of 11/11
Tempo Geológico 1. Pensamento ocidental medieval: interpretação literal dos 11 primeiros capítulos do livro de “Gênesis” (Bíblia); universo geocêntrico, Terra estática. 2. Copérnico (1473-1543) / Galileu (1564-1642) / Kepler (1571-1630): sistema heliocêntrico, Terra dinâmica (em movimento: translação/rotação). 3. Uniformitarismo de James Hutton (1795)/Racionalismo: Terra dinâmica na forma, tempo “estendido”. 4. Catastrofismo / Netunismo (A.Werner, 1775): oceano primitivo; deposição de todas as rochas (granitos, basaltos, calcários, metamórficas em geral, sedimentares em geral). - fundamento “teológico” - aparente coerência com os fatos observados - autoridade de Werner Formações Universa

Tempo Geológico 1. Pensamento ocidental medieval: interpretação literal dos 11 primeiros capítulos do livro de “Gênesis” (Bíblia); universo geocêntrico,

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Tempo Geológico 1. Pensamento ocidental medieval: interpretação literal dos 11 primeiros...

  • Tempo Geolgico 1. Pensamento ocidental medieval: interpretao literal dos 11 primeiros captulos do livro de Gnesis (Bblia); universo geocntrico, Terra esttica.

    2. Coprnico (1473-1543) / Galileu (1564-1642) / Kepler (1571-1630): sistema heliocntrico, Terra dinmica (em movimento: translao/rotao).

    3. Uniformitarismo de James Hutton (1795)/Racionalismo: Terra dinmica na forma, tempo estendido.

    4. Catastrofismo / Netunismo (A.Werner, 1775): oceano primitivo; deposio de todas as rochas (granitos, basaltos, calcrios, metamrficas em geral, sedimentares em geral). - fundamento teolgico- aparente coerncia com os fatos observados- autoridade de WernerFormaes Universais

  • Quarta srie: argila, areia e cascalho.Terceira srie: arenito, calcrio, sal, gipso, carvo e basalto.

    Segunda srie: ardsia, grauvaca, xisto, calcrio.Primeira srie: granito, gnaisses, xistos e outras rochas cristalinas.

    Formaes ParciaisFormaes UniversaisNETUNISMO - a idade das rochas indicada pela litologia:

  • 5. Segunda metade do sculo XIX: Lei da Sucesso Faunstica X Netunismo

    6. Origem gnea do basalto, em Auvergne, Frana: Netunismo

    7. Charles Lyell (1797-1875): consagrao do Uniformitarismo/Atualismo. - processos geolgicos que moldaram a Terra ainda so observveis- o presente a chave do passado- limitao: viso estritamente cclica8. Uniformitarismo/Atualismo ontemporneos:- no estritamente cclico- processos fsicos, qumicos e biolgicos so os mesmos, mas a composio e os resultados finais nunca se repetem. Ex.: atmosfera primitiva sem O.9. Darwin, Uniformitarismo e o Tempo Geolgico:- mudanas graduais, fortuitas- seleo natural- sobrevivncia do mais apto- preciso TEMPO: 300 Ma desde o Mesozico- registro geolgico incompleto explica ausncia de formas intermedirias - objees principais: caracteres fortuitos se diluiriam (Fleming Jenkin); TEMPO (Kelvin)

  • 10.1 Charles Lyell (1797-1875): : 20 M.a. para uma mudana completa de espcies de moluscos X 12 intervalos desde o Ordoviciano = 240 Ma

    10.2 Salinidade (taxa de decomposio das rochas X aumento da salinidade dos oceanos) - Projeto de Edmund Halley (1715): medir salinidade com espao de 10 anos. - determinaes segunda metade da sc XIX: 90 M.a.; - um dos problemas: intemperismo e eroso atual so maiores.

    10.3 Acumulao (taxa de acumulao de rochas sedimentares)Dificuldades: taxas de sedimentao variada; compactao; hiatos. Estimativas da segunda metade do sc. XIX e primeira metade do sc. XX entre 3 Ma e 1,5 Ga (maioria menor que 100 Ma).

    10. PRIMEIRAS TENTATIVAS DE DETERMINAO DA IDADE DA TERRA

  • 11. Radiatividade e tempo geolgico:- fins do sc. XIX princpio do sc. XX- Arthur Holmes (1991): dataes entre 340 Ma e 1,4 Ga.

    10.4 Kelvin (idade do Sol, resfriamento da Terra)Terra: observao em minas; fuso inicial; esfriamento tempo; 24 a 100 M.a.

    Sol: o Sol tornou-se suportvel a poucas dezenas de milhes de anos;permanecer assim por outros tantos;Terra habitvel a aproximadamente 20 a 40 M.a. Todos, at Darwin, procuraram adaptar-se as idias de Kelvin.

    10. PRIMEIRAS TENTATIVAS DE DETERMINAO DA IDADE DA TERRA!

  • 12. Tempo relativo: QUANTOS EVENTOS? EM QUE ORDEM OCORRERAM?

  • 12. Tempo relativo: QUANTOS EVENTO? EM QUE ORDEM OCORRERAM?

  • 13. O estabelecimento dos sistemas geolgicos13.1 Nicolaus Steno (1669): superposio e horizontalidade.13.2 Giovani Arduino (1760): rochas quaternrias: aluvies e de planciesrochas tercirias: rochas pouco consolidadas, com conchas marinhas; vulcnicasrochas secundrias: estratificadas, duras, sem minrios, com fsseisrochas primrias: cristalinas com minrios metlicos13.3 William Smith (1815): fsseis so melhor instrumento de correlaes temporais.13.4 Georges Cuvier (1812): Princpio da Sucesso Faunsitica - extines e aumento da complexidade da Vida com o tempo- cada seqncia representa uma idade

  • 13. O estabelecimento dos sistemas geolgicos: alguns exemplos

    Unidade

    ano em que foi definida

    localidade-tipo

    origem do nome

    Quaternrio

    1829

    Frana

    camadas jovens que o Tercirio

    Tercirio

    1760

    Frana

    nome original dado por Arduno

    Cretceo

    1882

    Bc Paris, Frana

    rico em giz

    Jurssico

    1715

    Monte Jura, Suia

    nome da localidade-tipo

    Trissico

    1834

    Sul da Alemanha

    sequncia tripartida

    Permiano

    1841

    Perm, Russia

    nome da localidade-tipo

    Carbonfero

    1882

    Inglaterra

    rico em carvo

    Devoniano

    1840

    Devonshire, Inglaterra

    nome da localidade-tipo

    Siluriano

    1835

    Gr-bretanha

    nome de antiga tribo bret

    Ordoviciano

    1879

    Gr-bretanha

    nome de antiga tribo bret

    Cambriano

    1835

    Gr-bretanha

    nome de antiga tribo bret

  • 14. A Carta Estratigrfica Internacional (ICS, 2009. In: )

  • Exemplo de limite de unidades cronoestratigrficas/geocronolgicas:Limite K-P, Pedreira Poty, PE. O limite indicado a poro mais argilosa da seqncia, onde ocorre a anomalia de irdio. (Fonte: www.phoenix.org.br/Phoenix55_Jul03.htm)