Prefeito Empreendedor

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Projeto Prefeito Empreendedor Ibir

Transcript

  • 03

    PALAVRA DO PREFEITO

    IDENTIFICAO DO MUNICPIO

    DADOS CADASTRAIS DA EQUIPE TCNICA DO PROJETO

    DADOS ESTATSTICOS

    RELATO DO PREFEITO

    AO 1 Costurando Renda com Cidadania

    AO 2 Jornada Esportiva AO 3 Cursos de Qualificao Profissional AO 4 Programa de Desenvolvimento Rural

    AO 5 Fortalecendo as Finanas e Recuperando as Receitas Pblicas

    AO 6 Programa de Revitalizao das Termas

    AO 7 Programa de Desenvolvimento da Indstria, Comrcio e Gerao de Novos Negcios

    DECLARAES

    LEIS

    CAMPANHAS PUBLICITRIAS

    05

    07

    07

    07

    08

    12

    15

    20

    24

    29

    34

    41

    45

    47

    64

    NDICE

  • Prefeito Nivaldo Domingos Negro

  • 05

    A paixo pela minha terra, o forte desejo de resgatar a verdadeira vocao do meu municpio e o descaso dos governantes nos ltimos vinte anos, foram determinantes no meu ingresso vida pblica.

    Sou empresrio h mais de vinte anos e sempre estive ao lado das lutas promovidas por organizaes e associaes da cidade.

    Via algum avano, principalmente no aspecto social, mas assistia tristemente a decadncia da Estncia de Ibir.

    Refleti bastante e percebi que a nica maneira de contribuir efetivamente com o municpio seria me tornar prefeito de Ibir.

    A cidade estava catica, os turistas se afastaram do Balnerio e das Termas.Hotis, Spa, e pequenos negcios fecharam suas portas.

    Empregos foram extintos, diminuiu o fluxo de turistas, a cidade se desorganizou e as Termas ficaram em total descaso.

    No podia permitir que nosso maior patrimnio, as guas vandicas cassem no esquecimento.

    Sentimentos de indignao, revolta e tristeza foram a mola propulsora para que eu me candidatasse ao executivo.

    Prometi muito trabalho e mudanas, este meu lema.

    Com austeridade, obstinao, responsabilidade e comprometimento tenho governado minha querida Ibir que se prepara para grandes transformaes, porque viver bem aqui.

    A PALAVRA DO PREFEITO

  • 07

    Nome do Prefeito/Administrador Regional:NIVALDO DOMINGOS NEGRO

    Nome do Municpio/Administrao Regional:ESTNCIA DE IBIRA

    Endereo:PRAA JOS BERNARDINO DE SEIXAS N 01, CENTRO, CEP 15860-000, SP

    Fone (17 )-35519900, (17 )-35511052

    E-MailGABINETE@IBIRA.SP.GOV.BRBISCOITO.IBIRA@HOTMAIL.COM

    Site na Internet

    IDENTIFICAO DO MUNICPIO

    DADOS CADASTRAIS DA EQUIPE TCNICA DO PROJETO

    WWW.IBIRA.SP.GOV.BRResponsvel:

    LUCIA HELENA PEREZCargo: ASSESSORA DE GABINETEFone: (17 ) 35511052E-mail: LUCIAPEREZ1952@GMAIL.COM

    Responsvel:

    ALINE GUERRACargo: CONSULTORA TCNICAFone: (17 ) 97761016E-mail: ALLINE_GUERRA@HOTMAIL.COM

    ResponsvelANTONIO FERNANDO BONVINOCargo: COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E TURISMOFone: (17 )35511313

    DADOS ESTATISTCOS

    E-mail: FERNANDOBONVINO@UOL.COM.BRPopulao: 1.114 HABITANTES - IBGE, 2009

    IDH-M: 0,80 - SEADE, 2000

  • 08

    COMO E POR QUE TOMEI A DECISO DE APOIAR AS ME E EPPDO MEU MUNICPIO

    Desde o ano de 1998 quando assumi a presidncia da ASSOCIAO COMERCIAL E INDUSTRIAL DA ESTNCIA DE IBIR,tive muito cristalino na minha mente que as coisas acontecem nas cidades. Partindo deste princpio,melhorar as condies para as atividades produtivas, sem dvida o caminho para a gerao de riqueza e desenvolvimento do municpio.

    A partir da, procurei o Escxritrio Regional do SEBRAE de So Jos do Rio Preto e participei do Empretec, implantei Qualidade Total nas minhas empresas, capacitamos cerca de quinhentos empreendedores no Projeto Brasil Empreendedor e trouxemos para nossa estncia duas turmas do Empretec, duas do Ideal e diversos cursos gerenciais para nossos empresrios em parceria com a Associao Comercial.

    Ibir est entre as onze Estncias Hidrominerais do Estado de So Paulo e se encontrava em total esquecimento desde esta poca. Apaixonado que sou pela minha terra ,pensei que poderia contribuir mais e em 2008 decidi concorrer a uma vaga no executivo. Minha primeira atitude foi de i buscar informaes com os moradores dos diferentes bairros do municpio para saber das necessidades e anseios da populao. Em posse dos dados obtidos tive um dimensionamento dos problemas do municpio e elaboramos com ajuda de tcnicos nosso plano de governo.Visitamos vrios municpios buscando modelos para implantarmos caso ocorresse nossa vitria.

    Assim que assumi o cargo de prefeito, entreguei a cada Coordenador uma cpia do plano de governo e nos comprometemos a realizar as metas estabelecidas no mesmo. Sabedores que somos da importncia das MPEs como fonte geradora de emprego e renda, criar condies para o desenvolvimento e criao de pequenos negcios condio sine quo non para que as coisas aconteam nas cidades e este um dos nossos compromissos.

