Região em foco - Ed 205 - IgaShop

  • View
    228

  • Download
    8

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Parceria Regio em Foco e IgaShop

Transcript

  • Nmero 205 | quinta-feira, 26 de junho de 2014 | Diretor: Jos Olivrio Cintra | Circulao Regional Valor: R$ 2,00

    Brasil vence Camares e enfrentaChile nas oitavas de final

    A seleo brasileira derrotouCamares por 4 x 1, com doisgols de Neymar, um de Fred eoutro de Fernandinho, nesta se-gunda-feira (23), em Braslia, ese classificou para enfrentar oChile nas oitavas de finalda Copa do Mundo. Com o re-sultado, o Brasil terminou a pri-meira fase na liderana do Gru-po A, com sete pontos.

    O outro classificado da cha-ve o Mxico, que venceu aCrocia por 3 x 1. Depois doempate sem gols com os mexi-canos na segunda rodada, oBrasil comeou o jogo pressio-nando a sada de bola do adver-srio, mas aos poucos Cama-res foi melhorando e passou aatacar.

    Uma roubada de bola de LuizGustavo, no entanto, resultounum passe perfeito da esquer-da para Neymar completar deprimeira e abrir o placar aos 17minutos.

    Jefferson Bernardes/VIPCOMM

    A equipe africana chegou aoempate aos 26, quando Matip,que tinha acabado de acertar umcabeceio na trave, completoujogada de Nyom pela esquerdae empurrou para o gol de den-tro da pequena rea.

    Com o Brasil tendo dificul-dade na armao das jogadas,uma rebatida errada de Cama-res aps chuto da defesa bra-sileira levou Marcelo a passarpara Neymar, que avanou pelomeio e chutou da entrada darea: 2 x 1.

    No segundo tempo, apstroca de Paulinho por Fernan-dinho, Fred desencantou e mar-cou o terceiro para o Brasil apscruzamento de David Luiz, logoaos 4 minutos.

    J com Neymar substitudo,para ser preservado devido a es-tar pendurado, o Brasil fez 4 x1 com Fernandinho, aos 39 mi-nutos, garantindo a primeiracolocao no Grupo A.

    Neymar faz dois gols eNeymar faz dois gols eNeymar faz dois gols eNeymar faz dois gols eNeymar faz dois gols ecoloca Brasil nascoloca Brasil nascoloca Brasil nascoloca Brasil nascoloca Brasil nas

    oitavasoitavasoitavasoitavasoitavas

    Pgina 11

    Igarapava faz amistoso em Aparecida de Goinia

    Capito Ademir Coca do Igarapava recebe trofu do ex-jogador LuizinhoCapito Ademir Coca do Igarapava recebe trofu do ex-jogador LuizinhoCapito Ademir Coca do Igarapava recebe trofu do ex-jogador LuizinhoCapito Ademir Coca do Igarapava recebe trofu do ex-jogador LuizinhoCapito Ademir Coca do Igarapava recebe trofu do ex-jogador Luizinho

    Pgina 03

    Pedregulho ganha CrecheEscola para 130 crianasA Prefeitura de Pedregulho

    est construindo uma unidadede Creche Escola no bairroNossa Senhora Aparecida. A

    obra uma parceria do Gover-no Municipal e o Governo doEstado.

    Pgina 04

    Justia derrubaranchos irregulares

    IGARAPAVA Pgina 10

    Aconteceu no dia (09/06),na sede do Sindicato, reuniopara apresentao da 25 Festado Peo de Guar. O PrefeitoJos Abboud, juntamente como Presidente da Comisso Or-ganizadora da 25 Festa doPeo, Flvio Chaude, esclarece-ram aos presentes as atraesda Festa que acontecer no pe-rodo de 06 a 10/08/2014, noParque de Permanente de Ex-posies Elidio Cheruti.

