Rote Adores Cisco

  • View
    2.207

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

Introduo redes CiscoGuia de Configurao

Como instalar e configurar roteadores e switches Cisco Primeira Edio Maio/2006

Por: Flvio Eduardo de Andrade Gonalves flaviogoncalves@msn.com

1

LICENCIAMENTOBasicamente voc pode usar e copiar desde que no faa uso comercial, no altere e reconhea a autoria. Para ver um texto mais preciso sobre a licena veja o pargrafo seguinte. Este trabalho licenciado sobre a licena Commons AttributionNonCommercial-NoDerivs 2.5 Brazil. Para ver uma cpia desta licena visite: http://creativecommons.org/licenses/by-ncnd/2.5/br/deed.pt ou envie uma carta para Creative Commons, 543 Howard Street, 5th Floor, San Francisco, California, 94105, USA. Voc tambm pode ver a licena traduzida no final do eBook. .

PREFCIOEste eBook foi criado a partir de um material de treinamento que foi ministrado para algumas grandes companhias do pas. Consumiu dezenas seno centenas de horas de trabalho. Os cursos Cisco em grande parte migraram para o Cisco Networking Academy o que fez com que acabssemos usando cada vez menos este material. Quando surgiu o sistema Creative Commons Licence, me interessei em disponibilizar gratuitamente, pois pode interessar a inmeros leitores e me permite reter os direitos autorais. O curso abrange os principais tpicos de introduo configurao de switches e roteadores Cisco.

AUTORO autor, Flvio Eduardo de Andrade Gonalves nascido em janeiro de 1966 na cidade de Poos de Caldas MG, formou-se pela Universidade Federal de Santa Catarina como engenheiro mecnico em 1989. Foi um dos primeiros CNEs (certified Novell Engineers) do pas em 1992 tendo passado por mais de quarenta testes de certificao tendo sido certificado como Novell (MasterCNE e Master, CNI) Microsoft(MCSE e MCT), Cisco (CCNP, CCDP CCSP). Atualmente diretor presidente da V.Office Networks onde tem trabalhado principalmente com implantao de VPNs, telefonia IP, gesto de trfego e gerenciamento de redes. Recebeu os seguintes prmios Novell Best Project 1997, Destaque em Informtica e Telecomunicaes, Sucesu-SC 2003.

2

A V.Office fundada em 1996 atua em solues de redes e telecomunicaes. No seu site www.voffice.com.br voc poder encontrar mais detalhes sobre a empresa. Informaes de contato e-mail: flaviogoncalves@msn.com

3

NDICE1 - REVISO DO MODELO OSI 1.1 Introduo 1.2 Conceitos e terminologiaServios de Conexo

1.3 Categorias Funcionais das Camadas 1.4 Viso Geral do Modelo OSICamada Fsica Camada Data Link ou Enlace de Dados Camada Rede Tpicos da Camada de Rede Camada Transporte Camada Sesso Camada Apresentao Camada Aplicao

1.5 Exerccios de Reviso Lab 1.1 (Opcional): 2 - OPERAO BSICA DO ROTEADOR CISCO 2 .1 ObjetivosInterface do usurio do roteador

2 .2 Conectando um roteador Cisco 2.3 Iniciando o roteadorModo de Setup

LAB 2.1 Configurao do RoteadorLogando no roteador Prompts da interface de linha de comando do IOS Subinterfaces

4

Comandos de configurao das Linhas Comandos de configurao do protocolo de roteamento

2.4 Configurao das senhas do roteadorEncriptando a senha

2.5 Navegando pela interface do usurio 2.6 Utilizando a documentao On-Line ou em CD da Cisco 2.7 Banners 2.8 Levantando e desativando uma interfaceConfigurando o hostname Descries

2.9 Vendo e salvando as configuraesRunning-Config Startup-Config

Exerccios de Reviso Laboratrios PrticosLab 2.2 Logando no Roteador e Obtendo Help Lab 2.3 Salvando a configurao do Roteador Lab 2.4 Configurando as senhas Lab 2.5 Configurando o Hostname, Descries e Endereo do Host

