of 8/8
mar.|abr. 2011 anta Suzana Amados irmãos e irmãs, PALAVRA do pároco do pároco número JORNAL DA PARÓQUIA Convido todos vocês a par- ticiparem com zelo, devoção e num espírito de verdadeira contrição das festividades pas- cais. A grande meta que nos foi dada por Cristo é a vitó- ria da Páscoa – a Vida Eterna. Preparemo-nos dignamente no caminho da conversão e expe- rimentemos em nossas vidas os sinais da Ressurreição! Maria é a “pura Cordeira”, no dizer do Bispo Melitão de Sardes (séc. II), pois também ela “be- beu até o fim o cálice da paixão” da mão do Senhor. Mereceu ela também ser a Filha Primogênita na ordem da Salvação. Ela, a Mu- lher da Fé, a Serva Fiel e Pruden- te, nos ensina que o caminho da Salvação passa pela obediência da Cruz, ainda que seja no silên- cio do sacrifício produzido pela fé e não no barulho mundano do desespero. Ela é a Mãe da Espe- rança, porque “de modo inteira- “Perto da cruz de Jesus, permanecia de pé sua Mãe...” (Jo 19,25) Pe. Manoel C. Viana Neto 3 Quero refletir com vocês dois grandes dons ofertados por Deus Pai a todos nós: o Mistério Pascal de Jesus Cristo – celebra- do em abril –, e a participação de Maria na História da Salva- ção – comemorada no mês de maio. Analisando a missão de Jesus Cristo, como Enviado do Pai para nos salvar, compreen- demos que Maria faz parte desse mistério realizado na Cruz. Ali- ás, já dizia um teólogo moderno – Raniero Cantalamessa – que “Maria está presente em cada um dos três momentos do mis- tério cristão: Encarnação, Mis- tério Pascal e Pentecostes” (in Maria um espelho para a Igreja, p. 85). Maria está presente no Mistério Pascal num lugar mui- to importante: aos pés da cruz redentora. Para alguns Padres da Igreja primitiva esse não era somente o instrumento da pai- xão e morte de Jesus, seu filho, mas uma antecipação da defi- nitiva glória do Senhor, da res- surreição que comemoramos na Vigília Pascal, no Sábado Santo. Maria está presente em todos os atos de Jesus, porque Ela é sua Mãe e sua primeira Discípula, já falava Santo Agostinho. A celebração da Semana Santa é um momento estu- pendo de renovação da fé e da esperança naquele que venceu o pecado e a morte. Ou como dizia São Paulo (cf. 1Cor 15,54- 55): “A morte foi absorvida na vitória. Morte, onde está a tua vitória? Morte, onde está o teu aguilhão?”. Para ele é a certeza dessa vitória que dá a todos nós a força para progredir na vida cristã (v. 58): “Assim, irmãos bem-amados, sede firmes, inabaláveis, fazei incessantes progressos na obra do Senhor, cientes de que a vossa fadiga não é vã no Senhor.” mente singular, pela obediência, fé, esperança e ardente caridade, ela cooperou na obra do Salva- dor” (cf. Lumen Gentium, n. 61). Ela nos ensina que “a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nos- sos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5,5). E a nossa esperança está fundada na certeza da ressurreição futura e da glória final! Que o mês de abril nos abra os olhos para o inefável e sublime Mistério da Páscoa e que o mês de maio nos convide a venerar aquela que hoje é o modelo per- feito de todo cristão! Festejemos com alegria o “Sol nascente que das alturas nos veio visitar” (cf. Lc 1,78-79), Jesus Cristo, nosso Sal- vador! Ele que nos deu Maria por nossa mãe (cf. Jo 19,20)! Que Deus abençoe a todos! 04 Cáritas em ação Confira os principais acontecimentos da Cáritas nos últimos meses e abrace essa causa! Giro pelas Pastorais Vem aí o XI Encontro de Casais com Cristo. Participe! 03 Destaques Santa Suzana 06 É Páscoa! Venha celebrar conosco a ressurreição de Jesus Cristo.

