sobre Laranjeiras

  • View
    46

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

este trabalho o ajudara na sua vida.

Transcript

Revista Eletrnica do Curso de Geografia do Campus Jata - UFG www.jatai.ufg.br/geografia

GEOAMBIENTE ON-LINE| Jata-GO | N.11 | jul-dez/2008 | ISSN 1679-9860

IMPACTOS AMBIENTAIS DAS ATIVIDADES AGROPECURIAS ESTUDO DE CASO FAZENDA JAGUATIRICA LARANJEIRAS DO SUL - PRMrcio Renato Dulnik1, Osmar Cardoso Junior1, Mariza Rotta2, Valter Becegato3, William C. Polnio Machado4 & Sideney Becker Onofre5 (1 - Especialistas em Auditoria Ambiental Universidade Paranaense UNIPAR - Campus de Francisco Beltro Endereo eletrnico: mrddulnik@gmail.com, osmar@netconta.com.br. 2 - Professora do Centro Universitrio Catlico do Sudoeste do Paran UNICS e das Faculdades Vizinhana Vale do Iguau VIZIVALI Endereo eletrnico: mzrotta@yahoo.com.br. 3 - Professor do Centro de Cincias Agroveterinrias da Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC. Caixa Postal 281, CEP 88520-000 LagesSC, E-mail: becegato@cav.udesc.br; 4 - Professor Universidade Tecnolgica Federal do Paran UTFPR Campus Pato Branco, E-mail: wcpm@mail.crea-pr.org.br; 5 - Professor Titular da Universidade Paranaense UNIPAR Campus de Francisco Beltro Endereo eletrnico: sideney@unipar.br). Resumo Este trabalho teve como objetivo avaliar os impactos ambientais decorrentes da atividade agropecuria, tomando por base uma propriedade rural diversificada no municpio de Laranjeiras do Sul PR, denominada Fazenda Jaguatirica. Foram avaliadas as atividades existentes na propriedade e suas devidas participaes dentro dos impactos ambientais existentes. Os impactos foram avaliados quanto a sua natureza, causa, durao, importncia, possibilidade de reverso e compensao e ainda a adoo de medidas mitigadoras. Observouse ainda, que a atividade agropecuria traz alm de alguns danos para o meio fsico e biolgico, a gerao de emprego, renda e infra-estrutura para o desenvolvimento das atividades. Foi observado que os efeitos impactantes no solo tm maior ocorrncia dentro das atividades da fazenda, onde existem reas em processo erosivo avanado, o que ocasionou, ou ocasionar assoreamento dos cursos dgua, eutrofizao dos rios e morte das nascentes. Medidas mitigadoras esto sendo implantadas, dentre elas, destacamos a reposio da mata

Recebido para publicao em 08 de Agosto de 2008; Aprovado para publicao em 19 de Novembro de 2008. 221

Revista Eletrnica do Curso de Geografia do Campus Jata - UFG www.jatai.ufg.br/geografia

GEOAMBIENTE ON-LINE| Jata-GO | N.11 | jul-dez/2008 | ISSN 1679-9860

ciliar e de proteo das nascentes, reforma das pastagens e plantio de rvores nas reas de maior declividade. Palavras-chave: Impactos ambientais, atividades agropecurias, medidas mitigadoras. Abstract ENVIRONMENTAL IMPACTS OF THE AGRICULTURAL AND BOVINE ACTIVITIES CASE STUDY OF THE JAGUATIRICA FARM LARANJEIRAS DO SUL PARAN STATE - BRAZIL This work had the purpose of evaluating the environmental impacts from the agricultural and bovine activity, taking as a basis a diversified rural property in the town of Laranjeiras do Sul PR, named Jaguatirica Farm. It was assessed the activities taking place at the property and their participation on the existing environmental impacts. The impacts were evaluated for their nature, cause, duration, importance, possibility of reversion and compensation, and the adoption of mitigating measures. It was observed as well that the agricultural and bovine activity brings, in addition to some damage to the physical and biological environments, the creation of working posts, income and infrastructure for the development of the activities. It was observed that the impacts on the soil have the greatest occurrence within the activities of the farm, where there are areas under advanced erosive process, which caused or will cause the diminishment of water streams and death of the springs. Countermeasures are being established, including the renewal of the riverbank woods and protection of the springs, redesign of the pastures and planting of trees in the areas of greater declivity. Key words: environmental impacts, agricultural and bovine activities, mitigating measures. 1 - Introduo De forma simplificada pode-se afirmar que em termos de avaliao do impacto ambiental das atividades humanas existem trs grandes problemas no pas, inseparveis mas inconfundveis, cada um com uma sistemtica de anlise cientfica distinta: as atividades energtico-mineradoras, as atividades industriais-urbanas e as atividades agrossilvopastoris. Em geral, os critrios, instrumentos e mtodos utilizados para avaliar o impacto ambiental so prprios a cada uma dessas trs atividades e no universais (GTAMA, 1993; BALBO, 1994). Os efeitos predatrios do crescimento agrcola j atingem todos os grandes ecossistemas. A homogeinizao da prticas produtivas e do meio natural, induzida pela 222

Revista Eletrnica do Curso de Geografia do Campus Jata - UFG www.jatai.ufg.br/geografia

