atendem o bairro estavam realizando o desvio pela Estrada Chapu do Sol, aumentando em 8 km a viagem. Com a liberao da entrada, mesmo que de meia pista, o itinerrio voltou a sua normalidade. Uma sinaleira provisria est instalada na proximidade da ponte, para organizar a circulao, j que o trfego de veculos fica ape-nas em um sentido. Em um momento centro-bairro, e em outro, o inverso.

    Desvio continua

    A Empresa Pblica de Transporte e Circulao (EPTC) manter o desvio no local para diminuir o fluxo na regio, pois no horrio das 7h30min s 8h30min e das 17h30min s 19h, o

    nmero de carros, cami-nhes, motos e nibus muito intenso, formando uma grande fila no entorno. Enquanto a ponte estiver em meia pista, o trfego pode se tornar complicado. Por esse motivo, o desvio continua sinalizado, afirma Carlos Pires, gerente de transportes da EPTC. O desvio alterna-tivo para os dois sentidos o seguinte: Av. Joo Ant-nio da Silveira, Estr. Edgar Pires de Castro, Rua Darcy Pereira Pozzi, Estrada Cha-pu do Sol, Av. Juca Batista. A Secretaria Municipal de Obras e Viao (SMOV) prosseguir com os reparos para recuperao da ponte, que sofreu danos em parte do asfalto no sentido cen-tro-bairro, em decorrncia das chuvas e falta de con-servao. Ainda no h uma data definida para a entrega total da obra, mas segundo a assessoria de imprensa da SMOV, o andamento da obra est acelerado. No momento, a empresa contratada emer-gencialmente concluiu a conteno do talude, com estacas- prancha ao lado do muro que foi arrancado pela gua. Tambm est trabalhando no reforo das fundaes da ponte para a construo de novo muro de conteno em concreto.

    Moradores e comerciantes reclamam

    da demora

    Nas proximidades da ponte que d acesso ao bairro, esto localizados diversos estabelecimentos comerciais, como lojas de materiais de construo, borracharias, postos de abastecimento, fru-teiras, restaurantes, bares,

    entre outros comrcios que sofreram com a forte baixa nas vendas de produtos e ser-vios por conseqncia da queda de parte da ponte sobre o Salso. O posto de abasteci-mento Tingo, tradicional na Restinga, depende do fluxo de veculos que passa pela regio, e com a interdio da via acabou tendo um prejuzo enorme, assim como todos

    comerciantes que reclamam da demora por parte das auto-ridades na resoluo do pro-blema. O estudante Matheus Gonalves, morador do Laje-ado reclama da demora na obra da ponte: J faz quase 20 dias e mal arrumaram a ponte, a pista liberada j estava boa, antes deles comearem a obra, conclui o rapaz, indignado.

    Acesso limitadoObras

    Trfego sobre ponte do Arroio do Salso volta em meia pista, enquanto obras de reparao continuam sendo feitas.

    Jhonata Petersen

    Veculos revezam pista por meio de semforo, com o auxlio de fiscais da EPTC nos horrios de pico.

  • JornalVitrineSegunda QuinzenaJaneiro 20106 ESPAO MOTOR

    Servios Mecnicos e Automotivos

    Muitos sabem que podem ser multados se colocarem no carro uma roda que ultrapasse o pra-lama, rebaixarem a sus-penso ou turbinarem o motor. Mas voc imaginaria que usar uma simples lmpada diferente da original ou instalar um DVD player tambm oferece o risco de perder alguns reais numa multa e ganhar pontos na carteira? No porque um acessrio parece ino-fensivo e vendido amplamente que seu uso legal em qualquer circunstncia. Isso ocorre com muitas pessoas. Preste ateno em algumas dicas:

    DVD e GPS

    Ter uma tela de TV ou monitor de DVD na parte dian-teira do carro pode ser sinal de problemas vista. Isso porque a exibio de imagens perto do

    motorista considerada um motivo de distrao e de maior risco direo. Na frente, hoje, s se pode usar GPS. Trafegar com a tela de TV ou DVD em operao infrao prevista no artigo 230 do Cdigo de Trn-sito (andar com acessrio proi-bido) e infrao grave, que custa ao bolso 127,69 reais e acrescenta 5 pontos carteira.

    Aeroflio, spoiler e rodas Para quem gosta de enfei-

    tar o carro com aeroflios, spoi-lers, rodas de aro grande e at borraches, vai um aviso: essas mudanas, de carter visual, a rigor s poderiam ser efetuadas se