of 39/39
COMPILAÇÃO ASPECTOS FÍSICOS E SOCIAS - LEGISLAÇÃO URBANÍSTICA - LEI DE INCÊNDIO Andrey Araújo Marcelo Eduardo Person Tabata Soares Walter Kohn AUR 361 2012/2 Professores: Frederico Joesting Schlieper Nedilo Xavier Pinheiro Júnior FAU - IST COMPILAÇÃO ASPECTOS FÍSICOS E SOCIAIS LEGISLAÇÃO URBANÍSTICA LEI DE INCÊNDIO

PVI - Aspectos físicos - Legislação - Incêndio -COMPILAÇÃO

  • View
    144

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PVI - Aspectos físicos - Legislação - Incêndio -COMPILAÇÃO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAIS LEGISLAO URBANSTICA LEI DE INCNDIOAndrey Arajo AUR 361 2012/2 Marcelo Eduardo Person Professores: Frederico Joesting Schlieper Nedilo Tabata Soares COMPILAO Xavier Pinheiro Jnior ASPECTOS FSICOS FAU - DE Walter Kohn E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI ISTINCNDIO

ASPECTOS FSICOS E SOCIAIS

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ANLISE FSICA DO TERRENO

ANLISE DO TERRENOO terreno escolhido para o projeto est localizado entre as esquinas Blumenau e Marechal Deodoro ( 454) no Centro de prximo duas estaes : Centro e Norte, os usurios do local tem acesso ao transporte coletivo atravs das ruas Blumenau e Joo Colin.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ANLISE FSICA DO TERRENO

CARACTERISTCAS Lote: esquina Topografia: plano rea do terreno: 2.037,78 m Nmeros de frentes: 2 Coleta de lixo: 3 vezes por semana Coleta seletiva: 01 vez por semana Populao ( centro ) 4.978 habitantes (2011 IBGE) A regio entorno do terreno j tem comrcios, residncias, servios, clnicas e consultrios j estabelecidos e por isso vivel a implantao de um edifcio.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

DIMENSES E TESTADAS

rea do terreno (m): 2037,78 rea tributvel (m): 2037,78 Testada pavimentao (m): 85,00 Meio fio: POSSUI

Testada principal (m): 31,00 Nmero de frentes: 2 Testada iluminao (m): 54,00 Coleta de lixo: 3 VEZES POR SEMANA

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ANLISE FSICA DO TERRENO

NO QUE SE REFERE AOS VENTOS,EXISTE UMA MAIOR FREQUNCIA DE VENTOS DAS DIREES LESTE (26,5%) E NORDESTE (16,4%), E EM MENOR FREQUNCIA NAS DIREES SUDOESTE (16,4%), SUDESTE(14,7%) E SUL (13,4%). OS DEMAISOCORREM EM BAIXA FREQUNCIA NORTE (5,4%), OESTE (4,4%) E NOROESTE (2,3%). A VELOCIDADE MDIA DOS VENTOS DE 6,Km/h.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ANLISE FSICA DO TERRENO ANLISE DO SISTEMA VIRIO

FOI ANLIZADO O SISTEMA VIRIO NO ENTORNO DO TERRENO, DE FORMA A IDENTIFICAR E CLASSIFICAR AS VIAS DE ACESSO, O OBJETIVO DESTA ANLISE A CLASSIFICAO DOS PRINCIPAIS FLUXOS NA REGIO, PONTOS DE CONFLITOS E IDENTIFICAO DE CORREDORES.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

