LESÕES ENDODONTICO-PERIODONTAIS: DIAGNÓSTICO w3.ufsm.br/endodontiaonline/artigos/[REPEO] Numero 2

Embed Size (px)

Text of LESÕES ENDODONTICO-PERIODONTAIS: DIAGNÓSTICO w3.ufsm.br/endodontiaonline/artigos/[REPEO] Numero 2

Revista de Endodontia Pesquisa e Ensino On Line - Ano 1, Nmero 2, Julho/Dezembro, 2005. 1ISSN - (Aguardando Registro) - http://www.ufsm.br/endodontiaonline

LESES ENDODONTICO-PERIODONTAIS: DIAGNSTICO DIFERENCIAL

ENDODONTIC-PERIDONTIC LESIONS

Maria Gabriela Pereira de Carvalhoa

Jose Antonio Poli de Figueiredob

Cludia Medianeira Londero Pagliarinc

Rodrigo Gardind

Renata Morgentald

Marina Kaizerd

Resumo

O objetivo deste trabalho destacar a importncia do diagnstico diferencial de leses endodntico-periodontais, identificando os efeitos da leso endodntica sobre o periodonto e da leso periodontal sobre a polpa.

Sabe-se que os tecidos pulpar e periodontal esto intimamente ligados atravs do formem apical, dos canaislaterais, dos tbulos dentinrios, dos intercondutos e deltas apicais, promovendo troca de agentes nocivos entre eles.Reabsores, tratamentos periodontais, fraturas radiculares e perfuraes podem proporcionar um maior contatoentre os tecidos conjuntivos que preenchem a cavidade pulpar e o espao do ligamento periodontal.

Atravs da apresentao de um caso clnico confirma-se a presena de uma leso endodntica-periodontalverdadeira, com bolsa periodontal, alterao clnica pulpar e mobilidade maior que a esperada para a perda sseaevidenciada radiograficamente. Neste caso o tratamento endodntico e periodontal foi realizado concomitantemente.Destaca-se a importncia da permeabilidade dentinria e o uso de lquidos, na irrigao, que limpem o sistema decondutos radiculares e criem permeabilidade para o medicamento local.

Este trabalho ressalta a importncia de estabelecer o diagnstico diferencial dos vrios distrbios que afetamo tecido pulpar e periodontal para atuar de maneira apropriada em cada caso, excluindo terapias desnecessrias ouat mesmo iatrognicas que podero no resultar em cura, levando o tratamento ao fracasso.

PALAVRAS-CHAVE: Diagnstico diferencial, endodonto, leso endodntico-periodontal combinada, periodonto,tratamento do canal radicular.

a Maria Gabriela Pereira de Carvalho, MSC, PhD. Universidade Federal de Santa Maria, Brasil.

b Jose Antonio Poli Figueiredo, MSC, PhD. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre , Brasil.

c Cludia Medianeira Londero Pagliarin, DDS. Universidade Federal de Santa Maria, Brasil.

d Marina Kaizer, Renata Morgental, Rodrigio Gardin, DDS. Universidade Federal de Santa Maria, Brasil.

Leses endodontico-periodontais: diagnstico diferencial

Revista de Endodontia Pesquisa e Ensino On Line - Ano 1, Nmero 2, Julho/Dezembro, 2005. 2ISSN - (Aguardando Registro) - http://www.ufsm.br/endodontiaonline

Abstract

The objective of this work was to demonstrate the importance of the differential diagnosis of endodontic-periodontic lesions, identifying the effects of an endodontic lesion on the periodontal tissue and periodontal lesion onthe vital pulpal tissue.

It is known that pulpal and periodontal tissues are closely connected through the apical foramen, lateralcanals and dentinal tubules, generating an exchange of noxious agents.

Resorptions, periodontal treatment, root fractures and perforations also generate a greater contact betweenthe conjunctive tissues that fill in the pulpal cavity and the periodontal ligament space.

Through the introduction of a clinical case, the presence of a real endodontic- periodontic lesion could beconfirmed, with periodontal pocket, pulpal clinical alteration and greater mobility than expected considering the littlebone loss, as seen on radiograph. In that case, the endodontic and periodontal treatments were performedconcomitantly. It was pointed out the importance of dentinal permeability and the use of liquids that clean the rootcanals and generate permeability for the intracanal dressing.

This work shows the importance of establishing the differential diagnosis of various disturbancesthat affect the pulpal and periodontal tissues, so that a proper treatment can be given for each case, excludingunnecessary therapies or even iatrogenics treatment, which may result in failure.

KEYWORDS: Endodontic-periodontic lesion, root canal treatment and periodontal treatment, calcium hydroxide.