Santasuzana nº3

  • View
    237

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Santasuzana nº3

  • mar.|abr. 2011

    anta Suzana

    Amados i rmos e irms,palavrado procodo proco

    nmero

    jornAl dA pArquiA

    Convido todos vocs a par-ticiparem com zelo, devoo e num esprito de verdadeira contrio das festividades pas-cais. A grande meta que nos foi dada por Cristo a vit-ria da Pscoa a Vida Eterna. Preparemo-nos dignamente no caminho da converso e expe-rimentemos em nossas vidas os sinais da Ressurreio!

    Maria a pura Cordeira, no dizer do Bispo Melito de Sardes (sc. II), pois tambm ela be-beu at o fim o clice da paixo da mo do Senhor. Mereceu ela tambm ser a Filha Primognita na ordem da Salvao. Ela, a Mu-lher da F, a Serva Fiel e Pruden-te, nos ensina que o caminho da Salvao passa pela obedincia da Cruz, ainda que seja no siln-cio do sacrifcio produzido pela f e no no barulho mundano do desespero. Ela a Me da Espe-rana, porque de modo inteira-

    Perto da cruz de Jesus, permanecia de p sua Me... (Jo 19,25)

    Pe. Manoel C. Viana Neto

    3

    Quero refletir com vocs dois grandes dons ofertados por Deus Pai a todos ns: o Mistrio Pascal de Jesus Cristo celebra-do em abril , e a participao de Maria na Histria da Salva-o comemorada no ms de maio. Analisando a misso de Jesus Cristo, como Enviado do Pai para nos salvar, compreen-demos que Maria faz parte desse mistrio realizado na Cruz. Ali-s, j dizia um telogo moderno Raniero Cantalamessa que Maria est presente em cada um dos trs momentos do mis-trio cristo: Encarnao, Mis-trio Pascal e Pentecostes (in Maria um espelho para a Igreja, p. 85). Maria est presente no Mistrio Pascal num lugar mui-to importante: aos ps da cruz redentora. Para alguns Padres da Igreja primitiva esse no era somente o instrumento da pai-xo e morte de Jesus, seu filho,

    mas uma antecipao da defi-nitiva glria do Senhor, da res-surreio que comemoramos na Viglia Pascal, no Sbado Santo. Maria est presente em todos os atos de Jesus, porque Ela sua Me e sua primeira Discpula, j falava Santo Agostinho.

    A celebrao da Semana Santa um momento estu-pendo de renovao da f e da esperana naquele que venceu o pecado e a morte. Ou como dizia So Paulo (cf. 1Cor 15,54-55): A morte foi absorvida na vitria. Morte, onde est a tua vitria? Morte, onde est o teu aguilho?. Para ele a certeza dessa vitria que d a todos ns a fora para progredir na vida crist (v. 58): Assim, irmos bem-amados, sede firmes, inabalveis, fazei incessantes progressos na obra do Senhor, cientes de que a vossa fadiga no v no Senhor.

    mente singular, pela obedincia, f, esperana e ardente caridade, ela cooperou na obra do Salva-dor (cf. Lumen Gentium, n. 61). Ela nos ensina que a esperana no decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nos-sos coraes pelo Esprito Santo que nos foi dado (Rm 5,5). E a nossa esperana est fundada na certeza da ressurreio futura e da glria final!

    Que o ms de abril nos abra os olhos para o inefvel e sublime Mistrio da Pscoa e que o ms de maio nos convide a venerar aquela que hoje o modelo per-feito de todo cristo! Festejemos com alegria o Sol nascente que das alturas nos veio visitar (cf. Lc 1,78-79), Jesus Cristo, nosso Sal-vador! Ele que nos deu Maria por nossa me (cf. Jo 19,20)! Que Deus abenoe a todos!

    04

    Critas em ao

    Confira os principais acontecimentos da Critas nos ltimos meses e abrace essa causa!

    Giro pelas Pastorais

    Vem a o XI Encontro de Casais com Cristo. Participe! 03

    Destaques Santa Suzana

    06

    Pscoa! Venha celebrar conosco a ressurreio de Jesus Cristo.