MAPA DE EQUIPAMENTOS URBANOS

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ASPECTOS FSICO

CARACTERISTICAS DAS VIASO EDIFCIO LOCLIZA-SE JUNTO RUA MARECHAL DEODORO ,ESQUINA COM A RUA SO BLUMENAU E PRXIMO A AV. GETULIO VARGAS IMPORTANTES CRUZAMENYO DE VIAS DA REGIO, AS QUAIS SO RESPONSAVEIS PELA ORGANIZAO DOS FLUXOS , ESTE SISTEMA VIRIO RESPONSVEL PELA ESTRUTURAO DAS DIFERENTES ATIVIDADES DA REGIO PRINCIPALMENTE DAS EDIFCAES COMERCIAIS, ENTRETENIMENTO E REEPARTIES PUBLICAS. COMO CONSEQUNCIA DO GRANDE FLUXO DE VEICULOS E PEDESTRES NO LOCAL, ESTA REGIO APRESENTA UM SISTEMA VIARIO COM PROBLEMAS DE ARTICULAO O QUE OBJETIVA A READEQUAO DO SISTEMA VIARIO NA REGIO. OBSERVA-SE NAS VIAS DE DESTAQUE RUA BLUMENAU E RUA JOO COLIM A CIRCULAO DE TRANSPORTES COLETIVO (NIBUS) E VEICULOS LEVES NO ENTORNO QUE LEVAM A VARIOS DESTINOS , COMO A REGIO CENTRAL . SENDO ASSIM IMPORTANTE SALIENTAR QUE O ORDENAMENTO VIRIO, INCLUI A CONSTRUO DE UMA ESTRUTURA ADEQUADA PARA A INTEGRAO DE VEICULOS E PEDESTRES NAS REAS DO ENTORNO, FACILITANDO O ACESSO DOS USUARIOS AO LOCAL DO FUTURO EMPRENDIMENTO A SER IMPLANTADO.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

CONSIDERAES

A casa situada no lote encontra-se em processo de cadastramento do interesse de patrimnio, contudo a cargo de diretriz projetual ser desconsiderada. No ser admitido o uso de garagem ou qualquer uso em pavimentos subterrneos em funo do lenol fretico que passa a 1,20 m abaixo da superfcie terrestre. Desconsiderar a existncia de vegetao com interesse de preservao.COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

LEGISLAO URBANSTICA

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ZCE Zona Central Expandida

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

Usos e ndices UrbansticosO anexo III da Lei n 27/96, com nova redao dada pela Lei Complementar n 312/10, classifica o Edifcio Comercial com os seguintes usos: Centro Comercial: C2 Comrcio varejista de mbito local. Restaurante: S3.A Servio/Comrcio associados a diverses pblicas Salas Comerciais: S2.1 Servio de mbito geral e escritrios.

Conforme o anexo IV da Lei n 27/96, com nova redao dada pela Lei Complementar n 312/10: Gabarito: 18 pavimentos Taxa de Ocupao: 70% Permitido o uso de embasamento. Afastamento de 1,50m at o segundo pavimento, acrescido de 0,50 m por pavimento subsequente.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

Coeficiente de Aproveitamento do Lote (CAL)A rea mxima de construo ser obtida atravs da aplicao do Coeficiente de Aproveitamento do Lote (CAL), expresso em unidades constantes e variveis de acordo com as zonas urbanas, conforme o Anexo IV - Quadro de Usos Admitidos e ndices Urbansticos, e definida pela relao entre o total da rea construda e a rea total do terreno, segundo a seguinte frmula: CAL = AC / AT, onde: CAL = coeficiente de aproveitamento CAL do lote. AC = rea total da construo. AT = rea total do lote.

AT

AC

CAL = AC/AT Onde: AC = rea total da construo AT = rea total do lote.

2.037,78 m * 6 = 12226,28 m

REA TOTAL DO LOTE

CAL

REA MXIMA PERMITIDA A SER CONSTRUDA.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

Usos e ndices UrbansticosSubseo V da Lei n 27/96, com nova redao dada pela Lei Complementar n 312/10 Croqui explicativo do Artigo 66: Art. 70. Nas edificaes situadas na Zona Central Expandida (ZCE), o embasamento poder ser constitudo por 2 pavimentos, observadas as seguintes condies: I - quando ocupar rea fora da projeo da torre do edifcio, observar a altura mxima de 7,00 m, medidos a partir do nvel natural do terreno, no ponto mdio do plano da maior fachada, tomando-se como referncia o nvel da laje de cobertura do ltimo pavimento, podendo os elementos construtivos da cobertura ou muro, caso existentes, atingir no seu ponto mais elevado, a altura mxima de 8,80 m; II - ocupar parcial ou totalmente a divisa de fundos e/ou as divisas laterais contnuas ou alternadamente, em at 50% de sua extenso, respeitando quando exigido o recuo frontal; III - observar a taxa de ocupao mxima do lote igual a 70%, incluindo a taxa de ocupao da torre da edificao. (NR) Pargrafo nico. A rea destinada ao uso comercial e/ou prestao de servios situadas no embasamento das edificaes destinadas ao uso residencial localizadas na Zona Central Expandida (ZCE), no ser computada no clculo da rea total a construir, resultante da aplicao do Coeficiente de Aproveitamento do Lote (CAL), desde que esta seja maior ou igual a 30% do total da rea do embasamento.

