PORTARIA Nº XXXX/2010 - ?· Supervisor/Coordenador Pedagógico, Presidente do Conselho Escolar e com…

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Ano V Edio 1.138 Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    Divulgao: Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017 Publicao: Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    PORTARIAPORTARIA N 010/2017

    Estabelece normas e d encaminhamentos para elaborao do Calendrio Escolar do ano de 2018 das Escolas de Ensino Fundamental do Municpio de Cachoeirinha.

    ROSA MARIA LIPPERT, Secretria Municipal de Educao de Cachoeirinha, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuies legais que lhe confere o Artigo 70, inciso II da Lei Orgnica Municipal, estabelece normas e d encaminhamentos para elaborao do Calendrio Escolar das Escolas Municipais de Ensino Fundamental, subsidiando a construo do mesmo atravs de Calendrio norteador Anexo I desta Portaria, construdo pela Secretaria Municipal de Educao, CONSIDERANDO:

    a estruturao dos espaos temporais escolares, a partir de uma lgica integralizada, que organize o perodo letivo e os perodos no letivos necessrios para o pleno desenvolvimento das atividades, o que inclui o Atendimento aos Alunos, Planejamento Coletivo/Formao Continuada e os Conselhos de Classe;

    a estruturao do Calendrio Escolar Anexo II desta Portaria documento fundamental no planejamento anual da escola, com funo de orientar a organizao temporal de todas as atividades escolares, sendo um referencial necessrio tambm para o controle e comprovao da efetivao da norma acerca dos tempos mnimos previstos em lei, expressando a realidade aplicada na escola independe de sua alterao ao longo do ano em caso de imprevisibilidade;

    o Calendrio Escolar como documento oficial que trata de uma normatizao local que a prpria comunidade constri, respeitando o estabelecido na Lei de Diretrizes e Bases da Educao Nacional n 9394/96, Diretrizes da Mantenedora (Constituinte Escolar e Plano Municipal de Educao PME) e as Normas do Sistema Municipal de Ensino, RESOLVE:

    Pgina 1 de 16

  • Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Ano V Edio 1.138 Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    Da Elaborao do Calendrio Escolar

    Art. 1 O Calendrio Escolar dever estar embasado, tambm, nos cronogramas para os meses de janeiro e fevereiro, respectivamente ANEXO III e IV desta Portaria, atentando para os perodos de frias abaixo elucidados:

    I Professores em efetivo exerccio de docncia, Professores Substitutos, Professores de PPA, Regentes de Bibliotecas, Professores do LA, Supervisores, Orientadores, Educador Social, Professores da SAEE: frias coletivas de 02/01 a 31/01/2018.

    II Diretor, Vice-Diretor, Secretrio, Serventes, Cozinheiras e Auxiliar e Servios Gerais:

    1 perodo: de 02/01 a 31/01/2018.

    2 perodo: de 01/02 a 02/03/2018.

    Pargrafo nico - A direo dever organizar seu quadro de servidores, entre os dois perodos de frias, viabilizando o funcionamento da escola nos meses de janeiro e fevereiro de 2018 a fim de atender a comunidade escolar.

    Art. 2 Os plantes nos meses de janeiro e fevereiro sero realizados pelo Diretor, Vice-Diretor e Secretrio da escola, de acordo com a organizao da escola, seguindo orientao de dias e horrios, conforme Anexos III e IV.

    1 Os servidores que compreendem o quadro geral (Cozinheiras, Serventes, Auxiliar de Servios Gerais, Secretrios) devero acompanhar o regime de planto das escolas em sua integridade quando no possurem perodo aquisitivo de frias, ou, em caso de possurem perodo aquisitivo de frias, tendo as mesmas salvaguardadas.

    2 A direo poder convocar o servio de orientao e/ou superviso escolar, se houver necessidade, para o planejamento do incio do ano letivo no perodo de recesso, o qual no configurar horas em haver.

    Art. 3 O perodo de recesso escolar ser organizado, considerando as datas a seguir:

    I De 01 a 20/02/2018: Coordenador Pedaggico/SSE, Orientador Educacional/SOE, Regentes de Bibliotecas, Professores do LA, SAEE e Professores de PPA;

    II de 01 a 21/02/2018: Professor Regente de Classe e Professor Volante (substituto);

    III de 16/07 a 27/07/2018: perodo de recesso escolar, com planto de atendimento comunidade, seguindo orientaes da Secretaria Municipal de Educao, em horrio normal (8h s 12h, 13h s 17h);

    IV dia 30/07: reincio das atividades letivas do 2 semestre.

    Pgina 2 de 16

  • Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Ano V Edio 1.138 Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    Art. 4 O retorno s atividades para 2018, ser em horrio normal, respeitando as datas a seguir:

    I Dia 05/02/2018 (segunda-feira) Diretor e/ou Vice-Diretor, Secretrios, Serventes, Cozinheiras, Auxiliar de Servios Gerais e Educador social;

    II Dia 21/02/2018 (quarta-feira) Retorno para o Coordenador Pedaggico/SSE, Orientador Educacional/SOE, Regentes de Bibliotecas, Professores do LA, SAEE e Professores de PPA;

    III Dia 22/02/2018 (quinta-feira) Professor Regente de Classe e Professor Volante (substituto).