    25 Festa do Peo de Guar

    Munhoz &Munhoz &Munhoz &Munhoz &Munhoz &MarianoMarianoMarianoMarianoMariano

  • EDIO N 205QUINTA-FEIRA, 26 DE JUNHO DE 20142

    EXPEDIENTE

    Os artigos assinados so de inteira responsabilidade de seus autores e no representam necessariamente aopinio do jornal.

    Departamento Comercial:

    Erclia (Ituverava): (16) 3729 3731

    Colaboradores: Fbio Silva (16) 9193 6533 / 99655637)

    Neto Nery: (16) 8185-0601

    Contato: (16) 3751 1724 / 9997 8406 - E-mail: joseoliverio@yahoo.com.br

    Periodicidade: Quinzenal

    Impresso: Grfica GMD -Tel: (16) 3172 4886 - Igarapava-SP

    Diagramao:Eurpedes A. Campos- Fone: (34) 8826 0185

    E-mail: euripedesarte@.com

    Jornalista Responsvel: Jos Olivrio Cintra

    Opinio

    Fusca antigo 69Original, Motor ecambio novos,

    Bancos de couro,Alternador, Motordio e Alarme

    psitron.Valor a combinarTratar pelos tele-fones: (0 XX 16)99998 - 9340 ou

    99327-1600c/Francisco

    Fusca para venda

    O PIB e a EducaoArtigoArtigoArtigoArtigoArtigo Welson Gasparini - deputado estadual (PSDB),Welson Gasparini - deputado estadual (PSDB),Welson Gasparini - deputado estadual (PSDB),Welson Gasparini - deputado estadual (PSDB),Welson Gasparini - deputado estadual (PSDB),advogado e ex-prefeito de Ribeiro Pretoadvogado e ex-prefeito de Ribeiro Pretoadvogado e ex-prefeito de Ribeiro Pretoadvogado e ex-prefeito de Ribeiro Pretoadvogado e ex-prefeito de Ribeiro Preto

    Deveria estar alegre se a rea-lidade correspondesse fantasia:o Congresso Nacional, finalmen-te, aprovou o Plano Nacional deEducao. Trata-se de um planoque ficou parado quase quatroanos no Congresso e foi apro-vado j defasado e cheio de equ-vocos, embora partindo de umapremissa louvvel: destinar 10%do PIB (Produto Interno Bruto)para essa rea. Sabe o leitorquando os nossos governantessero obrigados a gastarem esseporcentual com educao? Den-tro de 10 anos. S daqui a dezanos, portanto, ns teremos aaplicao desses 10% do PIB naEducao quando, em 2012, oinvestimento total na Educaono Brasil foi de apenas 6,4%.

    A nova lei diz que os gover-

    nantes tero cinco anos paraaplicarem 7 por cento; portan-to, em cinco anos, o aumentodo investimento em educaoser de apenas 0,6%.

    O mais grave: esse PlanoNacional de Educao no dizquanto cada esfera governamen-tal deve gastar a mais na Educa-o e, alm disso, no prev ne-nhuma punio por descumpri-mento. Ento, alm de no dizerquanto o governo federal e osgovernos estaduais e municipaistero de aplicar, ainda no expli-cita o que acontecer caso opresidente da Repblica, os go-vernadores e prefeitos no apli-quem o porcentual convencio-nado. uma lei, portanto, in-cua, sem efeitos prticos. Pre-cisaria ser complementada poruma nova lei definindo respon-sabilidades e, inclusive, punioaos diversos nveis de governoque no investirem o porcentual estipulado pelo Plano Nacionalde Educao.

    Vejo, na propaganda poltica,a presidenta dizer que o seu par-tido acabou com a pobreza noBrasil como se pudesse no serpobre um pas cuja populao constituda de 10% de analfabe-tos. Haver pobreza maior doque o cidado no conseguir se-quer assinar o prprio nome ousomar dois mais dois?

    Ainda temos quase 10% de

    analfabetos no Brasil. Especialis-tas consideraram avanada a metado Plano Nacional de Educaode agora prevendo , em dezanos,a erradicao do analfabe-tismo. Isso triste, porque o Pla-no Nacional de Educao anteri-or tambm fazia tal previso eisto, infelizmente, no aconteceu.

