CCM cultura e internet

  • View
    542

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

1. CULTURA, COMUNICAO E MDIA Comunicao Social Prof Jos Geraldo de Oliveira comunicaoemidia@uol.com.br 2. Toda nova tecnologia da comunicao costuma despertar a possibilidade de uma maior democratizao das comunicaes. A mdia produz saber e se apresenta como autorizada e credenciada a comunic-lo ao seu pblico. Ela contribui para a formao de um indivduo com identidade mercadolgica e consumidora dentro de uma sociedade do espetculo. 3. Temos que considerar mdia e a cultura por ela produzida como uma das instncias sociais centralmente implicadas na produo de identidades sociais e subjetividades em nosso tempo. As representaes miditicas estabelecem significados, valores e gostos que atuam na constituio da identidade do indivduo porque ensinam maneiras de ser, de pensar, de se ver e de agir em sociedade. 4. Na cultura contempornea, em um panorama marcado pela onipresena da mdia, estaramos presenciando um processo permanente de regulao de significados, valores e gostos. A mdia produz imagens que preenchem a vida das pessoas, especialmente crianas e jovens, de forma que condicionam seus desejos e percepes. 5. A mdia procura identificar os grupos sociais para, ento, produzir e destinar produtos que atendam seus interesses, ou no. Nesse espao de interpretao do social, a mdia faz leituras apropriaes para, ento, expor ao seu pblico aquilo que ela considera como atos sociais prprios do grupo a que se destina. 6. Atualmente, a palavra digital usada em computadores e em aplicaes eletrnicas, especialmente quando a informao do mundo- real convertida num sistema binrio. A informao contida em sites na internet demarca o surgimento da cultura digital no ps-guerra, quando tem incio o processo de digitalizao, materializado no ambiente de processamento de dados que passa a ser dominado por grandes mquinas de computar. 7. Uma definio simples que rene um conjunto complexo de fenmenos. Desencadearam a simulao virtual (realidade virtual), a comunicao instantnea, a proliferao dos meios de comunicao e a conectividade global que constitui grande parte da nossa experincia contempornea. Aplicvel no filme digital, nos efeitos especiais digitais, na televiso, na msica eletrnica, nos jogos de computador, na multimdia, na Internet, na World Wide Web, no Wireless Application Protocol (WAP), na representao do genoma humano, Human Genome Project, e em manifestaes artsticas e culturais como o cyberpunk, o tecno, a new typography, a net.art, entre outras. 8. O conceito de cultura digital no est consolidado. Aproxima-se de outros como sociedade da informao, cibercultura, revoluo digital, era digital. Cada um deles, utilizado por determinados autores, pensadores e ativistas, demarca esta poca, quando as relaes humanas so fortemente mediadas por tecnologias e comunicaes digitais. O termo cultura digital define, em sntese, o novo contexto tecnolgico das sociedades onde a informtica joga um papel paradigmtico, atravs de procedimentos regulados segundo a lgica binria. A informao numrica, visual, textual, grfica etc. pode ser recolhida, armazenada, processada e transmitida em um mesmo formato digital, o que significa sua estandardizao perfeita. 9. Introduo Cibercultura Ciberespao World wide web Tcnica Interfaces Hipertexto Comunidade virtual CIBERCULTURA Em que era vivemos? Ps-modernidade? Sociedade de massa? Sociedade de consumo? Sociedade da informao? Sociedade em rede? Sociedade do conhecimento? Sociedade do acesso? 10. CIBERESPAO - o novo meio de comunicao que surge da interconexo mundial dos computadores. CIBERCULTURA - conjunto de tcnicas (materiais e intelectuais) de prticas, de atitudes, de modos de pensamento e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespao. TCNICA - uma tcnica produzida dentro de uma cultura, e uma sociedade encontra-se condicionada por sua tcnica. COMUNIDADE VIRTUAL - grupo de pessoas se correspondendo mutuamente por meio de computadores interconectados. 11. HIPERTEXTO - um texto em formato digital, reconfigurvel e fluido. A noo de hiperdocumento generaliza, para todas as categorias de signos (imagens, animaes, sons, etc), o princpio da mensagem em rede mvel que caracteriza o hipertexto. WORLD WIDE WEB - funo da internet que junta, em um nico e imenso hipertexto ou hiperdocumento (compreendendo imagens e sons), todos os documentos e hipertextos que a alimentam. INTERFACES - aparatos materiais que permitem a interao entre o universo da informao digital e o mundo ordinrio. 12. Toda estrutura virtual transacional de comunicao interativa. O ciberespao ou rede (LVY, 1999: 17) o novo meio de comunicao que surge da interconexo mundial de computadores, no apenas a infraestrutura material de comunicao digital, mas tambm o universo ocenico de informaes que esta abriga, assim como os seres humanos que navegam e alimentam esse universo. A cibercultura o conjunto de tcnicas (materiais e intelectuais) de prticas, de atitudes, de modos de pensamento e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespao. CIBERCULTURA Oqueciberespao? 