Solues analticas para a indstria do leite que os seus clientes esperam e fazer o melhor ... de gordura necessria como leite de vaca, ... leite em p desnatado, leite condensado desnatado

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Solues analticas para a indstria do leite que os seus clientes esperam e fazer o melhor ... de...

  • Solues analticas para a indstria do leite

  • 2

  • 3

    A FOSS tem desenvolvido solues anal-ticas inovadoras para a indstria do leite por mais de 50 anos.

  • 1 2

    4

    Agregue valor ao longo de seu processo de fabricaoA inovao em tecnologia analtica nas ltimas dcadas levou a muitas novas oportunidades para controlar o processo de fabricao de laticnios para melhor o lucro e a qualidade e, felizmente, o ritmo de desenvolvimento s fica mais rpido. Vamos dar uma olhada nas opes disponveis para voc na produo de diferentes produtos lcteos.

    MATRIA-PRIMA PADRONIZAO

    Obtenha mais de seus recursosNa FOSS, ns entendemos que o sucesso na indstria de laticnios dependente da capacidade de entregar cons-tantemente produtos de alta qualidade. A nossa gama verstil de solues analticas foi concebida para dar-lhe acesso rpido a dados precisos durante todo o ciclo de produo - a partir de ingesto de matria-prima, controle do processo, at a especificao do produto final. Com essas informaes, possvel fornecer os produtos de alta qualidade que os seus clientes esperam e fazer o melhor uso possvel de seus valiosos recursos.

    A FOSS tem mais de 50 anos de experincia no desenvol-vimento de solues analticas para a indstria do leite. Sabemos que voc est trabalhando em uma indstria que enfrenta continuamente mudanas das exigncias dos consumidores, as preocupaes com a segurana alimentar e o aumento dos requisitos regulamentares. Nossas solues ajudam voc a aumentar a eficincia operacional para que possa responder a estes desafios.

  • 3 4

    5

    CONTROLE DE PROCESSO PRODUTO FINAL

    As solues da FOSS podem ser utilizadas em anlises de:Gordura, Protena, Lactose, Slidos Totais, Slidos No Gordurosos, Casena, Uria, Densidade, Ponto de Congela-mento, Sacarose, Frutose, Glicose, Galactose, Acares To-tais, cido Ltico, cidos ctricos, cidos graxos livres , cidos Graxos Saturados e Insaturados, Sal, Umidade e Triagem de Adulterantes no Leite (Targeted e Untargeted)

  • 1

    6

    Conhea sua matria-prima e aumente sua qualidadeOutro tanque de leite chega, mas o que que vale a pena, como voc vai us-lo, e seguro?

    A anlise rpida diretamente no recebimento com as solues analticas da FOSS construdas para esse desafio ajuda voc a fazer o melhor uso possvel de uma oferta de leite que est em constante mudana, de fornecedor para fornecedor, de poca para poca e, em alguns casos, tambm propenso conta-minao acidental ou deliberada na cadeia de mantimentos.

    Informaes precisas permitem o pagamento justo aos forne-cedores e por saber exatamente o que est a caminho voc pode segregar antes da padronizao e do incio da produo, assim economizando tempo e recursos valiosos.

    Para a produo de leite de consumo, teores de gordura e protena so geralmente os principais parmetros de interesse para fins de pagamento. Seus fornecedores naturalmente oro querer saber porque as medies so precisas com fraes to pequenas como 0,05% e como

    a preciso pode ser mantida. Aqui, as calibraes globais da FOSS, apoiadas pela equipe de suporte da FOSS, asseguram que os instrumentos estejam entregando resultados precisos de forma consistente.

    Se voc est produzindo queijo, voc tambm pode testar para parmetros de pagamento adicionais, tais como o teor de casena para garantir que voc pague apenas o preo certo pela sua matria-prima.

    E, o que quer que voc esteja produzindo, uma triagem contra possveis adulterantes lhe garante paz de esprito e proteo de marca. A triagem realizada simultaneamente com os outros testes e destaca amostras que possam exigir uma an-lise mais aprofundada, limitando, assim, testes de laboratrio caros e demorados para amostras prioritrias.

    Ferramentas para controle no recebimento

    Instrumentos de bancada que utilizam a tecnologia de Fourier Transform Infrared (FTIR) como o MilkoScan Mars, MilkoS-can FT1 e MilkoScan FT2 so ideais para controle de recebimento, por exemplo, em um laboratrio ou sala de controle prximo do recebimento e da produo.

    Os instrumentos podem ser configurados para uso por qualquer pessoa com nenhum treinamento especial, dando-lhe re-sultados rpidos para vrios parmetros.

  • 2

    7

    Padronize e aumente sua lucratividadeAo padronizar os componentes em sua produo de leite voc passa a produzir com qualidade consistente, indepen-dentemente da escala da sua operao ou variaes sazonais na sua matria-prima. Nossas solues permitem monitorar e ajustar a relao entre os diferentes componentes do leite, como gordura, protena, slidos e casena para a melhoria da produo.

