RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES .demonstrações financeiras intermediárias

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES .demonstrações financeiras...

RELATRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMO NSTRAES FINANCEIRAS INTERMEDIRIAS CONDENSADAS

EM 30 DE SETEMBRO DE 2014

NDICE

RELATRIO DOS AUDITRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE

AS DEMONSTRAES INTERMEDIRIAS CONDENSADAS INDIVIDUAIS E

CONSOLIDADAS ............................................................................................................... 3

BALANO PATRIMONIAL CONDENSADO CONSOLIDADO E DA

CONTROLADORA ............................................................................................................. 5

DEMONSTRAO CONDENSADA DO RESULTADO DO EXERCCIO - DRE ..... 6

DEMONSTRAO CONDENSADA DAS MUTAES DO PATRIMONIO

LQUIDO - DMPL ................................................................................................................ 7

DEMONSTRAO CONDENSADA DOS FLUXOS DE CAIXA - DFC ..................... 8

DEMONSTRAO CONDENSADA DO VALOR ADICIONADO ............................... 9

NOTAS EXPLICATIVAS SELECIONADAS S DEMONSTRAES

FINANCEIRAS INTERMEDIRIAS ........................................................................... 10-20

3

RELATRIO DOS AUDITRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAES INTERMEDIRIAS CONDENSADAS INDIVIDUAI S E CONSOLIDADAS

RELATRIO SOBRE A REVISO DAS DEMONSTRAES FINANCE IRAS INTERMEDIRIAS CONDENSADAS Aos Acionistas, Conselheiros e Diretores da Gaster Participaes S/A Rio de Janeiro RJ. Introduo Revisamos as demonstraes financeiras intermedirias da GASTER PARTICIPAES S.A (Companhia), que compreendem o balano patrimonial em 30 de setembro de 2014 e as respectivas demonstraes do resultado, para o perodo de nove meses findos naquela data e das mutaes do patrimnio lquido e dos fluxos de caixa para o perodo de nove meses findo naquela data, incluindo o resumo das prticas contbeis significativas e demais notas explicativas. Revisamos tambm o balano patrimonial consolidado da Companhia e suas controladas (Consolidado), em 30 de setembro de 2014, e as respectivas demonstraes consolidadas do resultado, das mutaes do patrimnio lquido e dos fluxos de caixa para o perodo de nove meses findos nessa data. A Administrao da Companhia responsvel pela elaborao e adequada apresentao dessas demonstraes financeiras intermedirias individuais condensadas de acordo com o Pronunciamento Tcnico CPC 21 (R1) Demonstrao Intermediria e dessas demonstraes financeiras intermedirias consolidadas condensadas de acordo com o Pronunciamento Tcnico CPC 21 (R1) Demonstrao Intermediria e a norma internacional de contabilidade IAS 34 Interim Financial Reporting, emitida pelo International Accounting Standards Board (IASB). Nossa responsabilidade a de expressar uma concluso sobre essas demonstraes financeiras intermedirias com base em nossa reviso. Alcance da Reviso Conduzimos nossa reviso de acordo com as normas brasileiras e internacionais de reviso de informaes intermedirias (NBC TR 2410 Reviso de Informaes Intermedirias Executada pelo Auditor da Entidade). Uma reviso das demonstraes financeiras intermedirias consiste na realizao de indagaes, principalmente s pessoas responsveis pelos assuntos financeiros e contbeis e na aplicao de procedimentos analticos e de outros procedimentos de reviso. O alcance de uma reviso significativamente menor do que o de uma auditoria conduzida de acordo com as normas de auditoria e, consequentemente, no nos permitiu obter segurana de que tomamos conhecimento de todos os assuntos significativos que poderiam ser identificados em uma auditoria. Portanto, no expressamos uma opinio de auditoria. Concluso sobre as demonstraes financeiras interm edirias individuais condensadas Com base em nossa reviso, no temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar que as demonstraes financeiras intermedirias acima referidas no foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes, de acordo com o pronunciamento tcnico CPC 21 (R1) Demonstrao Intermediria. Concluso sobre as demonstraes financeiras interm edirias consolidadas condensadas Com base em nossa reviso, no temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar que as demonstraes financeiras intermedirias consolidadas condensadas acima referidas no esto elaboradas, em todos os aspectos relevantes, de acordo com o pronunciamento tcnico CPC 21 (R1) Demonstrao Intermediria e a norma internacional de contabilidade IAS 34 Interim Financial Reporting, emitida pelo International Accounting Standards Board (IASB).