O EMBASAMENTO DA EDIFICAO COMPREENDER NO MMIXO 7 METROS DO PISO DO TRRO LAJE DO PRIMEIRO PAVIMENTO, CONTANDO COM O ACRSCIMO DE 1,80 METROS PARA GUARDA-CORPO OU SIMILARES.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

Anexo VIII da Lei n 27/96, com nova redao dada pela Lei Complementar n 312/10 Croqui explicativo do Artigo 66:

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

RECUOS E USO DE EMBASAMENTO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

Usos e ndices Urbansticos Vagas de EstacionamentoConforme o anexo V da Lei n 27/96, com nova redao dada pela Lei Complementar n 312/10:C2 - Comrcio varejista de mbito local 1 vaga de estacionamento para cada 60,00 m de rea construda S3.A (restaurante) 1 vaga de estacionamento para cada 25,00 m de rea construda. S2.1 - Servio de mbito geral e escritrios 1 vaga de estacionamento para cada 60,00 m de rea construda. Vagas para bicicletrio conforme lei 327/11 (contida no prximo slide); Vaga para idosos 5% das vagas;

CritriosAcessibilidade: Acessos (rampa com inclinao mxima 8,33%; Banheiro com dimenso mnima (1,50 x 1,70m) com a porta abrindo para fora;

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

SUBSEO VII DO ESTACIONAMENTO E PTIOS DE CARGA E DESCARGA (VAGAS PNE) 3 No clculo do nmero mnimo de vagas de estacionamento devero ser reservadas vagas para deficientes fsicos, localizadas prximo das entradas dos edifcios destinados aos usos comerciais e de servios pblicos, com largura mnima de 3,50m (trs metros e cinqenta centmetros) e comprimento de 5,00m (cinco metros), nas seguintes propores: I - at 25 vagas - 1; II - de 26 50 vagas - 2 ; III - de 51 75 vagas - 3 ; IV - de 76 100 vagas - 4 ; V - de 101 150 vagas - 5 ; VI - de 151 200 vagas - 6 ; VII - de 201 300 vagas - 7 ; VIII - mais de 300 vagas - 8 vagas e mais uma para cada 100 (cem) vagas ou frao.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

LEI COMPLEMENTAR N 327, de 11 de janeiro de 2011 ACRESCENTA OS 4 E 5, NO ART. 74, DA LEI COMPLEMENTAR N 312, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2010, EM SUA SUBSEO VII, QUE TRATA DO ESTACIONAMENTO E PTIOS DE CARGA E DESCARGA OBRIGANDO A IMPLANTAO DE BICICLETRIOS NOS EMPREENDIMENTOS COMERCIAIS (C), DE SERVIOS (S), E DE USO INSTITUCIONAL (E). O Prefeito Municipal de Joinville, no exerccio de suas atribuies, faz saber que a Cmara de Vereadores de Joinville aprovou e ele sanciona a presente Lei Complementar: Art. 1 Ficam acrescidos os 4 e 5 no art. 74 da Lei Complementar n 27/96, com a seguinte redao: "Art. 74. (...) 4 Ficam obrigados os empreendimentos comerciais (C), de servios (S) e de uso institucional (E), a implantar bicicletrios, que possibilitem aos usurios a utilizao de dispositivo de segurana tais como cadeados, correntes, correias, e outros disponveis, nas seguintes propores: I - at 10 vagas de estacionamento: destinar rea equivalente a 1 (uma) vaga de carro para bicicletrios; II - de 11 a 50 vagas de estacionamento: destinar rea equivalente a 2 (duas) vagas de carro para bicicletrios; III - de 51 a 100 vagas de estacionamento: destinar rea equivalente a 3 (trs) vagas de carro para bicicletrios; IV - de 101 a 200 vagas de estacionamento: destinar rea equivalente a 5 (cinco) vagas de carro para bicicletrios; V - de 201 a 300 vagas de estacionamento: destinar rea equivalente a 7 (sete) vagas de carro para bicicletrios; VI - de 301 a 400 vagas de estacionamento: destinar rea equivalente a 8 (oito) vagas de carro para bicicletrios e mais uma vaga para cada 100 (cem) vagas de carro. (NR) 5 Fica facultado aos empreendimentos comerciais (C), de servios (S) e de uso institucional (E) substituir as vagas obrigatrias para carro, de acordo com o anexo V, para a implantao dos bicicletrios conforme o 4." (NR) Art. 2 Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicao.

