TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL - stf.jus.br .3.5 Tutela antecipada, 87 3.6 Tutela antecipada page 1
TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL - stf.jus.br .3.5 Tutela antecipada, 87 3.6 Tutela antecipada page 2
TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL - stf.jus.br .3.5 Tutela antecipada, 87 3.6 Tutela antecipada page 3
TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL - stf.jus.br .3.5 Tutela antecipada, 87 3.6 Tutela antecipada page 4

TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL - stf.jus.br .3.5 Tutela antecipada, 87 3.6 Tutela antecipada

Embed Size (px)

Text of TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL - stf.jus.br .3.5 Tutela antecipada, 87 3.6 Tutela antecipada

  • STF00094689

    FABIANO PIMENTEL

    TUTELA ANTECIPADA EM REVISAo CRIMINAL

  • SUMRIO

    1. INTRODUO, 27

    2. O ACESSO JUSTIA E O DIREITO FUNDAMENTAL A UM

    PROCESSO PENAL SEM DILAES INDEVIDAS

    2.1 Introduo, 31

    2.2 Conceito de direitos fundamentais, 34

    2.3 Sobre o valor justia, 40

    2.4 Acesso justia como um direito fundamental, 42

    2.5 Acesso justia em seu aspecto formal, 46

    2.6 Acesso justia como um problema tico-social, 49

    2.7 Acesso justia e o princpio da igualdade, 50

    2.8 Obstculos ao acesso justia, 53

    2.9 Formas alternativas de efetivao do acesso justia, 59

    2.10 Direito fundamental tutela jurisdicional clere e necessidade

    da tutela antecipatria, 62

    2.11 Tutela jurisdicional clere e julgamento justo, 66

    2.12 O Direito tutela judicial efetiva, 68

    2.13 Direito fundamental a um processo penal sem dilaes indevi-

    das e acesso justia, 71

    3. TUTELAS PROVISRIAS

    3.1 Introduo, 79

    3.2 Nomenclatura, 81

    3.3 Tutela definitiva e tutela provisria, 83

    3.4 Tutela de evidncia, 84

    3.5 Tutela antecipada, 87

    3.6 Tutela antecipada e medida cautelar: conceito e distines, 91

  • 3.7 Medida liminar e antecipao de tutela, 95

    3.8 Requisitos para a concesso da tutela antecipada, 97

    3.9 Da possibilidade de concesso da tutela antecipada de ofcio, 98

    3.10 Anlise das expresses "prova inequvoca e verossimilhana da

    alegao", 100

    3.11 Do fundado receio de dano irreparvel ou de difcil reparao,

    104

    3.12 Abuso de direito de defesa ou manifesto propsito protelatrio

    do ru, 106

    3.13 O momento da concesso da tutela antecipada, 108

    3.14 Da necessidade de fundamentao, 110

    3.15 Perigo da irreversibilidade da medida, 114

    3.16 Natureza jurdica da resoluo parcial do mrito da causa, 118

    3.17 Da fungibilidade entre tutela antecipada e medida cautelar, 122

    4. DAS AES AUTNOMAS DE IMPUGNAO NO PROCESSO

    PENAL

    4.1 Introduo, 127

    4.2 Conceito e caractersticas da ao penal, 128

    4.3 Espcies de aes penais autnomas de impugnao, 129

    4.4 Do habeas corpus

    4.4.1 Breve histrico, 130

    4.4.2 Conceito, natureza, classificao e legitimidade, 132

    4.4.3 Hipteses de cabimento, 135

    4.4.4 Competncia, 139

    4.4.5 Procedimento, 140

    4.4.6 Dos recursos em habeas corpus, 141

    4.5 Mandado de segurana em matria criminal

    4.5.1 Legitimidade e procedimento, 147

    4.6 Da reviso criminal

    4.6.1 Conceito, 151

    4.6.2 Natureza jurdica, 152

    4.6.3 Hipteses de cabimento, 154

  • 4.6.4 Reviso criminal em sentena absolutria, 157

    4.6.5 Reviso criminal pro societate, 159

    4.6.6 Reformatio in pejus direta e indireta, 161

    4.6.7 Reviso criminal nas decises do jri, 165

    4.6.8 Reviso criminal na Lei n 9.099/95, 168

    4.6.9 Competncia e procedimento, 169

    4.6.10 Oportunidade e legitimidade, 172

    4.6.11 Indenizao por erro judicirio, 173

    5. TUTELA ANTECIPADA EM REVISO CRIMINAL

    5.1 Introduo, 175

    5.2 A lacuna existente no Cdigo de Processo Penal, 177

    5.3 A utilizao da analogia para suprir a lacuna do Cdigo de Pro-

    cesso Penal, 179

    5.4 Inadequao do habeas corpus e da ao cautelar no processo de

    reviso criminal, 183

    5.5 Tutela antecipada em ao rescisria, 188

    5.6 Julgamento antecipado da lide no Processo Penal, 193

    5.7 Efeitos da sentena penal condenatria, 199

    5.8 Tutela antecipada em reviso criminal, 209

    5.9 O nus da prova na antecipao de tutela penal, 221

    5.10 Antecipao de tutela e os demais efeitos da condenao, 229

    6. CONCLUSO, 237

    REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS, 241

    capa_1 - Cpiasumario_1sumario_2sumario_3