13. Para Lvy (1993: 157) , o ciberespao o suporte para as tecnologias intelectuais alterarem profundamente as funes cognitivas humanas, atuando desde o campo da memria, da prpria imaginao, das formas de percepo inclusive nos processos de raciocnio. CIBERCULTURA Oqueciberespao? Enfatizo mais uma vez que esse uso do ciberespao no deriva automaticamente da presena de equipamentos materiais, mas exige igualmente uma profunda reforma das mentalidades, dos modos de organizao e dos hbitos polticos (LVY, 1999:186). 14. Com o crescimento do ciberespao, passou a se desenvolver um conjunto de tcnicas (materiais e intelectuais), de prticas, de atitudes, de modos de pensamento e de valores, ao que se denomina cibercultura. Para Lemos (2003), a cibercultura essa nova relao desenvolvida pela sociedade contempornea entre tecnologias digitais (ciberespao, simulao, tempo real, processos de virtualizao etc) e a vida social. CIBERCULTURA Oqueciberespao? Reflexo em redes sociais e conceitos relacionados a recriao, reuso e remix de OER (produes e processos) / Beto Steimber / Creative Commons Attribution- Share Alike 3.0 Unported. 15. Introduo CIBERCULTURA Oqueciberespao? Para caracterizar a sociedade contempornea, Bonilla (2005a:20) salienta que esse contexto marcado pela velocidade das transformaes que esto ocorrendo nos mais diferentes mbitos da vida social. Assim, cada transformao provocada por outras, de forma que a complexidade uma de suas caractersticas bsicas. 16. CIBERCULTURA Oqueciberespao? As mudanas nos processos tecnolgicos se refletem em todos os setores da sociedade, seja na economia, nas relaes de saber, nas relaes de poder, nas relaes entre sujeitos. No entanto, apenas condicionam, mas no determinam. Essas mudanas tambm so originadas na criatividade, iniciativas e nas necessidades no interior das relaes, de tal forma que, no dizer de Manuel Castells (1999a, p. 42), o dilema do determinismo tecnolgico , provavelmente, um problema infundado, dado que a tecnologia a sociedade, e a sociedade no pode ser entendida ou representada sem suas ferramentas tecnolgicas, o que gera um processo interativo entre ambas. 17. CIBERCULTURA HISTRICO Movimento realizado por jovens que querem experimentar novas formas de comunicao, diferente das mdias clssicas. ELEMENTOS PRINCIPAIS Abertura de um novo espao de comunicao. Mudanas qualitativas na ecologia dos signos. Ambiente indito da extenso das redes de comunicao para a vida social e cultural. Preocupao em desenvolver as novas tecnologias em uma perspectiva mais humanista. O ciberespao entrou na era comercial, mas tambm oferece servios gratuitos a partir de universidades, instituies governamentais, associaes sem fins lucrativos. Urgncia atual: Necessidade de contemplar as implicaes culturais da cibercultura em todas as suas dimenses. 18. Nos ltimos tempos percebemos mudanas constante na sociedade e um fator condicionante foi a era digital. Proporcionou avanos em reas econmicas, sociais, culturais dentre outras, de uma escala local global. Em menos de 50 anos os computadores deixaram de ser aparato da indstria blica [sempre em busca de armas e tecnologias de espionagem prova de inimigos]. Tornaram-se objeto de decorao nas residncias, onde servem de instrumento de pesquisa e entretenimento para toda a famlia. 19. O mundo est se transformando, novas descobertas acontecem e a distncia entre o presente e o futuro se torna cada vez menor. A sociedade contempornea vem enfrentando dia-a- dia as mudanas impostas pela evoluo tecnolgica, acompanhando e impulsionando esta transformao social e cultural. A tecnologia no apenas cria novos espaos de possibilidades a serem explorados, como tambm afeta diretamente o modo como as pessoas aprendem, pensam e se relacionam. 20. Essa revoluo silenciosa alterou a dinmica da sociedade e promete grandes mudanas na poltica, nas artes, na economia, no relacionamento entre as pessoas. Ao criar uma forma de negociao entre empresas e consumidores sem a figura do intermedirio, a Internet trouxe o combustvel necessrio para a exploso do comrcio on-line. Mesmo quem no tem computador e nunca navegou pela Internet participa da sociedade digital. 21. O mundo virtual um espao de expresso e descoberta. Hoje fala-se muito em acessibilidade em massa aos novos dispositivos de comunicao. Internet e celular j so comuns no cotidiano das pessoas em todas faixas-etrias, principalmente entre adolescentes e jovens! 22. Andr Lemos, professor da UFB, foi um dos principais tericos da cibercultura no Brasil. A partir da dcada de 60, que o desenvolvimento tecnolgico caminhou para a cibercultura, por causa do surgimento de novas formas de sociabilidade. J na Comunicao, o papel das tecnologias foi de liberar as pessoas das limitaes de espao e tempo. CIBERCULTURA 23. CIBERCULTURA GLOBA