BICICLETRIOS

LEI COMPLEMENTAR N 327, de 11 de janeiro de 2011

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

TRANSPORTE COLETIVO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

LEI DE INCNDIO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

O projeto preventivo contra incndio compreende . . . Classificao da Edificao:Itens a atender no projeto para aprovao dentro das normas contra incndio:

SEGURANA CONTRA INCNDIOS

1- Sistema preventivo por extintores; 2- Sistema hidrulico preventivo; 3- Gs centralizado No ser contemplado em nosso projeto pois os pavimentos tipo escritrio no precisaro ter ponto de gs; 4- Sinalizao que auxilie o abandono do local, alarme de incndio, iluminao de emergncia; 5- Escada enclausurada com sinalizao; 6- Para-raio; Deve-se contemplar no projeto com seu posicionamento, mas sem o detalhamento construtivo;

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

SEGURANA CONTRA INCNDIOS

Tipos de extintores:- Distncia a percorrer ou caminhamento at os extintores: - Risco classe A: 20 metros - Risco classe B: 15 metros - Risco classe C: 10 metros - Altura de posicionamento dos extintores: Entre 1,00 e 1,70 metros; OBSERVAES: - Proibido posicionar extintores em escadas e patamares de escadas enclausuradas; - Casa de mquinas classificada como risco especial, devendo ser protegida com extintor adequado a natureza da ocupao, independente do restante da edificao; -Para reas comerciais e escritrios, no mnimo uma unidade de extintor por rea independente;

Obs. Toda tubulao aparente ser pintada em vermelho.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

SEGURANA CONTRA INCNDIOS

Sistema preventivo hidrulico-Reserva Tcnica (CAIXA DGUA) conforme classificao de risco:- Risco tipo A: 5.000 litros; - Risco tipo B: 10.000 litros; - Risco tipo C: 15.000 litros;

Meios de evacuao: Escada enclausurada- Caracteristicas:

- Permitir fcil escoamento dos ocupantes - Permanecer desobstruda em todos os pavimentos- A largura de acesso ser proporcional ao nmero de pessoas, sendo no mnimo 1.20 metros, esse valor pode ser acrescido atravs da unidade de passagem a ser considerada, a qual de 0,60 m , sendo que para o clculo de ocupantes do edifcio por pavimento ser utilizado o valor de 1 pessoa a cada 3 m.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

ESCADA ENCLAUSURADA

Rota de fuga

-Paredes resistentes ao fogo por um perodo de 4 horas; utilizao de Concreto Armado ou material equivalente com resistncia a fogo;-Ter ingresso atravs de antecmara;

-A comunicao da circulao do prdio com a antecmara da escada ser provida de porta corta-fogo, com resistncia mnima de 1 hora, NBR 11742; -Iniciar no pavimento mais elevado e terminar obrigatoriamente no piso de descarga;-A escada enclausurada no ter abertura para tubulaes de lixo, quadros eltricos, telefnicos, GLP ou outros;

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

-Identificao visvel do nmero do pavimento; -Os pisos dos degraus e patamares sero revestidos total ou parcialmente com material antiderrapante, com ndice A da norma NBR 9442; -As dimenses dos degraus: a soma das medidas de 2 alturas e 1 largura deve estar entre 62 e 64 centmetros;

ESCADA ENCLAUSURADA

-A altura pode variar entre 16 e 18cm;-Tolerncia de altura entre degraus igual a 5mm; -Distncia mxima entre patamares 3,70 metros; -O menor lano de escada no poder ter menos de 3 degraus; -O andar com maior lotao impor a largura mnima para todos os pavimentos; -Limite de projeo dos corrimos na largura da escada 10cm; -Guarda-corpos de escadas externas no mnimo 1,30 metros de altura;

-Corrimo fixo entre 0,80 a 0,92m do piso;-Devem ser instalados em nos dois lados das escadas; -Escadas com mais de 2,20m de largura devem ter corrimo intermedirio, no mximo 1,80 metros;

-As portas devem ser com abertura no sentido do transito de sada; -Portas do tipo com dobradias;

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

EXTINTORES

E obrigatoria a instalacao de extintores de incendio em todas as edificacoes e estabelecimentos existentes em construcoes e a construir, exceto os predios unifamiliares e os exclusivamente residenciais ate 3 (tres) pavimentos com o maximo de 2 (duas) economias por pavimento, tendo entrepisos e forro em concreto armado.