    Sei que com trabalho e obstinao, os objetivos sero alcanados. Vislumbro uma cidade bonita,bem cuidada,organizada,com trabalho para todos e oferecendo ao turista um lugar onde se vive bem.Est a Ibir que queremos e vamos lutar para que nossa estncia ocupe o lugar de destaque que merece,vamos resgatar nossa vocao,o turismo.

    RELATOS DO PREFEITO

  • 09

    QUAIS FORAM AS MINHAS PRIMEIRAS INICIATIVAS NESTA DIREO E QUAIS AS DIFICULDADES QUE TIVE QUE SUPERAR

    Assim que assumi como prefeito, convoquei reunies com os diferentes setores da administrao pblica para que conhecessem meu jeito de governar. Austeridade, organizao,planejamento,responsabilidade ,comprometimento e trabalho foram as palavras de ordem.

    Como a cidade estava catica em termos de organizao,uma das prioridades foi direcionada para a limpeza de ruas e avenidas,poda de rvores,operao tapa buracos,pintura de guias sarjetas,e limpeza dos lagos nas Termas e do Parque do Balnerio. medida que a organizao se manifestava medidas de transformao ocorriam em todos os setores.

    Falta de legislao, de funcionrios,desorganizao,dvidas,precatrios,frota sucateada, inchao na folha de pagamento,funcionrios em desvio de funo,falta de equipamentos de informtica e de espao fsico e descontrole nas compras pblicas foram algumas das dificuldades encontradas no incio do mandato.

    Apesar das dificuldades, aes foram desenvolvidas e as mudanas comearam a ocorrer:

    A prefeitura deixa de receber contas pblicas, pagamentos s nas agncias bancrias

    Leis so criadas ou complementadas Corte das cestas bsicas para os cargos comissionados Aumento de salrio dos funcionrios Implantao de novo sistema em tecnologia de informao Contratao de advogados Contrao de estagirios Controlo rigoroso dos gastos pblicos Volta dos funcionrios aos cargos de origem Corte de horas extras desnecessrias Compra de computadores e busca por doaes Reparos nos prdios pblicos devido o grande consumo de gua Implantao de um novo sistema de ensino Economia no consumo de gua, energia eltrica e telefonia. Solicitaes para suplementao de verbas.

    Como sempre valorizei o associativismo, fui buscar entidades representativas dos municpios para participar e concorri as eleies da APRECESP ( Associao das Prefeituras das Estncias do Estado de So Paulo) sendo eleito 2 secretrio e na AMA ( Associao dos Municpios da Araraquarense) suplente do Conselho Fiscal.

    Ingressamos no Comit das Bacias Hidrogrficas, Municpio Verde Azul, Programa Melhor Caminho, Prefeito Amigo da Criana,Pacto das guas e buscamos projetos voltados para o desenvolvimento sustentvel,qualificao de jovens e adultos, melhoria na qualidade de vida, infra - estrutrura, turismo,apoio as MPEs e incentivo a cultura empreendedora no municpio.

  • 10

    Incansveis peregrinaes Braslia e So Paulo foram feitas para o encaminhamento de ofcios acompanhados de projetos solicitando recursos para a realizao de obras, renovao da frota,compra de mquinas e pedidos de convnios para as mais diversas reas .

    Cursos para o empresriado rural e de Aprendiz Rural para os jovens e cursos de qualificao foram implantados em parceria com o SENAR e a Secretaria do Emprego e Relaes do Trabalho.

    Temos tambm o propsito de resgatar nossos eventos, fizemos um belssimo carnaval, uma linda festa das naes e resgatamos nossa Jornada Esportiva que se encontrava em decadncia. Pequenos negcios foram beneficiados, hotis lotados e muita alegria para nosso povo.

    QUAIS FORAM AS MINHAS ESTRATGIAS PARA APOIAR OS PEQUENOS NEGCIOS DO MEU MUNICPIO E QUAIS FORAM OS PONTOS FRACOS E FORTES DESTAS ESTRATGIAS

    Durante mais de duas dcadas nossa estncia esteve merc do descaso e o turismo deixou de ser a fonte geradora de emprego e deu lugar ao setor da costura que hoje o segmento que mais emprega no municpio depois da agricultura.

    Em funo do resultado de um dimensionamento feito para a demanda por costureiras, trouxemos o projeto Costura Cidad atravs do Fundo Social de Solidariedade que j est capacitando cerca de 40 mulheres e o curso do Programa de Qualificao Profissional do SERT em parceria com o Centro Paula Souza que j qualificou 28 mulheres.

    O agente de crdito do Banco do Povo intensificou sua atuao junto a este pblico para a oferta do micro-crdito que em outubro de 2009 bateu recorde de cinco contratos no ms. Negociaes com o SENAI esto sendo feitas para implantao do Curso de Costura Industrial para o prximo ano. Empresrios do segmento esto apoiando a iniciativa j que eles sero beneficiados com a oferta de mo de obra qualificada e doam insumos para que as alunas produzam tapetes e almofadas.

    Nossa gesto tem o propsito de incentivar investimentos nacionais e internacionais para expandir todo o potencial hdrico ainda inexplorado que nosso municpio dispe e a poltica de desenvolvimento do nosso municpio tem como eixo estratgico a preservao do meio ambiente e o fortalecimento do turismo. Acreditamos no surgimento de pequenos negcios e desenvolvimento dos j existentes.Essa dinmica vai contribuir para a gerao de emprego e renda no