Órbita - Mar / Abr 2015

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Órbita - Mar / Abr 2015

  • Ano XIV

    Nmero 78

    Maro/Abril 2015

    Gesto Entrevista

    Futuro do IPEN em debateOramento cada vez mais contingenciado e

    falta de pessoal foram as principais

    preocupaes manifestadas pelos gestores

    do IPEN, durante as apresentaes do

    Plano Diretor 2015.

    A dedicao de Jair Mengatti

    Ele tem mais horas de IPEN do que na sua

    prpria casa, dizem os colegas. E assim,

    dedicando-se de corpo e alma, deixa a sua

    marca na histria do Instituto e da medicina

    nuclear do Pas.Pg. 3 Pg. 6

    EntretenimentoQUARTAS MUSICAIS

    Conjunto Quarto 117" abre temporada 2015

    8

    BOAS & NOVAS

    Imag

    em

    : In

    tert

    ech

    ne

    "D-me uma alavanca e um ponto de apoio,e moverei o mundo"

    Biotrio do IPEN credenciado pelo Concea/MCTI

    Pg. 7

    repertrio muito refinado, comentou

    Edvaldo Paiva, idealizador do projeto

    Quartas Musicais no IPEN.a

    Em junho, acontecer a 50 apresentao

    e, segundo Edvaldo, est sendo preparada

    uma celebrao especial. Articulamos

    essa parceria em 2008 e logo chegaremos

    a 50 edies. Temos que comemorar,

    acrescentou, lembrando que os concertos

    so gratuitos, sempre s quartas-feiras,

    das 12h30 s 13h30, uma vez por ms.

    As apresentaes so parte da parceria

    entre o IPEN e o Laboratrio de Msica de

    Cmara (Lamuc) da ECA, coordenado pelo

    professor Michael K. Alpert.

    Quarto de hotel

    A ttulo de curiosidade, o nome Quarto

    117" referncia ao nmero do quarto de

    hotel onde o grupo se hospedou durante

    uma viagem para participar de um

    festival de msica, segundo explicou

    Efraim Santana.

    Com um sofisticado repertrio que incluiu

    Egberto Gismonti, Pixinguinha, Radams

    Gnatalli, Gunther Schuller, entre outros, o

    conjunto Quarto 117" abriu a temporada

    2015 das Quartas Musicais no IPEN, no

    dia 18 de maro, no auditrio Rmulo

    Ribeiro Pieroni.

    Formado apenas por clarinetes, o grupo

    est em seu primeiro ano e formado por

    alunos de msica do Departamento de

    Msica da Escola de Comunicao e Artes

    (ECA), da USP. Eles utilizam apenas o

    clarinete em si bemol e o clarinete baixo.

    Andr Fajersztajn de Almeida, Ariane

    Rovesse, Bruno Avoglia, Efraim Santana

    dos Santos, Patrick Moreira de Souza Lima

    e Rafael Nini encantaram os presentes

    com arranjos especiais para clarinete e

    clarone desses grandes compositores.

    De Gunther Schuller, o grupo apresentou

    Sonata para Clarinete e Clarone. De

    Pixinguinha, Acerta o passo. De Egberto

    Gismonti, gua e vinho e 7 anis, com

    arranjos de Bruno Avoglia. E, finalmente,

    de Radams Gnatalli, Bolacha queimada,

    com arranjo de Andr Almeida.

    Foi realmente muito interessante assistir

    ao Quarto 117", eles so talentosos e

    animados, e nos brindaram com um

    INAC no Brasil

    Considerado o principal evento do

    setor nuclear no Brasil, a Conferncia

    Internacional Nuclear do Atlntico,

    INAC 2015, realiza-se de 4 a 9 de

    outubro, no Centro de Convenes do

    Rebouas, So Paulo, SP. Promovido

    pela Associao Brasileira de Energia

    Nuclear (Aben), o INAC 2015 rene

    pesquisadores, tcnicos, estudantes,

    autoridades governamentais,

    empresrios e demais interessados nos

    benefcios da energia nuclear para a

    incluso social, tema dessa sexta

    edio. A conferncia tem o apoio da

    CNEN, de seus institutos, entre eles o

    IPEN, da Universidade do Estado do Rio

    de Janeiro (UERJ) e da Eletrobras

    Eletronuclear. O prazo para submisso

    de abstracts eletrnicos enecerrou-se

    no dia 20 de abril.

    Talentos IPEN

    O servidor Cesar Veneziani, do Centro

    de Engenharia Nuclear (CEN) do IPEN,

    lanou seu terceiro livro de poemas,

    "Versos Avulsos e Outras Valsas"

    (Editora Patu). Cesar atua no Instituto

    como operador do Reator Nuclear para

    Pesquisa IPEN/MB-01. Gegrafo

    formado pela USP, com especializao

    em Antropologia, ele teve seu primeiro

    livro de poesia, "Asas", editado pela

    Utopia, em 2009. O lanamento

    ocorreu no dia 6 de maro, s 19h, na

    Casa Guilherme de Almeida, Pacaemb,

    So Paulo. O livro est venda no

    catlogo da Patu. Mais informaes

    sobre a obra de Cesar Veneziani podem

    ser encontradas no link

    http://www.editorapatua.com.br/index.

    php?option=com_content&view=articl

    e&id=90

    Palestra Internacional no CTR

    O Centro de Tecnologia das Radiaes

    (CTR) do IPEN recebeu, no dia 19 de

    maro, a visita do pesquisador Florent

    Kuntz (foto), gerente de projetos do Aerial

    Technological Center, Strasbourg, Frana.

