Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio ...mdic.gov.br/arquivos/dwnl_  · Econômico…

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

1

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

2

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

Sumrio

Apresentao______________________________________________6

Secretaria de Planejamento, Oramento e Administrao_____________8

Secretaria Executiva da CAMEX________________________________15

Secretaria de Desenvolvimento da Produo_____________________21

Secretaria de Comrcio Exterior_______________________________25

Secretaria de Comrcio e Servios______________________________49

Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportao_____52

Ouvidoria_________________________________________________54

3

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

4

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

SOBRE O MDIC

O Ministrio do Desen-volvimento, Indstria e Comrcio Exterior, cria-do pela Medida Provisria n 1.911-8, de 29/7/1999, publicada no D.O.U. de 30/7/1999, tem como rea de competncia os seguintes assuntos: a) poltica de desenvolvi-mento da indstria, do comrcio e dos servi-os; b) propriedade in-

telectual e transferncia de tecnologia; c) metrologia, normalizao e qualidade industrial; d) polticas de comrcio exterior; e) regulamen-tao e execuo dos programas e atividades relativas ao comrcio exterior; f) aplicao dos mecanismos de defesa comercial; e g) parti-cipao em negociaes internacionais relativas ao comrcio exterior.

Esto vinculadas ao MDIC as seguintes entidades: Superintendn-cia da Zona Franca de Manaus (Suframa); Instituto Nacional da Pro-priedade Industrial (INPI); Instituto Nacional de Metrologia, Quali-dade e Tecnologia (Inmetro); e Banco Nacional do Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES). E ainda, a Agncia Brasileira de De-senvolvimento Industrial (ABDI) e a Agncia Brasileira de Promoo de Exportao e Investimento (Apex-Brasil), entidades privadas sem fi ns lucrativos que celebram Contrato de Gesto com o Ministrio e recebem recursos para a realizao de aes de interesse pblico.

SOBRE A CARTA DE SERVIOS AO CIDADO

A presente Carta de Servios foi elaborada para ampliar o acesso infor-mao pelo cidado, na forma do Decreto n 6.932/2009, e est alinhada nova concepo de gesto pblica, que prega a prestao de servios pblicos de melhor qualidade, reforando o compromisso de atender o cidado com mais efi cincia, efi ccia e efetividade. Neste documento, so apresentadas informaes dos principais servios prestados pelo MDIC.

Apresentao

5

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

Cabe destacar que, ainda com respeito nova concepo de gesto pblica, o MDIC reformulou sua estratgia, tendo como misso for-mular, executar e avaliar polticas pblicas para a promoo da com-petitividade, do comrcio exterior, do investimento, da inovao nas empresas e do bem-estar do consumidor. Sua viso ser referncia em gesto de polticas pblicas para fortalecer a competitividade das empresas brasileiras. Dentre os resultados almejados pelo MDIC esto: polticas pblicas efetivas e empresas e cidados atendidos.

luz dessa estratgia primordial manter a sociedade informa-da, para que ela possa ditar o padro de desempenho a ser seguido.

6

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

1 - DESCRIO DA SECRETARIA:

A Subsecretaria de Planejamento, Oramento e Administrao (SPOA) composta por quatro Coordenaes-Gerais: Coordenao-Geral de Planejamento, Oramento e Finanas (CGOF), Coordenao-Geral de Recursos Humanos (CGRH), Coordenao-Geral de Recursos Logsticos (CGRL) e Coordenao-Geral de Modernizao e Informtica (CGMI). As competncias dessa Subsecretaria esto dispostas na Estrutura Regi-mental do MDIC (Decreto n 7.096/10), compreendendo, basicamente, a funo de administrar, planejar, coordenar e supervisionar a execuo das atividades de gesto de documentos e de arquivos, bem como as relacionadas aos sistemas federais de planejamento e de oramento, de administrao fi nanceira, de contabilidade, de servios gerais, de admi-nistrao dos recursos de informao e informtica, de recursos huma-nos e de organizao e inovao institucional no mbito do Ministrio.

2 - Coordenao-Geral de Recursos Humanos(CGRH):

2.1 Concesso de Auxlio Funeral:

Descrio: o auxlio-funeral devido famlia do servidor falecido na atividade ou aposentado, em valor equivalente a um ms da remunera-o ou provento.

Caso o funeral tiver sido custeado por terceiro, este ser indenizado pela despesa at o limite da remunerao ou provento do falecido.

Usurio: a famlia do servidor falecido ou terceiro que tenha custeado o funeral.

Documentao necessria: certido de bito do servidor, comprovan-tes de despesas com o funeral em nome da pessoa que o custeou (nota fi scal), seus documentos pessoais (RG e CPF) e dados bancrios.

Prazo para atendimento: 48 horas.