GEOAMBIENTE ON-LINE| Jata-GO | N.11 | jul-dez/2008 | ISSN 1679-9860

segunda revoluo agrcola, e cujo pice foi a chamada "revoluo verde", intensificou a eroso e o empobrecimento dos solos, comprometeu a qualidade e a quantidade dos recursos hdricos, diminuiu a diversidade gentica, aumentou a contaminao dos alimentos, e induziu a devastao de formaes vegetais at ento defendidas pelas dificuldades de acesso, ou pela inospitalidade (MIRANDA et al. 2006). A natureza e amplitude desses impactos no derivam apenas da incorporao indiscriminada de uma base tecnolgica desenvolvida para regies temperadas ou frias, e inadaptada aos ecossistemas tropicais. A esse fator de ordem tcnica se somou a lgica "mineradora", a corrida lucratividade imediata e o carter especulativo predominante na conformao dos agroecossistemas (GTAMA, 1993). Indicadores apresentados pelo GTAMA, (1993) e Silva (1997) so expressivos dos danos frequentemente irreversveis engendrados pela modernizao agrcola. As perdas de solo por eroso atingem a proporo alarmante de 25 toneladas/ano por hectare, para nveis considerados "normais" de 3 a 12 toneladas. Estima-se que so perdidas no pas quase 200 milhes de toneladas de terra frtil por ano. Terminam por ser lanadas nos corpos dgua, assoreando-os e contaminando-os por lixiviao com fertilizantes qumicos e agrotxicos. Esses violentos processos erosivos encontram-se na base de fenmenos de desertificao que j se manifestam em reas relativamente extensas. Os solos so compactados quando manejados intensivamente por araes profundas, ou por sucessivas gradagens, realizadas com mquinas pesadas. Ao mesmo tempo, a fertilizao muito mais qumica que orgnica tambm ajuda nesse definhamento da estrutura fsica dos solos. A gua das chuvas, ao encontrar uma superfcie compactada, no consegue penetrar e escorre levando consigo a camada superficial e uma srie de nutrientes. A freqente ausncia de curvas de nvel ou "camalees" em terrenos declivosos, bem como a manuteno dos solos "limpos" ou descobertos, complementam os fatores que favorecem os processos erosivos, principalmente nas reas mais tropicais, onde as chuvas so mais intensas (THOMAS, 1995). Nesses processos, grandes quantidades de nutrientes e de matria orgnica so lixiviados. Os teores de matria orgnica no material erodido chegam a ser de 1,3 a 5 vezes superiores aos teores que permanecem nos solos. A diminuio da matria orgnica reduz a porosidade dos solos e, consequentemente, a absoro de gua e de nutrientes. A capacidade de armazenamento, bem como a circulao de gua e nutrientes, tambm so reduzidas. E os 223

Revista Eletrnica do Curso de Geografia do Campus Jata - UFG www.jatai.ufg.br/geografia

GEOAMBIENTE ON-LINE| Jata-GO | N.11 | jul-dez/2008 | ISSN 1679-9860

sistemas radiculares das plantas encontram dificuldades para se desenvolver. Em tais situaes, o aproveitamento dos nutrientes incorporados pela adubao qumica muito baixo, comprometendo a eficincia dessa prtica (RODRIGUES, 1998). Outra conseqncia que os solos compactados tambm impedem a circulao do ar. Este fator somado diminuio da porosidade, da circulao da gua, dos teores de matria orgnica e de outros nutrientes, em funo da eroso e da manuteno dos solos descobertos, revolvidos e expostos ao sol forte, praticamente inviabilizam a existncia da microbiota. Como se sabe, bactrias, fungos, insetos e minhocas desempenham, dentre outras funes, um papel fundamental na reciclagem de nutrientes para as plantas. O resultado de todos esses fatores pode ser uma sensvel diminuio da produtividade, que tende a ser compensada com um uso ainda maior de fertilizantes qumicos (QUIRINO, et al. 1999). Grande parte do material erodido carregado para corpos dgua superficiais e subterrneos. Alm de assorear rios e lagos, estes sedimentos contm nitrognio e fsforo que podem desencadear processos de eutrofizao, isto , um aumento de nutrientes na gua que possibilita o rpido desenvolvimento de vegetais aquticos, principalmente algas, que elevam o consumo de oxignio e impedem a sobrevivncia de outros organismos como peixes e crustceos (FURTADO, 2003). Assim como os sedimentos erodidos dos solos, os resduos de agrotxicos tambm so fontes de poluio para os corpos dgua. As deficincias nutricionais das plantas aliadas ao aparecimento de pragas resistentes aos agroqumicos, diminuio dos inimigos naturais e baixa diversidade dos agroecossistemas, que implica em menor estabilidade, tm sido os principais responsveis pelo uso crescente de agrotxicos nas lavouras. E as aplicaes de agrotxicos fazem proliferar as pragas provocando novas infestaes (RODRIGUES et al. 2002). Alm da gua, esses produtos tambm contaminam os solos, os animais domsticos, os animais silvestres, os alimentos e, finalmente, as pessoas. O uso exagerado de inseticidas clorados-orgnicos, principalmente o DDT, faz com que se armazenem na gordura e persistam no sangue em nvel proporcional absoro diria. seja pelo contato direto na sua produo, seja durante a aplicao no campo, seja pela ingesto de alimentos e de gua contaminada por resduos desses produ