    Pargrafo nico - No retorno marcado para os dias 22 e 23/02/2018, esses de planejamento inicial, a escola poder optar por turno nico ou cada professor retornar no seu turno de trabalho.

    Art. 5 O ano letivo ter incio no dia 26/02/2018 para as Escolas Municipais de Ensino Fundamental.

    Art. 6 O encerramento do ano letivo ser em 20/12/2018 e o perodo de 26 a 28/12/2018 como prazo para o encerramento da documentao da escola. O dia 28/12/2018 fica estabelecido como encerramento geral da escola.

    Art. 7 A margem de segurana compreender os dias 26 e 27/12/2017, sendo de previso obrigatria e devendo ser cumprida nos casos de cancelamento de dias letivos, independente da previso superior a 200 dias letivos. Os dias letivos previstos no calendrio devero ser cumpridos na ntegra.

    Art. 8 Durante o ano letivo, a escola poder se organizar para atender em at dois turnos nicos, desde que previstos no Calendrio Escolar, especificando o horrio do mesmo.

    Art. 9 Sero previstos, no mximo, 10 (dez) sbados letivos, sem alterar incio, recesso e trmino do ano letivo, podendo a escola se organizar no que diz respeito carga horria, sendo esta igual ou superior a 04 (quatro) horas, distribudos da seguinte forma:

    I 04 (quatro) sbados para completar os 200 dias letivos;

    II 04 (quatro) sbados a escola poder optar dentre os Feriados-Ponte (30/04 01/06 21/09 16/11/2018)) e o Ponto Facultativo (15/05);

    III 02 (dois) sbados para compensar a Formao Continuada que ser realizada pela Mantenedora, a serem agendados.

    1 Os dias referentes ao inciso III serviro para compensao de 02 (dois) dias letivos, de segunda a sexta-feira, porm no agendados, na presente data, para Formao Continuada na rede.

    Pgina 3 de 16

  • Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Ano V Edio 1.138 Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    2 Os sbados letivos devero ser cumpridos rigorosamente. Para aqueles professores que estiverem impedidos de trabalhar em algum destes sbados, a escola dever providenciar a recuperao da carga horria e dias letivos dos alunos e professores que forem dispensados.

    3 Os Feriados-Ponte no previstos no Calendrio Escolar no sofrero alteraes pela Mantenedora.

    Art. 10. A escola dever elaborar Projetos das atividades abaixo:

    I Sbados letivos e festividades com as datas e horrios;

    II Complementos curriculares (compensao da carga horria das formaes) contendo objetivo(s), data(s), dia(s) da semana, horrio(s), responsvel pelo projeto, pblico-alvo e carga horria;

    III Recreio orientado e/ou atividades recreativas.

    Art. 11. A carga horria mnima anual ser de 800 (oitocentas) horas, distribudas em um mnimo de 200 (duzentos) dias letivos, conforme Art. 24, Inciso I da Lei n 9.394/96, sendo organizado de acordo com a Proposta Poltico-Pedaggica e Regimento Escolar.

    1 Ainda que ultrapassadas quatro horas dirias, cada dia civil corresponder a um dia letivo, no podendo haver registro como um dia letivo a mais. As atividades realizadas, tanto em sbados como em outros dias como passeios pedaggicos em horrio integral e festividades, tambm correspondero a um (01) dia letivo. Todas as horas trabalhadas a mais devero ser registradas em planilhas especficas, conforme orientao do SSE.

    2 Havendo necessidade dos alunos sarem mais cedo, a escola, obrigatoriamente, dever comunicar com antecedncia, por escrito, SMED e aos pais ou responsveis dos alunos menores de18 anos.

    Art. 12. No momento da elaborao do Calendrio Escolar dever ser observada a legislao vigente, em especial as Leis 10.639/03 e 11.645/07, com trabalho desenvolvido em todas as reas no decorrer de cada trimestre.

    Art. 13. O Calendrio Escolar, anexo II, dever ser aprovado em assembleia com todos os segmentos e enviado, via e-mail, ao Setor de Aspectos Legais at o dia 29/03/2018, para anlise e aprovao, acompanhado dos projetos e ata de registro da assembleia.

    Pargrafo nico: Aps o deferimento pela SMED e retorno para escola, a verso final do Calendrio Escolar dever ser encaminhada, em duas vias, com as assinaturas do Diretor, Supervisor/Coordenador Pedaggico, Presidente do Conselho Escolar e com carimbo da escola, ao Setor de Aspectos Legais.

    Pgina 4 de 16

  • Prefeitura Municipal de Cachoeirinha Ano V Edio 1.138 Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    Art. 14. A escola que, em virtude de situaes emergenciais, necessitar alterar seu Calendrio j homologado pela SMED dever encaminhar por e-mail a es