O Ciclo de Vida do Gender Gap - .o ciclo de vida o d gap de gneros evidncia s do setor financeiro

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of O Ciclo de Vida do Gender Gap - .o ciclo de vida o d gap de gneros evidncia s do setor financeiro

  • O CICLO DE VIDA DOGAP DE GNEROS EVIDNCIAS DO SETOR FINANCEIRO E DO SETOR PBLICO NO BRASIL

    AUTORAS

    Ana Carla Abro Costa

    Laura Maconi

    Marina Hellmeister

  • Prefcio

    Sumrio Executivo

    Onde o Brasil se situa em termos de equidade de gnero?

    O que explica a situao atual?

    Como aumentar a diversidade?

    Concluso

    Agradecimentos

    CONTEDO

    4

    5

    6

    12

    20

    29

    30

    Copyright 2018 Oliver Wyman

  • 3

  • PREFCIO

    O debate sobre a igualdade de gneros,

    a valorizao da mulher no mercado de

    trabalho e sobre a necessidade de garantir

    igualdade de oportunidades entre homens e

    mulheres vem ocupando espao crescente.

    Desde estudos acadmicos at prticas de

    empoderamento feminino nas empresas,

    passando por polticas pblicas que

    ampliem as oportunidades para mulheres,

    mostram uma conscientizao sobre a

    importncia de se buscar o equilbrio na

    participao de homens e mulheres nas mais

    diversas dimenses.

    Mas a distncia a ser vencida ainda

    grande e no Brasil, ao contrrio de outros

    paises do mundo, ela vem se ampliando.

    Embora sejamos um pas igualitrio nos

    quesitos de acesso educao e sade

    para homens e mulheres, o Brasil continua

    com grandes disparidades no que se refere

    ao mercado de trabalho e representao

    poltica. As mulheres so menos valorizadas

    nos seus empregos, tm mais dificuldade

    de acesso e ascenso profissional e esto

    sujeitas a uma legislao trabalhista que

    amplifica a desigualdade. Alm disso, ainda

    temos polticas pblicas pouco eficazes

    em reduzir a desigualdade e ampliar as

    oportunidades, em particular para mulheres

    de menor renda.

    Pelo lado da representao poltica, embora

    tenhamos representantes femininas de

    destaque no Executivo, no Legislativo e no

    Judicirio, as mulheres ainda so poucas em

    nmero e enfrentam enormes barreiras que

    dificultam o rompimento do atual limite.

    O aumento da participao feminina, com

    todos os seus impactos positivos no campo

    econmico e social, , contudo, imperativo

    se quisermos nos inserir em um mundo

    que cresce economicamente e, ainda

    mais importante, que evolui rapidamente

    fortalecendo seus valores de moralidade,

    justia e tica.

    Para acelerar esse processo necessrio,

    por um lado, multiplicar as poucas prticas

    empresariais que abrem oportunidades para

    que mais mulheres possam se desenvolver

    profissionalmente e assim ocupar posies

    de destaque e de liderana. Por outro lado,

    fundamental que sejam implementadas

    polticas pblicas que garantam apoio e

    gerem condies de igualdade de direitos

    e deveres entre mulheres e homens no

    Brasil. Essas so as nicas formas de se

    romper com um padro cultural que

    relega s mulheres uma diviso de tarefas

    desequilibrada e nos impe obstculos que

    reforam a desigualdade de gnero.

    Este relatrio se prope a contribuir nessa

    direo. Acreditamos que o debate motiva

    a busca de solues e os consequentes

    avanos. Essa a nossa inteno ao colocar

    o tema e convid-la (o) a se juntar a ns

    na discusso e na luta por um Brazil mais

    desenvolvido, mais igualitrio e mais justo.

    Ana Carla

    Copyright 2018 Oliver Wyman

  • SUMRIO EXECUTIVO

    Em 2017, o mundo obteve um lento progresso na reduo do gap de gneros. O Brasil, no

    entanto, sequer acompanhou este progresso tendo, na verdade, regredido.

    Apesar de possurem o mesmo nvel educacional que os homens, as mulheres brasileiras

    ganham 25% a menos. Em empresas do setor financeiro, apenas 16% da diretoria executiva

    composta por mulheres. Nas eleies federais de 2014, mulheres representaram apenas

    11% dos candidatos eleitos. Estes so apenas alguns retratos do equilbrio indesejvel em

    que a sociedade se encontra presa, no qual o talento das mulheres no alavancado em

    todo seu potencial.

    As concluses de nosso relatrio so resultado de extensa pesquisa e mais de 20 entrevistas

    com executivos do setor financeiro, representantes do setor pblico e acadmicos. Neste

    relatrio, mostramos onde o Brasil se situa em termos de equidade de gneros, os motivos

    para a desigualdade que observamos e como empresas e entidades pblicas podem agir

    para aumentar a diversidade e promover mudana.