    A padronizao nesta fase inicial apresentou melhoras de rendimento, reduo de desperdcio e aumento das margens de lucro. Por exemplo, na produo de leite integral com um teor mnimo permitido de gordura em 3,5%, a padronizao de gordura necessria como leite de vaca, tipicamente, contm 3,8% de gordura.

    Com o conhecimento sobre o teor de gordura do leite desnata-do e a nata aps o separador, possvel padronizar misturando creme de volta para a linha desnatado para atingir exatamente 3.5% de gordura. No apenas esta padronizao trar a com-posio em conformidade com as especificaes legais, mas tambm garantir que voc no perca componentes valiosos, o que pode ser posteriormente comercializado de outra forma a um preo muito mais elevado.

    Da mesma forma, a rentabilidade e a qualidade da produo de queijo comea com a correta padronizao do leite. Espe-cificamente, a proporo de gordura para protena no leite para queijo (ou ainda melhor a proporo de gordura para casena) pode ser ajustada para atingir a gordura especificada na matria seca no queijo acabado.

    Da mesma forma, a padronizao do leite em p comea com a relao entre gordura e slidos no leite de acordo com as propores indicadas para o p acabado. A concentrao de protena no leite pode ser elevada atravs da adio de leite em p desnatado, leite condensado desnatado ou de leite ultra-filtrado. Alternativamente, o teor de protena pode ser reduzido com lactose extra ou permeado a partir de um processo de ultra-filtrao.

    Como protena o componente de leite em p de valor mais elevado, o forte controle proporcionado pela padronizao no incio do processo de produo pode ser um grande impulso para a lucratividade.

    Aumentando a lucratividade: Um laticnio produzindo10,000 tons de leite em p por ano pode diminuir a proporo Protena/Slidos no gordurosos em 0,6% e economizar em torno de R$ 500.000 por ano.

    Ferramentas para padronizao

    A padronizao requer uma anlise rpida, precisa e frequente. Quanto mais rpido os resultados, mais cedo o processo pode ser ajustado. Quanto mais preciso os resultados, mais os ajustes para mais prximo das especificaes podem ser feitos. Quanto mais frequente os resultados, melhores so os ajustes contra variaes repentinas na composio.

    Para a produo de alto volume, um instrumento de controle de processos, tal como o ProcesScan com software de regula-mento, excepcional, proporcionando o ajuste do fluxo de leite da produo em tempo praticamente real.

  • 3

    8

    Melhore o rendimento atravs do controle de processoA FOSS oferece uma gama completa de solues analticas online e de bancada para utilizao em diferentes fases ao longo do processo de produo. Com medies rpidas e confiveis de parmetros cruciais, voc pode aproveitar os dados de produo em tempo real e tomar decises que evitem o retrabalho oneroso e desperdcio de recursos valiosos.

    Melhor rendimento em manteigaSe voc est produzindo manteiga, voc ter que seguir a legislao afirmando que sua manteiga contm um mximo de 16% de umidade ou mnimo de 80% de gordura. A compo-sio final da manteiga ajustada misturando mais ou menos gua, gua e sal, ou cultura de incio manteiga na ltima fase do processo de agitao automtica. Aqui, informaes instantneas sobre o teor de umidade permitem ajustes em tempo real para obter a mistura correta. Por sua vez isto faz com que seja possvel melhorar o rendimento pelo aumento do teor de umidade mdio da manteiga produzida.

    Para produo contnua de manteiga, o controle mais justo obtido com um sensor em linha instalado na sada propor-cionando um fluxo constante de resultados de anlises em tempo real.

    Aumentando a lucratividade:Com o preo da manteiga a Euro 3.10 e uma produo anu-al de 4,500 tons, um aumento de 0,3% de umidade rende 50.000 euros por ano.

    Evaporao eficaz em leite em pAo produzir leites concentrados e em p, a relao entre a gordura e slidos no leite deve primeiro ser padronizada para alcanar as propores indicadas no produto acabado. Ento, s nos resta aumentar o rendimento e lucratividade atravs de testes e ajustes da relao de protena para slidos totais no concentrado que sai do processo de evaporao.

    Usando solues de controle de processo, voc pode analisar e controlar o grau de concentrao aps o evaporador medin-do a concentrao de slidos totais. Analisando nesta etapa assegura que a maior parte da gua evaporada sob vcuo, o que muito menos dispendioso e mais sustentvel do que tentar retirar a gua no passo seguinte, a torre de secagem por pulverizao. Alm disso, o teor de umidade pode ser ajustado aps a secagem por pulverizao. Nesta fase, os resultados

    rpidos e confiveis podem ser usadas para reter o excesso de umidade no p e ainda estar dentro dos limites legais.

    As solues online e de bancada da FOSS oferecem os resul-tados de umidade instantneos necessrios para controlar taxas de fluxo e temperaturas de secadores e de fluid beds, de modo que voc possa ajustar seu produto para cumprir com as especificaes precisamente.

    Aumentando a lucratividade:Uma produo de leite em p de 70.000 toneladas por ano moveu sua meta de umidade 0,1% mais prximo da espe-cificao, levando a um aumento de rendimento de Euro 147.000,00.

  • 9

    Rumo ao perfeito processo de fabricao de