  • Nosso

    Futuro

    Futuro

    Colabore nessa obra: Seja um benfeitor e contribua para que o Complexo Paroquial saia do papel! Voc pode solicitar o recebimento de boletos mensais na secretaria da Parquia ou depositar valores na conta bancria: Banco Bradesco, agncia 2861-4, conta corrente 10.300-4.

    A Critas do futuroo projeto do Complexo pAroquiAl SAntA SuzAnA

    ContemplA umA infrAeStruturA de quAlidAde pArA

    Atender S demAndAS doS benefiCirioS dA CritAS.

    SejA um benfeitor deSSA obrA!

    A Critas de Santa Suzana existe h mais de 10 anos e utiliza a mesma

    estrutura em todo esse tempo. Trata-

    se de algo provisrio e precrio.

    So contineres adaptados que no

    oferecem o conforto necessrio aos

    nossos beneficirios, conta Dona

    Ione, vice-presidente da Critas.

    De acordo com Dona Ione, a

    meta de mdio prazo a construo

    de uma sede funcional e prtica com

    o objetivo de aumentar o nmero

    de beneficirios e oferecer a eles um

    ambiente digno e confortvel. Isso s

    ser alcanado com o envolvimento

    da comunidade e apoio de programas

    sociais de empresas preocupadas com

    a questo da cidadania, completa.

    O primeiro passo para a

    conquista desse sonho j foi dado.

    A atual diretoria da Critas, com

    a colaborao de profissionais

    qualificados, elaborou um

    projeto com todos os elementos

    necessrios para iniciar o processo

    de licenciamento da construo

    junto aos rgos municipais.

    Poderemos adaptar o tamanho

    das salas de acordo com as nossas

    necessidades prestigiando tambm

    salas de atendimentos especficos

    como gabinete dentrio, assistncia

    mdica e social, entre outras

    necessidades, finaliza Dona Ione.

    Ter a quadra de esportes de pequeno porte, cuidadosamente preparada com boa ventilao e iluminao e os depsitos.Sub

    Solo

    Est reservado exclusivamente para concentrao e estudo com salas de aula, informtica e oficinas.2 P

    ISo

    O prdio da Critas ter trs pisos e o subsolo

    giro

    PaSToral Do DzImo

    Fique atento! Durante as missas os ministros entregaro o formulrio para recadastramento. Voc pode, ainda, peg-lo na secretaria da Parquia.

    Participe do coral sacro de Santa Suzana -

    reunio toda 4 feira, s 20hs, no salo da

    capela Imaculada Conceio. Contato pelo telefone: 3742-4754

    Ser exclusivo para o atendimento, lazer e circulao dos beneficirios. Nele, teremos a cozinha, o refeitrio, a sala de TV, a brinquedoteca, a biblioteca, as salas de leitura e de jogos.1 P

    ISo

    Ser o espao para grande circulao do pblico com a recepo, o bazar, o salo de beleza, a secretaria, a coordenao e as salas de reunies. T

    rreo

    02

    Futuro pelas Pastoraispelas Pastorais

    pequeno Dizimista

    A pastoral do Dzimo dar incio, logo aps a Pscoa, ao recadastramento

    do Pequeno Dizimista, crianas e

    adolescentes at 14 anos. Ensine seus filhos

    a fazer a experincia do dzimo, formando

    neles a conscincia da partilha. Ele pode

    colocar no envelope o valor de um

    chocolate, de um ingresso de cinema, entre

    outras coisas. No importa o valor!

    A ideia que as crianas comecem a

    perceber desde cedo que tambm fazem

    parte de uma comunidade e que podemos

    ajudar muita gente com aquilo que

    ofertamos no dzimo.

  • 03

    A pastoral precisa

    de pessoas

    para ajudar no

    controle de envio

    dos cartes de

    aniversrio natalcio,

    de casamento

    e cartes de

    boas-vindas,

    entre outros com

    frequncia mensal.

    os interessados

    podem procurar

    a animadora da

    pastoral, rita de

    Cssia bertoni

    barbosa.

    Venha fazer parte

    da pastoral do dzimo

    mais sobriedadeQuantas histrias voc no

    conhece de famlias que foram

    destrudas pela dependncia

    de lcool, drogas ou remdios,

    jogo e outras compulses?