    Identificamos e examinamos o Ciclo de Vida do Gap de Gneros, que comea na infncia e

    ganha fora na vida adulta, impulsionado por:

    Normas sociais e culturais

    Confiana, aspirao e escolha de carreira

    Cultura e condies do ambiente de trabalho

    Vieses inconscientes

    Processo de seleo e progresso de carreira

    Desigualdade de representatividade na liderana

    Desigualdade salarial

    Ainda que a superao dos obstculos que prejudicam o avano das mulheres a posies

    de liderana continue sendo um desafio, construir uma cultura inclusiva e promover uma

    mudana possvel. Para aumentar a diversidade e o equilbrio de gneros, recomendamos

    que empesas e entidades pblicas:

    Desenvolvam polticas ativas que possam direcionar mudanas comportamentais na sociedade e no ambiente de trabalho;

    Promovam iniciativas de conscientizao e empoderamento visando quebra de barreiras invisveis e apresentando um caminho para super-las;

    Estabeleam metas, e monitorem o progresso sobre componentes mensurveis do Ciclo de Vida do Gap de Gneros.

    Esperamos que nosso relatrio ajude a proporcionar um melhor entendimento da situao

    atual, do trabalho que ainda precisa ser realizado, e das aes que podem ser tomadas para

    impulsionar uma mudana na sociedade.

    5

  • ONDE O BRASIL SE SITUA EM TERMOS DE EQUIDADE DE GNERO?

    Em 2017, o Brasil se posicionou na 90 posio de 144 pases do ranking global de Gender Gap do World Economic Forum. Enquanto o mundo lentamente progrediu em direo ao fechamento do gap de gneros nos ltimos 5 anos, o Brasil no avanou, ainda pior, regrediu (Figura 1).

    encorajador ver que os gaps relacionados a nvel educacional e sade e sobrevivncia esto praticamente fechados no Brasil. Estes so pilares essenciais para a equidade de gneros. No entanto, ainda h um grande gap na participao econmica, e um ainda maior, e que vem piorando, na representao poltica (Figura 1). Isto motivo para reflexo. Apesar de possurem o mesmo nvel de educao que homens e uma expectativa de vida similar, as mulheres no esto nos papis de tomada de deciso, onde as regras do jogo so definidas e onde a nova gerao busca por lderes nos quais se inspirar.

    Copyright 2018 Oliver Wyman

  • Figura 1: Evoluo do ndice de Gap de Gneros Global, 2012-2017

    0.6840.691

    0.6550.650

    1.0001.000

    0.9800.980

    0.1010.134

    0.00(Desigual)

    1.00(Egualitrio)

    2016

    -0.7 p.p.

    20172015

    +0.5 p.p.

    2014

    -3.3 p.p.

    2012 2013

    Empoderamento poltico

    Sade e sobrevivncia

    Participao econmica

    Nvel educacional

    Geral

    BRASIL BRASIL

    0.691

    - 0.7 p.p.

    0.6840.670

    +1.0 p.p.

    0.680

    MUNDO

    2012-20172012-2017

    Fonte: Frum Econmico Mundial Global Gender Gap Report 2012 e 2017.

    7

  • SETOR FINANCEIRO

    Analisando o setor financeiro brasileiro, observamos que mulheres entram no mercado

    de trabalho na mesma ou em at maior proporo que homens, representando 55%

    dos analistas jnior. No entanto, quanto mais snior a posio, menor a representao

    das mulheres: elas representam 37% dos coordenadores, 31% dos gerentes, 22% dos

    superintendentes executivos, e 16% dos diretores executivos.1 Nos 10 maiores bancos do

    Brasil, apenas 8% dos altos executivos2 e 10% dos membros dos Conselhos so mulheres

    (Figura 2) e no h mulheres entre os presidentes. Dois dos 10 maiores bancos no possuem

    nenhuma mulher entre seus altos executivos.3

    Figura 2: Representatividade feminina na liderana dos 10 maiores bancos brasileiros

    100 8APENASPARA CADA

    ALTOS EXECUTIVOS

    SO MULHERES

    100 10APENASPARA CADA

    MEMBROS DE CONSELHO

    SO MULHERES

    Fonte: ltimos relatrios anuais (2016) e websites (Maro/2018) dos 10 maiores bancos brasileiros em volume de ativos

    1 Base de dados Mercer no Brasil de 2017 de empresas do setor financeiro (Club Survey Banking Industry, Club Survey Consumer Finance e Club Survey Insurance)

    2 Incluindo diretores executivos, VPs e CEO

    3 ltimos relatrios anuais (2016) e websites (Maro/2018) dos 10 maiores bancos brasileiros em volume de ativos

    Copyright 2018 Oliver Wyman

  • SETOR PBLICO

    A situao da representatividade de mulheres na poltica no diferente. Apenas 16% dos

    cargos do Senado e 11% da Cmara de Deputados so ocupados por mulheres. Dois Estados

    brasileiros no possuem nenhuma mulher nem no Senado nem na Cmara (Figura 3)4.

    Apenas um Estado tem uma mulher como governadora e s 12% dos prefeitos so mulheres

    (Figura 4)5. Neste ambiente to predominantemente masculino, excees positivas so as

    mulheres nos cargos de Presidente do Supremo Tribunal Federal e de Procuradora-Geral

    da Repblica.

    Figura 3: Representatividade feminina em cargos eletivos

    9%

    9%

    10%

    11%

    12%

    13%

    13%

    14%

    16%

    17%

    18%

    20%

    15%

    16%

    12%

    12%

    12%

    13%

    13%

    13%