A existencia de garagem coletiva ou elevador no corpo do predio obriga a exigencia de extintor, independente do numero de pavimentos. A exigencia de outros sistemas de prevencao nao exclui a obrigatoriedade da instalacao de extintores. COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

EXTINTORES

Para efeito desta Lei, os predios terao a seguinte classificacao: a) Risco Pequeno (Classe A) predios residenciais; (DEVIDO A COZINHA DO RESTAURANTE) b) Risco Medio (Classe B) predios de escritorios, hoteis, hospitais, escolas e afins, locais de reuniao de publico, garagem sem abastecimento; c) Risco Grande (Classe C) predios destinados a comercio industria, armazenagem, oficinas, garagens com abastecimento. Em qualquer caso, sera exigida, no mnimo, uma unidade por pavimento. COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

EXTINTORES

Localizao e sinalizao dos extintores. Os extintores devero ser colocados em locais: (123.0557I1) a) de fcil visualizao; b) de fcil acesso; c) onde haja menos probabilidade de o fogo bloquear o seu acesso. Os locais destinados aos extintores devem ser assinalados por um crculo vermelho ou por uma seta larga, vermelha, com bordas amarelas. (123.056-5 / I1) Dever ser pintada de vermelho uma larga rea do piso embaixo do extintor, a qual no poder ser obstruda por forma nenhuma. Essa rea dever ser no mnimo de 1,00m x 1,00m (um metro x um metro). (123.057-3 / I1)COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

EXTINTORES

Os extintores no devero ter sua parte superior a mais de 1,70m acima do piso. Os baldes no devero ter seus rebordos a menos de 0,60m nem a mais de 1,50m acima do piso. (123.058-1 / I1) Os extintores no devero ser localizados nas paredes das escadas. (123.059-0 / I1) Os extintores sobre rodas devero ter garantido sempre o livre acesso a qualquer ponto de fbrica. (123.060-3 / I1) Os extintores no podero ser encobertos por pilhas de materiais. (123.061-1 / I1) Nos predios de risco medio e grande, estarem claramente sinalizados e com a indicacao das classes de fogo a que se aplicam.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

EXTINTORES

O Nmero mnimo,o tipo e a capacidade dos extintores necessrios a um sistema preventivo, dependem:1. Da classe do risco de incndios,assim definida: Classe A so materiais de fcil combusto com a propriedade de queimarem em sua superfcie e profundidade, e que deixam resduos, como: tecidos, madeira, papel, fibras, etc.; Classe B so considerados os inflamveis os produtos que queimem somente em sua superfcie, no deixando resduos, como leo, graxas, vernizes, tintas, gasolina, etc.; Classe C quando ocorrem em equipamentos eltricos energizados como motores, transformadores, quadros de distribuio, fios, etc. Classe D elementos pirofricos como magnsio, zircnio, titnio.

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

EXTINTORES

3. Da quantidade de agente extintorDa rea de proteo Cada unidade extintora protege uma rea mxima de: Risco A: 300m2 Distncia percorrida: 20 metros

Risco B: 200m2Risco C: 100m2COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO

Seo II do Local para Resgate Areo heliponto (pgina 119 Lei Municipal de Segurana Contra Incndio 2027/85)Requisitos: I rea de Concentrao de pessoas a serem regatadas Dever possuir dimenso superior metade da rea total do ltimo pavimento. O acesso a este local dever ter porta corta-fogo resistente a duas (2) horas de fogo. Ter guarda-corpos de 1,10 m de altura em paredes resistentes a 2 horas de fogo. II - rea de Pouso e Decolagem de Emergncia: Deve possuir formato circular ou quadrado, com dimenses mnimas de 8 m de raio ou de lado.

RESGATE AREO

COMPILAOASPECTOS FSICOS E SOCIAS - LEGISLAO URBANSTICA - LEI DE INCNDIO