    Com o objetivo de prevenir e

    recuperar pessoas e famlias

    dessa doena, paroquianos da

    Santa Suzana esto trabalhando

    no site da Cnbb

    (www.cnbb.org.

    br) podem ser

    encontradas

    informaes a

    respeito da pastoral

    da Sobriedade da

    igreja Catlica.

    Visite e saiba mais.

    na estruturao da Pastoral

    da Sobriedade. Por meio

    da vivncia dos doze passos

    da Pastoral, muita gente

    recuperada e restaurada,

    explica Ctia, animadora

    da Pastoral.

    Ctia e seu esposo Joo

    Paulo estiveram no Santurio

    de Santa Terezinha para

    conhecer um pouco da

    estrutura da Pastoral que l

    funciona h alguns anos e

    muito bem. Os interessados

    em trabalhar com Ctia e

    Joo Paulo podem deixar seu

    nome e telefone de contato

    na secretaria da Parquia.

    vem a xi eCCPaSToral FamIlIar

    A frase Fazei tudo o que ele vos disser dita por

    Maria, me de Jesus, nas

    Bodas de Can, o tema do

    XI Encontro de Casais com

    Cristo da Parquia de Santa

    Suzana. Nessa bodas faltou

    vinho. Maria, sempre atenta,

    intercedeu a Jesus para que

    que socorresse o casal. Mesmo

    no sendo a hora de fazer o

    seu primeiro milagre, Jesus

    atendeu ao pedido da me

    e transformou a gua que

    tinham disponvel em um

    vinho de melhor qualidade do

    que todos que j haviam sido

    servidos naquela festa.

    enContro de CASAiS Com CriSto Ser

    reAlizAdo entre oS diAS 3 e 5 de junho.

    no perCA eSSA oportunidAde e tenhA um

    enContro eSpeCiAl Com o Senhor

    PaSToral Da SoBrIEDaDE

    Esse milagre tem

    sido realizado na vida de

    inmeros casais durante

    esses 11 anos da realizao

    do Encontro de Casais

    na Parquia. O vinho

    pode ser comparado

    ao amor que muitas

    vezes deixamos faltar na

    nossa vida e na vida dos

    nossos familiares. O ECC

    traz a oportunidade de

    experimentar o verdadeiro

    amor na vida dos casais,

    que se reflete em suas

    famlias e em cada um.

    Se voc deseja participar do encontro de casais, procure a rozilda na secretaria da Parquia, telefone: 3742 4754. Nas missas da Parquia, voc pode, ainda, preencher um caderno com os seus dados

    Catequese de Adultos - abertas as inscries para adultos, acima de 18 anos, que queiram receber os sacramentos do Batismo, 1 Eucaristia e Crisma. Inscries na secretaria da parquia em horrio comercial de tera sbado.

    Participamos do Encontro de Casais com Cristo no ano passado por meio de um convite que recebemos de um amigo. Achei esquisito meu marido aceitar, pois era muito resistente at em falar sobre Deus. Ambos somos de famlia catlica, mas no frequentvamos a Igreja. Quando foi chegando o dia do Encontro, pensamos em desistir. Graas a Deus persistimos na ideia e o ECC mudou nossa vida. Passamos a frequentar a Igreja e sentimos a presena de Deus em nossas vidas.

    Renata Oliveira, esposa de Tlio

    Se voc deseja conhecer os doze passos da Pastoral da sobriedade, acesse www.santasuzana.org.br

  • critasem Ao

    por dentro da critas

    A CritAS SAntA

    SuzAnA um nCleo

    SoCioeduCAtiVo. Com

    eSSA denominAo eSt

    regiStrAdA no ConSelho

    muniCipAl dA CriAnA e do

    AdoleSCente (CmdCA) Com

    doiS projetoS e quAtro

    CurSoS. ConfirA!