Leses endodontico-periodontais: diagnstico diferencial

Revista de Endodontia Pesquisa e Ensino On Line - Ano 1, Nmero 2, Julho/Dezembro, 2005. 3ISSN - (Aguardando Registro) - http://www.ufsm.br/endodontiaonline

IntroduoA relao existente entre a doena periodontal

e a pulpar tem sido motivo de estudo por muitos

autores. No h dvidas quanto ao ntimo

relacionamento entre a cavidade pulpar e o espao

periodontal. Portanto, deve-se ter cuidado ao

diagnosticar o paciente, pois sabe-se que os sinais

podem ser confusos.

A ligao entre o tecido periodontal e pulpar dada,

principalmente, atravs do formem apical, dos canais

acessrios, secundrios, laterais e dos tbulos

dentinrios, promovendo a troca de agentes nocivos

como produtos da degenerao tecidual e bactrias.

Procedimentos tais como raspagem e alisamento

radicular em pacientes com doena periodontal

subgengival fazem com que o cemento seja removido

da superfcie da raiz, gerando assim contato direto dos

tbulos dentinrios abertos com a regio externa da

raiz (Ruiz e colaboradores14, Bergenholtz e

Hasselgren2). Perfuraes radiculares, reabsores

internas e externas e fraturas radiculares tambm so

condies que permitem um contato mais direto entre

as estruturas pulpar e periodontal. Os agentes

patolgicos presentes no rgo pulpar podem ser

transmitidos aos tecidos periodontais, porm, a

influncia da doena periodontal sobre o estado pulpar

ainda um assunto controverso (Ruiz e

colaboradores14). Langeland citado em Bergenholtz e

Hasselgren2 afirmou que a vitalidade pulpar no

parece ser afetada at que a leso periodontal, com

seus produtos bacterianos, tenha atingido o formem

apical.

Analisando a literatura pode-se verificar a existncia

de inmeros tipos de classificaes, dentre elas as

encontradas em Bergenholtz e Hasselgren2; Simon e

colaboradores15; Oliet e Simon P. citados em

Barkhordar1; Klaus e colaboradores11; Torabinejad e

Trope18. Aps compilao de vrios autores, elegeu-se

a classificao que divide as leses endodntico-

periodontais em: 1) origem periodontal; 2) origem

endodntica; 3) origem endodntica e periodontal

associada e preferiu-se acrescentar mais um tipo a

esta classificao: 4) as leses de origem endodntico-

periodontais duvidosas, as quais sero explicadas

posteriormente.

A leso endodntica-periodontal verdadeira aquela

onde h uma leso endodntica e uma periodontal em

um mesmo dente, sendo que no existem demarcaes

bvias entre as duas, pois radiografica e clinicamente

aparecem como uma leso nica (Lindhe e

colaboradores12 ; De Deus6). De Deus6 tambm

descreveu critrios para se definir uma leso

endodntica-periodontal verdadeira: 1) o dente

envolvido deve estar despolpado ou ser portador de

alterao irreversvel da polpa dental; 2) deve existir

destruio do aparelho periodontal de insero, a

partir do sulco gengival, em uma profundidade

varivel, atingindo at mesmo a regio do pice

radicular; 3) o tratamento endodntico e o tratamento

periodontal combinados so necessrios para a sua

soluo.

O diagnstico da leso endodntica-periodontal

verdadeira dado atravs de vrios recursos

semiotcnicos. O teste de sensibilidade verifica a

necrose pulpar. O exame clnico observa normalmente

Leses endodontico-periodontais: diagnstico diferencial

Revista de Endodontia Pesquisa e Ensino On Line - Ano 1, Nmero 2, Julho/Dezembro, 2005. 4ISSN - (Aguardando Registro) - http://www.ufsm.br/endodontiaonline

a presena de doena periodontal generalizada. O

exame radiogrfico sugere perda ssea vertical e

horizontal, indicando comprometimento periodontal

alm de leses periapicais e/ou perirradiculares que

indicam envolvimento pulpar. O exame de sondagem

nota a presena de sulco profundo (Hiatt10). Existem

trs fatores que determinam clinicamente uma leso

endodntica-periodontal verdadeira: presena de bolsa

periodontal, alterao clnica pulpar e mobilidade

acentuada, maior que a esperada para a pouca perda

ssea evidenciada radiograficamente. A presena de

ndulos pulpares sinaliza processo degenerativo

pulpar.

Nesses casos, o tratamento endodntico e periodontal

deve ser realizado concomitantemente. A

permeabilidade dentinria uma caracterstica

importante e deve ser obtida pela irrigao. Eleger o

hidrxido de clcio de boa procedncia como medicao

intracanal e ter cuidado no armazenamento assim

como na manipulao e na utilizao do veculo e da

forma de aplicao adequada so passos importantes

para o tratamento. Na literatura no h consenso no

que se refere ao perodo entre as trocas da pasta de

hidrxido de clcio. O tratamento pode ser concludo

em poucas semanas ou estender-se por mais tempo,

dependendo de cada caso.

O prognstico da leso endodntica