3 - CONFIGURAO E GERENCIAMENTO 3.1 Objetivos 3.2 Cisco Discovery ProtocolVendo detalhes dos outros equipamentos Verificando o trfego gerado com o CDP Sumrio das caractersticas do CDP

3.3 Comandos de Resoluo de Problemas na RedeTelnet Dica 1 Se voc sabe o nome do host, mas no sabe o endereo IP Dica 2 Se voc est usando uma rede com filtros e no consegue fazer o Telnet pois ele pega o endereo da interface serial que est filtrada e no o da Ethernet que est liberada, voc pode escolher de que interface voc quer partir o telnet.

5

Dica 3 Se livrando do Translating ..... Dica 4 Abrindo e fechando mltiplas sesses

3.4 Sumrio do Telnet 3.5 PingPing Normal Ping Extendido Traceroute Traceroute Estendido

3.6 Gerenciamento do RoteadorSeqncia de Startup O comando BOOT

3.7 Configuraes de Inicializao e de Execuo (Startup e Running)Usando um servidor TFTP Salvando a configurao de um roteador para um servidor TFTP Restaurando uma configurao de um roteador de um servidor TFTP Salvando o IOS para um servidor TFTP Restaurando o IOS ou fazendo um Upgrade

Exerccios de Reviso LAB 3.1 Recuperando a senha perdida de um roteador LAB 3.2 Backup e Restore do IOS e da Configurao 4 - LAN DESIGN 4.1 Introduo 4.2 Objetivos 4.3 Conceitos de LANOperao em Full-Duplex e Half-Duplex

4.4 Endereamento de LANs 4.5 Quadros de uma rede LAN (Framing)Campo tipo de protocolo nos cabealhos de LAN.

4.6 Recursos e benefcios do Fast Ethernet e Gigabit Ethernet

6

Recomendaes e limitaes de distncia do Fast Ethernet

4.7 Gigabit EthernetEspecificaes do Gigabit Ethernet em Fibra (Cisco) Gigabit Ethernet em par tranado

4.8 Conceitos de Bridging e Switching e Spanning TreeTransparent Bridging Caractersticas do comportamento de uma bridge transparente:

4.9 SwitchingExemplo de Switching: Exemplo de Domnio de Coliso: Exemplo de Domnio de Broadcast:

4.10 Segmentao de redes 4.11 Problemas de congestionamento em redes locais 4.12 Exerccios Tericos: LAB 4.1 Segmentao de redes Lab 4.2 Segmentao de Redes 5 - SWITCHS CISCO 5-1 Introduo 5-2 Objetivos 5-3 Modelo Hierrquico da CISCOCamada do Ncleo (Core Layer) A Camada de Distribuio (Distribution Layer) A Camada de Acesso (Access Layer) Mtodos de Switching

5.4 Dificuldades enfrentadas em redes com SwitchesBroadcast Storms Mltiplas cpias de um Frame

5.5 O Protocolo Spanning-Tree (STP)Como Opera o Spanning-Tree

7

Selecionando a Ponte Raiz (Root Bridge) Selecionando a Designated Port Estado das Portas

5.6 ConvergnciaSTP-Timers Exemplo do protocolo STP

5.7 Exerccios Toricos 5.8 Exerccio Prtico: 6 - VLANS 6.1 Objetivos 6.2 Introduo - O que uma Virtual LANControle de Broadcast Segurana Flexibilidade e Escalabilidade

6.3 Membros de uma VLANTransparncia das VLANs Tcnicas para se colocar membros em uma VLAN VLANs Estticas VLANs Dinmicas

6.4 Identificando VLANsAccess links Trunk links Frame Tagging Mtodos de Identificao de VLAN Configurando as VLANS

6.5 TrunkingConfigurando o Trunking VLAN Trunking Protocol Criando um domnio VTP

8

Modos do VTP Como o VTP funciona VTP Pruning

6.6 Roteamento entre VLANs 6.7 Exerccios de Reviso 7 CONFIGURANDO UM CATALYST 1900 7.1 Introduo 7.2 Caractersticas do Catalyst 1900 7.3 Comandos do IOSConfigurando Senhas Configurando Hostname