    04

    Catequese na Critas - Cerca de 50 crianas e jovens que participam dos encontros de catequese com a catequista maria dos anjos recebero pelo menos um Sacramento em 2011: Batismo, 1 Eucaristia e Crisma. muitos recebero todos os sacramentos.

    mais crianas na Critas

    Em 2011, a Critas passou a receber crianas a partir de 6 anos. Com essa idade, as crianas j ingressam no 1 ano escolar e as mes perdem o perodo integral das escolas infantis, sem ter com quem deixar os seus filhos em muitos casos, explica Dona Ione, vice-presidente de Critas. Os pequenos trouxeram um burburinho alegre e um alvoroo sadio com correrias e muita vida para nosso espao.

    Projetos:

    1. Desperta Talentos: voltado para crianas de 6 a 14 anos com reforo escolar em

    alfabetizao, portugus e matemtica;

    informtica, prticas esportivas e

    recreao; artes, artesanato, arteterapia;

    capoeira, cultura e cidadania e catequese.

    2. Aprendiz: voltado para jovens de 15 a 18 anos com o objetivo de prepar-los para

    o primeiro emprego. Aulas de portugus,

    matemtica, ingls, cidadania, marketing

    pessoal, rotinas administrativas, alm de

    apoio psicolgico.

    Cursos:

    1. Cozinha-escola para jovens, com cursos de ajudante de cozinha e pizzaiolo

    2. Salo de beleza-escola para adultos com cursos de cabeleireiro, manicure e

    depilao

    3. Curso de Alfabetizao de Adultos

    4. Incluso Digital para adultos

    de portas abertas aos

    estagirios

    Nos prximos meses, a Critas receber estagirios para trabalhar em importantes projetos. A vinda desses jovens que se preparam para o mercado de trabalho beneficiar, e muito, os que frequentam a Critas. A faculdade de Odontologia da Universidade de So Paulo (USP) encaminhar

    estagirios para o projeto Sorriso e Sade. Eles sero supervisionados pela Dra. Daniela, da comunidade Santa Suzana.

    J a Universidade Uninove enviar alunos do Servio Social para o Projeto Familiando, com a superviso da Marila e da Claudia.

  • aGENDa CrITaS

    Grande Bazar da Critas.Para todos os gostos e bolsosDia 30 de abril Sbado, das 9 s 18hLocal: Quadra da CritasBijuterias finas e finssimas, roupas novas e semi-novas, artesanato, peas de vidro e madeira, praa de alimentao e muito mais!

    VIA SACRANo dia 13 de abril um grupo de crianas e jovens encenaro a Via Sacra nas dependncias da Critas, transformada nesse dia em Calvrio

    BATIZADO DE CAPOEIRASer realizado no dia 17 de abril, das 9 s 13h, na quadra, o primeiro batizado de crianas e jovens do grupo Capoeira, Cultura e Cidadania

    ENTREGA DE CERTIFICADO DE CONCLUSO DO CURSO DE DEPILAOSer no dia 19 de abril, s 15 horas, no Gazebo

    HOPI HARImenores de 10 anos ganharam o Dia do Sonho da oNG Sonhar acordado. No dia 15 de maio, um domingo, as crianas iro se divertir no Hopi Hari.

    05

    meio ambiente protegidoVamos salvar o nosso Planeta com

    Cidadania o

    tema escolhido

    pela Critas para

    ser trabalhado

    em 2011 e est

    em consonncia

    com a Campanha

    da Fraternidade deste ano,Fraternidade e a

    vida no planeta. So tantas atividades que foi

    necessrio dividir os beneficirios em grupos.

    A primeira ao dedicada gua, foi

    realizada entre os dias 21 a 26 de maro.

    Sabesp e Critas realizaram uma programao

    educativa especial, a Eco-Mobilizao,

    com o objetivo de conscientizao do uso

    racional da gua. Tambm foi realizado o

    mutiro de limpeza no crrego Ibirapor.

    O grupo de Capoeira, Cultura e Cidadania

    da Critas abriu o mutiro de limpeza com

    muito entusiasmo. Os moradores da Rua

    Ibirapor limparam os arredores, retiraram o

    lixo levado pela chuva e plantaram mudas em

    toda a margem do crrego.