    Qualquer Plano de Educaoque se preze, entretanto, seja elemunicipal, estadual ou federals conseguir atingir seus ob-jetivos se valorizar o professor,o verdadeiro responsvel peladifuso do conhecimento. Te-nho trs professoras na minhafamlia (minha mulher Aurizi-nha, minha filha Luciana e mi-nha nora Regina) e sei o quantoo magistrio exige de sacrifci-os a quem a ele se dedica; ,sem dvida, uma das mais no-bres e, no entanto, das menosvalorizadas profisses. Alm deganhar pouco o professor, muitas vezes, desrespeitadopelos alunos e at pelos seuspais; o professor bom exigen-te, at mesmo chato para quemno quer aprender, mas elequem leva e eleva seus alunos. Valorizar o professor dar-lhesalrio digno, material escolaradequado e, sobretudo, respei-to.... muito respeito. algumpara ser admirado, louvado e no, como acontece frequen-temente, humilhado e aviltado.

    Matou a famlia e foi assistirpartida da Copa do Mundo

    Carlo Lissi virou notcia emtodo o mundo aps confessaro assassinato de sua esposaCristina Omes, 38, e depois terido com amigos assistir o jogoentre Itlia e Inglaterra pelaCopa do Mundo de 2014 ven-cido pelos italianos por 2 a 1.

    Lissi cortou a garganta damulher e de seus dois filhos

    Foto: Reproduo - Facebook

    Giulia e Gabriele ambos de ape-nas 1 ano e dez meses. Confor-me informaes da polcia itali-ana, ele teria jogado a arma usadano crime em um bueiro a cami-nho do bar aonde foi assistir ojogo da Copa.

    Aps a partida ele voltou paracasa e ligou para a polcia. Suaprimeira verso que teria ape-

    nas encontrado os corpos damulher e dos gmeos.

    Investigadores chegaram asuspeitar que a me teria assas-sinado os dois filhos e depois sematado. No entanto, aps pres-sionarem, Carlo confessou o tri-plo homicdio. Lissi teria assas-sinado sua famlia por estar apai-xonado por outra mulher.

    O incio da Copa do Mundoreforou, em uma famlia de Bras-lia, o orgulho por uma caracters-tica que a torna bastante peculi-ar: dos 24 integrantes, 14 nasce-ram com 6 dedos nas mos e nosps. Apaixonados por futebol,eles decidiram organizar uma fes-ta junina embalada pelo torneio:Ns j somos hexa. O Brasil que precisa correr atrs de ns,brinca a aposentada Silvia San-tos.

    A caracterstica, que a famliaconsidera charmosa, inspiroucamisetas para comemorar os jo-gos do Brasil durante o Mundial.A festa, que aconteceu em umcondomnio de guas Claras, foibatizada de Arrai dos Hexas.Brincalhes, os familiares dizemque os pentas do grupo tam-bm sero convidados porquerepresentam o nmero atual de t-tulos mundiais do Brasil.

    O nome do atacante Neymaraparece na lista dos jogadorespreferidos da famlia de flamen-guistas. As lembranas imediatase bastante eufricas so o meiaOscar, o atacante Hulk e o zaguei-ro David Luiz.

    O primeiro da famlia a apre-sentar polidactilia (mutao gen-tica que leva uma pessoa a nas-cer com dedos a mais) foi o patri-arca, Francisco de Assis Carva-lho da Silva, pai de Silvana. Ad-vogado e msico, ele ajudou afundar o Clube do Choro de Bra-slia e sempre viu na situao ummotivo de honra. Por causa dis-so, ganhou o apelido de Six.Dos cinco filhos, quatro herdarama caracterstica.

    Com 14 pessoas com 6dedos, famlia do DF

    planeja arrai dos hexas

    A gente encara isso com mui-ta naturalidade, acho que at pelaforma como meu pai lidava. Aquiem casa, quem tem