Ninjutsu - Arte Da Resist Ncia

  • View
    97

  • Download
    22

Embed Size (px)

Text of Ninjutsu - Arte Da Resist Ncia

NinjutsuA ARTE DA REsisTNciA

Por Sensei Roberto Alves, e Fbio Amador Bueno

www.editoraonline.com.br

Expediente

DEDICATRIA Ao meu Sensei, que, com a graa de Deus, cruzou meu caminho, me transmitindo a base necessria para poder dar continuidade a esse trabalho.

AGRADECIMENTOS Gostaria de agradecer ao Fabio Bueno, pessoa de excelente carter, pela sua dedicao e competncia na divulgao das artes marciais, e pela oportunidade de ser o autor da presente obra; aos meus amigos e alunos Paulo Chiuso, Renato Amaro, Llian dos Santos e Brbara Dias, alm de Jorge e Marili, fabricantes dos Kimonos Shizen; gostaria, ainda, de agradecer sinceramente a todos os Buyu da Bujinkan, que se esforam para divulgar com retido essa tradio; enfim, a todos que, de uma forma ou outra, me ajudam a trilhar esse caminho maravilhoso que o Bud!

Introduo

07 09 10 12 15 16 17 18 19 20 21 22 24 26 27 28 30 31 90 94 98

Editorial sumrio

Arte marcial Bujinkan Bud Taijutsu Junan Tais e Tairyoshin Progressodo Treinamento Trilogia Ninjutsu ou Ninjitsu? Ninja, Ninp e Ninjutsu Origem Treinamento do Ninja (Ninja no Keiko) O Corao puro Armas do Ninjutsu (Ningu) Em harmonia com a natureza Objetivo da arte As nove tradies Mulheres Guerreiras (Onna Musha)

Captulo 2 Tcnicas Captulo 3 Defesa pessoalBiografias Bibliografia

Coleo Artes Marciais Ninjutsu

Editorial intruduo

Captulo 1 Histria & filosofia

E

m primeiro lugar, gostaria de manifestar minha profunda satisfao em ter sido convidado para elaborar a presente obra. Ao mesmo tempo que me honra o convite, sinto tambm o peso da enorme responsabilidade que escrever um texto cujo intuito principal divulgar, de forma responsvel, a filosofia de vida e a tradio antiqssima de combate encontrada dentro das nove escolas da Bujinkan Bud Taijutsu. Gostaria, ainda, de deixar o leitor vontade para que forme sua prpria opinio sobre o contedo deste livro, evitando deixar-se influenciar por eventual impresso pessoal mais marcante que eu possa ter trazido ao texto. Meu objetivo maior o de esclarecer, sob o meu ponto de vista, obviamente, as dvidas mais freqentes a mim encaminhadas no dia a dia. Na presente obra, concentrarei-me unicamente no Ninjutsu, evitando aprofundarme em detalhes tcnicos, histricos ou filosficos sobre artes marciais em geral, pois tais consideraes, por sua extenso, no encontrariam espao em um nico livro. Falar sobre artes marciais japonesas tradicionais em poucas pginas uma tarefa um tanto complicada, especialmente quando se fala no misterioso Ninjut su. Buscarei, dessa forma, falar da maneira mais sucinta e eficiente possvel. A falta de compreenso sobre as artes marciais clssicas, especialmente o Ninjutsu, comum entre a maioria das pessoas, e so diversos os fatos que contribuem para isso: a cultura japonesa , ainda nos dias atuais, pouco conhecida no ocidente; existe razovel dificuldade de encontrar uma academia de Bud clssico; h, de modo geral, maior familiaridade com as artes marciais contemporneas e lutas esportivas, do que com as formas antigas de combate, que se diferenciam consideravelmente daquelas. A mdia em geral, atravs de filmes, livros, revistas e sites da Internet, tambm colabora negativamente, mostrando o Bud de maneira exagerada e superficial, em grande parte das vezes. Estas razes, entre muitas outras, levam muitas pessoas a pensar nas artes marciais, principalmente no Bud, de forma absolutamente errnea. Com meu modesto conhecimento, tentarei explicar, de forma simples e prtica, o que vem a ser a Bujinkan Bud Taijutsu; mostrarei tambm, com o auxlio de ilustraes, um pouco de cada escola tradicional encontrada na prtica da Bujinkan. Repetindo o afirmado anteriormente, o intuito principal dessa obra a correta apresentao e divulgao da arte marcial em foco, lembrando sempre que o presente material no substitui de modo algum o conhecimento e os ensinamentos de um professor qualificado. Espero sinceramente que esse livro ajude a todos que seguem, ou pretendem seguir, esse maravilhoso caminho que o Bud! Dmo Arigato Gozaimasu!