    Outra ao importante foi a visita de um grupo de pequenos ao Parque Villa Lobos no projeto Criana

    Ecolgica na Villa Ambiental. Eles andaram por

    trilhas no meio da mata, observaram a biodiversidade,

    discutiram temas como o lixo, a reciclagem, a poluio

    entre outros. O passeio contou com a parceria do

    Instituto Cndido e Instituto Solidare.

    Alm disso, os jovens do Projeto Aprendiz participaram da palestra na Cmara Municipal de

    So Paulo com o tema Educao Ambiental como

    Poltica Pblica: A voz das futuras geraes. Este

    evento foi organizado pela (OMEP) Organizao

    Mundial para a Educao Pr- Escolar rgo

    consultivo da (UNESCO) Organizao das Naes

    Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura.

    o crrego Ibirapor fica perto da Critas e suas nascentes esto atrs da Praa Santa Suzana, bem protegidas pela mata local. os moradores lutaram pelas obras de revitalizao e limpeza das guas do crrego e conseguiram!

  • domingo de ramos

    DestaquesSanta SuzanaSanta Suzana

    Voc sabia?

    pscoa!

    DestaquesSanta SuzanaSanta Suzana

    L se foram quarenta dias de preparao para a Pscoa. Nesse perodo,

    toda a comunidade foi convidada a intensificar

    a penitncia com a prtica de jejuns, esmola e

    oraes. A festa da ressurreio de Cristo to

    importante para a Igreja que temos um

    tempo especfico, a Quaresma, para refletirmos

    sobre a nossa vida e, assim, abrir o nosso

    coraopara a mudana, transformao e

    converso, explica Padre Denis.

    Anualmente, todos os catlicos tm a

    oportunidade de viver o tempo de preparao

    para a Pscoa e a prpria Semana

    Santa. Muitos, por no entender

    a importncia dessa linda festa,

    acabam no participando com

    intensidade das celebraes. Por

    isso, o jornal Santa Suzana traz

    para voc, de maneira simples

    e objetiva, o significado de cada

    uma delas. Confira e venha

    comemorar conosco a vitria

    de Cristo sobre a morte e a nossa

    salvao!

    Celebrado no ltimo domingo da Quaresma. Celebra-se a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalm e tambm sua Paixo, ou seja, todo o seu

    caminho de sofrimento at chegar cruz

    e vencer a morte. Nessa missa, temos a

    oportunidade de proclamar Jesus como

    Rei de nossas vidas e nos abandonarmos

    em suas Mos, reflete Padre Denis. O

    Domingo de Ramos abre a Semana Santa.

    quinta-feira SantaNa Quinta-feira Santa inicia-se o

    Trduo Pascal, que a preparao para o Domingo da Ressurreio. Pela manh,

    todos os padres da diocese de Campo

    Limpo celebram com o bispo Dom Luiz

    Antonio Guedes a Missa do Crisma, em

    que so abenoados os Santos leos

    (Crisma, Catecmenos e Enfermos)

    e tambm a renovao das promessas

    sacerdotais de todos os presbteros.

    Chegou A horA

    de CelebrAr A mAior

    e mAiS importAnte

    feStA doS CriStoS.

    VenhA ComemorAr

    ConoSCo A

    reSSurreio de

    jeSuS CriSto.

    A VidA mAiS forte

    do que A morte!

    A Quinta-feira Santa, a Sexta-feira Santa e o Sbado Santo (conhecido tambm como Sbado de Aleluia) compem o Trduo Pascal e formam uma nica celebrao.

    Repare que na Quinta e na Sexta no h bno final. Ela ocorre apenas no sbado.

    Por isso importante participar do trduo como um todo. Quem deixa de

    ir a uma das celebraes como se estivesse saindo no meio de uma missa

    dominical antes dela acabar! Muitos cristos do mais valor Sexta-feira

    Santa, lotando as Igrejas e adorando cruz, e se esquecem de voltar no Sbado

    para comemorar a ressurreio de Jesus.