    Doutor na rea de Processamento de

    Radiao, Kuntz se notabilizou por suas

    pesquisas com feixe de eltrons. Ele

    proferiu a palestra "Dosimetria Industrial",

    na sala de seminrios do CTR.

    Concesso definitva e atesta a capacidade de fornecer animais com qualidade gentica e

    sanitria controladas para os testes de radiofrmacos e para as pesquisas realizadas no Instituto.

    Fo

    to: E

    dvald

    o P

    aiv

    a

    Ed

    vald

    o P

    aiv

    aEd

    Paiv

    a

    Produo de sementes de Iodo-135 possibilitar

    a expanso da braquiterapia no Brasil

    nico distribuidor dessa fonte

    radioativa no Pas, o IPEN tem

    agora o desafio de produz-la.

    Para isso, foi desenvolvido um

    prottipo no Laboratrio de

    Produo de Fontes Radioativas

    para Radioterapia, do Centro de

    Tecnologia das Radiaes (CTR).

    A expectativa de que no

    mximo em trs anos elas

    estejam disponveis no mercado

    brasileiro a custos bem mais

    baixos, o que permitir a

    expanso desse tratamento.

    Pgs. 4 e 5Arte: E

    dva

    ldo

    Paiv

    a

  • 2

    Editorial

    H flores por todo o IPENdas dificuldades circunstanciais, segue

    firme na sua misso, em uma evidente

    demonstrao de que os espinhos ao

    longo de qualquer caminhada servem

    para valorizar a beleza das flores. Porque,

    como dizia o pintor Henri Matisse, h

    flores por todo canto. Para quem quiser

    enxerg-las (Pgs 4 e 5).

    com esse sentimento que a Direo do

    IPEN pretende lidar com o cenrio pouco

    animador de falta de pessoal e oramento

    cada vez mais contingenciado, duas das

    principais preocupaes manifestadas

    pelos gestores no Plano Diretor 2015.

    Precisamos ser criativos, repetia o

    superintendente Jos Carlos Bressiani, a

    cada apresentao (Pg.3). At porque

    temos competncia. Basta ver as

    conquistas do IPEN nos ltimos meses.

    Um exemplo o nosso Biotrio, que

    obteve credenciamento definitivo do

    Concea/MCTI atestando a capacidade de

    fornecer animais com qualidade gentica

    e sanitria controladas para os testes de

    radiofrmacos (Pg.7).

    Atualmente, so 37 radiofrmacos

    produzidos no IPEN, graas dedicao

    de servidores comprometidos com a

    misso do Instituto, liderados por Jair

    Mengatti. Entrevistado desta edio, ele

    diz que fazer cincia maravilhoso, mas

    exige dedicao de corpo e alma (Pg.6).

    E nada melhor para acalentar a alma do

    que a msica. Com um sofisticado

    repertrio que incluiu Pixinguinha e

    Egberto Gismonti, entre outros, o

    conjunto Quarto 117" abriu a temporada

    de 2015 das Quartas Musicais no IPEN

    (Pg.8). Sim, h flores por todo o IPEN.

    O IPEN tem como misso promover a

    melhoria da qualidade de vida da

    populao brasileira, produzindo

    conhecimentos cientficos, desenvolvendo

    tecnologias, gerando produtos e servios,

    e formando recursos humanos

    qualificados. A sade um dos campos

    em que o Instituto atua com excelncia

    desde a dcada de 50. Nessa trajetria,

    esto a produo de radiofrmacos e,

    mais recentemente, a importante iniciativa

    de nacionalizao de sementes de Iodo-

    135, fontes radioativas usadas no

    tratamento de alguns tipos de cncer,

    entre eles o de prstata, em estgio inicial.

    Sabemos o diagnstico de cncer, de

    qualquer natureza e mesmo em fase

    inicial, sempre avassalador. O tratamento

    muitas vezes doloroso e prolongado, e

    depende, em grande medida, da condio

    social do paciente, que vai lhe permitir o

    acesso s terapias mais modernas e

    adequadas. Nessa perspectiva, a

    nacionalizao das sementes de Iodo-135

    muito bem-vinda, uma vez que

    possibilitar a expanso da braquiterapia

    no Brasil. Trata-se de um tipo de

    radioterapia menos agressiva e mais eficaz

    para algumas ocorrncias, significando

    esperana para milhares de pessoas.

    Para isso, o Laboratrio de Produo de

    Fontes Radioativas para Radioterapia,

    coordenado pela pesquisadora Maria Elisa

    Chuery Martins Rostelato, desenvolveu

    um prottipo, e estima-se que em trs

    anos as sementes de Iodo-135 produzidas

    no IPEN estejam disponveis para

    comercializao. Sementes da esperana,

    plantadas por uma instituio que, apesar

    Ace

    rvo

    Pess

    oal

    Expediente

    Biotecnologia

    Maro/Abril 2015

    6

    No caso do IPEN, o Biotrio, que est

    vinculado ao Centro de Biotecnologia

    (CB), tem como foco as pesquisas

    desenvolvidas no prprio instit