2.2 Concesso de Penso:

Descrio: Por morte do servidor, os dependentes fazem jus a uma pen-so de valor correspondente ao da respectiva remunerao ou proven-to, a partir da data do bito.

Usurio: Os dependentes do servidor falecido

Subsecretaria de Planejamento, Oramento e Administrao (SPOA)

7

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

Documentao necessria: certido de bito do servidor, certido de casamento atualizada, se for o caso, documentos pessoais (RG, CPF, PIS/PASEP, Ttulo de Eleitor), comprovantes bancrio e de endereo, declarao de acumulo, ou no, de penso civil.

Quando se tratar de companheiro(a), a comprovao de vnculo e da dependncia econmica do beneficirio ser efetuada na forma da Orientao Normativa SRH/MP no 9, de 5 de novembro de 2010.

Prazo para atendimento: Em mdia, 15 dias.

2.3 Incluso/Alterao de dados cadastrais:

- Incluso de dados cadastrais: Aps a publicao do ato de nome-ao, o servidor dever se dirigir Diviso de Cadastro para receber a relao de documentos e um rol de formulrios para preenchimen-to. Estando a documentao correta, o servidor assinar o Termo de Posse e Exerccio, quando for o caso. Para o ingresso de estagirios, solicita-se o Termo de Compromisso de Estgio-TCE ao Agente de Integrao/IEL no qual se determina o incio e fim do estgio e o preenchimento da ficha cadastral com a documentao bsica. Aps cumpridas as formalidades legais, os dados cadastrais so in-cludos no Sistema SiapeCad e CGRH, aps concluir os lanamentos e providenciado a montagem da pasta funcional, arquiva-se em local adequado.

- Alterao de dados cadastrais: As alteraes de dados cadastrais podem ser solicitadas pelo servidor, por meio de preenchimento dos formulrios disponibilizados na Intranet/como fao/Recursos Humanos, que posteriormente so enviados Diviso de Cadastro com os documentos comprobatrios para execuo nos Sistemas SiapeCad e CGRH, o servidor tem tambm a opo de faz-lo, pelo Sistema Siapenet/Segep, conforme relao anexa:

- Atualizao de Endereo;

- Alterao de Conta Bancria;

- Situao Civil

- Incluso e Excluso de dependentes.

Observao: Temos ainda outras situaes que incluem as nome-aes/exoneraes/ designaes/dispensas de funes e DAS. Os procedimentos para atualizaes so executados no Sistema Siape, pela Diviso de Cadastro.

Usurio: servidores ativos, contratados temporrios, requisitados,

8

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

servidores sem vnculo, exerccio descentralizado de carreiras, anis-tiados e estagirios.

Documentao necessria: Os documentos/formulrios necess-rios vo depender de cada situao funcional, citamos como refe-rncia a documentao para ingresso no cargo efetivo. So exigidos os documentos especificados no edital do concurso, bem como os solicitados pelo rgo:

Originais (para conferncia) e uma cpia:

- Certido de nascimento ou de casamento, com as respectivas averba-es, se for o caso;

- Carteira de identidade, ttulo de eleitor, CPF;

- CTPS com anotaes (qualificao, contrato de trabalho

- Certificado de reservista ou certificado de dispensa de incorporao, se do sexo masculino;

- Certificado ou Diploma, devidamente registrado, de concluso de cur-so de nvel mdio ou graduao de nvel superior, reconhecido pelo Ministrio da Educao, dependendo de cada caso;

- Comprovante do nmero do PIS/PASEP;

- Comprovante da ltima votao ou certido de quitao eleitoral;

- Comprovante de residncia do ms em curso.

Formulrios fornecidos pelo rgo:

- Ficha Cadastral

- Declarao de Unio Estvel

- Declarao de Dependentes

- Declarao de Acumulao de Cargos

- Formulrio de Autorizao de Acesso as Declaraes / IR (IN-67)

- Formulrio de Declarao de Bens e Renda (DBR) IN 67)

- Termo de Responsabilidade

- Lista de Documentos e Ramais

9

Carta de Servios ao Cidado Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior

- Termo de Posse

- Declarao Seguro-Desemprego.

Prazo para atendimento: At 5 dias teis, condicionados a dis-ponibilidade do Siape.

2.4 Acompanhamento de processo:

Descrio: acompanhar processos que estejam na CGRH.

Usurio: Servidores (ativos e aposentados) e pensionistas.

Prazo para atendimento: os estabelecidos na Lei no 8.112/90, e, ainda, na Lei no 9.784/99.

2.5 Informaes sobre consignaes:

Descrio: as consignaes so informaes lanadas a dbito no contracheque do servidor ativo, aposentado ou beneficirio de penso vitalcia, com autorizao prvia. Podem ser ob