Edital concurso Bbodó

  • View
    546

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 1

    PREFEITURA MUNICIPAL DE BODOC ESTADO DE PERNAMBUCO

    PORTARIA N. 074/2011 SELEO PBLICA SIMPLIFICADA PARA CONTRATAO TEMPO RRIA POR

    EXCEPCIONAL INTERESSE PBLICO EDITAL N. 001/2011

    O Prefeito Municipal de Bodoc, observando a previso do inciso IX, do art. 37 da Constituio Federal, que prev a contratao temporria por excepcional interesse pblico, e as Leis Municipais n. 803/93 e 1.029/2001, abre seleo pblica simplificada.

    I. DAS DISPOSIES PRELIMINARES 1.1. O processo seletivo simplificado selecionar os seguintes profissionais, que sero subordinados s Secretarias de Desenvolvimento Social, da Mulher e da Igualdade Racial; Secretaria de Sade e a Secretaria de Educao, a depender do programa social, ncleo, centro ou modalidade de ensino para os quais estejam vinculados: 45 (quarenta e cinco) Educadores Sociais para o PETI de diversas localidades do Municpio; 36 (trinta e seis) professores da EJA; 04 (quatro) Psiclogos que podero atuar no CRAS, NASF ou CAPS; 04 (quatro) Assistentes Sociais que podem atuar no CAPS, CRAS ou na Secretaria de Desenvolvimento Social e da Igualdade Racial; 01 (um) Terapeuta Ocupacional para atuar no CAPS; 01 (um) Nutricionista para atuar no NASF; 02 (dois) Fisioterapeutas para atuarem no NASF e 01 (um) Fonoaudilogo para atuar no NASF. 1.2. A empresa ASCONPREV - Assessoria, Consultoria Contbil e Previdenciria Ltda., inscrita no CNPJ/MF n. 08.195.333/0001-25, com sede Rua Valrio Pereira, n. 284, Coliseu, Petrolina/PE, ser responsvel pelo procedimento de seleo. 1.3. Os critrios de avaliao para preenchimento das vagas ser prova objetiva e experincia profissional do candidato. 1.3.1. Para a anlise da experincia profissional, o candidato ter, obrigatoriamente, que apresentar no momento da realizao da inscrio, original e cpia dos documentos comprobatrios. 1.4. O processo seletivo simplificado ter validade de 12 (doze) meses, a contar da data de homologao do resultado final, respeitas as disposies contidas nas normas aplicveis matria. 1.5. Em caso de resciso anterior a data determinada dos que tero contratos firmados, decorrentes da presente seleo, no ser devida verbas rescisrias a ttulo de aviso prvio ou qualquer outra. 1.6. O presente Edital estar disponvel para consulta no trio da Sede da Prefeitura Municipal de Bodoc e no site www.asconprev.com.br. 1.7. Sero destinados 3% (trs por cento) do total das vagas para pessoa com deficincia, desde que haja compatibilidade entre a funo que ser exercida e as atividades previstas para o desempenho da funo, sendo que para os cargos com acima de 01 (uma) vaga, fica destinada 01 (uma) vaga para portadores de deficincia. 1.7.1. Sero consideradas pessoas com deficincia os candidatos enquadrados no disposto na Lei n. 7.853, de 24/10/1998, e no Decreto n. 3.298, de 20/12/1999, e suas alteraes. 1.7.2. Os candidatos que desejarem concorrer s vagas de que trata esse item, devero apresentar no ato da inscrio Laudo Mdico original ou cpia autenticada, comprovando a deficincia. 1.7.3. Os candidatos que comprovarem a deficincia participaro da seleo em iguais condies com os demais candidatos.

  • 2

    1.7.4. As vagas destinadas s pessoas com deficincia que no forem preenchidas por falta de candidatos ou inaptido na percia mdica sero preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem de classificao.

    2. DOS CARGOS, REQUISITOS, JORNADA DE TRABALHO, LOCALIDADE E REMUNERAO 2.1 PROGRAMA DE ERRADICAO DO TRABALHO INFANTIL - PETI

    2.1.2 - CARGO: Educador Social QUANTIDADE DE VAGAS : 45 vagas PR-REQUISITO: Habilitao Especfica em curso de Nvel Mdio, na Modalidade Normal ou Nvel Superior com Licenciatura Plena em Pedagogia. CARGA HORRIA: 25 horas semanais REMUNERAO: R$ 540,00 (quinhentos e quarenta reais). ATRIBUIES:

    Acolhimento dirio; Realizar atividades obedecendo a critrios estabelecidos pela organizao da jornada ampliada 08

    horas para reforo escolar, 04 horas para arte/cultura, 04 horas para temas transversais; Orientar e auxiliar os usurios com relao alimentao, higiene pessoal, segurana e atividades

    pedaggicas; Realizar atividades ldicas e pedaggicas que favoream as aprendizagens e bem estar dos

    usurios; Conservar e organizar o material de uso pedaggico, cedido pelo programa; Cumprir com assiduidade e pontualidade os dias letivos e a carga horria determinada pelo

    programa; Despertar nos usurios, valores ticos de cidadania e de respeito ao meio ambiente, vida e

    pessoa humana; Vivenciar projetos que possam definir, integrar e desenvolver sua identidade e segurana scio

    comunitria e individual. Manter o esprito de cooperao com todos os funcionrios do programa, com a famlia e a

    comunidade. Desenvolver outras atividades compatveis com a sua rea de atuao e de acordo com as diretrizes

    do Programa.

