Lei Complementar 34

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • LISTA DE ANEXOS ANEXO A - Glossrio ANEXO B - Mapa do Municpio ANEXO C - Esquema do Modelo Territorial Municipal ANEXO D - Esquema do Modelo Espacial 1 Distrito - Sede do Municpio ANEXO E - Mapa Macrozonas Distrito 1 Distrito - Sede do Municpio ANEXO F - Mapa Operaes Consorciadas de Realizao Necessria ANEXO G - Polticas, Programas e Projetos (Em volume separado)

  • LEI COMPLEMENTAR N 034 de 29 de dezembro de 2005.

    Dispe sobre a Poltica de Desenvolvimento Urbano e sobre o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental do Municpio de Santa Maria

    TTULO I DA POLTICA URBANA

    CAPTULO I

    DOS OBJETIVOS E PRINCPIOS

    Art. 1. A Poltica de Desenvolvimento Urbano, executada pelo Poder Pblico Municipal conforme as diretrizes gerais fixadas nesta lei, tem por objetivo ordenar o pleno desenvolvimento das funes sociais da cidade e do meio rural e garantir o bem-estar de seus habitantes.

    1. As funes sociais da cidade e do meio rural so o acesso moradia, transporte pblico, saneamento bsico, abastecimento de gua potvel, energia eltrica, iluminao pblica, sade, educao, atividade econmica, trabalho, cultura, lazer, coleta de lixo, hidrologia urbana, segurana e preservao do patrimnio ambiental e cultural.

    2. O Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental, aprovado pela Cmara Municipal, o instrumento bsico da poltica de desenvolvimento sustentvel urbano e rural.

    3. A propriedade urbana cumpre sua funo social quando atende s exigncias fundamentais de ordenao da cidade expressas no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental, em particular quanto ao uso compatvel e conveniente do solo, ao parcelamento e edificao adequados infra-estrutura, evitando a poluio e degradao ambiental, a devida utilizao dos vazios urbanos para fins de interesse urbanstico especial, a utilizao adequada dos imveis urbanos, garantindo o saneamento ambiental, a minimizao de impactos ambientais e de vizinhana, a proteo ao patrimnio municipal e ao cumprimento da legislao urbanstica.

    CAPTULO II

    DIRETRIZES GERAIS DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL

    Art. 2. A Poltica de Desenvolvimento Urbano Ambiental tem por

    objetivo o pleno desenvolvimento das funes sociais da cidade e da propriedade urbana, mediante as seguintes diretrizes gerais:

    I. Garantia do direito cidade sustentvel, entendido como o direito terra urbana, moradia, ao saneamento ambiental, infra-estrutura urbana, ao transporte e servios pblicos, ao empreendimento, ao trabalho e ao lazer, para as presentes e futuras geraes;

    II. Gesto democrtica por meio da participao da populao e das associaes representativas dos vrios segmentos da comunidade na formao, execuo e acompanhamento dos planos, programas e projetos de desenvolvimento urbano e

  • rural; III. Cooperao entre os governos, a iniciativa privada e os demais

    setores da sociedade no processo de urbanizao, em atendimento ao interesse social;

    IV. Planejamento do desenvolvimento da cidade, da distribuio espacial da populao e das atividades econmicas do Municpio de Santa Maria de modo a evitar e corrigir as distores do crescimento urbano e de seus efeitos negativos sobre o meio ambiente;

    V. Oferta de equipamentos urbanos e comunitrios, transporte e servios pblicos adequados aos interesses e necessidades da populao e s caractersticas locais;

    VI. Ordenao e controle do uso do solo, de forma a evitar: a) A utilizao inadequada dos imveis urbanos; b) A proximidade de usos incompatveis ou inconvenientes; c) O parcelamento do solo, a edificao ou os usos

    excessivos ou inadequados em relao infra-estrutura urbana;

    d) A instalao de empreendimentos ou atividades que possam funcionar como plos geradores de trfego, sem a previso da infra-estrutura correspondente;

    e) O uso e a ocupao do solo em reas de risco ou reconhecida importncia paleontolgica;

    f) A reteno especulativa de imvel urbano, que resulte na sua subtilizao ou no utilizao;

    g) a deteriorao das reas urbanizadas. VII. A integrao e a complementaridade entre as atividades

    urbanas e rurais, tendo em vista o desenvolvimento socioeconmico do Municpio de Santa Maria;

    VIII. Adoo de padres de produo e consumo de bens e servios e de expanso urbana compatveis com os limites da sustentabilidade ambiental social e econmica do Municpio de Santa Maria;

    IX. Adequao dos instrumentos de poltica econmica, tributria e financeira e dos gastos pblicos aos objetivos do desenvolvimento urbano, de modo a privilegiar os investimentos geradores de bem-estar geral e a fruio dos bens pelos diferentes segmentos sociais;

    X. Preservao, conservao e recuperao do ambiente natural e construdo, do patrimnio cultural, histrico, artstico, paisagstico e paleo-arqueolgico;