    06

  • 07

    noite celebramos a Missa

    Vespertina da Ceia do Senhor. Durante

    essa missa, comemoramos a ltima Ceia

    da Pscoa hebraica que Jesus celebrou

    com seus Apstolos, quando Ele instituiu

    a Eucaristia e o Sacerdcio Cristo,

    que est fundamentado no servio ao

    prximo representado pelo rito do

    Lava-ps, explica Padre Denis. No final,

    o Santssimo Sacramento levado para

    a capela e todas as imagens so cobertas.

    O altar fica descoberto. Estes gestos

    simbolizam que Jesus foi capturado e

    levado para o crcere.

    Sexta-feira Santa Esse o nico dia do ano em que no

    h missa em nenhuma Igreja Catlica

    Apostlica Romana do mundo e, sim, a

    celebrao da Palavra com distribuio da Eucaristia. Nessa ocasio, celebra-se

    a Paixo de Cristo, onde se recorda o julgamento, a condenao e a morte de

    Cristo na Cruz.

    Sbado Santo

    1

    2

    3

    4

    AGENDA DA SEmANA SANTA: PROGRAmE-SE

    10h - Procisso saindo da Imaculada Conceio at a Santa Suzana, onde ser celebrada a Missa

    >> Dia 17 | Domingo de ramos

    20h - Quadra de Critas

    19h30 - Quadra de Critas com Procisso do Encontro de Nossa Senhora das Dores e do Senhor dos Passos e Missa

    >> Dia 19 | Devoo das sete Dores de maria

    19h30 - Comunidade Imaculada Conceio

    >> Dia 20 | Ceia Pascal Judaica

    Quinta-feira Santa 19h - Celebrao na Quadra de Critas Sexta-feira Santa 9h - Orao das Laudes - Comunidade Santa Suzana15h - Celebrao na Quadra de Critas, seguida de Procisso at a Comunidade Imaculada Conceio

    Sbado Santo 19h - Celebrao na Quadra de Critas Domingo de Pscoa (missas) 11h - Quadra de Critas; 18h - Comunidade Imaculada Conceio; 19h30 - Comunidade Santa Suzana

    >> Dias 21 a 23 | Trduo Pascal

    domingo de pscoa Nas missas do domingo, celebra-se

    a Pscoa da Ressurreio do Senhor: a

    vitria definitiva de Jesus sobre a morte.

    um dia de festa e de alegria!

    >> Dia 18 | Via Sacra

    Na noite do Sbado Santo celebramos a Viglia Pascal, ocasio

    em que a Igreja espera, velando, a

    ressurreio de Cristo. uma das mais

    lindas e ricas celebraes da Igreja.

    formada por quatro partes:

    A Celebrao da Luz, onde abenoamos o fogo novo e preparamos

    o Crio Pascal, que simboliza o Cristo

    Luz que rompe as trevas da morte.

    A Liturgia da Palavra, em que ouvimos as leituras do Antigo Testamento,

    entre elas a Leitura do livro do xodo

    (Libertao do povo Hebreu do Egito), a

    Epstola, o Aleluia Solene e o Evangelho.

    A Liturgia Batismal, onde abenoamos a gua para o batismo e para asperso

    de toda a assembleia, aps fazermos a

    Renovao das Promessas do Batismo.

    A Liturgia Eucarstica, em que recebemos o Corpo

    e o Sangue de Jesus Vitorioso.

  • caNtiNho

    abr.

    20h - Conselho de Formadores e Economato Paroquial na Comunidade Imaculada Conceio

    >> Dia 26 (tera-feira)

    da Famliada Famlia

    agende-se

    participe

    mai.

    >> Dia 27 (quarta-feira) Conselho Paroquial Pastoral (CPP), data

    e hora a definir

    >> Dia 4 (quarta-feira) 9h30 - Reunio de Liturgia, Comunidade Imaculada Conceio

    17h - Reunio da Diretoria da Critas, Critas

    missas

    Passatempo

    O Jornal da Parquia Santa Suzana uma publicao bimestral de distribuio gratuita. Proco: Manoel Correa Viana Neto. Animadores da Pastoral da Comunicao: Renato e Camila Duarte. Edio e Jornalista Responsvel: Letcia Tavares (MTb 36.620). Reportagem: Maurcio Chiavolotti, Renato e Camila Duarte. Edio de arte: 107artedesign. Impresso: Grfica Taboo. Tiragem: 1.500 exemplares, Secretaria Paroquial Santa Suzana: (11) 3742.4754.