    CDIGO DA LOCALIDADE

    LOCALIDADE N DE VAGAS DISTNCIA DA SEDE

    01 AGROVILA VARZEA DO MEIO

    02 1,5Km

    02 SEDE 10 0 Km 03 STIO CAMAR 01 25Km 04 STIO CUPIM I 02 33 Km 05 STIO CUPIM II 01 30 Km 06 STIO LAGOA DO

    SALVIANO 02 20 Km

    07 STIO LETRAS 01 6 km 08 STIO LOMBAR 02 20 Km 09 STIO MASSAP 02 27 Km 10 STIO MELEIRO 01 28 Km 11 STIO PRIMAVERA 01 29 Km 12 STIO QUEIMADAS 03 17 Km 13 STIO SERRA NOVA 02 18 Km

  • 3

    14 VILA BOM JARDIM 02 13 Km 15 VILA CACIMBA NOVA 04 36 Km 16 VILA FEITORIA 04 42 Km 17 VILA SIPABA 05 14 Km

    TOTAL 45

    2.2. CENTRO DE REFERNCIA DA ASSISTNCIA SOCIAL CRAS

    2.2.1CARGO: Psiclogo QUANTIDADE DE VAGAS: 02 vagas PR-REQUISITO: Habilitao Especfica em curso de Nvel Superior em Psicologia e registro no Conselho de Classe. CARGA HORRIA : 40 horas semanais REMUNERAO : R$ 1.575,00 (mil quinhentos e setenta e cinco reais) ATRIBUIES:

    Acolher, ofertar informaes e realizar encaminhamentos s famlias usurias do CRAS; Planejar e implementar no PAIF, de acordo com as caractersticas do territrio de abrangncia do

    CRAS; Realizar mediao de grupos de famlias dos PAIF Programa de Ateno Integral s Famlias; Realizar atendimento particularizado e visitas domiciliares s famlias referenciadas ao CRAS; Desenvolver atividades coletivas e comunitrias no territrio de abrangncia do CRAS; Dar apoio tcnico continuado aos profissionais responsveis pelos servios de convivncia e

    promover o fortalecimento de vnculos entre profissionais no territrio abrangncia do CRAS; Acompanhar as famlias encaminhadas pelos servios de convivncia e promover o fortalecimento

    de vnculos ofertados no territrio ou no CRAS; Realizar busca ativa no territrio de abrangncia do CRAS e desenvolver projetos que visem

    prevenir o aumento de incidncia de situaes de risco; Acompanhar as famlias em descumprimento de condicionalidades previstas nas diretrizes do

    SUAS Sistema nico de Assistncia Social; Alimentar o sistema de informao, registro das aes desenvolvidas e planejamento do trabalho

    de forma coletiva; Articular aes que potencializem as boas experincias no territrio de abrangncia; Realizar encaminhamento com acompanhamento para a rede socioassistencial; Realizar encaminhamento para servios setoriais; Participar das reunies preparatrias ao planejamento municipal ou do Distrito Federal; Participar de reunies sistemticas no CRAS, para planejamento das aes semanais a serem

    desenvolvidas, definio de fluxos, instituio de rotina de atendimento e acolhimento dos usurios;

    Organizar os encaminhamentos, fluxos de informaes setoriais, procedimentos, estratgias de resposta s demandas e de fortalecimento das potencialidades do territrio;

    Desenvolver outras atividades compatveis com a sua rea de atuao e de acordo com as diretrizes do CRAS.

    CDIGO DA LOCALIDADE

    LOCALIDADE N DE VAGAS DISTNCIA DA SEDE

    18 CRAS SEDE 01 0 Km 19 CRAS VILA SIPABA 01 14km

    TOTAL 02

  • 4

    2.2.2. CARGO: Assistente Social QUANTIDADE DE VAGAS: 02 vagas PR-REQUISITO: Habilitao Especfica em curso de Nvel Superior em Assistncia Social e registro no Conselho de Classe. CARGA HORRIA : 40 horas semanais. REMUNERAO: R$ 1.575,00 (mil quinhentos e setenta e cinco reais) ATRIBUIES:

    Acolher, ofertar informaes e realizar encaminhamentos s famlias usurias do CRAS; Planejar e implementar no PAIF, de acordo com as caractersticas do territrio de abrangncia do

    CRAS; Realizar mediao de grupos de famlias dos PAIF; Realizar atendimento particularizado e visitas domiciliares s famlias referenciadas ao CRAS; Desenvolver atividades coletivas e comunitrias no territrio de abrangncia do CRAS; Dar apoio tcnico continuado aos profissionais responsveis pelos servios de convivncia e

    promover o fortalecimento de vnculos entre profissionais no territrio de abrangncia do CRAS; Acompanhar as famlias encaminhadas pelos servios de convivncia e promover o fortalecimento

    de vnculos ofertados no territrio ou no CRAS; Realizar busca ativa no territrio de abrangncia do CRAS e desenvolver projetos que visem

    prevenir o aumento de incidncia de situaes de risco; Acompanhar as famlias em descumprimento de condicionalidades previstas nas diretrizes do

    SUAS; Alimentar o sistema de informao, registro das aes desenvolvidas e planejamento do trabalho

    de forma coletiva; Articular aes que potencializem as boas experincias no territrio de abrangncia; Realizar encaminhamento, com acompanhamento para a rede socioassistencial; Realizar encaminhamento para servios setoriais; Participar das reunies preparatrias ao planejamento municipal ou do DF; Participar de reunies sistemticas no CRAS, para planejamento das aes semanais a serem

    desenvolvidas, definio de fluxos, instituio de rotina de atendimento e acolhimento dos usurios;

    Organizar os encaminhamentos, fluxos de informaes setoriais, procedimentos, estratgias de resposta s demandas e de fortalecimento das potenci