    XI. Audincia do Poder Pblico Municipal e da populao interessada nos processos de implantao de empreendimentos ou atividades com efeitos potencialmente negativos sobre o meio ambiente natural ou construdo, o conforto ou a segurana da populao;

    XII. Regularizao fundiria e urbanizao de reas ocupadas por populao de baixa renda mediante o estabelecimento de normas especiais de urbanizao, uso e ocupao do solo e edificao, consideradas a situao socio-econmica da

  • populao e as normas ambientais; XIII. Simplificao da legislao de parcelamento, uso e ocupao

    do solo e das normas edilcias, com vistas a permitir a reduo dos custos e o aumento da oferta de lotes e unidades habitacionais;

    XIV. Isonomia de condies para os agentes pblicos e privados na promoo de empreendimentos e atividades relativos ao processo de urbanizao, atendido o interesse social;

    XV. Implementao das diretrizes contidas na Poltica Nacional do Meio Ambiente, Poltica Nacional de Recursos Hdricos, Poltica Nacional de Saneamento, Programa Nacional de Controle da Qualidade do Ar, Lei Orgnica do Municpio e demais normas correlatas e regulamentares da legislao federal e estadual, no que couber;

    XVI. Controle e reduo dos nveis de poluio e de degradao em quaisquer de suas formas;

    XVII. Desenvolvimento e fomento de tecnologias orientadas ao uso sustentvel e proteo dos recursos naturais;

    XVIII. Ampliao, preservao, conservao e restaurao das reas verdes no municpio;

    XIX. Incentivo de hbitos, costumes, posturas, prticas sociais e econmicas que visem proteo e recuperao do meio ambiente;

    XX. Produo e divulgao do conhecimento sobre o ambiente atravs de um sistema de informaes integrado.

    CAPTULO III

    PREMISSAS DE SUSTENTABILIDADE DO PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL

    Art. 3. O Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental de

    Santa Maria cumpre as seguintes premissas de sustentabilidade: I. Descentralizar atividades, facilitando comunidade o uso e

    acesso a equipamentos culturais, comerciais e produtivos, distribuir os campos de tomadas de decises aproximando-os da comunidade, distribuir melhor os servios e as oportunidades de desenvolvimento em todo o territrio e evitar deslocamentos desnecessrios reduzindo custos, tempo e poluio ambiental;

    II. Garantir o manejo adequado dos recursos fsicos, estticos e funcionais, no que se refere identidade das comunidades e dos bens naturais e culturais, mediante padres de produo e consumo compatveis com os limites da sustentabilidade;

    III. Propor inovaes tecnolgicas para novos padres de vida em sociedade que necessitem de inovaes no transporte; comunicao, edificao, manejo de resduos entre outros;

    IV. Garantir a incluso social de toda a populao no dilogo criativo de saberes, interesses e necessidades comunitrias, conduzindo a melhores decises na poltica urbana e uma sociedade mais justa e participativa;

  • V. Regular os fluxos na economia e sade urbana, introduzindo novos dispositivos tcnicos e organizacionais que atendam uma sociedade de fluxos cclicos, com ateno para as premissas de que o consumo de recursos renovveis no deve superar sua taxa de renovao, o consumo de recursos no renovveis no deve superar sua taxa de substituio e a produo de resduos no deve exceder sua taxa de assimilao;

    VI. Garantir a produo acordada da cidade, simplificar a legislao urbanstica e flexibilizar os mecanismos de acordo, para resolver situaes imprevistas, usando o processo democrtico, legalmente previsto, para a tomada de decises de planejamento;

    VII. Promover a integrao regional, aproveitando as oportunidades de desenvolvimento, mediante a articulao de vrias cidades, aumentando a complementaridade entre elas.

    CAPTULO IV

    DAS POLTICAS, PROGRAMAS E PROJETOS

    Art. 4. O Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental de Santa Maria se compe de Polticas, Programas e Projetos, conforme ANEXO G -Polticas, Programas e Projetos, que faz parte integrante desta lei, e visa concretizar os princpios e atingir os objetivos da Poltica Urbana adotada pelo Poder Pblico, segundo as diretrizes gerais e premissas traadas nos captulos anteriores.

    Pargrafo nico - So objetivos da Poltica Urbana: I. Poltica de integrao regional para o desenvolvimento e a

    articulao de servios e infra-estruturas; II. Poltica municipal de manejo sustentvel da rea de influncia

    da Reserva da Biosfera da Mata Atlntica; III. Poltica de pesquisa, divulgao e preservao permanente do

    Patrimnio Paleontolgico; IV. Poltica de manejo do ambiente rural municipal; V. Poltica de estruturao, uso e mobilidade urbana; VI. Poltica de manejo dos recursos naturais; VII. Poltica de Produo Social da Cidade. Art. 5. Os Programas e projetos devem observar as seguintes

    diretrizes transversais de poltica ambiental: I. O estabelecimento do zoneamento ambiental, compatvel com

    as diretrizes para uso e ocupao do solo; II. A definio de reas prioritrias de ao governamental

    relativa qualidad