    Conte a sua histria. Este espao seu! mande sua histria para a gente. Queremos conhecer

    os paroquianos de nossa comunidade! Escreva para [email protected] ou deixe seu

    depoimento com foto na secretaria da Parquia. Participe deste jornal, que feito para voc!

    08

    Comunidade Imaculada ConceioDe tera-feira a sexta-feira: 8hSbado: 18h Domingo: 9h e 18h

    Comunidade Santa SuzanaDomingo: 11h e 19h30

    Comunidade So Paulo Apstolo (S.P.F. Clube) Domingo: 10h

    Comunidade N. S. das Graas (Portal do Morumbi) Domingo: 18h

    Comunidade Sta. Terezinha (Portal da Cidade) Sbado: 18h

    Com. Santa Suzana: Rua David Ben Gurion, 777

    Quadra da Critas: Rua David Ben Gurion, 777

    Com. Imaculada Conceio: Rua Paulo Srgio de Macedo, 197

    Programe-se

    >> Dia 6 (sexta-feira)

    ColoQuE aS INICIaIS DE CaDa FIGura E DESCuBra a PalaVra QuE FalTa No TEXTo aBaIXo:DEuS ama ao QuE D Com:______________

    FIGuraS DIrETaS

    RESPOSTA: TERO, JESUS, DADO, NOSSA SENHORA, SINO, SORVETE, MELANCIA, VELA

    agende-se

    ParticiPEPrograme-se

    abr.

    missas

    A necessidade de acompanhar nossa filha Mariana na catequese da 1 comunho, em 2006, fez com que voltssemos a frequentar a Igreja Catlica. Surgiu ento a oportunidade de participar do VI Encontro de Casais com Cristo, onde encontramos uma comunidade viva e feliz. Nossa vida foi inteiramente transformada pela ao de Deus. Minha esposa entrou para a segunda comunidade do Caminho Neocatecumenal e eu passei a perceber as mudanas que Deus estava fazendo nela e em nossa famlia. Resolvi fazer parte do Caminho tambm e temos buscado nossa f e converso, atravs da Palavra de Deus, da Eucaristia e da convivncia com os irmos. Nossas filhas,

    Mariana e Nina, nos acompanharam desde o incio, fizeram a primeira comunho, e a Mariana est na 3 comunidade do Caminho, se preparando para ir com outros jovens da parquia para a Jornada Mundial da Juventude em Madri, este ano. Para ns uma grande alegria podermos rezar juntos todos os dias e especialmente nas manhs de domingo, quando fazemos as laudes em casa. Edson Brockveld

    a famlia Brockveld: Edson e lucimeire, casados h 22 anos, pais de mariana, 14 e Nina Hertha, 10 so paroquianos e participantes do Caminho Neocatecumenal. Fazem parte da equipe de servio do Encontro de Casais com Cristo, entre outras atividades da Igreja.

    >> Dia 28 (quinta-feira) 20h - Conselho Foranial Pastoral (CFP) da Forania Morumbi na Parquia So Bento do Morumbi

    >> Dia 29 (sexta-feira) CCP Comunidade Santa Suzana, aps a

    missa no Gazebo

    20h - Encontro de Preparao para o Batismo na Comunidade Imaculada

    Conceio

    >> Dia 8 (domingo) 11h - Missa da Catequese, Quadra da Critas

    >> Dia 9 (segunda-feira) 17h30 - Reunio da Catequese, Comunidade Imaculada Conceio

    20h - Reunio de pais (2 ano), Comunidade Imaculada Conceio

    >> Dia 10 (tera-feira) 20h - Economato Santa Suzana, Comunidade Santa Suzana

    >> Dia 13 (sexta-feira) 20h30 - Reunio Pastoral dos Coroinhas, Comunidade Santa Suzana

    mai.

    >> Programao da Semana Santa na pgina 7

    orao em famlia

    RE

    SPO

    STA: A

    LEG

    RIA