4

Outros assuntos Demonstraes do valor adicionado

Revisamos, tambm, as Demonstraes Intermedirias do Valor Adicionado (DVA) referente ao perodo de nove meses findos em 30 de setembro de 2014, preparadas sob responsabilidade da Administrao da Companhia, cuja apresentao nas demonstraes financeiras intermedirias requerida de acordo com as prticas contbeis adotadas no Brasil aplicveis s companhias abertas, e considerada informao suplementar para as companhias de capital fechado, que no requerem a apresentao da DVA. Essas demonstraes foram submetidas aos mesmos procedimentos de reviso descritos anteriormente e, com base em nossa reviso, no temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar que no foram elaboradas, em todos os seus aspectos relevantes, de acordo com as demonstraes financeiras.

Rio de Janeiro, 14 de novembro de 2014.

GWM AUDITORES INDEPENDENTES

GIL MARQUES MENDES

CRC - RJ N 5.495 - CVM N 11.827 CONTADOR CRC-RJ N 39.363

5

BALANO PATRIMONIAL CONDENSADO CONSOLIDADO E DA CON TROLADORA

ConsolidadoNota 30/09/2014 31/12/2013 30/09/2014

ATIVOAtivo circulanteCaixa e equivalentes de caixa 4 571 45.238 9.003Contas a receber 5 80.040 - 80.040Aluguis 6 70 148 70Impostos e contribuies a recuperar 7 725 567 747Outras contas a receber 8 - - 88Dividendos a receber 9 - 1.936 - Total do ativo circulante 81.406 47.889 89.948

Ativo no circulanteMutuo com empresas ligadas 10 - - 14.075Cotas de fundo de investimento 11 - - 77.204Investimentos 12 670.193 349.692 593.419Imobilizado 12 10.346 10.695 10.457Intangvel 244

Total do ativo no circulante 680.539 360.387 695.399

TOTAL DO ATIVO 761.945 408.276 785.347

PASSIVOPassivo circulanteImpostos e contribuies a recolher 14 8 8 43Emprstimos e financiamentos 15 354.401 168.937 354.402Fornecedores - - 47Salrios e encargos a pagar - - 308Mutuo com empresas ligadas - - 7.012Adiantamentos de clientes - 45.000 - Total do passivo circulante 354.409 213.945 361.812

Passivo no circulanteContas a pagar - parte relacionada 17 39.327 72.412 55.327Total do passivo no circulante 39.327 72.412 55.327

Patrimonio lquidoCapital social 18.1 400.235 125.235 400.234Reverva legal 1.041 1.041 1.041Outros ajustes patrimoniais (4.357) (4.357) (4.357)Prejuzos acumulados (28.710) - (28.710)Total do patrimonio lquido 368.209 121.919 368.208

TOTAL DO PASSIVO E PATRIMNIO LQUIDO 761.945 408.276 785.347

As notas explicativas so parte integrante das demo nstraes financeiras

GASTER PARTICIPAES S.A.CNPJ:10.512.581/0001-02

Balancos Patrimoniais Condensados em 30 de setembro de 2014 e 31 de dezembro de 2013

(Em milhares de reais)

Controladora

6

DEMONSTRAO CONDENSADA DO RESULTADO DO EXERCCIO - DRE

Consolidado 30/09/2014 30/09/2013 30/09/2014Receitas (despesas) operacionais

Despesas gerais e administrativas 19 (756) (1.176) (1.530) Despesa com pessoal - - (2.241) Resultado de equivalncia patrimonial (10.654) 1.275 (18.913) Participao dos acionistas no controladores - - 11.392 Depreciao e amortizao (362) (346) (398) Custo na baixo do imobilizado (45.082) - (45.082) Ganho em vendas de investimentos 45.000 - 45.000 Receitas de aluguis 634 767 634Prejuzo operacional (11.220) 520 (11.137) Despesas financeiras 20 (18.591) (16.836) (19.097) Receitas financeiras 20 1.101 4.012 1.524

(17.490) (12.824) (17.573)Prejuzo do exerccio (28.710) (12.304) (28.710)

ControladoraNota

As notas explicativas so parte integrante das demo nstraes financeiras

GASTER PARTICIPAES S.A.CNPJ:10.512.581/0001-02

Demonstraes Condensadas dos Resultados

Perodos de nove meses findos em 30 de setembro de 2014 e 2013 (no auditado)

(Em milhares de reais)

7

DEMONSTRAO CONDENSADA DAS MUTAES DO PATRIMONIO LQUIDO - DMPL

Capital social

Reserva legal

Reteno de Lucros

Lucro/Prejuzo

acumulado

Ajuste de avaliao

patrimonial Total Saldos em 01 de Janeiro de 2013 5.235 1.047 34.633 - - 40.915Integralizao do Capital 120.000 - - - - 120.000Resultado do exerccio - - - (5.339) - (5.339)Dividendos pagos - - (29.300) - - (29.300)Reserva Legal - (6) - 6 - - Reserva de reteno de lucros - - (5.333) 5.333 - - Resultado Abrangente - - - - (4.357) (4.357)Saldos em 31 de dezembro de 2013 125.235 1.041 - - (4.357) 121.919Integralizao do Capital 275.000 - - -