1Captulo

Coleo Artes Marciais Ninjutsu

Histria & filosofia

Arte marcialntes de passar ao entendimento do que so Bujinkan Bud Taijutsu e Ninjutsu, necessria uma abordagem preliminar sobre as bases histricas que originaram tais formas de combate japonesas. Embora tenha sofrido forte influncia das culturas de seus vizinhos asiticos, como Coria e China, o Japo permaneceu fechado ao exterior at quase o final da Idade Mdia. Sua lngua, crenas religiosas, gastronomia, padres sociais e outras manifestaes culturais, conservaram, por muito tempo, caractersticas nicas. Muito antes da influncia estrangeira tornar-se significativa, o povo japons j tinha sua cultura completamente sedimentada. Um dos fatores que mais contriburam para o isolamento dessa cultura a topografia acidentada do arquiplago japons, cujo elevado nmero de ilhas acabou acentuando as peculiaridades regionais. Assim sendo, semelhana dos demais traos culturais japoneses, as artes marciais daquele pas desenvolveramse, inicialmente, sem grande influncia externa, exceo daquela exercida pelos vizinhos asiticos, j comentada. A influncia estrangeira passou a ser significativa em meados do sculo VI, quando uma quantidade expressiva de imigrantes, em particular oriundos da China e da Coria, evadiram-se de seus pases, por razes diversas, em direo ao arquiplago nipnico. Muitos desses fugitivos eram religiosos, oficiais militares, comerciantes, arteses e outros, que acabaram encontrando refgio em determinadas regies do pas, e gradativamente se misturando e influenciando a cultura e os costumes locais. Essa mistura da cultura fechada do Japo com as novas, trazidas do estrangeiro, tiveram algumas conseqncias curiosas sobre as artes marciais locais. Acredita-se, por exemplo, que uma forma de luta oriunda da ndia, chamada Karani, foi levada para China, e de l, seguindo o movimento migratrio, exportada para o Japo com o nome de Tode, tambm conhecida como Karate (que no guarda qualquer relao com o Karate de Okinawa, conhecido atualmente). O Tode ou Karate, que era especializado em golpes e chutes nos pontos vitais do corpo, alm de visar o deslocamento ou rompimento de ossos e articulaes, deu origem a outra forma que ficou conhecida como Kosshijutsu (a arte de atacar os pontos vitais do corpo, rgos, msculos e nervos). Essas artes antigas foram se distingindo, dando origem a diferentes formas que, posteriormente, ficaram conhecidas como Yawara, Aikijujutsu, Jujutsu, entre outras, que por sua vez deram origem s formas de Bud moderno atual-

A

mente conhecidas: Jud, Aikido, Karate etc. importante ressaltar que os nomes de muitas formas de combate mudavam com o passar do tempo, e de acordo com a escola e seu sucessor. Um bom exemplo o termo Jujutsu (arte suave ou flexvel), que j foi chamado de Kenp, Torite, Hakuda, Goh, Kogusoku, Koshi No Mawari, Yoroi Kumiuchi etc. Nessa poca, o treinamento marcial era muito difcil, no havendo mtodo de ensino ou didtica, sendo necessria muita sensibilidade e determinao por parte do aluno, que copiava os movimentos de seu mestre at tornar-se eficaz. Somente a partir do perodo Kamakura (1192-1333), quando os Samurai iniciaram sua ascenso, que as prticas de combate (Bujutsu e Bugei) comearam a tomar forma, recebendo classificaes e documentos tcnicos. Nessa poca o treinamento quase sempre era restrito aos membros da elite guerreira, que dessa forma evitava a excessiva exposio de sua capacidade blica a eventuais inimigos. As artes guerreiras alcanaram um alto nvel durante as incessantes batalhas por poder e domnio em todo o Japo, principalmente na era de Sengoku Jidai (perodo de guerra civil), que estendeu-se de 1400 a 1603. Durante o perodo Edo, o Shgun Ieyasu, da famlia Tokugawa, conseguiu o controle de todo o Japo, atravs de um governo forte e fechado aos estrangeiros, garantindo um longo perodo sem guerras. Essa paz permaneceu at a reabertura do pas para os Gaijin (estrangeiros) no sculo XIX, e representou um perodo muito difcil para a sobrevivncia dos guerreiros, que se viram desempregados, sendo forados a buscar outras atividades. Muitos Samurai tornaram-se Doshin (policiais), Yojinbo (guarda costas), Ronin (guerreiro errante), Shukke (monge budista), Akindo (mercador), e outros. O status do Samurai, que anteriormente ocupava o topo da escala social, caiu a ponto de tornar-se negocivel; ricos comerciantes podiam adquirir, com seu dinheiro, o status de Bushi (guerreiro), mediante a doao (Kenken) ao senhor do feudo, obtendo o direito de usar o Ka tana (espada) e o sobrenome familiar. Esse ato era conhecido como Myoji Tait. Porm, mesmo aps sofrerem todos esses infortnios, os militares feudais conservaram seu esprito guerreiro. Assim, aqueles que no quiseram afastar-se do Bud tiveram que procurar outras maneiras de aperfeioar suas habilidades marciais. Foi a partir dessa poca que surgiram muitos Dj (academias), juntamente com o aparecimento de demonstraes pblicas das artes guerreiras. Assim, a prtica, que anteriormente era elitizada, foi aberta massa, ocasionando a proliferao das Ry (escolas) e a transmisso e organizao dos Densh (documentos de tradio), que gradativamente foram se sofisticando. O conceito D (caminho/ via), encontrado hoje nas modalidades como Karate, Jud, Aikido, Kendo, Jodo, Iaido e outras, cresceu e se desenvolveu, associado ao esprito de dever e tica que

10

Coleo Artes Marciais Ninjutsu

era tpico do Bushi. O conceito Jutsu (arte, habilidade), que representa o lado marcial do Bushi foi, assim, se perdendo. Dessa forma, seguir o conceito D, que significa no matar, era contrrio prtica do Bujutsu. O Bud foi, ento, gradativamente desenvolvendo um refinamento tcnico e espiritual, deixando de limitar-se apenas arte da guerra. A prtica de uma disciplina D, todavia, no superior ou in