7.4 Configurando Informaes IP 7.5 - Configurando as Interfaces no Switch 7.6 Configurando o Modo de Operao de uma Porta 7.7 Verificando a Conectividade IPApagando as Configuraes do Switch

7.8 Configurando a Tabela de Endereos MAC 7.9 Gerenciando a Tabela de Endereos MAC 7.10 Configurando Segurana na Porta 7.11 Mostrando as Informaes Bsicas do Switch 7.12 Modificando o Mtodo de Switching 7.13 Configurando VLANs 7.14 Criando VLANs 7.15 Visualizando VLANs 7.16 Associando uma porta a VLAN 7.17 Configurando Trunk PortsLimpando uma VLAN de Trunks Links Verificando Trunk Links

7.18 Configurando VTP(VLAN Trunking Protocol)

9

VTP Pruning

7.19 Backup e Restore do Switch 7.20 Exerccios Tericos Laboratrio 7.1 Configurao bsica do TCP/IP no Switch Laboratrio 7.2 Configurando uma porta do Switch para Half-Duplex para acomodar um HUB. Laboratrio 7.3 Criando VLANs Laboratrio 7.4 Exportando s VLANs com VTP. Laboratrio 7.5 Para que as VLANS de um Switch possam se comunicar com outro Switch no basta o VTP habilitado. preciso criar os TRUNKS entre os Switches. Vamos faz-lo agora. Laboratrio 7.6 Agora que o Trunk e o VTP esto configurados, configure as VLANs no switch 1900B. Lab 7.7 Colocando o roteador para rotear as VLANs 8 - VISO GERAL DOS ROTEADORES CISCO 8.1 O que um roteador? 8.2 Caractersticas dos Roteadores 8.3 Tipos de RoteadoresEscritrios de pequeno porte Escritrios Tradicionais Escritrios de Grande Porte

8.4 Selecionando um roteador Cisco LAB 8.1 9 - ROTEAMENTO IP 9.1 Objetivos 9.2 Roteamento IP 9.3 Protocolos de roteamento dinmico 9.4 Protocolos de roteamento por vetor de distncia 9.5 Roteamento Dinmico com RIP9.6 Comandos usados para a configurao do RIP 9.7 Configurao do RIP

9.8 RIP verso 1 9.9 RIP Verso 2

10

Exemplo de configurao do RIP verso 2

9.10 Roteamento Dinmico com IGRPSistemas Autnomos Caractersticas que do Estabilidade ao IGRP Mtrica usada pelo IGRP Mtrica padro do IGRP Contadores IGRP Tipos de Rotas Principais comandos Configurao do IGRP

9.11 Roteamento EstticoRotas Estticas Rota padro (Default) Distncia Administrativa

9.12 Exerccios: LAB 9.1 10 ROTEAMENTO IPX 10.1 Objetivos do Captulo 10.2 Introduo aos protocolos IPX 10.3 IPX,SPX,SAP,NCP e NetBIOS 10.4 SPX 10.5 SAP 10.6 NCP 10.7 NetBIOS 10.8 Roteamento IPX com EIGRP 10.9 Roteamento IPX com NLSP 10.10 Endereos IPX 10.11 Encapsulamentos do IPX 10.12 Exerccios Tericos:

11

LAB 1 0.1 11 - LISTAS DE CONTROLE DE ACESSO 11.1 Objetivos 11.2 Introduo 11.3 Intervalos associados as listas de controle de acesso 11.4 Caractersticas das Listas de Acesso 11.5 Listas de acesso IP 11.6 Exemplo: 11.7 Continuao do Exemplo: 11.8 Lista de Acesso ExtendidaFiltros ICMP Filtros TCP e UDP Filtros IPX

11.9 ExemplosExibindo as listas de acesso Comandos Adicionais Exemplo de Filtro IPX

11.10 Configurando uma interface de TunnelVantagens do Tunela